Campeonato Brasileiro de Futebol de 2018 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo atualmente em curso.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 19 de novembro de 2018)
Sports current event.svg
Campeonato Brasileiro de 2018 - Série B
Brasileirão 2018 - Série B
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 13 de abril24 de novembro
Gol(o)s 823
Partidas 370
Média 2,22 gol(o)s por partida
Campeão Fortaleza (1º título)
Promovido(s) Fortaleza
Goiás
Rebaixado(s) Sampaio Corrêa
Juventude
Boa Esporte
Melhor marcador Dagoberto (Londrina) – 17 gols
Melhor ataque (fase inicial) 54 gols:
Melhor defesa (fase inicial) Ponte Preta – 30 gols
Maior goleada
(diferença)
Brasil de Pelotas 5–0 Vila Nova
Estádio Bento FreitasPelotas
6 de novembro, 35ª rodada
Público 1 800 903
Média 5 087,3 pessoas por partida
◄◄ 2017 Soccerball.svg 2019 ►►
atualizado em 17 de novembro

A Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2018, é uma competição de futebol realizada no Brasil, equivalente à segunda divisão. É disputada por 20 clubes, dos quais os quatro primeiros colocados terão acesso a Série A de 2019 e os quatro últimos serão rebaixados a Série C de 2019.

Esta é a edição com o menor número de clubes nordestinos desde a implementação dos pontos corridos, em 2006, com apenas quatro representantes: CRB, CSA, Fortaleza e Sampaio Corrêa.[1] Por outro lado, a região Sul conta, pelo terceiro ano consecutivo, com o maior número de participantes na Série B, totalizando sete equipes. A competição ainda tem cinco times do Sudeste, três do Centro-Oeste e um do Norte.[2]

O acesso começou a ser definido na 34ª rodada. O Fortaleza foi a primeira equipe a ter a promoção confirmada à Série A de 2019, após vencer o Atlético Goianiense, em Goiânia, por 2–1 e encerrando doze anos de ausência da elite do futebol brasileiro.[3] Na antepenúltima rodada, a equipe cearense conquistou o título após derrotar o Avaí, em Florianópolis, por 1–0, se tornando a primeira equipe nordestina campeã da Série B na era dos pontos corridos.[4] Na penúltima rodada, o Goiás foi promovido após vencer o Oeste por 3–1, em Barueri.[5]

Na parte inferior da tabela, o rebaixamento à Série C de 2019 começou a ser definido na 35ª rodada. O Boa Esporte foi a primeira equipe a ter o descenso confirmado após perder para a Ponte Preta por 1–0, em Campinas.[6] Na rodada seguinte, o Juventude também foi rebaixado, após perder para a Ponte Preta por 1–0, em pleno Alfredo Jaconi.[7] Na mesma rodada, o Sampaio Corrêa foi rebaixado antes mesmo de entrar em campo contra o São Bento, prejudicado pelo empate de Criciúma e CRB em 3–3 .[8]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Série B é disputada por 20 clubes no sistema de ida e volta por pontos corridos. Em cada turno, os times jogam entre si uma única vez. Os jogos do primeiro turno serão realizados na mesma ordem no segundo turno, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão o time que obtiver o maior número de pontos após as 38 rodadas. Ao final, os quatro primeiros times ascendem para a Série A de 2019, da mesma forma que os quatro últimos serão rebaixados para a Série C do ano seguinte. O vencedor ingressará diretamente às oitavas de final da Copa do Brasil de 2019.[9]

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Em caso de empate por pontos entre dois clubes, os critérios de desempate foram aplicados na seguinte ordem:[9]

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Confronto direto
  5. Número de cartões vermelhos
  6. Número de cartões amarelos
  7. Sorteio

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2017 Estádio (mando) Capacidade[10] Títulos
Atlético Goianiense Goiânia Goiás GO 20º (Série A) Olímpico 13 500[11] 1 (2016)
Avaí Florianópolis Santa Catarina SC 18º (Série A) Ressacada 17 826 0 (não possui)
Boa Esporte Varginha Minas Gerais MG 10º Melão 15 471 0 (não possui)
Brasil de Pelotas Pelotas Rio Grande do Sul RS Bento Freitas 12 314[12] 0 (não possui)
Coritiba Curitiba Paraná PR 17º (Série A) Couto Pereira 40 502[13] 2 (2007, 2010)
CRB Maceió Alagoas AL 15º Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Criciúma Criciúma Santa Catarina SC 13º Heriberto Hülse 19 900 1 (2002)
CSA Maceió Alagoas AL 1º (Série C) Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Figueirense Florianópolis Santa Catarina SC 12º Orlando Scarpelli 19 584 0 (não possui)
Fortaleza Fortaleza Ceará CE 2º (Série C) Arena Castelão 63 903 0 (não possui)
Goiás Goiânia Goiás GO 14º Serra Dourada 42 000 2 (1999, 2012)
Guarani Campinas São Paulo SP 16º Brinco de Ouro 29 130 1 (1981)
Juventude Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS Alfredo Jaconi 19 924 1 (1994)
Londrina Londrina Paraná PR Estádio do Café 31 000 1 (1980)
Oeste Barueri[14] São Paulo SP Arena Barueri 31 452 0 (não possui)
Paysandu Belém Pará PA 11º Curuzu 16 200 2 (1991, 2001)
Ponte Preta Campinas São Paulo SP 19º (Série A) Moisés Lucarelli 17 728 0 (não possui)
Sampaio Corrêa São Luís Maranhão MA 4º (Série C) Castelão 40 149 1 (1972)
São Bento Sorocaba São Paulo SP 3º (Série C) Walter Ribeiro 13 772 0 (não possui)
Vila Nova Goiânia Goiás GO Serra Dourada 42 000 0 (não possui)

Estádios[editar | editar código-fonte]

Atlético Goianiense Avaí Boa Esporte Brasil de Pelotas Coritiba CRB
Olímpico Ressacada Melão Bento Freitas Couto Pereira Rei Pelé
Capacidade: 13 500 Capacidade: 17 826 Capacidade: 15 471 Capacidade: 10 400 Capacidade: 40 502 Capacidade: 17 126
Estadio-olimpico-pedro-ludovico-teixeira-go-ii.jpg Ressacada 2.JPG Boa Ec Melão.jpg Bento Freitas.jpg CP2.jpg Rei Pelé.jpg
Criciúma
CSA
Heriberto Hülse Rei Pelé
Capacidade: 19 900 Capacidade: 17 126
Heriberto Hulse lotado - panoramio.jpg Estádio Rei Pelé, em Maceió, Alagoas, Brasil.png
Figueirense Fortaleza
Orlando Scarpelli Arena Castelão
Capacidade: 19 584 Capacidade: 63 819
Estádio Orlando Scarpelli.jpg Castelão Arena (3).jpg
Goiás Guarani
Serra Dourada Brinco de Ouro
Capacidade: 42 000 Capacidade: 29 130
Estádio Serra Dourada4.jpg Estádio Brinco de Ouro da Princesa (Guarani).jpg
Juventude Londrina
Alfredo Jaconi Estádio do Café
Capacidade: 19 924 Capacidade: 31 000
EstadioAlfredoJaconi22.jpg Estádio Municipal Jacy Scaff - Estádio do Café.jpg
Oeste Paysandu Ponte Preta Sampaio Corrêa São Bento Vila Nova
Arena Barueri Curuzu Moisés Lucarelli Castelão Walter Ribeiro Serra Dourada
Capacidade: 31 452 Capacidade: 16 200 Capacidade: 17 728 Capacidade: 40 149 Capacidade: 13 772 Capacidade: 42 000
Arena Barueri.jpg Estádio da curuzu cheio.jpg Estádio da Ponte ao entardecer.jpg Estádio Castelão em São Luís, Maranhão, Brasil.jpg CIC Sorocaba.jpg Estádio Serra Dourada4.jpg

Outros estádios[editar | editar código-fonte]

Além dos estádios de mando usual, outros estádios foram utilizados devido a punições de perda de mando de campo impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou por conta de problemas de interdição dos estádios usuais ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma melhor renda.[15][16][17][18]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 17 de novembro.
Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1 Ceará Fortaleza 71 37 21 8 8 54 32 +22 64 Estável Zona de promoção à Série A de 2019
2 Goiás Goiás 60 37 18 6 13 54 49 +5 54 Aumento1
3 Alagoas CSA 60 37 16 12 9 50 32 +18 54 Aumento1
4 Santa Catarina Avaí 59 37 16 11 10 42 30 +12 53 Aumento1
5 São Paulo Ponte Preta 59 37 16 11 10 47 37 +10 53 Baixa3
6 Goiás Vila Nova 56 37 15 11 11 52 49 +3 50 Aumento2
7 Goiás Atlético Goianiense 56 37 14 14 9 39 34 +5 50 Estável
8 Paraná Londrina 55 37 15 10 12 45 41 +4 49 Baixa2
9 São Paulo Guarani 51 37 13 12 12 43 39 +4 46 Estável
10 Paraná Coritiba 49 37 12 13 12 39 44 –5 44 Estável
11 São Paulo Oeste 47 37 12 11 14 35 35 0 42 Estável
12 Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas 46 37 11 13 13 39 39 0 41 Estável
13 Santa Catarina Figueirense 46 37 11 13 13 47 49 –2 41 Estável
14 Santa Catarina Criciúma 45 37 11 12 14 33 38 –5 40 Aumento2
15 Predefinição:Futebol São Bento 45 37 9 18 10 36 40 –4 40 Baixa1
16 Alagoas CRB 44 37 10 14 13 43 49 –6 40 Baixa1
17 Pará Paysandu 43 37 10 13 14 40 48 –8 39 Estável Zona de rebaixamento à Série C de 2019
18 Maranhão Sampaio Corrêa 38 37 10 8 19 32 45 –13 34 Estável
19 Rio Grande do Sul Juventude 35 37 7 14 16 27 44 –17 31 Estável
20 Minas Gerais Boa Esporte 29 37 7 8 22 26 49 –23 26 Estável

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Resultados do primeiro turno
Ver artigo principal: Resultados do segundo turno
  ATG AVA BOA BRP CTB CRB CRI CSA FIG FOR GOI GUA JUV LON OES PAY PON SAM SBN VIL
Atlético-GO 2–2 2–0 2–1 1–0 1–0 3–2 2–2 3–4 1–2 1–3 3–2 0–1 0–0 2–2 1–0 2–0 1–2 1–0 2–2
Avaí 0–0 2–0 2–2 2–0 1–0 0–1 0–0 0–1 0–1 0–1 3–3 1–0 1–1 1–1 3–1 R-38 3–1 1–1 1–0
Boa Esporte 0–2 0–2 0–1 1–1 0–1 1–2 3–0 0–2 0–2 1–0 2–1 1–2 1–0 R-38 1–1 2–1 3–1 2–2 0–2
Brasil de Pelotas 1–2 1–1 2–0 0–1 1–0 1–0 0–2 1–0 0–1 1–0 1–1 1–1 3–0 1–3 0–0 0–2 1–2 1–1 5–0
Coritiba 1–0 1–0 2–1 1–0 1–0 2–1 1–1 1–1 R-38 1–0 0–2 2–1 0–1 0–2 2–0 0–0 0–0 2–2 2–0
CRB 3–1 0–4 2–1 1–1 1–1 0–0 0–0 R-38 2–1 2–0 1–1 2–0 1–1 0–1 1–1 2–0 2–1 1–0 0–1
Criciúma 1–1 3–2 1–1 0–1 2–2 3–3 1–3 1–1 2–0 2–2 0–0 0–0 2–1 0–0 4–1 0–1 R-38 1–0 1–0
CSA 0–0 0–1 1–0 2–0 2–2 0–0 3–0 1–4 0–0 2–1 1–2 1–0 4–1 5–1 1–0 1–2 1–0 1–0 1–2
Figueirense 2–2 0–1 2–0 1–1 2–2 0–0 3–2 1–2 1–3 1–2 0–0 2–1 1–1 1–2 2–3 0–2 1–0 2–2 2–1
Fortaleza 0–1 1–1 2–1 2–0 2–1 3–1 2–0 1–1 2–2 3–0 2–1 4–1 2–1 1–2 1–0 1–1 1–0 2–1 2–0
Goiás 2–1 0–3 1–2 R-38 0–1 2–1 2–1 3–0 0–2 3–1 1–1 1–1 0–0 1–0 2–1 2–2 1–0 2–1 1–3
Guarani 2–0 1–2 1–1 2–1 2–1 2–0 1–0 1–0 2–3 2–3 0–2 1–0 R-38 1–1 0–2 2–3 2–0 0–0 1–1
Juventude 2–2 1–3 0–0 0–1 1–1 1–0 0–1 R-38 0–0 0–3 3–5 1–0 0–0 1–1 1–1 0–1 1–0 0–2 0–1
Londrina 4–1 1–2 1–0 1–0 3–2 1–2 4–2 1–2 2–0 1–1 1–3 1–2 0–1 3–0 2–1 1–0 1–1 2–1 3–2
Oeste 1–2 1–0 1–1 0–0 1–1 2–0 2–2 2–1 0–0 0–0 1–3 0–1 0–0 0–0 2–2 0–0 0–0 0–1 2–0
Paysandu R-38 2–1 2–0 2–1 1–1 1–1 1–1 0–0 2–0 0–1 2–3 1–0 3–3 1–0 4–3 0–4 0–1 1–1 1–2
Ponte Preta 1–3 2–2 1–0 0–1 2–0 1–0 3–1 1–1 2–1 2–0 2–1 0–0 0–1 0–1 1–1 0–1 0–0 2–1 1–1
Sampaio Corrêa 2–3 1–1 1–0 1–2 2–0 2–3 0–1 2–3 1–0 1–0 1–3 0–2 0–0 1–2 2–0 1–1 1–0 2–1 0–0
São Bento 2–1 0–1 0–0 1–1 5–2 1–0 0–0 2–1 1–1 2–1 1–1 1–0 2–2 0–1 1–0 1–0 0–2 2–1 R-38
Vila Nova 0–0 1–0 2–0 0–0 2–1 0–0 2–2 0–1 3–1 0–0 3–0 1–1 1–0 1–1 1–1 0–0 0–0 3–1 1–0

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
OES FOR VIL FOR

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
CTB BOA CRI BOA SAM BOA SAM BOA

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
Brasil Willians Santana CRB Atlético Goianiense 3–1 4 de maio [21]
Brasil Dagoberto Londrina Atlético Goianiense 4–1 31 de agosto [22]

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez maiores públicos do Campeonato:

Público[nota 1] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 57 223 Fortaleza Ceará 1–0 Pará Paysandu Arena Castelão 20 de outubro 32ª [23]
Fortaleza Ceará 4–1 Rio Grande do Sul Juventude Arena Castelão 15 de novembro 37ª [24]
3 50 165 Fortaleza Ceará 1–1 São Paulo Ponte Preta Arena Castelão 26 de outubro 33ª [25]
4 46 630 Fortaleza Ceará 1–1 Alagoas CSA Arena Castelão 6 de novembro 35ª [26]
5 39 463 Fortaleza Ceará 1–0 Maranhão Sampaio Corrêa Arena Castelão 2 de junho [27]
6 35 848 Fortaleza Ceará 2–1 Paraná Coritiba Arena Castelão 4 de agosto 19ª [28]
7 31 582 Fortaleza Ceará 3–0 Goiás Goiás Arena Castelão 12 de maio [29]
8 29 151 Fortaleza Ceará 2–1 Minas Gerais Boa Esporte Arena Castelão 18 de agosto 21ª [30]
9 27 554 Fortaleza Ceará 2–0 Goiás Vila Nova Arena Castelão 21 de setembro 28ª [31]
10 26 968 Fortaleza Ceará 2–1 São Paulo São Bento Arena Castelão 25 de setembro 29ª [32]

Menores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez menores públicos do Campeonato:

Público[nota 1] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 63 Boa Esporte Minas Gerais 3–1 Maranhão Sampaio Corrêa Melão 28 de julho 18ª [33]
2 86 Boa Esporte Minas Gerais 2–2 São Paulo São Bento Melão 5 de junho [34]
3 93 Boa Esporte Minas Gerais 0–1 Alagoas CRB Melão 13 de julho 15ª [35]
4 106 Boa Esporte Minas Gerais 0–2 Santa Catarina Avaí Melão 15 de junho 11ª [36]
5 129 Boa Esporte Minas Gerais 1–0 Paraná Londrina Melão 10 de agosto 20ª [37]
6 161 Boa Esporte Minas Gerais 3–0 Alagoas CSA Melão 1 de setembro 24ª [38]
7 169 Boa Esporte Minas Gerais 0–2 Goiás Vila Nova Melão 23 de junho 12ª [39]
8 200 Boa Esporte Minas Gerais 1–1 Paraná Coritiba Melão 19 de maio [40]
9 203 Boa Esporte Minas Gerais 1–2 Santa Catarina Criciúma Melão 29 de setembro 29ª [41]
10 224 Boa Esporte Minas Gerais 2–1 São Paulo Guarani Melão 20 de outubro 32ª [42]

Médias de público[editar | editar código-fonte]

Estas são as médias de público dos clubes no Campeonato. Considera-se apenas os jogos da equipe como mandante e o público pagante:[43]

Pos. Time Média Total Mandos[PF] Maior Menor
1 Ceará Fortaleza 28 702 545 340 19 57 223 11 839
2 Alagoas CSA 9 424 179 048 19 15 817 5 048
3 Goiás Vila Nova 6 793 129 061 19 18 467 1 078
4 Goiás Goiás 6 779 115 245 17 11 498 1 639
5 Santa Catarina Avaí 5 305 95 481 18 13 397 2 121
6 Paraná Coritiba 5 024 90 436 18 9 223 1 129
7 Pará Paysandu 4 539 81 707 18 6 798 2 348
8 São Paulo Ponte Preta 4 488 58 342 13 13 863 677
9 São Paulo Guarani 3 819 68 745 18 15 899 1 068
10 Alagoas CRB 3 637 65 465 18 8 181 2 154
11 Santa Catarina Figueirense 3 748 63 718 19 13 031 1 281
12 Paraná Londrina 2 980 56 626 19 20 070 398
13 Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas 2 876 51 772 18 4 816 1 076
14 Santa Catarina Criciúma 2 796 50 322 18 4 756 1 946
15 Maranhão Sampaio Corrêa 2 788 50 187 18 5 056 316
16 Rio Grande do Sul Juventude 2 631 47 357 18 5 661 1 132
17 Goiás Atlético Goianiense 2 490 47 306 19 7 979 667
18 São Paulo São Bento 2 233 40 192 18 4 130 1 055
19 São Paulo Oeste 930 17 677 19 2 425 346
20 Minas Gerais Boa Esporte 226 4 066 18 580 42
  • PF. ^ Jogos com portões fechados não são considerados.

Mudança de técnicos[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
Alagoas CRB Brasil Mazola Júnior Resignado 13 de abril Oeste 2–0 CRB 19º Brasil Júnior Rocha [44][45]
Paraná Coritiba Brasil Sandro Forner Demitido 15 de abril Sampaio Corrêa 2–0 Coritiba 20º Brasil Eduardo Baptista[nota 2] [47][48]
Santa Catarina Avaí Brasil Claudinei Oliveira Demitido 19 de abril Goiás 2–0 Avaí[nota 3] 17º Brasil Geninho [49][50]
Minas Gerais Boa Esporte Brasil Sidney Moraes Resignado 4 de maio Boa Esporte 1–2 Juventude 20º Brasil Daniel Paulista [51][52]
Goiás Goiás Brasil Hélio dos Anjos Demitido 6 de maio Goiás 1–3 Vila Nova 18º Brasil Ney Franco [53][54]
Maranhão Sampaio Corrêa Brasil Francisco Diá Demitido 8 de maio Sampaio Corrêa 2–3 CRB 16º Brasil Roberto Fonseca [55][56]
Santa Catarina Criciúma Brasil Argel Fucks Demitido 9 de maio Guarani 1–0 Criciúma 19º Brasil Mazola Júnior [57][58]
São Paulo Ponte Preta Brasil Doriva Demitido 29 de maio Sampaio Corrêa 1–0 Ponte Preta 15º Brasil Marcelo Chamusca[nota 4] [60][61]
Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas Brasil Clemer Demitido 17 de junho Fortaleza 2–0 Brasil de Pelotas 11ª 18º Brasil Gilmar Dal Pozzo[nota 5] [63][64]
Minas Gerais Boa Esporte Brasil Daniel Paulista Resignado 24 de junho Boa Esporte 0–2 Vila Nova 12ª 20º Brasil Ney da Matta [65][66]
São Paulo São Bento Brasil Paulo Roberto Santos Demitido 25 de junho São Bento 0–1 Londrina 12ª Brasil Marquinhos Santos[nota 6] [68][69]
Alagoas CRB Brasil Júnior Rocha Demitido 27 de junho Goiás 2–1 CRB 13ª 18º Brasil Doriva [70][71]
Paraná Londrina Brasil Marquinhos Santos Contratado pelo São Bento 28 de junho São Bento 0–1 Londrina 13ª 15º Brasil Sérgio Soares [69]
Pará Paysandu Brasil Dado Cavalcanti Demitido 12 de julho Paysandu 1–2 Vila Nova 15ª 12º Brasil Guilherme Alves [72][73]
Maranhão Sampaio Corrêa Brasil Roberto Fonseca Demitido 26 de julho São Bento 2–1 Sampaio Corrêa 17ª 19º Brasil Paulo Roberto Santos[nota 7] [75]
Paraná Londrina Brasil Sérgio Soares Demitido 4 de agosto Londrina 1–2 Guarani 19ª 15º Brasil Roberto Fonseca [76][77]
Paraná Coritiba Brasil Eduardo Baptista Demitido 10 de agosto Coritiba 0–0 Sampaio Corrêa 20ª 10º Brasil Tcheco [78][79]
Pará Paysandu Brasil Guilherme Alves Demitido 25 de agosto Paysandu 0–1 Sampaio Corrêa 23ª 16º Brasil João Brigatti[nota 8] [81][82]
Rio Grande do Sul Juventude Brasil Julinho Camargo Demitido 26 de agosto Juventude 0–0 Boa Esporte 23ª 13º Brasil Luiz Carlos Winck [83][84]
Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas Brasil Gilmar Dal Pozzo Demitido 29 de agosto Brasil de Pelotas 0–1 Coritiba 24ª 18º Brasil Rogério Zimmermann [85]
Maranhão Sampaio Corrêa Brasil Paulo Roberto Santos Resignado 5 de setembro Sampaio Corrêa 1–2 Brasil de Pelotas 25ª 19º Brasil Marcinho Guerreiro [86][87]
Santa Catarina Figueirense Brasil Milton Cruz Demitido 10 de setembro Figueirense 1–2 CSA 26ª Brasil Rogério Micale [88][89]
Alagoas CRB Brasil Doriva Demitido 16 de setembro Brasil de Pelotas 1–0 CRB 27ª 17º Brasil Roberto Fernandes [90][91]
Paraná Coritiba Brasil Tcheco Remanejado 16 de setembro Coritiba 0–1 Londrina 27ª 11º Brasil Argel Fucks [92]
São Paulo Ponte Preta Brasil Marcelo Chamusca Demitido 26 de setembro Ponte Preta 0–1 Brasil de Pelotas 29ª 11º Brasil Gilson Kleina [93][94]
Minas Gerais Boa Esporte Brasil Ney da Matta Resignado 8 de outubro Avaí 2–0 Boa Esporte 30ª 20º Brasil Tuca Guimarães [95][96]
Goiás Atlético-GO Brasil Claudio Tencati Demitido 13 de outubro Atlético-GO 1–2 Sampaio Corrêa 31ª Brasil Wagner Lopes [97][98]
São Paulo Guarani Brasil Umberto Louzer Demitido 13 de novembro Guarani 0–2 Paysandu 36ª Brasil Marco Antônio (interino) [99][100]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro 2018
Série B
Ceará
Fortaleza Esporte Clube
Campeão
(1º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. a b Considera-se apenas o público pagante.
  2. Tcheco comandou o Coritiba interinamente na 2ª rodada.[46]
  3. Partida válida pela Copa do Brasil.
  4. João Brigatti comandou a Ponte Preta interinamente da 8ª à 24ª rodada.[59]
  5. Gustavo Papa comandou o Brasil de Pelotas interinamente na 12ª rodada.[62]
  6. Diego Kami Mura comandou o São Bento interinamente na 13ª rodada.[67]
  7. Arlindo Maracanã comandou o Sampaio Corrêa interinamente na 18ª rodada.[74]
  8. Ailton Costa comandou o Paysandu interinamente na 24ª e 25ª rodadas.[80]

Referências

  1. «A tabela da Série B de 2018, com 4 clubes do Nordeste. A menor representatividade». Diário de Pernambuco. 6 de fevereiro de 2018. Consultado em 22 de março de 2018. 
  2. «Nordeste volta a ter quatro na Série A depois de 17 anos; democracia impera na B». GloboEsporte.com. 4 de dezembro de 2017. Consultado em 22 de março de 2018. 
  3. «Subiu! E com folga! Fortaleza bate o Atlético-GO fora de casa e garante volta à Série A». GloboEsporte.com. 3 de novembro de 2018. Consultado em 3 de novembro de 2018. 
  4. «É campeão! Com gol de Rodolfo, Fortaleza bate o Avaí e fica com o título da Série B sob comando de Ceni». GloboEsporte.com. 10 de novembro de 2018. Consultado em 10 de novembro de 2018. 
  5. «Goiás sobe, e última rodada da Série B terá decisão de dois acessos à elite e um rebaixado». GloboEsporte.com. 17 de novembro de 2018. Consultado em 18 de novembro de 2018. 
  6. «Derrota para a Ponte Preta e vitória do CRB decretam a queda do Boa Esporte para a Série C». GloboEsporte.com. 6 de novembro de 2018. Consultado em 6 de novembro de 2018. 
  7. «Ponte ganha a sexta em sete jogos com Kleina, dorme a um ponto do G-4 e rebaixa o Juventude para Série C». GloboEsporte.com. 9 de novembro de 2018. Consultado em 10 de novembro de 2018. 
  8. «Resultados não ajudam, e Sampaio Corrêa é rebaixado antes de entrar em campo». Imirante. 10 de novembro de 2018. Consultado em 10 de novembro de 2018. 
  9. a b «Regulamento específico da competição – Campeonato Brasileiro da Série B 2018» (PDF). CBF. 9 de fevereiro de 2018. Consultado em 14 de abril de 2018. 
  10. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 14 de maio de 2017. 
  11. «Marconi vistoria 5 grandes obras do Estado em Goiânia e no interior». Diário da Manhã. 5 de dezembro de 2015. Consultado em 15 de janeiro de 2016. 
  12. «Giro dos estádios: Bento Freitas volta a ter capacidade ampliada; conheça». GloboEsporte.com. 15 de março de 2017. Consultado em 14 de maio de 2017. 
  13. «Números do Estádio Major Antônio Couto Pereira». Site Oficial do Coritiba. Consultado em 9 de maio de 2015. 
  14. «Definida mudança do Oeste para Barueri em 2017». Barueri na Rede. 2 de dezembro de 2016. Consultado em 14 de maio de 2017. 
  15. «Mudanças em jogos de Ponte Preta e Paysandu». CBF. 9 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  16. «Após "confusão" em data, CBF mantém jogo do Paysandu no sábado e transfere o do Remo para a sexta-feira». GloboEsporte.com. 21 de junho de 2018. Consultado em 22 de junho de 2018. 
  17. «Ponte Preta mandará jogos contra Juventude e Avaí na Fonte Luminosa». GloboEsporte.com. 13 de julho de 2018. Consultado em 13 de julho de 2018. 
  18. «Brasileirão Série B: Atlético-GO e Coritiba será no Antônio Accioly». CBF. 14 de agosto de 2018. Consultado em 14 de agosto de 2018. 
  19. «Campeonato Brasileiro de Futebol - Série B – Artilharia». CBF. Consultado em 28 de maio de 2018. 
  20. «Brasileiro Série B 18 – ESTATÍSTICAS». oGol. Consultado em 28 de maio de 2018. 
  21. «Willians Santana resume a melhor atuação pelo CRB: "Marcada para sempre na memória"». GloboEsporte.com. 4 de maio de 2018. Consultado em 4 de maio de 2018. 
  22. «Com três gols de Dagoberto, Londrina atropela o Atlético-GO e se afasta da zona de rebaixamento». GloboEsporte.com. 31 de agosto de 2018. Consultado em 31 de agosto de 2018. 
  23. «Boletim Financeiro: Fortaleza 1x0 Paysandu» (PDF). CBF. 20 de outubro de 2018. Consultado em 22 de outubro de 2018. 
  24. «Gustavo e Marlon têm noite inspirada, e Fortaleza goleia Juventude na festa pelo título». GloboEsporte.com. 15 de novembro de 2018. Consultado em 16 de novembro de 2018. 
  25. «Boletim Financeiro: Fortaleza 1x1 Ponte Preta» (PDF). CBF. 26 de outubro de 2018. Consultado em 31 de outubro de 2018. 
  26. «Boletim Financeiro: Fortaleza 1x1 CSA» (PDF). CBF. 6 de novembro de 2018. Consultado em 12 de novembro de 2018. 
  27. «Boletim Financeiro: Fortaleza 1x0 Sampaio Corrêa» (PDF). CBF. 2 de junho de 2018. Consultado em 6 de junho de 2018. 
  28. «Boletim Financeiro: Fortaleza 2x1 Coritiba» (PDF). CBF. 4 de agosto de 2018. Consultado em 9 de agosto de 2018. 
  29. «Boletim Financeiro: Fortaleza 3x0 Goiás» (PDF). CBF. 12 de maio de 2018. Consultado em 15 de maio de 2018. 
  30. «Boletim Financeiro: Fortaleza 2x1 Boa Esporte» (PDF). CBF. 18 de agosto de 2018. Consultado em 22 de agosto de 2018. 
  31. «Boletim Financeiro: Fortaleza 2x0 Vila Nova» (PDF). CBF. 21 de setembro de 2018. Consultado em 4 de outubro de 2018. 
  32. «Boletim Financeiro: Fortaleza 2x1 São Bento» (PDF). CBF. 25 de setembro de 2018. Consultado em 4 de outubro de 2018. 
  33. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 3x1 Sampaio Corrêa» (PDF). CBF. 28 de julho de 2018. Consultado em 4 de agosto de 2018. 
  34. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 2x2 São Bento» (PDF). CBF. 5 de junho de 2018. Consultado em 12 de junho de 2018. 
  35. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 0x1 CRB» (PDF). CBF. 13 de julho de 2018. Consultado em 26 de julho de 2018. 
  36. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 0x2 Avaí» (PDF). CBF. 15 de junho de 2018. Consultado em 18 de junho de 2018. 
  37. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 1x0 Londrina» (PDF). CBF. 10 de agosto de 2018. Consultado em 17 de agosto de 2018. 
  38. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 3x0 CSA» (PDF). CBF. 1 de setembro de 2018. Consultado em 7 de setembro de 2018. 
  39. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 0x2 Vila Nova» (PDF). CBF. 23 de junho de 2018. Consultado em 26 de junho de 2018. 
  40. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 1x1 Coritiba» (PDF). CBF. 19 de maio de 2018. Consultado em 6 de junho de 2018. 
  41. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 1x2 Criciúma» (PDF). CBF. 29 de setembro de 2018. Consultado em 4 de outubro de 2018. 
  42. «Boletim Financeiro: Boa Esporte 2x1 Guarani» (PDF). CBF. 20 de outubro de 2018. Consultado em 31 de outubro de 2018. 
  43. «Brasileirão Série B 2018 – Ranking». Sr. Goool. Consultado em 25 de novembro de 2018.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  44. «Diretoria do CRB confirma a saída do técnico Mazola Júnior». GloboEsporte.com. 13 de abril de 2018. Consultado em 14 de abril de 2018. 
  45. «CRB anuncia a contratação do técnico Júnior Rocha, ex-Santa Cruz». GloboEsporte.com. 15 de abril de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018. 
  46. «"Bombeiro", Tcheco assume Coritiba pela segunda vez em meio à pressão». GloboEsporte.com. 16 de abril de 2018. Consultado em 17 de abril de 2018. 
  47. «Sandro Forner é demitido do Coritiba após derrota na estreia da Série B». GloboEsporte.com. 15 de abril de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018. 
  48. «Eduardo Baptista é anunciado como novo treinador do Coritiba». GloboEsporte.com. 16 de abril de 2018. Consultado em 17 de abril de 2018. 
  49. «Claudinei de Oliveira não é mais técnico do Avaí». GazetaEsportiva.com. 19 de abril de 2018. Consultado em 19 de abril de 2018. 
  50. «Avaí anuncia retorno de Geninho para vaga de Claudinei Oliveira». UOL. 19 de abril de 2018. Consultado em 19 de abril de 2018. 
  51. «Após saída de Nedo Xavier, Sidney Moraes deixa o comando do Boa Esporte». GloboEsporte.com. 4 de maio de 2018. Consultado em 7 de maio de 2018. 
  52. «Daniel Paulista, ex-Sport, é o novo técnico do Boa Esporte para a Série B». GloboEsporte.com. 7 de maio de 2018. Consultado em 7 de maio de 2018. 
  53. «Goiás demite técnico Hélio dos Anjos após derrota no clássico contra o Vila Nova». GloboEsporte.com. 6 de maio de 2018. Consultado em 6 de maio de 2018. 
  54. «Goiás contrata técnico Ney Franco para o lugar de Hélio dos Anjos». GloboEsporte.com. 6 de maio de 2018. Consultado em 6 de maio de 2018. 
  55. «Francisco Diá é demitido e Sampaio procura novo treinador para 2018». GloboEsporte.com. 8 de maio de 2018. Consultado em 8 de maio de 2018. 
  56. «Roberto Fonseca é o novo técnico do Sampaio Corrêa». GloboEsporte.com. 9 de maio de 2018. Consultado em 9 de maio de 2018. 
  57. «Argel Fucks deixa comando do Criciúma após quinta derrota na Série B». GloboEsporte.com. 9 de maio de 2018. Consultado em 9 de maio de 2018. 
  58. «Criciúma anuncia Mazola Júnior como técnico para sequência da Série B». GloboEsporte.com. 12 de maio de 2018. Consultado em 12 de maio de 2018. 
  59. «"Bombeiro" da Ponte, Brigatti vislumbra chance definitiva: "Estou mais preparado"». GloboEsporte.com. 1 de junho de 2018. Consultado em 2 de junho de 2018. 
  60. «Ponte Preta demite Doriva e Ronaldão». GloboEsporte.com. 29 de maio de 2018. Consultado em 29 de maio de 2018. 
  61. «Ponte surpreende e contrata Chamusca para disputar a reta final da Série B». GloboEsporte.com. 2 de setembro de 2018. Consultado em 4 de setembro de 2018. 
  62. «Rodada 12 da Série B: tudo o que você precisa saber sobre Brasil-RS x Criciúma». GloboEsporte.com. 21 de junho de 2018. Consultado em 21 de junho de 2018. 
  63. «Na zona de rebaixamento da Série B, Brasil de Pelotas demite técnico Clemer». GloboEsporte.com. 17 de junho de 2018. Consultado em 17 de junho de 2018. 
  64. «Brasil-Pel anuncia Gilmar Dal Pozzo como técnico para sequência da Série B». GloboEsporte.com. 19 de junho de 2018. Consultado em 19 de junho de 2018. 
  65. «Após nova derrota em casa, Daniel Paulista deixa o comando do Boa Esporte». GloboEsporte.com. 24 de junho de 2018. Consultado em 24 de junho de 2018. 
  66. «Após saída de Daniel Paulista, Ney da Matta retorna ao comando do Boa Esporte». GloboEsporte.com. 25 de junho de 2018. Consultado em 25 de junho de 2018. 
  67. «Rodada 13: tudo o que você precisa saber sobre Criciúma x São Bento». GloboEsporte.com. 30 de junho de 2018. Consultado em 30 de junho de 2018. 
  68. «Técnico mais longevo do Brasil, Paulo Roberto Santos é demitido do São Bento». GloboEsporte.com. 25 de junho de 2018. Consultado em 25 de junho de 2018. 
  69. a b «Marquinhos Santos troca o Londrina pelo São Bento; Sérgio Soares assume o Tubarão». GloboEsporte.com. 28 de junho de 2018. Consultado em 28 de junho de 2018. 
  70. «Júnior Rocha é o segundo técnico a deixar o CRB no Brasileiro de 2018». GloboEsporte.com. 27 de junho de 2018. Consultado em 27 de junho de 2018. 
  71. «Com saída de Júnior Rocha, CRB anuncia Doriva para sequência da Segundona». GloboEsporte.com. 27 de junho de 2018. Consultado em 27 de junho de 2018. 
  72. «Dado Cavalcanti não resiste a nova derrota e deixa o comando do Paysandu». GloboEsporte.com. 12 de julho de 2018. Consultado em 13 de julho de 2018. 
  73. «Paysandu anuncia Guilherme Alves como novo técnico para a Série B». GloboEsporte.com. 14 de julho de 2018. Consultado em 14 de julho de 2018. 
  74. «Roberto Fonseca é demitido do Sampaio e Arlindo Maracanã assume como interino». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2018. Consultado em 26 de julho de 2018. 
  75. «Sampaio anuncia Paulo Roberto como novo técnico para Série B do Brasileiro». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2018. Consultado em 26 de julho de 2018. 
  76. «Sérgio Soares não resiste a nova derrota no Londrina e é demitido». GloboEsporte.com. 4 de agosto de 2018. Consultado em 4 de agosto de 2018. 
  77. «Londrina anuncia Roberto Fonseca como novo técnico para sequência da Série B». GloboEsporte.com. 5 de agosto de 2018. Consultado em 5 de agosto de 2018. 
  78. «Após empate em casa, Coritiba demite Eduardo Baptista e parte da diretoria de futebol». GloboEsporte.com. 11 de agosto de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2018. 
  79. «Coritiba confirma Matheus Costa como auxiliar e Tcheco como técnico na Série B». GloboEsporte.com. 13 de agosto de 2018. Consultado em 13 de agosto de 2018. 
  80. «Interino, Ailton Costa comemora empate no fim e se coloca à disposição contra o São Bento: "Sou funcionário"». GloboEsporte.com. 31 de agosto de 2018. Consultado em 1 de setembro de 2018. 
  81. «Técnico Guilherme Alves e executivo André Mazzuco são desligados do Paysandu». GloboEsporte.com. 25 de agosto de 2018. Consultado em 25 de agosto de 2018. 
  82. «Pé quente, obcecado e incentivador: Brigatti assume o comando do Paysandu». GloboEsporte.com. 5 de setembro de 2018. Consultado em 5 de setembro de 2018. 
  83. «Julinho Camargo não suporta sexto jogo sem gols e é demitido do Juventude». GloboEsporte.com. 26 de agosto de 2018. Consultado em 27 de agosto de 2018. 
  84. «Juventude anuncia contratação do técnico Luiz Carlos Winck». GauchaZH. 27 de agosto de 2018. Consultado em 27 de agosto de 2018. 
  85. «Brasil de Pelotas demite técnico e anuncia retorno de Rogério Zimmermann». GloboEsporte.com. 29 de agosto de 2018. Consultado em 29 de agosto de 2018. 
  86. «Após sete jogos, Paulo Roberto pede demissão do Sampaio Corrêa». GloboEsporte.com. 5 de setembro de 2018. Consultado em 7 de setembro de 2018. 
  87. «Marcinho Guerreiro é anunciado como novo técnico do Sampaio Corrêa». GloboEsporte.com. 6 de setembro de 2018. Consultado em 7 de setembro de 2018. 
  88. «Após reunião, Figueirense anuncia que Milton Cruz não é mais técnico do clube». GloboEsporte.com. 10 de setembro de 2018. Consultado em 10 de setembro de 2018. 
  89. «Rogério Micale volta ao Figueirense e assume time na reta final da Série B». GloboEsporte.com. 10 de setembro de 2018. Consultado em 10 de setembro de 2018. 
  90. «Derrota para o Brasil pesa, e diretoria do CRB anuncia a saída do técnico Doriva». GloboEsporte.com. 16 de setembro de 2018. Consultado em 16 de setembro de 2018. 
  91. «CRB fecha a contratação do técnico Roberto Fernandes, ex-Santa Cruz». GloboEsporte.com. 16 de setembro de 2018. Consultado em 16 de setembro de 2018. 
  92. «Coritiba anuncia Argel Fucks como técnico para a reta final da Série B». GloboEsporte.com. 16 de setembro de 2018. Consultado em 16 de setembro de 2018. 
  93. «Em crise, Ponte encerra passagem relâmpago de Marcelo Chamusca após 25 dias». GloboEsporte.com. 26 de setembro de 2018. Consultado em 27 de setembro de 2018. 
  94. «Ele está de volta: Kleina chega a Campinas e assume comando da Ponte pela terceira vez». GloboEsporte.com. 2 de outubro de 2018. Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  95. «Ney da Matta deixa o comando do Boa Esporte». GloboEsporte.com. 8 de outubro de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2018. 
  96. «Boa Esporte anuncia a contratação de Tuca Guimarães para a reta final da Série B». GloboEsporte.com. 9 de outubro de 2018. Consultado em 9 de outubro de 2018. 
  97. «Atlético-GO demite Claudio Tencati após derrota para o Sampaio Corrêa». GloboEsporte.com. 13 de outubro de 2018. Consultado em 13 de outubro de 2018. 
  98. «Wagner Lopes deixa o Joinville e acerta com o Atlético-GO». GloboEsporte.com. 14 de outubro de 2018. Consultado em 14 de outubro de 2018. 
  99. «Guarani demite Umberto Louzer, Luciano Dias e dois profissionais da comissão técnica». GloboEsporte.com. 13 de novembro de 2018. Consultado em 13 de novembro de 2018. 
  100. «Guarani estuda técnico para 2019 e deixa reta final da Série B nas mãos de ex-lateral e Fumagalli». GloboEsporte.com. 13 de novembro de 2018. Consultado em 13 de novembro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]