Notts County Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Notts County
Notts County FC.png
Nome Notts County Football Club
Alcunhas The Magpies, County, Notts
Fundação 28 de novembro de 1862 (153 anos)
Estádio Meadow Lane
Capacidade 17.271
Localização Nottingham,  Reino Unido
Presidente Inglaterra Ray Trew
Treinador Escócia Jamie Fullarton
Patrocinador Lorien Connect, Vision Express
Material esportivo Carbrini
Competição League Two
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Notts County Football Club é um dos clubes de futebol profissionais mais antigos do mundo[1], o segundo entre clubes profissionais e não-profissionais, perdendo para o Sheffield, que foi fundado cinco anos antes.

Fundado em 28 de novembro de 1862, na cidade de Nottingham, foi um dos doze fundadores da Liga Inglesa.

História[editar | editar código-fonte]

O inicio do clube começou nos Jardins de Cremorne (Cremorne Gardens), quando W. Arkwright e Chas Deakin passaram a "chutar uma bola contra o outro", terminando em 2 a 2. Sua formação oficial no entanto seu deu em 1864 com o nome de Notts Football Club.

Entre 1864 e 1888, foram realizadas partidas amistosas com outros clubes da Inglaterra e Escócia. Neste período o clube chegou a ter oito atletas relacionados na seleção nacional.

O primeiro campeonato oficial disputado pelo clube foi em 1877, à Copa da Inglaterra. Com um bom futebol apresentado chegou as semifinais em 1883 e 1884. De 1883 à 1910 o Notts mandava seus jogos na Trent Bridge e ocasionalmente em Castle Cricket Ground e na Floresta de Town Ground, na cidade de Nottingham. Em 1910, mundou seus jogos para Meadow Lane.

Na temporada de 1890-1891 o Notts terminou em terceiro na Liga Inglesa e foi finalista na Copa, sendo derrotado por 3 a 1 pelo Blackburn Rovers. Já sua primeira conquista se deu em 1894 (um ano após seu rebaixamento à segunda divisão) quando um público de 37.000 torcedores assistiram sua vitória na final da FA Cup frente ao Bolton pelo placar de 4 a 1, tornando-se o primeiro clube de uma segunda divisão a ganhar o torneio.

Em 1896-1897 foi promovido a divisão principal em uma série de jogos em play-off. Em 1913 foi rebaixado uma vez mais a segunda divisão, mas retornou na temporada seguinte como campeão.

Anos mais tarde seria rebaixado a segunda divisão (temporadas 1919-1920 e 1925-1926) e rebaixamento a Divisão três Sul no ano de 1930, retornando a segunda no ano seguinte como campeão. Caiu novamente em 1935. Só retornando a segunda divisão na temporada 1949-1950. Caiu novamente para a terceira divisão em 1955, depois para a quarta divisão.

A história recente mais próspera do clube aconteceu em 1981-1982 quando retornou a primeira divisão (terminou o campeonato na 15ª posição).

Jimmy Sirrel assumiu o clube no mês de novembro de 1969 e foi o grande responsável pelas promoções do clube. Em 1971 subiu à terceira divisão e, em 1973 à segunda divisão. Dave Needham, Briam Stubbs, Tony Hately, Kevin Randall, Arthur Mann, Don Masson e Les Bradd (124 gols em 11 anos atuando pelo Notts) eram a espinha dorsal do êxito do clube. Subiu à primeira divisão em 1981.

Depois de ter se mantido por dois anos na principal divisão do país - com a saída de Sirrel e varias sucessivas mudanças, o clube sofreu rebaixamentos sucessivos nos anos de 1984 e 1985. Atualmente, está na quarta divisão.

Em 21 de julho de 2009, após firmar uma parceria com uma empresa, o Notts County, tendo intenção de voltar a disputar a elite inglesa, anunciou o ex-treinador da seleção da Inglaterra Sven-Göran Eriksson como novo diretor de futebol.[2] Logo, Eriksson foi responsável pelas contratações do dinamarquês Kasper Schmeichel e Sol Campbell (ambos comandados por Eriksson no Manchester City e Seleção, respectivamente).[3]

Em 11 de fevereiro de 2010, Peter Trembling vendeu o clube de futebol a um novo consórcio, liderado por Ray Trew, e um dia após, Sven-Göran Eriksson não era mais diretor de futebol do clube.

Em 23 de fevereiro de 2010, foi anunciado que Steve Cotterill seria treinador do Notts County, até ao final da temporada. Em 17 de abril de 2010, Notts County ganhou a promoção para a Coca-Cola League One com uma vitória por 4-1 sobre o Morecambe. Em 27 de Abril, eles ganharam o campeonato depois de vencer por 5-0 o Darlington, já rebaixado.

Em 27 de maio, exatamente um mês depois de conquistar o título, foi anunciado que Steve Cotterill não teria seu contrato renovado com o Notts County. Kasper Schmeichel (filho do ex-goleiro Peter Schmeichel), uma das estrelas do Notts, também deixou o clube e foi para o tradicional Leeds United.

Em 4 de junho de 2010, Craig Short foi anunciado como técnico do Notts County, substituindo Cotterill, e após 5 meses no comando do clube, foi dispensado pela diretoria por maus resultados, deixando o time na 16ª posição.

Em 28 de outubro de 2010, Paul Ince (ex-Manchester United e Seleção Inglesa) foi anunciado como substituto de Craig Short. Em 3 de abril de 2011, Ince deixa o clube após uma série de 5 derrotas consecutivas, incluindo derrotas em casa para Bristol Rovers e Oldham.

Martin Allen foi anunciado em 11 de abril de 2011 como o novo treinador da equipe, salvando o clube do rebaixamento nas últimas rodadas. Após um começo de temporada brilhante na temporada 2011/2012, em 18 de fevereiro de 2012, Allen foi demitido após uma derrota de 3-0 para o Hartlepool United, causando uma grande revolta entre os torcedores.

No dia 20 de fevereiro, Keith Curle foi anunciado como substituto de Martin Allen. Curle quase levou o clube aos play-offs, terminou a temporada na 7 ª posição, perdendo a vaga por diferença no saldo de gols. Curle foi demitido em 03 de fevereiro de 2013.

Em 3 de fevereiro de 2013, Chris Kiwomya foi nomeado técnico interino. Em 27 de março, foi nomeado técnico principal da equipe, assinando um contrato de três anos. Porém, deixou o clube em outubro, dando lugar a Steve Hodge (em caráter interino) e, posteriormente, a Shaun Derry, que exerceu o cargo até março de 2015. Durante 15 jogos, o clube foi comandado interinamente por 2 técnicos, Paul Hart e Mick Halsall. Entre abril e dezembro, o comando técnico dos Magpies foi exercido por Ricardo Moniz. Sob a gestão do holandês, o Notts County venceu 11 partidas, empatou 8 e perdeu outras 15. A irregularidade fez com que Moniz perdesse o emprego, juntamente com o auxiliar Dave Kevin e o preparador físico Dean Yates. Interinamente, o clube foi treinado por Mick Halsall e Richard Dryden, até a contratação do escocês Jamie Fullarton em janeiro de 2016.

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

O Notts County tem como o seu principal rival o Nottingham Forest. Devido a jogarem na mesma divisão por muitas temporadas e de serem cidades próximas, o Notts County está criando uma rivalidade com o Mansfield Town. Outros clubes que tem rivalidades com os Magpies são: Derby County, Leicester City, Lincoln City e Chesterfield.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

De certa forma, o tradicional uniforme alvinegro da Juventus foi inspirada no Notts County (que, por consequência, influenciou também o Botafogo, inspirado no clube italiano): a Vecchia Signora, no início do século XX, mandava importar seus uniformes da Inglaterra, sendo eles rosa (revividos como segundo uniforme em temporada recente). Uma mudança foi debatida, pois a cor facilmente desbotava. Perguntaram ao jogador inglês do elenco, John Savage, se ele não poderia conseguir uma sugestão de cores melhores com algum conterrâneo. A pessoa com que Savage falou era torcedora do Notts, que não por acaso sugeriu o mesmo modelo de seu clube.

Em 8 de setembro de 2011, o Notts County foi convidado a participar do jogo de abertura do novo estádio da Juventus, em Turim. O jogo terminou 1-1, com gols de Luca Toni e Lee Hughes, vindo no segundo tempo. Em troca, o Notts convidou a Vecchia Signora para um jogo de volta em Meadow Lane em 2012, para celebrar o aniversário de 150 anos do clube.

Tem como torcedor ilustre Jake Bugg, músico folk inglês, que nasceu em Nottingham.

Elenco 2015/2016[editar | editar código-fonte]

Goleiros
01 Irlanda do Norte Roy Carroll Capitão
13 Inglaterra Scott Loach
40 Inglaterra Kevin Pilkington
Defensores
02 Togo Mawouna Amewor
03 Inglaterra Blair Adams
05 Inglaterra Scot Bennett
06 Inglaterra Haydn Hollis
014 Inglaterra Taylor McKenzie
17 Irlanda do Norte Rhys Sharpe
18 País de Gales Elliott Hewitt
29 Inglaterra WesAtkinson
31 França Thierry Audel
35 Inglaterra Mike Edwards
44 República da Irlanda Alan Sheehan
(emprestado pelo Bradford City)
Meio-campistas
04 Inglaterra Alan Smith
07 República da Irlanda Will Hayhurst
12 Inglaterra Robert Milson
15 Inglaterra Curtis Thompson
16 Inglaterra Liam Noble
25 Inglaterra Kyle De Silva
33 Bélgica Stanley Aborah
Atacantes
010 Inglaterra Ronan Murray
11 Países Baixos Genaro Snijders
19 Inglaterra Colby Bishop
23 Eslovénia Filip Valenčič
24 Inglaterra Adam Campbell
26 República da Irlanda Graham Burke
28 Inglaterra Jason Banton
30 Inglaterra Jon Stead
39 Inglaterra Izale McLeod
Treinador
Escócia Jamie Fullarton
Auxiliar-técnico
Vago
Preparador físico
Vago
Preparador físico
Inglaterra Mike Edwards
Treinador de goleiros
Inglaterra Kevin Pilkington
Analista de performance
Inglaterra Craig Cope
Médico
Inglaterra John Wilson
Fisioterapeuta
País de Gales Rebecca Knight


Dados[editar | editar código-fonte]

Jogadores que mais realizaram partidas[editar | editar código-fonte]

Nome Carreira Partidas
1 Inglaterra Albert Iremonger 1904-1926 601
2 Inglaterra Brian Stubbs 1968-1980 486
3 Inglaterra Pedro Richards 1974-1986 485
4 Inglaterra David Needham 1965-1977 471
5 Escócia Don Masson 1968-1982 455
6 Inglaterra Les Bradd 1967-1978 442
7 Inglaterra Percy Mills 1927-1939 434
8= Inglaterra Billy Flint 1908-1926 408
8= Inglaterra David Hunt 1977-1987 408
10 Inglaterra Dean Yates 1985-1995 394

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Nome Carreira Gols
1 Inglaterra Les Bra 1967-1978 137
2 Inglaterra Tony Hateley 1958-1963, 1970-1972 114
3 Inglaterra Jackie Sewell 1946-1951 104
4 Inglaterra Tommy Lawton 1947-1952 103
5 Inglaterra Tom Keetley 1929-1933 98
6 Escócia Don Masson 1968-1982 97
7 Escócia Tom Johnston 1948-1957 93
8 Escócia Ian McParland 1980-1989 90
9 Inglaterra Harry Daft 1885-1895 81
10= Inglaterra Mark Stallard 1999-2004, 2005 79
10= Inglaterra Trevor Christie 1979-1984 79
10= Inglaterra Gary Lund 1987-1995 79

Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais[editar | editar código-fonte]

União Europeia Torneio Anglo-Italiano: 1

(1994-1995)

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Inglaterra Segunda Divisão: 3

(1896-1897, 1913-1914, 1922-1923)

Inglaterra Terceira Divisão (Sul): 2

(1930-1931, 1959-1960)

Inglaterra Quarta Divisão: 3

(1970-1971, 1997-1998, 2009-2010)

Inglaterra Copa da Inglaterra: 1

(1893-1894)

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes dos jogadores[editar | editar código-fonte]

  • Uniforme principal: Camisa listrada em preto e branco, calção e meias pretas;
  • Uniforme visitante: Camisa listrada em laranja e preto, calção e meias laranjas;
  • Uniforme alternativo: Camisa rosa, calção e meias rosas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º uniforme

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2011-2012
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º uniforme
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo

Notáveis ex-jogadores[editar | editar código-fonte]

Notas e Referências

  1. Paul Wain (2004). Notts County. A Pictorial History Yore Publications [S.l.] ISBN 0954783034. 
  2. «Eriksson acerta com clube mais antigo do mundo». Consultado em 25 de agosto de 2009. 
  3. «Sem time, Campbell assina com clube mais antigo do mundo». Consultado em 25 de agosto de 2009. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de InglaterraSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol ingleses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.