Chesterfield Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chesterfield
Chesterfield FC.png
Nome Chesterfield Football Club
Alcunhas The Spireites
Fundação 19 de outubro de 1866
Estádio Proact Stadium
Capacidade 10.400
Presidente Mike Warner
Treinador John Sheridan
Material (d)esportivo Puma
Competição National League
Website Site oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Chesterfield Football Club é um clube de futebol localizado em Chesterfield, Derbyshire, Midlands Orientais, Inglaterra. Atualmente o clube disputa a National League, equivalente à 5ª Divisão do Campeonato Inglês.

História[editar | editar código-fonte]

O Chesterfield foi fundado em 1866, mesmo misturado a cerca de 5 clubes com a mesma marca, Chesterfield Football Club, de acordo com uma matéria da Derbyshire Times em 1864.

Após um bom tempo, o atual Chesterfield F.C. foi formalizado em 24 de abril de 1919 pelo Chesterfield Borough Council, vendo-o como uma maneira de liderar melhorias na provisão de recreio local. Inicialmente chamado de Chesterfield Municipal, o clube fez grandes progressos em campo em sua primeira temporada, levantando o título da Midland League - e fez isso apesar de três mudanças de gestão. No entanto, a Associação de Futebol e a Liga de Futebol já haviam deixado clara sua veemente oposição a um clube administrado pelo conselho e acabaram forçando-a a cortar seus laços e se tornar independente, refletindo em uma mudança de nome para Chesterfield F.C. em dezembro de 1920.

Após a Segunda Guerra Mundial, o clube alcançou sua melhor posição na Liga, terminando em quarto lugar na Segunda Divisão em 1946-47. No entanto, a venda de vários jogadores no final da temporada reduziu sua qualidade geral, e o Chesterfield foi rebaixado no final da temporada 1950-51. Eles foram rebaixados a Terceira Divisão e permaneceram por um bom tempo, até que em sua formação no início da temporada 1958-1959; o futuro goleiro internacional da Inglaterra, Gordon Banks, fez sua estréia profissional em um jogo da Terceira Divisão em novembro de 1958. Mas foi vendido ao Leicester City Football Club por uma taxa de £ 7,000 no final da temporada. Em 1961, o Chesterfield foi rebaixado para a Quarta Divisão pela primeira vez.

O Chesterfield passou oito temporadas na Quarta Divisão, sendo promovido como campeão em 1969-1970 sob o comando do técnico Jimmy McGuigan. O clube foi rebaixado em 1983-84 e conquistou o título da Quarta Divisão na temporada seguinte. Dificuldades financeiras forçaram o Chesterfield Borough Council a resgatar o clube em 1985 e o campo de treinamento do clube para ser vendido. O rebaixamento seguiu em 1988-89; onde chegou à competição do play-off, um ano depois, mas foi derrotado pelo Cambridge United na final do play-off. A chegada de John Duncan como treinador em 1993 foi seguida na temporada 1994-95 por vitórias nos playoffs contra os rivais locais Mansfield Town e Bury para ganhar a promoção para a Segunda Divisão redesignada. Na temporada 1996-97, o Chesterfield venceu seis clubes, incluindo o Nottingham Forest, da Premier League, e chegou à semifinal da FA Cup pela primeira vez. O jogo da semifinal contra o Middlesbrough foi empate 3–3 depois da prorrogação, e na volta, o Chesterfield perdeu o replay de 3 a 0.

O clube foi relegado à Terceira Divisão em 2000, após uma série de 21 jogos sem vencer, e o presidente Norton Lea foi substituído por Darren Brown. No ano seguinte, o Chesterfield foi deduzido nove pontos por irregularidades financeiras depois de Brown tentar evitar pagar ao Chester City a taxa acordada pela FA por Luke Beckett. Em meio a provas crescentes de fraude, ele deixou o controle do clube em março de 2001 e a propriedade passou para um grupo de torcedores organizados às pressas, a Chesterfield Football Supporters Society.

O Chesterfield foi rebaixado para a segunda divisão no final da temporada 2006-2007, embora tenha alcançado a semifinal regional da Football Trophy e a quarta rodada da Copa da Liga no mesmo ano. O clube partiu de sua casa histórica em Saltergate no final da temporada 2009-10, e mudou-se para o recém-construído B2net Stadium. Na temporada 2010-11, o Chesterfield foi promovido a League One depois de ganhar o título da Liga Dois. Eles venceram o Football Trophy pela primeira vez em março de 2012, derrotando Swindon Town por 2-0 na final. No entanto, eles foram rebaixados da Liga 1 no mês seguinte. No entanto, voltaram para a terceira divisão como campeões da quarta divisão no final da temporada 2013-2014. O Chesterfield garantiu o sexto lugar na terceira divisão no final da temporada 2014-15, e perdeu 4-0 no agregado para o Preston North End na semifinal do play-offs de ida e volta.

Em 14 de novembro de 2016, o acionista majoritário Dave Allen renunciou ao cargo de presidente e diretor do clube. Isso sinalizou uma crise e, quatro dias depois, mais quatro diretores renunciaram aos seus papéis, nisso, foi anunciado que Chesterfield estava à venda. E precisava desesperadamente de algum tipo de investimento para evitar um problema maior. Mike Warner foi nomeado presidente em 19 de novembro de 2016. Em 8 de janeiro de 2017, o gerente Danny Wilson, com Gary Caldwell sendo anunciado como seu substituto, nove dias depois. Em 16 de setembro de 2017, o técnico Caldwell foi demitido após três vitórias em 29 jogos competitivos, dando a ele o pior recorde de vitórias de qualquer técnico dos Spireites. Em 29 de setembro de 2017, a lenda do clube Jack Lester foi nomeada nova gerente do clube, trazendo Nicky Eaden como seu assistente e ex-gerente interino Tommy Wright como treinador da equipe principal. No entanto, ele não conseguiu impedir que o clube fosse rebaixado da Liga Inglesa de Futebol no final da temporada 2017-18.

Rivais[editar | editar código-fonte]

A posição geográfica de Chesterfield coloca o clube de sua cidade em muitos derbies locais. Seu principal rival é de Nottinghamshire, o Mansfield Town, com o clube disputando uma série de partidas emocionantes. O último encontro entre os dois times terminou em 1 a 0 para o Mansfield no Proact Stadium em abril de 2018. O Chesterfield também tem fortes rivalidades com os clubes de South Yorkshire, entre eles: Rotherham United, Sheffield United e Sheffield Wednesday. A mais feroz das três rivalidades vem com Rotherham, com quem os Spireites têm muita animosidade e aversão mútua. A lembrança mais acertada dos torcedores do Chesterfield é a vitória por 5-0 sobre o Millers em março de 2011. As rivalidades entre o Sheffield United e o Sheffield Wednesday vieram à tona com a descida dos dois ex-clubes da Premier League para a Liga Um, anos atrás. Os Spireites encontraram o United muito mais nos últimos anos, continuando a lutar no terceiro escalão do futebol inglês até 2017.Uma ligeira rivalidade com Grimsby Town se intensificou com vários encontros ao longo dos anos, onde os torcedores dos dois clubes costumavam causar distúrbios no jogo, fazendo com que o jogo se tornasse um leve rancor. Outras rivalidades menores incluem o Notts County, o Derby County, o Barnsley, o Doncaster Rovers, o Lincoln City e o York City.

Cores e Uniforme[editar | editar código-fonte]

As cores tradicionais do Chesterfield são azul e branco. O clube usa essas cores no seu kit de uniforme; no 1º uniforme, o clube possui camisa e meiões de cor azul escuro e calção de cor branca. No 2º uniforme, o kit todo possui a cor branca com detalhes azuis. No uniforme alternativo, o kit todo possui a cor laranja.

Títulos[editar | editar código-fonte]

1935-36
1969-70, 1984-85, 2010-11, 2013-14

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de InglaterraSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol ingleses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.