Tottenham Hotspur Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tottenham
Tottenham Hotspur.png
Nome Tottenham Hotspur Football Club
Alcunhas Lilywhites
Spurs
[1]
Mascote Chirpy (Galo)
Principal rival Arsenal
Chelsea
West Ham[2]
Fundação 5 de setembro de 1882 (137 anos)
(como Hotspur Football Club)
Estádio Tottenham Hotspur Stadium
Capacidade 62 062[3]
Localização Londres, Inglaterra
Presidente Daniel Levy
Treinador Mauricio Pochettino
Patrocinador AIA
Material (d)esportivo Nike
Competição Premier League
Copa da Inglaterra
Copa da Liga Inglesa
Champions League
Website tottenhamhotspur.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Tottenham Hotspur Football Club (mais conhecido como Tottenham ou Spurs) é um clube de futebol inglês, com sede no bairro de Tottenham, no norte de Londres.

Os Spurs antes de partida contra o Atlético de Madrid pela Recopa de 1963.

O Tottenham ganhou o Campeonato Inglês 2 vezes, a Copa da Inglaterra 8 vezes, a Copa da Liga 4 vezes, a Supercopa da Inglaterra 7 vezes, a Copa da UEFA 2 vezes e a Recopa Europeia 1 vez. Além dos títulos de campeão conquistados o Tottenham foi vice-campeão inglês em 1922, 1952, 1957, 1963 e 2017, vice da Copa da Inglaterra em 1987, vice da Copa da Liga em 1982, 2002 e 2009, além de vice da Copa da UEFA em 1973-74. Na Liga dos Campeões da UEFA, principal competição de clubes da Europa, sua melhor colocação havia sido o terceiro lugar em 1962, derrotado pelo campeão Benfica nas semifinais pelo placar agregado de 3 a 4, tendo conquistado o vice-campeonato em 2019, na derrota para o também inglês Liverpool por 2 a 0.

Assim como Manchester City, Manchester United, Arsenal, Liverpool e Chelsea, é um dos integrantes do chamado "Big Six", como são denominados os seis clubes mais ricos da Premier League.[4] E sua riqueza vai além da Inglaterra, pois aparece em várias listas dos Clubes de futebol mais ricos do mundo classificados pela revista Forbes em dólares.[5][6][7][8][9][10] No ano de 2017, tem o segundo elenco mais valioso do planeta, segundo apontou o relatório do "CIES Football Observatory" (observatório de futebol do Centro Internacional de Estudos de Esporte).[11] Recheado de jovens destaques que brilham na Premier League, o Tottenham surpreende na segunda posição, avaliado em € 1,17 bilhão (R$ 4,45 bilhões).[12] Em 2015, Tottenham e Everton aparecem dividindo a sexta colocação em uma lista publicada pelo jornal britânico Daily Mail, quando esse publicou um levantamento elegendo os 50 maiores clubes da Inglaterra de todos os tempos, utilizando seis critérios principais: torcida, base das redes sociais, troféus, colocações no Campeonato Inglês (desde antes da transição para a Premier League, inclusive), qualidade dos jogadores e faturamento.[13] Nessa lista, só ficou atrás do Manchester United, Arsenal, Liverpool, Chelsea e Manchester City, nesta ordem.[14]

Um dos clubes mais tradicionais da capital inglesa,[15] o Tottenham possui uma grande torcida espalhada por todo o país, mas com maior concentração no norte de Londres, onde foi fundado e é localizado o seu estádio.[16] E foi em seu novo estádio que o Tottenham fez história com a Nike, sua fornecedora de material esportivo, ao inaugurar a maior loja de futebol da Europa, no dia 23 de outubro de 2018.[17] O espaço tem nada menos do que 7.010 m2 e é o maior investimento em um estabelecimento específico de um clube na história da fabricante americana.[18] Batizado de “Spurs Shop”, o estabelecimento faz parte do setor que o clube chama de “Tottenham Experience” e derruba o recorde do Barcelona, que, historicamente, tinha a maior instalação de futebol da Nike no mundo.[19]

Foi fundado em 1882, originário de um clube de cricket e se chamava Hotspur FC, sendo renomeado em 1884, quando passou a se chamar Tottenham Hotspur Football Club.[20] O clube também é conhecido como Spurs (tradução inglesa de 'espora', objeto utilizado em cavalos) e seu lema (em latim) é Audere est facere ("Ousar é fazer").[21]

Origens[editar | editar código-fonte]

Final da FA Cup 1901, primeiro título do Tottenham.

Na terça-feira, 5 de setembro de 1882, o Hotspur Football Club foi formado por meninos da classe bíblica na Igreja All Hallows.[22]

Eles também eram membros do Hotspur Cricket Club. É possível que o nome Hotspur tenha sido associado a Sir Henry Percy, que interpretou o personagem "Harry Hotspur", citado na obra de Shakeaspeare, que viveu no local durante o século 14 e cujos descendentes tinham propriedade de terra no bairro.[23]

Em 1884 o clube foi renomeado Tottenham Hotspur Football Club para evitar qualquer confusão com uma equipe já estabelecida chamada Hotspur FC. Originalmente, os Spurs usavam camisas azul-marinho.[24]

As cores do clube, em seguida, variararam de azul e branco cortadas ao meio, inspiradas do Blackburn Rovers quando este clube venceu a FA Cup no Kennington Oval em 1884, para camisas vermelhas e calções azuis, através de castanho chocolate e ouro velho, e, finalmente, em 1899, primeira temporada com camisas brancas e shorts azul marinho, como uma homenagem ao Preston North End, a equipe de maior sucesso da época.[25]

Símbolo[editar | editar código-fonte]

Símbolo do Tottenham no White Hart Lane em 2008.

Desde o final da Copa da Inglaterra de 1901 o Tottenham Hotspur tem apresentado um galo como símbolo. Sir Henri Percy, também chamado de Harry Hotspur (personagem de Shakeaspeare, a quem o clube homenageia usando este sobrenome), tinha uma propriedade famosa por suas esporas de equitação e por seus galos de briga, que foram equipados com esporas.[26]

Em 1909, o ex-jogador William James Scott fez um bronze de um galo de briga em cima de uma bola de futebol para ser colocada em cima da Tribuna Oeste, e desde então a imagem do galo em cima da bola passou a fazer parte da identidade do clube.[27]

História[editar | editar código-fonte]

A primeira conquista relevante da história do Tottenham fora alcançada na temporada 1900-01, quando o clube bateu o Sheffield United por 2 a 2 e 3 a 1 pela final da Copa da Inglaterra. Duas décadas mais tarde, os Spurs voltam a conquistar a taça do torneio mais antigo de futebol do mundo, desta vez com vitória de 1 a 0 sobre o Wolverhampton. Na temporada 1950-51, o clube ganha pela primeira vez o Campeonato Inglês.

Na década de 60, os Spurs viveram grande fase. Em 1960-61 e 1961-62 sagraram-se bicampeões da Copa da Inglaterra, superando em sequência o Leicester por 2 a 0 e o Burnley por 3 a 1. Também na temporada 1960-61, o clube ganha o Campeonato Inglês pela segunda vez. Já em 1963, o Tottenham se sagrou campeão europeu ao conquistar a extinta Recopa Europeia. Em 1966-67 supera por 2 a 1 o Chelsea na decisão da Copa da Inglaterra, chegando ao seu quinto título neste torneio.

Nos anos 70 e 80 o Tottenham também vive bons momentos, conquistando mais duas taças europeias da Copa da UEFA, atual UEFA Europa League em 1971-72 e 1983-84. Além disso, também venceu duas vezes a Copa da Inglaterra nas temporadas 1980-81 e 1981-82 e também duas taças da Copa da Liga Inglesa em 1970-71 e 1972-73.

Liga dos Campeões 2010-11[editar | editar código-fonte]

Na temporada 2009-10, o Tottenham volta a conquistar uma vaga para disputar a Liga dos Campeões da UEFA depois de muito tempo. Com Gareth Bale e Luka Modrić, os Spurs foram uma das maiores surpresas da edição 2010-11 da Champions. Ainda nos Playoffs, o clube conseguiu reverter uma derrota fora de casa para o Young Boys por 3 a 2 com um sonoro 4 a 0 no memorável White Hart Lane.

Na Fase de Grupos, surpreendeu a todos e tomou a liderança do grupo A da favorita Internazionale, atual campeã do torneio. Foram 3 vitórias, 2 empates e 1 derrota. Nos dois jogos contra a Inter, não faltou emoção. Vitória no White Hart Lane por 3 a 1 e derrota fora de casa por 4 a 3 em partida emblemática de Gareth Bale, autor de três gols.

Como se ainda não fora o bastante, o Tottenham ainda tratou de eliminar o poderoso Milan, conseguindo uma imponente vitória em pleno San Siro por 1 a 0.

Nas Quartas de Final acabou eliminado pelo Real Madrid sofrendo uma dura goleada por 4 a 0 no Santiago Bernabéu e um infeliz 1x0 dentro de casa.

O Tottenham com Pochettino[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2014, o Tottenham anunciou o argentino Mauricio Pochettino como o seu mais novo técnico. O clube vinha desacreditado após as saídas de Luka Modrić em 2012 e Gareth Bale no ano seguinte, ambos para o Real Madrid.

Entretanto, Pochetttino transformou rapidamente a equipe do Tottenham, elevando o seu patamar dentro do cenário inglês e também na Europa.

Na primeira temporada com o comandante argentino, os Spurs chegaram à final da Copa da Liga Inglesa, em que acabaram derrotados por 2 a 0 pelo rival Chelsea. Na temporada 2015-16, o desempenho foi ainda melhor, já que o clube alcançou a terceira posição da Premier League, garantindo assim uma vaga para a Liga dos Campeões da UEFA.

Na temporada 2016-17, foi vice-campeão da Premier League e caiu na Semifinal da Copa da Inglaterra para o Chelsea num emocionante 4 a 2.

Em 17-18 terminou novamente em 3° colocado da Premier League. Já na Liga dos Campeões, voltou a surpreender a todos sendo o líder do mesmo grupo em que estavam Real Madrid e Borussia Dortmund. Nas oitavas de final protagonizou um duelo muito emocionante contra a Juventus. No jogo de ida, fora de casa, os Spurs conseguiram buscar o empate em 2-2 depois de saírem perdendo por dois gols de diferença. A classificação parecia próxima, mas escapou, já que na volta, o Tottenham ainda saiu na frente, mas tomou a virada e assim fora eliminado.

Na temporada de 2018-19 fez campanha histórica na UEFA Champions League, conseguindo chegar a decisão depois de eliminar Borussia Dortmund, Manchester City e Ajax. Na decisão, acabou derrotado pelo Liverpool em 2 a 0.

Ainda pela temporada 2018-19, caiu nas semifinais da Copa da Liga diante do Chelsea em disputa de pênaltis após 2 a 2 no placar agregado do confronto. Terminou a Premier League em 4° colocado, garantindo novamente a vaga para a Liga dos Campeões da UEFA, pela quarta temporada consecutiva, um feito nunca antes alcançado pelo clube.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Seu estádio chamava-se White Hart Lane, e foi fundado em 1889. Após os esforços de modernização teve sua capacidade reduzida para 36.230 espectadores,[28] com média de público de 35.882 espectadores na temporada 2004-2005. O seu recorde de público foi em uma partida do Tottenham contra o Sunderland, em 5 de março de 1938, quando estiveram neste estádio 75.038 torcedores.[29]

Novo estádio

O clube inglês inaugurou em 3 de abril de 2019 um novo estádio, o Tottenham Hotspur Stadium, com capacidade para 62.062 pessoas,[30] tendo recebido 59.315 torcedores em sua partida de estreia, vitória do Tottenham por 2 a 0 sobre o Cristal Palace.[31][32] As obras estavam previstas para acabar no segundo semestre de 2018, custando cerca de 400 milhões de libras. Nesse projeto, entrou uma parceria com a prefeitura, que teve como objetivo a construção de moradias, um hotel, um hospital, a reforma das estações locais e várias outras mudanças, tudo bancado pelo Spurs. Esse é o maior estádio privado em Londres, sendo construído sob o White Hart Lane, antiga casa do Tottenham.[33] Antes da conclusão das obras, os Spurs mandou seus jogos no Estádio de Wembley, para 90.000 espectadores.

Torcida[editar | editar código-fonte]

Robbie Keane se prepara para bater um pênalti no White Hart Lane
Imagem aérea de White Hart Lane

O Tottenham tem uma grande torcida no Reino Unido, principalmente no norte de Londres e na sua periferia. As partidas do clube atraem um público bastante alto, próximo da capacidade máxima do seu estádio.[34]

Em algumas temporadas durante as décadas de 1950 e 1960, o Tottenham teve a mais alta média de público na Inglaterra.[35][36]

Apesar de sua localização mais centrada no Reino Unido, é possível afirmar haver torcedores do clube em vários continentes.

Pesquisa de 2004, realizada pelo Instituto Roy Morgan, apontou o Tottenham com cerca de 1.240.000 torcedores na Inglaterra (2%), sendo a quinta maior torcida inglesa e a segunda maior de Londres, com 818.000 torcedores em sua cidade (9,6%).[37]

O Tottenham tem a terceira mais alta média de público de todos os tempos no seu país, atrás apenas de Manchester United e Liverpool.[38]

O clube tem uma forte influência e fãs da comunidade judaica[39] (seu atual presidente é, inclusive, um judeu, Daniel Levy), o que provoca ofensas antissemitas contra seus torcedores, tendo o jornal Daily Express noticiado que um teço do público que frequentava o White Hart Lane em 1934 era composto por judeus.[40] Os torcedores dos Spurs, judeus e não judeus, uniram-se contra isto e apelidaram a si mesmos como Yids, desenvolvendo cantos e uma torcida com o nome. Muitos dos fãs adotaram esse nome como resposta aos rivais, que já chamavam desde anteriormente, de modo pejorativo, a torcida do Tottenham de Yid.

Hoje, esse apelido é mais usado para distingüir os torcedores dos Spurs de torcedores de outros clubes. Muitos adeptos, entretanto, discordam com o uso de tal alcunha e acreditam que isso somente atrairá mais sectarismo.[41][42] Uma situação parecida ocorre com a torcida do Ajax, dos Países Baixos.[43]

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

Tottenham Hotspur contra o Arsenal na Premier League 2009-10 no White Hart Lane
Tottenham vs. Chelsea em 2015.

O Tottenham tem sua maior rivalidade com a outra equipe do norte de Londres, o Arsenal, e quando confrontam-se, fazem o clássico North London Derby. A equipe também tem grande rivalidade com o Chelsea e com o West Ham United.[44]

Maiores públicos contra os principais rivais[45][46]

- Contra o Arsenal:

- Contra o Chelsea:

- Contra o West Ham:

Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais
Competição Títulos Temporadas
UEFA Cup (adjusted).png
Copa da UEFA 2 1971–72Cscr-featured.svg, 1983–84,
Coppacoppe.png
Recopa Europeia 1 1962–63
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Premier league trophy icon (adjusted).png
Campeonato Inglês 2 1950–51, 1960–61
FA Cup.png
Copa da Inglaterra 8 1900–01, 1920–21, 1960–61, 1961–62, 1966–67, 1980–81, 1981–82, 1990–91
Carling.png
Copa da Liga Inglesa 4 1970–71, 1972–73, 1998–99, 2007–08
CommunityShield.png
Supercopa da Inglaterra 7 1921, 1951, 1961, 1962, 1967*, 1981*, 1991*
Football league championship cup.svg
Campeonato Inglês - 2ª Divisão 2 1919–20, 1949–50
Tottenham Hotspur.png
Total (Nacionais + Internacionais) 26
Torneios internacionais destacados
Competição Títulos Temporadas
Flag of Europe.svg
International Champions Cup 1 2018
Flag of the People's Republic of China.svg
Troféu Premier League Ásia 1 2009
Flag of South Korea as Paths.svg
Copa da Paz 1 2005

Cscr-featured.svg Campeão invicto

* Indica que o título foi compartilhado

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Competições da UEFA[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado até 23 de novembro de 2016.[47]

Na Liga dos Campeões da UEFA, principal competição de clubes da Europa, o Tottenham conquistou o vice-campeonato em 2018-19.

Competição Temporadas Campeão Partidas Vitórias Empates Derrotas Gols a favor Gols contra Saldo de gols Última temporada
Liga dos Campeões da Europa 4 0 25 10 5 10 49 37 +12 2017-18
Copa da UEFA/Liga Europa 16 2 152 83 40 29 296 134 +162 2015–16
Recopa Europeia 6 1 33 20 5 8 65 34 +31 1991–92
Copa Intertoto 1 0 4 1 0 3 3 13 -10 1995
Total 26 3 214 114 50 50 413 218 +195

Recordes[editar | editar código-fonte]

Os Spurs detém o recorde de maior número de vitórias no Campeonato Inglês numa única temporada: trinta e uma vitórias em 1960-1961, com 42 jogos disputados.

Recordes do clube
Maiores goleadas

1. 03/02/1960 - Copa da Inglaterra - Tottenham 13 a 2 Crewe
2. 28/09/1971 - Copa da Uefa - Tottenham 9 a 0 IB Keflavik
3. 22/10/1977 - Segunda Divisão Inglesa - Tottenham 9 a 0 Bristol Rovers
4. 15/01/1923 - Copa da Inglaterra - Tottenham 9 a 0 Worksop Town
5. 22/11/2009 - Campeonato Inglês - Tottenham 9 a 1 Wigan
6. 12/01/1953 - Copa da Inglaterra - Tottenham 9 a 1 Tranmere
7. 28/09/1983 - Copa da Uefa - Tottenham 8 a 0 Drogheda
8. 28/03/1936 - Segunda Divisão Inglesa - Tottenham 8 a 0 Southampton
9. 29/09/1962 - Campeonato Inglês - Tottenham 9 a 2 Nottingham Forest
10. 20/09/1961 - Copa dos Campeões da Europa - Tottenham 8 a 1 Gornik Zabrze
11. 01/09/1930 - Segunda Divisão Inglesa - Tottenham 8 a 1 Burnley
12. 07/09/1968 - Campeonato Inglês - Tottenham 7 a 0 Burnley
13. 18/11/1950 - Campeonato Inglês - Tottenham 7 a 0 Newcastle
14. 12/11/1949 - Segunda Divisão Inglesa - Tottenham 7 a 0 Sheffield United
15. 03/12/1932 - Segunda Divisão Inglesa - Tottenham 7 a 0 Swansea
16. 11/10/1958 - Campeonato Inglês - Tottenham 10 a 4 Everton
17. 21/11/1931 - Segunda Divisão Inglesa - Tottenham 9 a 3 Port Vale
18. 18/09/1957 - Campeonato Inglês - Tottenham 7 a 1 Birmingham
19. 25/12/1952 - Campeonato Inglês - Tottenham 7 a 1 Middlesbrough
20. 07/01/1939 - Copa da Inglaterra - Tottenham 7 a 1 Watford
21. 30/08/1930 - Segunda Divisão Inglesa - Tottenham 7 a 1 Reading
22. 19/01/1910 - Copa da Inglaterra - Tottenham 7 a 1 Plymouth

Jogadores notáveis[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Soccerball current event.svg Última atualização: 8 de agosto de 2019.

Elenco atual do Tottenham Hotspur Football Club[52]
N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome
1 G França Hugo Lloris Capitão 12 V Quénia Victor Wanyama 22 G Argentina Paulo Gazzaniga
3 LE Inglaterra Danny Rose 14 A França Georges-Kévin N'Koudou 23 M Dinamarca Christian Eriksen
4 Z Bélgica Toby Alderweireld 15 V Inglaterra Eric Dier 24 LD Costa do Marfim Serge Aurier
5 Z Bélgica Jan Vertonghen 16 LD Inglaterra Kyle Walker-Peters 27 A Brasil Lucas Moura
6 Z Colômbia Davinson Sánchez 17 M França Moussa Sissoko 28 V França Tanguy Ndombélé
7 A Coreia do Sul Son Heung-min 18 V Argentina Giovani Lo Celso 33 LE País de Gales Ben Davies
8 V Inglaterra Harry Winks 19 M Inglaterra Ryan Sessegnon 13 G Países Baixos Michel Vorm
10 A Inglaterra Harry Kane Capitão² 20 M Inglaterra Dele Alli
11 M Argentina Erik Lamela 21 Z Argentina Juan Foyth

Técnico: Argentina Mauricio Pochettino


Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa branca, calção azul e meias brancas;
  • 2º - Camisa azul, calção e meias azuis;
  • 3º - Camisa verde, calção e meias verdes.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Europa

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2018-19
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme 2
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Europa
  • 2017-18
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme 2
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme 3
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2016-17
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2015-16
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2014-15
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2013-14
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2012-13
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2008-09
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Club Profile Tottenham Hotspur - Premier League.com». Consultado em 31 de outubro de 2009 
  2. Site Friends of Fulham - Football Rivalry Census 2012 (with Poll), página editada em 24 de setembro de 2012 e disponível em 21 de setembro de 2018.
  3. «Spurs stadium capacity increased to 62,062». Sky Sports. 5 de março de 2018. Consultado em 15 de agosto de 2018 
  4. «"BIG SIX" DA PREMIER LEAGUE NÃO CONSEGUE MAIOR FATIA DOS DIREITOS TELEVISIVOS». desporto.sapo.pt. Consultado em 14 de janeiro de 2019 
  5. Mike Ozanian. «Real Madrid Tops Ranking Of The World's Most Valuable Soccer Teams». Forbes. Forbes, Inc. 
  6. Mike Ozanian. «The World's Most Valuable Soccer Teams». Forbes. Forbes 
  7. Mike Ozanian. «Soccer's Most Valuable Teams: At $3.3 Billion, Real Madrid Knocks Manchester United From Top Spot». Forbes. Forbes 
  8. Dan Bigman. «The World's Most Valuable Soccer Teams». Forbes. Forbes 
  9. Dan Bigman. «The World's Most Valuable Soccer Teams». Forbes. Forbes 
  10. Soccer Team Valuations
  11. «Avaliado em R$ 4,5 bilhões, City tem elenco mais caro do mundo, aponta estudo». lagartense.com.br. Consultado em 17 de janeiro de 2019 
  12. «Avaliado em R$ 4,5 bilhões, City tem elenco mais caro do mundo, aponta estudo». globoesporte.globo.com. Consultado em 17 de janeiro de 2019 
  13. DAYLYMAIL, estudo sobre os maiores clubes de futebol da Inglaterra, página disponível em 30 de dezembro de 2018.
  14. «Qual o maior clube inglês de todos os tempos? Este ranking tentou determinar». m.trivela.com.br. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  15. «Luxuoso CT do Tottenham ganha seus últimos hóspedes da seleção». veja-abril-com-br.cdn.ampproject.org. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  16. Site sinopsedofutebol Pesquisa de torcidas na Inglaterra em 2004.
  17. «NIKE E TOTTENHAM FAZEM HISTÓRIA E INAUGURAM A MAIOR LOJA DE FUTEBOL DA EUROPA». www.mktesportivo.com. Consultado em 26 de abril de 2019 
  18. «Nike e Tottenham inauguram maior loja de futebol da Europa». maquinadoesporte.uol.com.br. Consultado em 26 de abril de 2019 
  19. «Nike abre maior loja de futebol da Europa no estádio do Tottenham». mantosdofutebol.com.br. Consultado em 26 de abril de 2019 
  20. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  21. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  22. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  23. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  24. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  25. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  26. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  27. Livro The Biography of Tottenham Hostspur, por JULIE WELSH.
  28. COLLETT, Mike - REUTERS BRASIL, Tottenham deve começar a construção de novo estádio para 58 mil torcedores, página editada em 12 de julho de 2014 e disponível em 18 de março de 2017.
  29. COLLETT, Mike - REUTERS BRASIL, Tottenham deve começar a construção de novo estádio para 58 mil torcedores, página editada em 12 de julho de 2014 e disponível em 18 de março de 2017.
  30. «Spurs stadium capacity increased to 62,062». Sky Sports. 5 de março de 2018. Consultado em 15 de agosto de 2018 
  31. Site Globoesporte - Com festa e show pirotécnico, Tottenham vence na inauguração do novo estádio, página editada e disponível em 3 de abril de 2019.
  32. Tottenham 2-0 Crystal Palace, Man City 2-0 Cardiff and more – as it happened Site do jornal The Guardian - Tottenham 2-0 Crystal Palace, Man City 2-0 Cardiff and more – as it happened, página editada e disponível em 3 de abril de 2019.
  33. REINERT, Pedro - Site da ESPN - Tudo sobre o novo estádio do Tottenham, página editada em 15 de janeiro de 2016 e disponível em 16 de novembro de 2016.
  34. Site sinopsedofutebol Pesquisa de torcidas na Inglaterra em 2004.
  35. «Attendances archive: England». European Football Statistics (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2006. Arquivado do original em 14 de outubro de 2006 
  36. «Attendances archive: England». European Football Statistics (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2006. Arquivado do original em 14 de outubro de 2006 
  37. Site sinopsedofutebol Pesquisa de torcidas na Inglaterra em 2004.
  38. http://www.nufc.com/html/attendance-all-time.html Arquivado em 6 de fevereiro de 2008, no Wayback Machine. All Time League Attendance Records nufc.com (em inglês).
  39. "Metrópoles da Bola", Elias Perugino e Rafael Maranhão, Placar, março de 2007, Editora Abril, pág. 38
  40. REIS, Rafael - O dia em que o Tottenham "declarou guerra" à Inglaterra por causa de Hitler, página editada e disponível em 18 de maio de 2019.
  41. «Anti-Semitism or endearment?». ejpress.org (em inglês). Consultado em 14 de novembro de 2008. Arquivado do original em 26 de março de 2012 
  42. «Yid Army». Thomas Dunmore). Consultado em 14 de novembro de 2008. Arquivado do original em 4 de outubro de 2008 
  43. LOURENÇO PEREIRA, Miguel -Caransajax, o ADN judeu do Ajax, página editada em 19 de março de 2014 e disponível em 18 de março de 2017.
  44. Rivalry uncovered! The results of the largest ever survey into club rivalries Arquivado em 28 de março de 2013, no Wayback Machine., The Football Fans Census (em inglês)
  45. Estatísticas do Tottenham contra todos os adversários
  46. Estatísticas do Tottenham contra todos os adversários-2
  47. Site oficial do Tottenham - Todos os jogos do Tottenham em competições da UEFA, exceto a Copa Intertoto.
  48. Site do jornal O GLOBO - Tottenham bate Arsenal em dia de recorde de público na Premier League, página editada e disponível em 10 de fevereiro de 2018.
  49. «Legends: Jimmy Greaves». Tottenham Hotspur. Consultado em 22 de novembro de 2009. Arquivado do original em 3 de outubro de 2009 
  50. «Three Amigos lined up for Grecians fundraiser». The Herald. 14 de outubro de 2009. Consultado em 22 de novembro de 2009 
  51. «Steve Perryman». Daily Mirror. Consultado em 22 de novembro de 2009 
  52. «First team: players» (em inglês). Site oficial do Tottenham Hotspur FC. Consultado em 8 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]