Rui Patrício

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para o jurista e empresário português, veja Rui Patrício (empresário).
Rui Patrício
Rui Patrício
Rui Patrício em 2018.
Informações pessoais
Nome completo Rui Pedro dos Santos Patrício
Data de nasc. 15 de fevereiro de 1988 (34 anos)
Local de nasc. Regueira de Pontes, Leiria, Portugal
Nacionalidade português
Altura 1,89 m[1]
canhoto
Informações profissionais
Clube atual AS Roma
Número 1
Posição Guarda-redes
Clubes de juventude
2000–2001
2001–2006
Leiria Marrazes
Sporting
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2018
2018–2021
2021–
Sporting
Wolverhampton
Roma
0467 0000(1)
0127 0000(0)
0074 0000(0)
Seleção nacional3
2003–2004
2004–2005
2005–2006
2006–2007
2007–2008
2007–2010
2009
2010–
Portugal Sub-16
Portugal Sub-17
Portugal Sub-18
Portugal Sub-19
Portugal Sub-20
Portugal Sub-21
Portugal Sub-23
Portugal
0005 0000(0)
0011 0000(0)
0004 0000(0)
0010 0000(0)
0008 0000(0)
0014 0000(0)
0001 0000(0)
0105 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 13 de novembro de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 17 de novembro de 2022.

Rui Pedro dos Santos Patrício (Regueira de Pontes, Leiria, 15 de fevereiro de 1988) é um futebolista português que atua como guarda-redes. Atualmente joga na Roma e foi titular da Seleção Portuguesa, sendo agora suplente.

Até 2018, antes se transferir para o Wolverhampton, havia passado toda a sua carreira no Sporting: fez a sua estreia aos 18 anos de idade e disputou mais de 464 partidas oficiais pelos leões, sendo o segundo jogador na história do clube que mais vestiu a camisa verde e branca em jogos oficiais. Em 2021 transferiu-se para o Roma.

Fez a sua estreia pela Seleção em 2010, onde desde então tem sido titular até à ascensão de Diogo Costa que actualmente é o detentor da titularidade. Representou Portugal no Europeu de Futebol de 2012, no Mundial de 2014, no Euro 2016, na Taça das Confederações de 2017, na Taça do Mundo de 2018 e na Liga das Nações de 2018–19.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sporting[editar | editar código-fonte]

Começou a sua carreira no futebol pelo clube leiriense Sport Clube Leiria e Marrazes. Inicialmente era avançado, mas recuou para a posição de guarda-redes. Aos 12 anos, na temporada 1999/2000, mudou-se para o Sporting, onde cumpriu toda a sua formação. Patrício fez a sua estreia no futebol profissional no Campeonato Português na temporada 2006/2007, no dia 19 de novembro de 2006, na vitória do Sporting contra o Marítimo na Madeira (10ª jornada), onde defendeu um penalty a 15 minutos do final do jogo, assegurando assim a vitória da sua equipa.

Na temporada 2007/2008, disputava a titularidade com o guarda-redes sérvio Vladimir Stojković. Voltou a ser titular no empate a 1 fora de casa, contra o Leixões. No dia 24 de novembro de 2007, foi novamente titular e fez um bom jogo na Liga dos Campeões, onde em pleno Old Trafford evitou que o Sporting sofresse uma goleada para o Manchester United. O Sporting perdeu 2-1, com Rui Patrício sofrendo um golaço numa excelente cobrança de falta batida por Cristiano Ronaldo. Ainda assim, Rui Patrício terminou a temporada em grande fase conquistando a Taça de Portugal 2007–08 contra o Porto, sendo um dos titulares na equipa do Sporting.

Na fase de qualificação da Liga dos Campeões de 2009–10, contra o Twente, o Sporting perdia por 1-0 aos 94 minutos de jogo, após um empate em 0-0 no jogo de ida. Patrício correu para o meio-campo do adversário para uma cobrança de um canto, ele subiu para cabecear com Nikita Rukavytsya, ambos os jogadores pareceram tocar a bola, e ajudou a arrancar um auto-golo, acabando assim o Sporting qualificado para a fase seguinte de qualificação, os play-offs.

Em março de 2016, renovou o seu contrato com o Sporting até ao ano de 2022.[2]

Rescisão[editar | editar código-fonte]

No dia 1 de junho de 2018, rompeu unilateralmente o seu contrato com o clube. Justificou-se numa carta de 34 páginas os motivos que o levaram a tal atitude: o assédio do presidente do clube Bruno de Carvalho ao plantel e a invasão e agressões de adeptos na Academia Sporting no dia 15 de maio.[3]

Wolverhampton[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de junho de 2018, Rui Patrício foi anunciado pelo Wolverhampton. O clube inglês fechou um contrato de quatro temporadas.[4]

Selecção Nacional[editar | editar código-fonte]

Estátua de Rui Patrício, próximo do Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria

Estreou pela Seleção Portuguesa no dia 17 de novembro de 2010, num amistoso diante da então campeã do mundo Espanha.[5] Tornou-se titular da equipe na Eurocopa 2012 e na Copa do Mundo de 2014. Nesta última competição, atuou somente na primeira partida contra a Alemanha, ficando de fora dos jogos restantes por lesão.[6] Foi campeão da Eurocopa de 2016 com a Seleção Portuguesa, ganhando também o título de melhor guarda-redes.[7][8] Em consequência, no dia 10 de julho de 2016 foi feito Comendador da Ordem do Mérito e, no dia 22 de maio de 2017, foi inaugurada, em Leiria, uma estátua representativa de uma das suas defesas na final da competição.[9][10]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Casou-se em junho de 2011 com Joana Pereira, separando-se em seguida, tendo apresentado os papéis de divórcio na véspera de Natal de 2011.[11] É pai de dois filhos, Pedro (12 de agosto 2016) e Eva (19 de outubro 2017), com sua companheira Vera Ribeiro.[12]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Sporting
Wolverhampton
Roma
Seleção Portuguesa

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «2022 FIFA World Cup Qatar – List of Players» (PDF). Fédération Internationale de Football Association (em inglês). FIFA.com. 15 de novembro de 2022. p. 22. Consultado em 26 de novembro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 22 de novembro de 2022 
  2. «Rui Patrício renovou contrato com Sporting». Jornal de Notícias. 4 de março de 2016 
  3. Patrício, Rui. «Recisão com justa causa do contrato de trabalho desportivo» (PDF) 
  4. «Depois de novela, Rui Patricio fecha com novo clube para depois da Copa». Lance!. 18 de junho de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018 
  5. «Goleada portuguesa no duelo ibérico». Diário de Notícias. 18 de novembro de 2010 
  6. «Hugo Almeida e Rui Patrício, de Portugal, estão fora da fase de grupos da Copa». Goal. 17 de junho de 2014 
  7. «Histórico! Portugal é campeão da Europa». SAPO.pt. 10 de julho de 2016. Consultado em 11 de julho de 2016 
  8. «Melhores do Euro: Top da Uefa com poucos portugueses». Diário de Notícias. Consultado em 11 de julho de 2016 
  9. Borges, Liliana. «Defesa de Rui Patrício imortalizada em estátua para honrar emigrantes». PÚBLICO. Consultado em 15 de março de 2022 
  10. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Rui Pedro dos Santos Patrício". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 28 de janeiro de 2018 
  11. «Rui Patrício já pediu o divórcio à mulher». Flashvidas. 21 de janeiro de 2012 
  12. «Rui Patrício já é pai de uma menina. Guarda-redes mostra fotografia de Eva». N-TV. 20 de outubro de 2017 
  13. «The 100 best footballers in the world 2016 – interactive» (em inglês). The Guardian 
  14. «Rui Patricio» (em espanhol). Marca 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Rui Patrício