Marcelo Boeck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marcelo Boeck
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Boeck
Data de nasc. 28 de novembro de 1984 (34 anos)
Local de nasc. Vera Cruz, (RS), Brasil
Nacionalidade brasileira
belga
Altura 1,91 m
Destro
Informações profissionais
Período em atividade 2005presente (12 anos)
Clube atual Fortaleza
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
19982003 Internacional
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20052007
20072011
20112016
2016
2017
Internacional
Marítimo
Sporting
Chapecoense (emp.)
Fortaleza
0009 0000(0)
0041 0000(0)
0036 0000(0)
0011 0000(0)
0108 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 1 de junho de 2019.

Marcelo Boeck (Vera Cruz, 28 de novembro de 1984), é um futebolista belga-brasileiro que atua como goleiro. Atualmente joga pelo Fortaleza Esporte Clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Internacional[editar | editar código-fonte]

Formado no Internacional, Marcelo Boeck conquistou um título no seu jogo de estreia pela equipa principal. Na decisão do Campeonato Gaúcho de 2005, Boeck teve que entrar à pressa na equipa, pois o guarda-redes titular André sofreu uma lesão no decorrer da partida. Na ocasião, o Colorado ficou com o título ao marcar dois gols no prolongamento.

Marítimo[editar | editar código-fonte]

Em 2007/2008, transferiu-se do Internacional para o Marítimo, de Portugal, por € 400 mil, assinando um contrato de cinco anos. Tendo então 22 anos, integrou o plantel da equipa B, em que jogava regularmente.

Na época 2009/10 ascendeu ao plantel principal, demonstrando qualidade, mas foi-lhe difícil superar Peçanha, sobre quem recaiu a opção da titularidade.

Em 2010/11 beneficiou de um castigo de quatro jogos impostos ao compatriota para garantir a titularidade e convencer, primeiro, o técnico holandês Mitchell Van der Gaag e, mais tarde, Pedro Martins. Acabou por fazer uma época de grande nível nos "verde-rubros", tendo sido um dos pilares da equipa madeirense.

Sporting[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de Junho de 2011, o Sporting CP contratou o guarda-redes brasileiro por 959 000€, comprando 75% do seu passe ao Marítimo. Marcelo Boeck assinou um contrato com o Sporting CP válido por cinco épocas, juntando-se a Rui Patrício e Tiago na posição de guarda-redes do clube leonino. Marcelo Boeck jogou poucos jogos até agora pelo o Sporting CP, pois é o suplente de Rui Patrício, mas sempre mostra uma raça no banco, apoiando o seu clube até haver esperanças da vitória.

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2016, Marcelo Boeck foi emprestado por um ano para defender a Chapecoense, inclusive Boeck fazia parte do elenco campeão da Sul-Americana 2016 que sofreu o acidente aéreo no qual o avião do time caiu no dia 29 de novembro de 2016 poucos dias antes da final da Sul-Americana daquele ano, mas como Boeck era o 3° goleiro, ele nao embarcou no vôo.[1]

Fortaleza[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2016, Marcelo Boeck não teve seu contrato renovado com a Chapecoense e foi contratado pelo Fortaleza.[2] Na partida contra o Tupi que valia o acesso ao Fortaleza após 8 anos na fila para a Série B, em Minas, Marcelo foi protagonista e fez grandes defesas, salvando seu time em vários momentos da partida. Mesmo perdendo por 1-0, o Fortaleza garantiu a vaga para série B do Brasileirão de 2018 pelo placar agregado em 2 a 1, o que consagrou o arqueiro tricolor como um dos nomes mais importantes da história recente do clube.[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Marítimo
Sporting
Chapecoense
Fortaleza

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências