Campeonato Brasileiro de Futebol de 2005 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Brasileiro de Futebol de 2005
Série B de 2005
Brasil
Dados
Participantes 22
Organização CBF
Período
Gol(o)s 752
Média gol(o)s por partida
Campeão Grêmio
Vice-campeão Santa Cruz
◄◄ 2004 Soccerball.svg 2006 ►►

A Série B do Campeonato Brasileiro de 2005 foi uma edição que contou com 22 equipes, sendo o Grêmio campeão e o Santa Cruz vice.

Entre os times rebaixados ficou o campeão da Série C de 2004, União Barbarense, os clubes Anapolina, Criciúma, Caxias e os dois grandes clubes baianos, Bahia e Vitória.

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Localização das equipes participantes.

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Pernambuco Santa Cruz 41 21 12 5 4 32 21 +11 Classificados para a segunda fase
2 São Paulo Marília 35 21 11 2 8 38 28 +10
3 São Paulo Guarani 35 21 10 5 6 30 23 +7
4 Rio Grande do Sul Grêmio 35 21 9 8 4 32 26 +6
5 São Paulo Santo André 34 21 10 4 7 34 25 +9
6 São Paulo Portuguesa 34 21 10 4 7 35 27 +8
7 Pernambuco Náutico 33 21 10 3 8 35 34 +1
8 Santa Catarina Avaí 32 21 10 2 9 34 28 +6
9 Goiás Vila Nova 32 21 10 2 9 28 29 -1
10 São Paulo Ituano 31 21 9 4 8 33 26 +7
11 Ceará Ceará 29 21 8 5 8 27 22 +5
12 Alagoas CRB 29 21 8 5 8 28 37 -9
13 Distrito Federal (Brasil) Gama 28 21 8 4 9 28 33 -5
14 Amazonas São Raimundo-AM 28 21 8 4 9 22 28 -6
15 São Paulo Paulista 28 21 7 7 7 39 35 +4
16 Pernambuco Sport 27 21 8 3 10 29 32 -3
17 Bahia Vitória 27 21 7 6 8 35 35 0 Rebaixados à Série C de 2006
18 Bahia Bahia 25 21 7 4 10 28 33 -5
19 Goiás Anapolina 25 21 7 4 10 25 31 -6
20 São Paulo União Barbarense 24 21 6 6 9 20 24 -4
21 Santa Catarina Criciúma 19 21 6 1 14 24 45 -21
22 Rio Grande do Sul Caxias 16 21 4 4 13 19 33 -14

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Zona de classificação para a próxima fase

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Zona de classificação para a próxima fase

Fase final[editar | editar código-fonte]

Depois de um ano na Série B, o Grêmio conquistou o título no quadrangular final e, em 2006, voltou para a Série A, subindo juntamente com o Santa Cruz de Pernambuco. Os outros dois times do quadrangular eram o Náutico, também de Pernambuco, e os paulistas da Portuguesa de Desportos.

No jogo final, Grêmio 1 x 0 Náutico, houve dois incidentes: a torcida pernambucana trancou os gaúchos no vestiário (foi uma retaliação à falta de água ao Náutico em Porto Alegre) e após o juiz ter marcado um pênalti para o Náutico, instaurou-se confusão que levou à expulsão de 3 gremistas (o Grêmio já tinha 1 homem a menos). Após aproximadamente 25 minutos de paralisação, o Náutico finalmente pôde cobrar a penalidade (que, se convertida, eliminaria a equipe gaúcha e classificaria as duas equipes pernambucanas para a série A). Porém, o goleiro Galatto, do Grêmio, defendeu a cobrança, e na continuação do lance o jovem atacante Anderson ainda marcou um gol que lhe deu o título da competição, mesmo com 6 jogadores na linha. O episódio ficou conhecido pela torcida gremista como "Batalha dos Aflitos", em referência ao nome do estádio do Náutico. O episódio acabou inspirando um filme intitulado "Inacreditável - A Batalha dos Aflitos" dois anos após a antológica partida.

O outro time classificado, Santa Cruz, assegurou sua classificação ao final do jogo contra a Portuguesa de Desportos. A partida foi realizada no Estádio do Arruda, em Recife, com o público de 64.000 pagantes. Com 2 gols de Reinaldo, (aos 39 e 41 minutos do primeiro tempo) o Santa Cruz jogou bem e venceu o jogo, de virada, por 2x1, conquistando sua classificação para a Série A do Campeonato Brasileiro de 2006. Devido ao atraso no jogo Náutico e Grêmio os torcedores do Santa Cruz já comemoravam a vitória do campeonato, que minutos depois seria conquistada pelo Grêmio. Cléber marcou o único tento do time paulista aos 19 minutos da primeira etapa.

Promovidos à Série A de 2006

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Rio Grande do Sul Grêmio 59 33 16 11 6 48 34 +14 Promovidos à Série A de 2006
2 Pernambuco Santa Cruz 54 33 19 7 7 52 34 +18
3 Pernambuco Náutico 51 33 16 3 14 54 47 +7
4 São Paulo Portuguesa 49 33 14 7 12 51 45 +6
5 São Paulo Marília 44 27 14 2 11 48 41 +7
6 São Paulo Santo André 44 27 13 5 9 41 30 +11
7 São Paulo Guarani 39 27 11 6 10 36 33 +3
8 Santa Catarina Avaí 32 27 10 2 15 37 45 -8
9 Goiás Vila Nova 32 21 10 2 9 28 29 -1
10 São Paulo Ituano 31 21 9 4 8 33 26 +7
11 Ceará Ceará 29 21 8 5 8 27 22 +5
12 Alagoas CRB 29 21 8 5 8 28 37 -9
13 Distrito Federal (Brasil) Gama 28 21 8 4 9 28 33 -5
14 Amazonas São Raimundo-AM 28 21 8 4 9 22 28 -6
15 São Paulo Paulista 28 21 7 7 7 39 35 +4 Segunda fase da Copa Libertadores de 20061
16 Pernambuco Sport 27 21 8 3 10 29 32 -3
17 Bahia Vitória 27 21 7 6 8 35 35 0 Rebaixados à Série C de 2006
18 Bahia Bahia 25 21 7 4 10 28 33 -5
19 Goiás Anapolina 25 21 7 4 10 25 31 -6
20 São Paulo União Barbarense 24 21 6 6 9 20 24 -4
21 Santa Catarina Criciúma 19 21 6 1 14 24 45 -21
22 Rio Grande do Sul Caxias 16 21 4 4 13 19 33 -14

1O Paulista tinha vaga garantida na Copa Libertadores de 2006 por ser campeão da Copa do Brasil de 2005.

Campeão[editar | editar código-fonte]

Campeão Brasileiro de 2005
(Série B)
Rio Grande do Sul
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense
(1º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]