Campeonato Brasileiro de Futebol de 1999 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Brasileiro de Futebol de 1999
Série B de 1999
Dados
Participantes 22
Organização CBF
Período 1 de agosto12 de dezembro
Gol(o)s 652
Partidas 254
Média 2,57 gol(o)s por partida
Campeão Goiás
Vice-campeão Santa Cruz
Promovido(s) Goiás
Santa Cruz
Rebaixado(s) União São João
Criciúma
Paysandu
Tuna Luso
América de Natal
Desportiva Ferroviária
Melhor marcador Uéslei (Bahia) – 25 gols
Maior goleada
(diferença)
Remo 7–1 Avaí
Estádio BaenãoBelém
9 de setembro, 12ª rodada
◄◄ 1998 Soccerball.svg 2001 ►►

A Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol de 1999 foi uma competição equivalente à segunda divisão do futebol do Brasil. Contando como a 19.ª edição da história, foi disputada por 22 times, que se enfrentaram em três fases. No quadrangular final, os dois clubes mais bem colocados ganharam acesso ao Campeonato Brasileiro de 2000, que seria substituído pela Copa João Havelange.

A competição foi vencida pelo Goiás, um ano após ter sido rebaixado.[1] O clube conquistou o acesso com uma rodada de antecedência no quadrangular final, após derrotar o Vila Nova, seu maior rival, por 1–0, no Serra Dourada.[2] O vice-campeão Santa Cruz também foi promovido, na última rodada, após empate sem gols diante do Goiás.[3]

Já na parte debaixo da tabela, oficialmente seis equipes foram rebaixadas: Desportiva Ferroviária, América de Natal, Tuna Luso, Paysandu, Criciúma e União São João. No entanto, na temporada seguinte, cinco delas (com exceção apenas da Tuna Luso) foram convidadas para disputar o Módulo Amarelo da Copa João Havelange, equivalente à segunda divisão no escalão do torneio, nulificando assim a maioria dos rebaixamentos.[4]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

Na primeira fase, os 22 participantes se enfrentaram em turno único, com os oito melhores avançando à segunda fase e os seis últimos colocados sendo rebaixados. Na segunda fase, os oito classificados foram agrupados em quatro chaves de dois clubes cada, desta forma: 1º contra 8º; 2º contra 7º; 3º contra 6º e 4º contra 5º, em um sistema eliminatório melhor de três partidas. A fase final constou de um quadragular, em turno e returno, que definiu o campeão e os promovidos: o melhor colocado ficou com o título do campeonato; enquanto os dois melhores garantiram o acesso.[5]

Critérios de desempate

Em caso de empate de pontos entre dois ou mais clubes, o critério de desempate foi o seguinte:[5]

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols pró
  4. Confronto direto
  5. Sorteio

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

A primeira fase foi disputada entre os dias 1 de agosto e 30 de outubro.[6]

Pos. Equipes P J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 São Paulo São Caetano 45 21 13 6 2 33 15 +18 Classificados à próxima fase
2 Bahia Bahia 37 21 9 10 2 38 23 +15
3 Goiás Goiás 36 21 10 6 5 35 22 +13
4 Goiás Vila Nova 34 21 9 7 5 30 19 +11
5 Minas Gerais América Mineiro 33 21 9 6 6 33 21 +12
6 Ceará Ceará 32 21 9 5 7 25 20 +5
7 Santa Catarina Avaí 32 21 9 5 7 26 29 13
8 Pernambuco Santa Cruz 30 21 9 3 9 22 29 –7
9 São Paulo XV de Piracicaba 30 21 8 6 7 23 22 +1
10 Paraná Londrina 30 21 8 6 7 23 25 –2
11 Alagoas CRB 29 21 8 5 8 20 24 –4
12 São Paulo Bragantino 29 21 8 5 8 23 31 –8
13 Pará Remo 27 21 7 6 8 28 29 –1
14 Rio Grande do Norte ABC 27 21 6 9 6 28 29 –1
15 Santa Catarina Joinville 26 21 8 2 11 22 25 –3
16 Maranhão Sampaio Corrêa 26 21 7 5 9 40 37 +3
17 São Paulo União São João 26 21 6 8 7 28 25 +3 Rebaixados à Série C de 2000
18 Santa Catarina Criciúma 24 21 6 6 9 27 36 –9
19 Pará Paysandu 24 21 5 9 7 24 28 –4
20 Pará Tuna Luso 22 21 6 4 11 24 36 –12
21 Rio Grande do Norte América de Natal 22 21 6 4 11 25 31 –6
22 Espírito Santo (estado) Desportiva Ferroviária 9 21 2 3 16 12 33 –21

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

A segunda fase foi disputada entre os dias 6 e 16 de novembro.[7]

Em itálico, as equipes que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito as equipes classificadas.
Equipe 1 Total Equipe 2 1º jogo 2º jogo 3º jogo
Avaí Santa Catarina 2–5 Bahia Bahia 1–2 1–3
Ceará Ceará 4–8 Goiás Goiás 0–3 4–3 0–2
Santa Cruz Pernambuco 5–4 São Paulo São Caetano 1–0 3–4 1–0
América Mineiro Minas Gerais 3–5 Goiás Vila Nova 2–2 0–0 1–3

Fase final[editar | editar código-fonte]

O quadrangular final foi disputado entre os dias 20 de novembro e 12 de dezembro.[7]

Legenda
Campeão e promovido para a Série A de 2000
Promovido para a Série A de 2000
Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1 Goiás Goiás 11 6 3 2 1 5 3 +2
2 Pernambuco Santa Cruz 10 6 3 1 2 6 5 +1
3 Bahia Bahia 7 6 2 1 3 9 9 0
4 Goiás Vila Nova 6 6 2 0 4 7 10 –3
 
BAH
GOI
STC
VIL
Bahia 1–2 1–0 4–2
Goiás 0–0 0–0 1–0
Santa Cruz 2–1 2–1 2–1
Vila Nova 3–2 0–1 1–0

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols[5] Jogador Equipe
25 Brasil Uéslei Bahia
14 Brasil Róbson ABC
12 Brasil Jairo Lenzi Sampaio Corrêa
11 Brasil Fernandão Goiás
9 Brasil Dill Goiás
8 Brasil Mael Tuna Luso

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro 1999
Série B
Goiás
Goiás Esporte Clube
Campeão
(1º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

Referências

  1. «Goiás 1999: campeão brasileiro da Série B com um time recheado de ídolos». Sagres. 18 de novembro de 2021. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  2. «Série B define o 2º classificado à elite». Folha de S.Paulo. 12 de dezembro de 1999. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  3. «Do Barcelona do NE às pratas da casa: a história improvável do acesso do Santa Cruz de 1999». Ge.globo. 8 de maio de 2021. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  4. «Virada de mesa poderá favorecer 23 convidados». Folha de S.Paulo. 7 de julho de 2000. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  5. a b c «Campeonato Brasileiro - Série B 1999». Bola na Área. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  6. «Série B 1999 - Primeira Fase». Bola na Área. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  7. a b «Série B 1999 - Fase Final». Bola na Área. Consultado em 24 de agosto de 2022