João Moutinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
João Moutinho
João Moutinho
João Moutinho em 2018
Informações pessoais
Nome completo João Filipe Iria Santos Moutinho
Data de nasc. 8 de setembro de 1986 (35 anos)
Local de nasc. Barreiro, Portugal
Nacionalidade Português
Altura 1,70 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Wolverhampton
Número 28
Posição médio
Clubes de juventude
1994–1999
1999–2005
Portimonense
Sporting
Clubes profissionais
Anos Clubes
2005–2010
2010–2013
2013–2018
2018–
Sporting
Porto
Mónaco
Wolverhampton
Seleção nacional
2003
2004
2004
2005–2007
2005–
Portugal Sub-17
Portugal Sub-18
Portugal Sub-19
Portugal Sub-21
Portugal

João Filipe Iria Santos Moutinho ComM (Barreiro, 8 de setembro de 1986)[1] é um futebolista português que atua como médio. Atualmente joga no Wolverhampton.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Sporting[editar | editar código-fonte]

Iniciou a sua formação nas escolas do Portimonense, na fase de "Escolinhas", e pouco depois seguiu a sua formação nas escolas do Sporting. Foi uma das primeiras revelações após a construção da Academia Sporting. Ascendeu à equipa principal do clube na temporada 2004–05 e, no mesmo ano, ganhou o prémio de "Jogador Revelação do Campeonato" da Super Liga.

João Moutinho a jogar pelo Sporting contra o Estrela da Amadora.

Na temporada seguinte, firmou-se como titular da equipa e prova disso foi o facto de ter disputado todos os 34 jogos do Sporting na Primeira Liga.

Na temporada 2006–07, com a saída do capitão Ricardo Sá Pinto, os capitães sofreram alterações e Moutinho passou a ter o papel de terceiro capitão. Ainda nesta temporada, completou 84 jogos consecutivos[2] e no dia 10 de março de 2007, no jogo contra o Estrela da Amadora, completou o centésimo jogo pelo Sporting.

Na temporada 2007–08, com as saídas de Custódio, Ricardo e Marco Caneira do Sporting, tornou-se capitão da equipa, com apenas 20 anos. No final dessa temporada, contraiu matrimónio com Ana Gomes, sua atual esposa e antiga colega na Escola Alfredo da Silva, sendo um amor antigo do jogador, mas que apenas se concretizou quando começou a jogar nos séniores do Sporting Clube de Portugal.

De acordo com o que o Correio da Manhã apurou, no dia 25 de julho de 2008, teve lugar um almoço polémico entre João Moutinho e o presidente do Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, na cidade do Porto. Este almoço contou ainda com a presença de mais duas pessoas ligadas ao Porto e o representante de Moutinho, o israelita Pini Zahavi. Era já conhecida a admiração que o presidente dos azuis e brancos tinha pelo internacional português, sendo que numa entrevista à revista ‘Visão’, Pinto da Costa afirmou a sua convicção de que João Moutinho era "um jogador à Porto".

Na pré-temporada 2008–09, no final de um jogo de preparação, chamou os jornalistas e disse que queria sair do Sporting ainda nessa temporada. Na altura falava-se do interesse do Everton no jogador, que teria feito uma proposta a rondar os 15 milhões de euros.[3] Já próximo do final da temporada, o Sporting anunciou a renovação do contrato do jogador até junho de 2014.[4]

A 13 de julho de 2009, recebeu o Prémio de Melhor Jogador Português do Ano, oferecido pela Rádio Clube Português.

Em 2010, Carlos Queiroz não selecionou o jogador para o Mundial, o que causou grande surpresa, uma vez que Moutinho foi regularmente convocado durante toda a eliminatória.

Porto[editar | editar código-fonte]

Moutinho quando atuava pelo Porto.

Na temporada 2010–11, no primeiro jogo oficial do Porto, foi titular e conquistou a Supertaça de Portugal. Durante a temporada, foi titular em mais de 50 jogos, contabilizando dois golos. Um destes golos foi na vitória, a contar para a Taça de Portugal, por 3 a 1 contra o Benfica, depois da derrota em casa por 2 a 0, levando o Porto à final, que mais tarde acabaria por vencer por 6 a 2. Conquistou também o seu primeiro Campeonato Português frente ao Benfica numa vitória fora por 2 a 1. Chegou à final da Liga Europa, onde venceu o seu primeiro título internacional, frente ao Braga, por 1 a 0. Durante a janela de transferências foi apontado a clubes como Milan, Juventus e Chelsea; no entanto acabou por permanecer no Porto.

Depois da saída de figuras importantes como Falcão e o treinador André Villas-Boas, a época 2011–2012 foi menos boa para o clube, embora João Moutinho se tenha destacado ainda mais. Conquistou mais uma vez a Supertaça de Portugal e a Primeira Liga, onde foi uma das principais figuras da competição. Apesar das boas exibições na maioria dos jogos, demonstrou novamente ser um jogador pouco goleador, embora um dos melhores médios da Europa no seu estilo de jogo de desmarcações e passes precisos. Depois da participação no Euro 2012, sendo uma das principais figuras do torneio, foi apontado a vários clubes como Barcelona, Tottenham e Paris Saint-Germain.

Na temporada 2012–2013, manteve o estatuto de melhor jogador do Porto, a par de James Rodríguez, depois de Hulk ter sido vendido ao Zenit. Conquistou a Supertaça contra a Académica por 1 a 0. Marcou um golo contra o Málaga a contar para os oitavos de final da Liga dos Campeões, apesar de estar fora-de-jogo. No entanto, o Porto foi eliminado após ser derrotado fora por 2 a 0. Conquistou o tricampeonato ao serviço do Porto e chegou à final da Taça da Liga que acabou por perder frente ao Braga. Foi considerado o melhor jogador do clube na época 2012–13.

Mónaco[editar | editar código-fonte]

Em 2013, foi vendido ao Mónaco, juntamente com seu companheiro de clube James Rodríguez. Moutinho assinou por cinco temporadas com o clube monegasco.[5] Foi campeão da Ligue 1 em 2017 e nesse mesmo ano o clube chegou à semifinal da Liga dos Campeões.

Wolverhampton[editar | editar código-fonte]

A 24 de julho de 2018, assinou por duas temporadas com o Wolverhampton, que voltou a disputar a Premier League.[6] Em 2018 foi considerado o melhor jogador dos Wolves pela própria claque.

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Estreou-se pela Seleção Portuguesa principal no dia 17 de agosto de 2005, num amigável contra o Egito.[7] Disputou os Mundiais de 2014 e 2018, além dos Europeus de 2008, 2012 e 2016, no qual foi campeão.[8]

A 10 de julho de 2016, foi feito Comendador da Ordem do Mérito.[9]

Atualmente é o terceiro jogador com mais jogos por Portugal, atrás de Figo e Cristiano Ronaldo.

João Moutinho num jogo contra a Croácia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Sporting
Porto
Mónaco
Seleção Portuguesa

Prémios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «João Moutinho em «chat» no Maisfutebol: revelações fora dos relvados». Consultado em 8 de junho de 2021 
  2. Somados os jogos das épocas 2004/05, 2005/06 e 2006/07
  3. Jornal Record (26 de julho de 2008). «João Moutinho: «Já manifestei a vontade de sair»» [ligação inativa]
  4. Sporting - Sociedade Desportiva de Futebol, SAD (20 de abril de 2009). «COMUNICADO» (PDF) 
  5. «Moutinho and Rodriguez join mega-money French side» (em inglês). The Sun. 24 de maio de 2013 
  6. «João Moutinho oficializado no Wolverhampton». Diário de Notícias. 24 de julho de 2018 
  7. «Custódio e João Moutinho estreiam-se na selecção A». JPN. 11 de agosto de 2005 
  8. «Euro-2016: os 23 convocados». FPF. 17 de maio de 2016 [ligação inativa]
  9. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "João Filipe Iria Santos Moutinho". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 30 de janeiro de 2018 
  10. «The 100 best footballers in the world - interactive» (em inglês). The Guardian 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre João Moutinho