Campeonato Brasileiro de Futebol de 2015 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Brasileiro de 2015 - Série B
Brasileirão 2015 - Série B
Brasil.
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 8 de maio28 de novembro
Gol(o)s 925
Partidas 380
Média 2,43 gol(o)s por partida
Campeão Botafogo (1º título)
Vice-campeão Santa Cruz
Promovido(s) Botafogo
Santa Cruz
Vitória
América Mineiro
Rebaixado(s) Macaé
ABC
Boa Esporte
Mogi Mirim
Melhor marcador Zé Carlos (CRB) – 19 gols
Melhor ataque (fase inicial) Santa Cruz – 63 gols
Melhor defesa (fase inicial) Botafogo – 30 gols
Maior goleada
(diferença)
Botafogo 5–0 Sampaio Corrêa
Estádio Nilton SantosRio de Janeiro
3 de julho, 10ª rodada
Público 2 459 183
Média 6 523 pessoas por partida
◄◄ 2014 Soccerball.svg 2016 ►►

A Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2015, oficialmente Brasileirão Chevrolet 2015 – Série B por motivos de patrocínio,[1] foi uma competição de futebol realizada no Brasil, equivalente à segunda divisão. Foi disputada por 20 clubes, dos quais os quatro primeiros colocados obtiveram acesso à Série A de 2016 e os quatro últimos foram rebaixados à Série C de 2016.

A primeira equipe a garantir matematicamente o acesso à Série A de 2016 foi o Botafogo. Rebaixada em 2014, a equipe carioca foi promovida depois de vencer o Luverdense por 1–0, no Passo das Emas, com três rodadas de antecedência.[2] Na penúltima rodada, o time carioca também faturou o título da competição após vencer o ABC por 2–1, no Estádio Mané Garrincha.[3]

Os outros times promovidos foram definidos na 37ª rodada. Vitória, Santa Cruz e América Mineiro garantiram juntos o acesso à Série A: o clube baiano venceu o Luverdense por 3–0, na Arena Fonte Nova; o time pernambucano derrotou o já rebaixado Mogi Mirim por 3–0, no Novelli Júnior; enquanto a equipe mineira empatou em 1–1 com o Ceará, no Independência.[4][5][6]

A cinco rodadas do fim, o Mogi Mirim foi a primeira equipe rebaixada para a Série C de 2016, após derrota em casa por 2–0 para o Ceará.[7] Na rodada seguinte, o Boa Esporte teve o descenso confirmado com a derrota por 2–0 para o Luverdense, fora de casa.[8] O ABC também foi rebaixado, na 35ª rodada, com o empate por 2–2 contra o Bahia, na Arena Fonte Nova.[9] A última equipe a confirmar o descenso foi o Macaé, após perder para o Ceará por 1–0 em confronto direto, na Arena Castelão, na rodada final.[10]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Série B completou uma década em que é disputada por 20 clubes no sistema de ida e volta por pontos corridos. Em cada turno, os times jogam entre si uma única vez. Os jogos do primeiro turno serão realizados na mesma ordem no segundo turno, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão o time que obtiver o maior número de pontos após as 38 rodadas. Ao final, os quatro primeiros times ascenderam para a Série A de 2016, da mesma forma que os quatro últimos cairam para a Série C do ano seguinte.[11]

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Em caso de empate por pontos entre dois clubes, os critérios de desempate foram aplicados na seguinte ordem:[11]

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Confronto direto
  5. Número de cartões vermelhos
  6. Número de cartões amarelos
  7. Sorteio

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2014 Estádio (mando) Capacidade[12] Títulos
ABC Natal Rio Grande do Norte RN 14º Frasqueirão 14 740 0 (não possui)
América Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG Independência 23 018 1 (1997)
Atlético Goianiense Goiânia Goiás GO Serra Dourada 42 000 0 (não possui)
Bahia Salvador Bahia BA 18° (Série A) Arena Fonte Nova 50 025 0 (não possui)
Boa Esporte Varginha Minas Gerais MG Melão 15 471 0 (não possui)
Botafogo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 19º (Série A) Nilton Santos[BOT] 25 000 0 (não possui)
Bragantino Bragança Paulista São Paulo SP 16º Nabi Abi Chedid 17 022 1 (1989)
Ceará Fortaleza Ceará CE Arena Castelão 63 903 0 (não possui)
CRB Maceió Alagoas AL 4º (Série C) Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Criciúma Criciúma Santa Catarina SC 20º (Série A) Heriberto Hülse 19 900 1 (2002)
Luverdense Lucas do Rio Verde Mato Grosso MT 12º Passo das Emas 10 000[13] 0 (não possui)
Macaé Macaé Rio de Janeiro RJ 1° (Série C) Moacyrzão 15 000 0 (não possui)
Mogi Mirim Mogi Mirim São Paulo SP 3º (Série C) Romildo Ferreira 19 900 0 (não possui)
Náutico Recife Pernambuco PE 13º Arena Pernambuco 44 300 0 (não possui)
Oeste Itápolis São Paulo SP 15º José Liberatti[OES] 11 780 0 (não possui)
Paraná Curitiba Paraná PR 11º Vila Capanema 17 200 2 (1992, 2000)
Paysandu Belém Pará PA 2° (Série C) Mangueirão 45 007 2 (1991, 2001)
Sampaio Corrêa São Luís Maranhão MA 10º Castelão 40 149 1 (1972)
Santa Cruz Recife Pernambuco PE Arruda 60 044 0 (não possui)
Vitória Salvador Bahia BA 17° (Série A) Barradão 35 000 0 (não possui)
Notas
  • BOT. ^ Por causa de obras de restruturação, o Estádio Nilton Santos teve sua capacidade reduzida temporariamente.[14]
  • OES. ^ O Estádio dos Amaros está interditado para partidas de futebol. O Oeste mandará seus jogos no Estádio José Liberatti, em Osasco.[15]

Estádios[editar | editar código-fonte]

ABC América-MG Atlético-GO Bahia Boa Esporte Botafogo
Frasqueirão Independência Serra Dourada Arena Fonte Nova Melão Nilton Santos
Capacidade: 14 740 Capacidade: 23 018 Capacidade: 42 000 Capacidade: 50 025 Capacidade: 15 471 Capacidade: 25 000
Frasqueiro inside.JPG Arena Independência - Atlético x Fluminense.jpg Estádio Serra Dourada1.jpg EstadioForteNova-cancha1.jpg Boa Ec Melão.jpg Engenhão vista atrás do gol.jpg
Bragantino
Ceará
Nabi Abi Chedid Arena Castelão
Capacidade: 17 022 Capacidade: 63 903
Estádio Nabi Abi Chedid.jpg Castelão Arena (5).jpg
CRB Criciúma
Rei Pelé Heriberto Hülse
Capacidade: 17 126 Capacidade: 19 900
Rei Pelé.jpg
Luverdense Macaé
Passo das Emas Moacyrzão
Capacidade: 10 000 Capacidade: 15 000
Mogi Mirim Náutico
Romildo Ferreira Arena Pernambuco
Capacidade: 19 900 Capacidade: 44 300
Arena Pernambuco Inauguração.JPG
Oeste Paraná Paysandu Sampaio Corrêa Santa Cruz Vitória
José Liberatti Vila Capanema Mangueirão Castelão Arruda Barradão
Capacidade: 11 780 Capacidade: 17 200 Capacidade: 45 007 Capacidade: 40 149 Capacidade: 60 044 Capacidade: 35 000
Vila panoramica.jpg Estádio Olímpico do Pará - 1.jpg Arruda em novembro de 2013.JPG Jogo barradao.jpg

Outros estádios utilizados[editar | editar código-fonte]

Além dos estádios de mando usual, outros estádios são utilizados devido a punições de perda de mando de campo imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma melhor renda.[16][17][18][19][20][21][22]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1 Rio de Janeiro Botafogo 72 38 21 9 8 60 30 +30 63 Estável Promovidos à Série A de 2016
2 Pernambuco Santa Cruz 67 38 20 7 11 63 43 +20 59 Aumento1
3 Bahia Vitória 66 38 19 9 10 58 40 +20 58 Baixa1
4 Minas Gerais América Mineiro 65 38 19 8 11 55 39 +16 57 Estável
5 Pernambuco Náutico 63 38 18 9 11 49 42 +7 55 Aumento1
6 São Paulo Bragantino 60 38 19 3 16 56 56 0 53 Baixa1
7 Pará Paysandu 60 38 17 9 12 49 40 +9 53 Estável
8 Maranhão Sampaio Corrêa 58 38 15 13 10 51 43 +8 51 Estável
9 Bahia Bahia 58 38 15 13 10 48 41 +7 51 Estável
10 Mato Grosso Luverdense 54 38 15 9 14 46 40 +6 47 Aumento1
11 Alagoas CRB 54 38 15 9 14 47 45 +2 47 Baixa1
12 Santa Catarina Criciúma 49 38 12 13 13 36 41 –5 43 Aumento1
13 Paraná Paraná 47 38 12 11 15 39 43 –4 41 Baixa1
14 Goiás Atlético Goianiense 46 38 11 13 14 36 46 –10 40 Estável
15 Ceará Ceará 45 38 12 9 17 42 50 –8 39 Aumento2
16 São Paulo Oeste 44 38 10 14 14 37 45 –8 38 Estável
17 Rio de Janeiro Macaé 43 38 10 13 15 46 54 –8 37 Baixa2 Rebaixados à Série C de 2016
18 Rio Grande do Norte ABC 32 38 6 14 18 41 64 –23 28 Estável
19 Minas Gerais Boa Esporte 31 38 7 10 21 34 54 –20 27 Estável
20 São Paulo Mogi Mirim 23 38 4 11 23 32 69 –37 20 Estável

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Resultados do primeiro turno
Ver artigo principal: Resultados do segundo turno
Equipes ABC AMM ATG BAH BOA BOT BRG CEA CRB CRI LUV MAC MOG NAU OES PAR PAY SAM STC VIT
ABC 4–2 1–1 0–3 0–1 1–2 1–1 0–1 0–0 2–2 1–1 1–1 3–1 3–3 0–1 1–4 0–2 2–3 1–1 0–0
América-MG 2–1 1–0 1–1 2–0 1–2 1–2 1–1 1–0 2–1 1–2 1–0 3–1 2–1 2–1 2–0 3–1 1–0 4–1 4–0
Atlético-GO 1–2 1–1 1–1 1–0 0–0 0–1 3–2 1–0 0–0 0–1 3–4 1–1 2–0 3–1 1–1 2–1 3–1 0–0 0–0
Bahia 2–2 1–1 1–0 4–1 1–1 3–2 1–0 3–2 1–0 1–0 1–0 4–1 1–1 1–0 1–0 2–0 1–1 1–2 1–3
Boa Esporte 2–0 1–2 2–2 3–0 0–1 3–0 0–0 1–3 1–1 2–1 2–1 0–1 0–1 1–2 1–2 0–1 2–2 1–3 0–0
Botafogo 3–1 0–0 4–0 1–0 1–1 4–0 0–1 4–1 0–0 0–0 2–1 3–0 1–0 1–1 2–1 2–3 5–0 0–3 2–0
Bragantino 3–1 0–1 0–1 2–0 2–1 1–0 3–0 2–1 2–0 3–2 2–2 3–1 0–2 3–1 2–1 1–0 3–0 1–2 2–1
Ceará 3–0 0–2 2–0 2–2 2–1 0–0 3–0 1–1 1–1 0–1 1–0 2–3 1–0 1–1 4–3 0–0 1–3 3–3 1–2
CRB 0–1 1–0 4–1 0–3 1–1 2–1 2–0 1–3 3–1 0–0 3–1 2–1 1–0 3–0 2–0 3–0 2–1 3–2 0–0
Criciúma 0–2 2–2 1–0 2–1 3–0 1–0 1–0 3–0 2–1 0–1 0–3 0–0 1–0 3–2 0–0 1–0 1–1 0–0 2–3
Luverdense 1–1 1–0 1–1 2–2 2–0 0–1 2–1 3–0 2–0 0–1 1–2 2–0 5–1 1–1 2–0 1–0 2–1 2–2 0–2
Macaé 3–1 1–1 0–1 0–0 1–1 4–2 2–5 1–2 0–0 1–1 1–3 1–0 1–1 4–2 0–0 2–1 1–1 2–0 0–2
Mogi Mirim 2–2 1–2 0–2 1–1 0–2 0–3 2–3 0–2 0–1 1–2 1–1 3–1 2–1 0–0 1–2 1–1 1–1 0–3 1–1
Náutico 3–0 2–1 1–1 1–0 1–0 1–4 3–1 2–0 1–1 2–0 1–0 1–1 1–0 2–1 2–0 1–1 1–1 2–1 2–1
Oeste 1–1 3–1 0–0 0–1 2–1 0–1 1–1 2–0 0–0 1–1 1–0 1–2 0–0 2–0 1–0 0–0 1–0 1–0 1–2
Paraná 0–0 1–0 1–2 1–0 1–1 1–2 0–2 1–0 0–0 0–0 1–0 3–0 3–1 2–0 1–1 1–1 1–0 3–2 0–1
Paysandu 3–2 2–0 2–0 0–0 3–0 0–1 2–0 2–1 5–1 1–0 3–2 1–1 1–1 0–1 3–1 2–1 1–1 2–1 1–0
Sampaio Corrêa 3–2 0–2 2–0 0–0 3–0 2–2 2–0 1–0 1–0 3–1 3–1 3–1 3–1 1–1 1–1 1–1 2–0 0–0 1–0
Santa Cruz 0–1 2–1 3–0 3–1 0–0 1–0 3–1 2–1 2–1 2–0 2–0 1–0 2–1 1–3 3–1 4–1 1–2 1–0 3–1
Vitória 2–0 1–1 3–1 4–1 2–1 1–2 4–1 1–0 3–1 2–1 3–0 0–0 4–1 2–3 1–1 1–1 3–1 0–2 2–1

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
CRB SAM NAU BAH BOT VIT BOT

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38
BRG MOG BOA MOG CEA MOG CEA MOG ABC MOG

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols[23] Jogador Time
19 Brasil Zé Carlos CRB
14 Brasil Kieza Bahia
Brasil Marcelo Toscano América Mineiro
13 Brasil Tozin Luverdense
12 Brasil Alan Mineiro Bragantino
Brasil Arthur Atlético Goianiense
Brasil Pipico Macaé
11 Argentina Damián Escudero Vitória
Brasil Jobinho Bragantino

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
Brasil Robert Sampaio Corrêa Ceará 3–1 6 de junho [24]
Brasil Zé Carlos CRB Macaé 3–1 20 de junho [25]
Brasil Zé Carlos CRB Paysandu 3–0 25 de julho [26]
Brasil Carlão Paraná Ceará 3–4 23 de agosto [27]
Uruguai Álvaro Navarro Botafogo Atlético Goianiense 4–0 1 de setembro [28]
Brasil Sassá Botafogo Náutico 4–1 24 de outubro [29]
Brasil Nádson Sampaio Corrêa ABC 3–2 31 de outubro [30]

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez maiores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 45 539 Ceará Ceará 1–0 Rio de Janeiro Macaé Arena Castelão 28 de novembro 38ª [31]
2 43 320 Santa Cruz Pernambuco 1–0 Rio de Janeiro Botafogo Arruda 8 de agosto 17ª [32]
3 41 348 Vitória Bahia 3–0 Mato Grosso Luverdense Arena Fonte Nova 21 de novembro 37ª [33]
4 37 692 Ceará Ceará 0–0 Rio de Janeiro Botafogo Arena Castelão 7 de julho 11ª [34]
5 37 169 Bahia Bahia 1–3 Bahia Vitória Arena Fonte Nova 3 de outubro 29ª [35]
6 31 733 Santa Cruz Pernambuco 3–1 Bahia Vitória Arruda 28 de novembro 38ª [36]
7 31 398 Bahia Bahia 1–1 Rio de Janeiro Botafogo Arena Fonte Nova 25 de julho 14ª [37]
8 30 201 Paysandu Pará 2–0 Goiás Atlético Goianiense Mangueirão 30 de junho 10ª [38]
9 29 965 Bahia Bahia 1–2 Pernambuco Santa Cruz Arena Fonte Nova 7 de novembro 34ª [39]
10 28 601 Ceará Ceará 1–1 Santa Catarina Criciúma Arena Castelão 10 de julho 12ª [40]
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante.

Menores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez menores públicos do Campeonato:[PF]

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 95 Boa Esporte Minas Gerais 0–1 São Paulo Mogi Mirim Melão 8 de setembro 24ª [41]
2 159 Boa Esporte Minas Gerais 2–1 Rio de Janeiro Macaé Melão 11 de agosto 18ª [42]
3 175 Luverdense Mato Grosso 2–0 São Paulo Mogi Mirim Passo das Emas 27 de novembro 38ª [43]
4 183 Boa Esporte Minas Gerais 1–3 Pernambuco Santa Cruz Melão 15 de setembro 26ª [44]
5 240 Boa Esporte Minas Gerais 3–0 São Paulo Bragantino Melão 27 de junho [45]
6 244 Mogi Mirim São Paulo 0–1 Alagoas CRB Romildo Ferreira 27 de junho [46]
7 259 Boa Esporte Minas Gerais 1–2 Paraná Paraná Melão 1 de setembro 22ª [47]
8 262 Mogi Mirim São Paulo 2–1 Pernambuco Náutico Romildo Ferreira 7 de julho 11ª [48]
9 270 Boa Esporte Minas Gerais 2–0 Rio Grande do Norte ABC Melão 24 de novembro 38ª [49]
10 278 Mogi Mirim São Paulo 0–0 São Paulo Oeste Romildo Ferreira 4 de setembro 23ª [50]
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante.
  • PF. ^ Jogos com portões fechados não são considerados.

Médias de público[editar | editar código-fonte]

Estas são as médias de público dos clubes no Campeonato. Considera-se apenas os jogos da equipe como mandante e o público pagante:[51]

  1. Bahia Bahia – 16 904
  2. Ceará Ceará – 16 221
  3. Pará Paysandu – 13 737
  4. Bahia Vitória – 13 211
  5. Pernambuco Santa Cruz – 13 190
  6. Maranhão Sampaio Corrêa – 10 409
  7. Rio de Janeiro Botafogo – 9 338
  8. Pernambuco Náutico – 5 654
  9. Santa Catarina Criciúma – 4 616
  10. Minas Gerais América Mineiro – 3 738
  1. São Paulo Bragantino – 3 728
  2. Paraná Paraná – 3 665
  3. Alagoas CRB – 3 558
  4. Rio Grande do Norte ABC – 2 979
  5. São Paulo Oeste – 2 619
  6. Rio de Janeiro Macaé – 1 852
  7. São Paulo Mogi Mirim – 1 800
  8. Goiás Atlético Goianiense – 1 799
  9. Mato Grosso Luverdense – 1 122
  10. Minas Gerais Boa Esporte – 495

Mudança de técnicos[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
Maranhão Sampaio Corrêa Brasil Arlindo Maracanã (interino) Remanejado 8 de maio Vitória 0–2 Sampaio Corrêa Brasil Léo Condé[a1] [52]
Bahia Vitória Brasil Claudinei Oliveira Demitido 20 de maio Vitória 2–2 ASA[CBr] 11º Brasil Vágner Mancini[a2] [53][54]
Rio Grande do Norte ABC Brasil Josué Teixeira Demitido 20 de maio ABC 1–2 Paysandu[CBr] Brasil Gilmar Dal Pozzo[a3] [55][56]
São Paulo Mogi Mirim Brasil Edinho Nascimento Demitido 30 de maio Oeste 0–0 Mogi Mirim 19º Brasil Aílton Silva [57][58]
Goiás Atlético-GO Brasil Marcelo Martelotte Demitido 3 de junho Atlético-GO 0–1 Luverdense 15º Brasil Jorginho[a4] [59][60]
Minas Gerais Boa Esporte Brasil Ney da Matta Demitido 7 de junho Boa Esporte 1–2 Oeste 15º Brasil Moacir Júnior[a5] [61][62]
Alagoas CRB Brasil Alexandre Barroso Demitido 8 de junho CRB 0–1 ABC 11º Brasil Mazola Júnior [63][64]
Santa Catarina Criciúma Brasil Moacir Júnior Resignado 9 de junho Criciúma 0–3 Macaé 14º Sérvia Dejan Petković[a6] [65][66]
Pernambuco Santa Cruz Brasil Ricardinho Demitido 13 de junho Santa Cruz 0–0 Boa Esporte 18º Brasil Marcelo Martelotte [67][68]
Ceará Ceará Brasil Silas Pereira Demitido 27 de junho Oeste 2–0 Ceará 19º Brasil Geninho[a7] [69][70]
São Paulo Mogi Mirim Brasil Aílton Silva Demitido 30 de junho Mogi Mirim 0–1 CRB 20º Brasil Sérgio Guedes [71]
Paraná Paraná Brasil Nedo Xavier Demitido 8 de julho Oeste 1–0 Paraná 11ª 15º Brasil Fernando Diniz [72][73]
São Paulo Bragantino Brasil Osmar Loss Resignado 9 de julho Criciúma 1–0 Bragantino 11ª 13º Brasil Wagner Lopes [74][75]
Rio de Janeiro Botafogo Brasil René Simões Demitido 15 de julho Botafogo 0–1 Figueirense[CBr] 12ª Brasil Ricardo Gomes[a8] [76][77]
Rio Grande do Norte ABC Brasil Gilmar Dal Pozzo Demitido 15 de julho ABC 1–4 Paraná 13ª 10º Brasil Toninho Cecílio [78][79]
Goiás Atlético-GO Brasil Jorginho Demitido 21 de julho Santa Cruz 3–0 Atlético-GO 13ª 19º Brasil Gilberto Pereira[a4] [80][81]
Minas Gerais Boa Esporte Brasil Moacir Júnior Resignado 26 de julho América-MG 2–0 Boa Esporte 14ª 19º Brasil Nedo Xavier [82][83]
Ceará Ceará Brasil Geninho Demitido 2 de agosto Bragantino 3–0 Ceará 16ª 20º Brasil Marcelo Cabo [84][85]
Rio de Janeiro Macaé Brasil Marcelo Cabo Contratado pelo Ceará 3 de agosto Náutico 1–1 Macaé 16ª Brasil Josué Teixeira [85][86]
Rio Grande do Norte ABC Brasil Toninho Cecílio Resignado 15 de agosto ABC 0–1 Boa Esporte 19ª 18º Brasil Hélio dos Anjos [87][88]
Pernambuco Náutico Brasil Lisca Demitido 8 de setembro Ceará 1–0 Náutico 24ª Brasil Gilmar Dal Pozzo [89][90]
São Paulo Mogi Mirim Brasil Sérgio Guedes Resignado 17 de setembro Vitória 4–1 Mogi Mirim 26ª 20º Brasil Márcio Goiano[a9] [91][92]
Paraná Paraná Brasil Fernando Diniz Demitido 27 de setembro Paraná 1–2 Atlético-GO 28ª 12º Brasil Fernando Miguel [93][94]
Ceará Ceará Brasil Marcelo Cabo Demitido 29 de setembro Ceará 0–1 Luverdense 29ª 17º Brasil Lisca [95][96]
Santa Catarina Criciúma Sérvia Dejan Petković Demitido 5 de outubro Criciúma 0–0 Paraná 29ª 15º Brasil Roberto Cavalo[a10] [97][98]
Bahia Bahia Brasil Sérgio Soares Demitido 6 de outubro Paysandu 0–0 Bahia 30ª Brasil Charles Fabian [99][100]
Rio Grande do Norte ABC Brasil Hélio dos Anjos Demitido 9 de outubro ABC 1–1 Atlético-GO 30ª 18º Brasil Sérgio China [101][102]
São Paulo Oeste Brasil Roberto Cavalo Contratado pelo Criciúma 10 de outubro Paraná 1–1 Oeste 30ª 14º Brasil Renan Freitas (interino) [98]
São Paulo Mogi Mirim Brasil Márcio Goiano Resignado 28 de outubro Macaé 1–0 Mogi Mirim 32ª 20º Brasil Toninho Cecílio [103][104]
Rio de Janeiro Macaé Brasil Josué Teixeira Demitido 8 de novembro Macaé 0–2 Vitória 34ª 17º Brasil Toninho Andrade [105]
Minas Gerais Boa Esporte Brasil Nedo Xavier Resignado 12 de novembro Criciúma 3–0 Boa Esporte 35ª 19º Brasil Cesinha [106]
Goiás Atlético-GO Brasil Gilberto Pereira Remanejado 16 de novembro Atlético-GO 3–4 Macaé 36ª 15º Brasil João Paulo Sanches [107]
  • CBr ^ Partida válida pela Copa do Brasil.
  • A1 ^ Arlindo Maracanã comandou o Sampaio Corrêa interinamente na 1ª rodada, mesmo após o clube ter anunciado a contratação de Léo Condé.[108]
  • A2 ^ Wesley Carvalho comandou o Vitória interinamente da 3ª à 6ª rodada.[109][110][111][112]
  • A3 ^ Ademir Fesan comandou o ABC interinamente na 3ª rodada.[113]
  • A4 ^ Gilberto Pereira comandou o Atlético Goianiense interinamente na 6ª rodada e da 13ª à 28ª rodada, e foi efetivado a partir da 29ª rodada.[112][81]
  • A5 ^ Luciano Deitos comandou o Boa Esporte interinamente na 7ª rodada.[114]
  • A6 ^ Duca comandou o Criciúma interinamente na 7ª rodada.[115]
  • A7 ^ Anderson Silva comandou o Ceará interinamente na 10ª rodada.[116]
  • A8 ^ Jair Ventura comandou o Botafogo interinamente na 13ª e da 14ª à 15ª rodada, mesmo após o clube ter anunciado a contratação de Ricardo Gomes.[117][118][119]
  • A9 ^ Geraldo Meira comandou o Mogi Mirim interinamente na 27ª rodada.[120]
  • A10 ^ Luizinho Vieira comandou o Criciúma interinamente na 30ª rodada.[121]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro 2015
Série B
Rio de Janeiro
Botafogo de Futebol e Regatas
Campeão
(1º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Chevrolet é nova patrocinadora do Campeonato Brasileiro». Auto Esporte. 28 de abril de 2014. Consultado em 8 de maio de 2015 
  2. «Pode comemorar, torcedor! Botafogo vence o Luverdense e está na Série A». GloboEsporte.com. 10 de novembro de 2015. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  3. «Botafogo vence ABC em Brasília e é campeão da Série B de forma antecipada». UOL Esporte. 20 de novembro de 2015. Consultado em 20 de novembro de 2015 
  4. «Sou eu que vou! Com gols no segundo tempo, Vitória vence Luverdense e garante acesso à Série A». GloboEsporte.com. 21 de novembro de 2015. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  5. «Fim da espera! Santa Cruz vence o Mogi Mirim em Itu e volta à Série A após dez anos». GloboEsporte.com. 21 de novembro de 2015. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  6. «América-MG empata com o Ceará e garante acesso à Série A. Ceará tem sobrevida». GloboEsporte.com. 21 de novembro de 2015. Consultado em 21 de novembro de 2015 
  7. «Com paralisação e gols de Ricardinho, Ceará vence e rebaixa o Mogi Mirim». GloboEsporte.com. 31 de outubro de 2015. Consultado em 31 de outubro de 2015 
  8. «Luverdense vence, se aproxima do G-4 e rebaixa o Boa Esporte». GloboEsporte.com. 6 de novembro de 2015. Consultado em 6 de novembro de 2015 
  9. «Empate na Fonte Nova complica Bahia e decreta o rebaixamento do ABC». GloboEsporte.com. 10 de novembro de 2015. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  10. «Artilheiro marca, Ceará vence, se safa e rebaixa Macaé para a terceira divisão». ESPN. 28 de novembro de 2015. Consultado em 28 de novembro de 2015 
  11. a b «Regulamento específico da competição – Campeonato Brasileiro da Série B 2015» (PDF). CBF. 9 de março de 2015. Consultado em 8 de maio de 2015 
  12. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 24 de outubro de 2014. Consultado em 24 de maio de 2015 
  13. «Capacidade do Estádio Municipal Passo das Emas subirá para 10 mil pessoas». Prefeitura de Lucas do Rio Verde. 12 de fevereiro de 2014. Consultado em 8 de maio de 2015 
  14. «Sem Engenhão, Caio Martins pode ser solução para jogos do Bota em 2016». GloboEsporte.com. 2 de junho de 2015. Consultado em 2 de junho de 2015 
  15. «De malas prontas para Osasco, Oeste deve ter longa estadia fora de Itápolis». GloboEsporte.com. 12 de maio de 2015. Consultado em 17 de maio de 2015 
  16. «Ceará tem jogo da Série B transferido para o estádio Presidente Vargas». O Povo. 7 de maio de 2015. Consultado em 5 de setembro de 2015 
  17. «Com portões fechados, Pituaçu recebe Bahia e Mogi Mirim pela Série B». ESPN Brasil. 15 de maio de 2015. Consultado em 5 de setembro de 2015 
  18. «Ingressos para Atlético-GO x Botafogo, no Mané Garrincha, estão à venda». Superesportes. 19 de maio de 2015. Consultado em 5 de setembro de 2015 
  19. «Papão e Cobra Coral se enfrentam na Curuzu». Diário Online. 2 de junho de 2015. Consultado em 6 de setembro de 2015 
  20. «Sob jejum como mandante, ABC luta contra o Santa Cruz em nova casa». GloboEsporte.com. 4 de setembro de 2015. Consultado em 5 de setembro de 2015 
  21. «Botafogo vai encarar o Mogi Mirim no Estádio Kleber Andrade». Gazeta Online. 20 de agosto de 2015. Consultado em 12 de setembro de 2015 
  22. «Mogi Mirim perde para o ABC por 3 a 1 e atinge sua 21ª derrota no torneio». Federação Paulista de Futebol. 13 de novembro de 2015. Consultado em 16 de novembro de 2015 
  23. «Brasileirão Série B – Artilharia». CBF. Consultado em 28 de novembro de 2015 
  24. «Com hat-trick de Robert, Sampaio Corrêa vence Ceará e encosta no G-4». GloboEsporte.com. 6 de junho de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  25. «Zé Carlos marca três, CRB ganha do Macaé e se reabilita na Série B». Estadão. 20 de junho de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  26. «Com três de Zé Carlos, CRB vence o Paysandu e se recupera na Série B». GloboEsporte.com. 25 de julho de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  27. «Carlão estreia com hat-trick, mas Paraná vacila no fim e sofre virada do ex-lanterna Ceará». Banda B. 23 de agosto de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  28. «Com três de Navarro, Botafogo goleia Atlético-GO e retoma ponta da Série B». GloboEsporte.com. 1 de setembro de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  29. «Sassá faz três, Botafogo goleia Náutico e pode subir já na próxima rodada». ESPN. 24 de outubro de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  30. «Com três gols de Nádson, Sampaio vence o ABC e cola no G-4 da Série B». GloboEsporte.com. 31 de outubro de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2017 
  31. «Boletim Financeiro: Ceará 1x0 Macaé» (PDF). CBF. 28 de novembro de 2015. Consultado em 1 de dezembro de 2015 
  32. «Boletim Financeiro: Santa Cruz 1x0 Botafogo» (PDF). CBF. 8 de agosto de 2015. Consultado em 12 de agosto de 2015 
  33. «Boletim Financeiro: Vitória 3x0 Luverdense» (PDF). CBF. 21 de novembro de 2015. Consultado em 25 de novembro de 2015 
  34. «Boletim Financeiro: Ceará 0x0 Botafogo» (PDF). CBF. 7 de julho de 2015. Consultado em 14 de julho de 2015 
  35. «Boletim Financeiro: Bahia 1x3 Vitória» (PDF). CBF. 3 de outubro de 2015. Consultado em 6 de outubro de 2015 
  36. «Boletim Financeiro: Santa Cruz 3x1 Vitória» (PDF). CBF. 28 de novembro de 2015. Consultado em 2 de dezembro de 2015 
  37. «Boletim Financeiro: Bahia 1x1 Botafogo» (PDF). CBF. 25 de julho de 2015. Consultado em 29 de julho de 2015 
  38. «Boletim Financeiro: Paysandu 2x0 Atlético-GO» (PDF). CBF. 30 de junho de 2015. Consultado em 3 de julho de 2015 
  39. «Boletim Financeiro: Bahia 1x2 Santa Cruz» (PDF). CBF. 7 de novembro de 2015. Consultado em 19 de novembro de 2015 
  40. «Boletim Financeiro: Ceará 1x1 Criciúma» (PDF). CBF. 10 de julho de 2015. Consultado em 17 de julho de 2015 
  41. «Boletim Financeiro: Boa 0x1 Mogi Mirim» (PDF). CBF. 8 de setembro de 2015. Consultado em 11 de setembro de 2015 
  42. «Boletim Financeiro: Boa 2x1 Macaé» (PDF). CBF. 11 de agosto de 2015. Consultado em 15 de agosto de 2015 
  43. «Boletim Financeiro: Luverdense 2x0 Mogi Mirim» (PDF). CBF. 27 de novembro de 2015. Consultado em 1 de dezembro de 2015 
  44. «Boletim Financeiro: Boa 1x3 Santa Cruz» (PDF). CBF. 15 de setembro de 2015. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  45. «Boletim Financeiro: Boa 3x0 Bragantino» (PDF). CBF. 27 de junho de 2015. Consultado em 30 de junho de 2015 
  46. «Boletim Financeiro: Mogi Mirim 0x1 CRB» (PDF). CBF. 27 junho de 2015. Consultado em 30 de junho de 2015 
  47. «Boletim Financeiro: Boa 1x2 Paraná» (PDF). CBF. 1 de setembro de 2015. Consultado em 8 de setembro de 2015 
  48. «Boletim Financeiro: Mogi Mirim 2x1 Náutico» (PDF). CBF. 7 de julho de 2015. Consultado em 9 de julho de 2015 
  49. «Boletim Financeiro: Boa 2x0 ABC» (PDF). CBF. 24 de novembro de 2015. Consultado em 1 de dezembro de 2015 
  50. «Boletim Financeiro: Mogi Mirim 0x0 Oeste» (PDF). CBF. 4 de setembro de 2015. Consultado em 10 de setembro de 2015 
  51. «Ranking de Público». SrGoool.com.br. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  52. «Série B: Sampaio Corrêa contrata Léo Condé, técnico de destaque no Campeonato Mineiro». Futebol Interior. 8 de maio de 2015. Consultado em 9 de maio de 2015 
  53. «Após só 11 jogos, Vitória anuncia demissão do técnico Claudinei Oliveira». ESPN. 20 de maio de 2015. Consultado em 20 de maio de 2015 
  54. «Mancini desembarca em Salvador e comanda Vitória a partir de segunda». GloboEsporte.com. 5 de junho de 2015. Consultado em 5 de junho de 2015 
  55. «ABC demite Josué Teixeira». Tribuna do Norte. 20 de maio de 2015. Consultado em 20 de maio de 2015 
  56. «ABC acerta com técnico Gilmar Dal Pozzo». Futebol Interior. 25 de maio de 2015. Consultado em 25 de maio de 2015 
  57. «Rivaldo anuncia demissão de Edinho do Mogi: "Futebol vive de resultados"». GloboEsporte.com. 31 de maio de 2015. Consultado em 31 de maio de 2015 
  58. «Aílton Silva é o escolhido de Rivaldo para substituir Edinho no Mogi». Futebol Interior. 1 de junho de 2015. Consultado em 1 de junho de 2015 
  59. «Marcelo Martelotte é demitido pelo Atlético Goianiense». Futebol Interior. 3 de junho de 2015. Consultado em 3 de junho de 2015 
  60. «Atlético-GO contrata técnico Jorginho para tentar sair do sufoco na Série B». GloboEsporte.com. 9 de junho de 2015. Consultado em 9 de junho de 2015 
  61. «Boa Esporte dispensa Ney da Matta após derrota para o Oeste por 2 a 1». Futebol Interior. 7 de junho de 2015. Consultado em 7 de junho de 2015 
  62. «Boa Esporte anuncia Moacir Júnior, ex-Criciúma, como novo treinador». GloboEsporte.com. 15 de junho de 2015. Consultado em 15 de junho de 2015 
  63. «Alexandre Barroso não é mais técnico do CRB». Alagoas 24 Horas. 8 de junho de 2015. Consultado em 8 de junho de 2015 
  64. «Ex-Bragantino e Paysandu, Mazola Júnior é o novo técnico do CRB». Futebol Interior. 8 de junho de 2015. Consultado em 8 de junho de 2015 
  65. «Moacir Júnior pede demissão e deixa o comando técnico do Criciúma». GloboEsporte.com. 9 de junho de 2015. Consultado em 10 de junho de 2015 
  66. «Após terceiro revés, executivo anuncia Petkovic como treinador do Criciúma». GloboEsporte.com. 12 de junho de 2015. Consultado em 13 de junho de 2015 
  67. «Santa Cruz finalmente confirma demissão de Ricardinho». Futebol Interior. 13 de junho de 2015. Consultado em 13 de junho de 2015 
  68. «Após demitir Ricardinho, Santa Cruz anuncia volta de Marcelo Martelotte». GloboEsporte.com. 13 de junho de 2015. Consultado em 13 de junho de 2015 
  69. «Após nova derrota, Silas Pereira deixa comando técnico do Ceará». GloboEsporte.com. 27 de junho de 2015. Consultado em 27 de junho de 2015 
  70. «Geninho é anunciado como novo treinador do Ceará para a temporada». GloboEsporte.com. 1 de julho de 2015. Consultado em 1 de julho de 2015 
  71. «Rivaldo demite Aílton Silva no Mogi Mirim e contrata Sérgio Guedes, ex-Ponte Preta». Futebol Interior. 30 de junho de 2015. Consultado em 30 de junho de 2015 
  72. «Após derrota, Paraná Clube anuncia a saída do técnico Nedo Xavier». GloboEsporte.com. 8 de julho de 2015. Consultado em 9 de julho de 2015 
  73. «Ex-Audax, Fernando Diniz é o novo técnico do Paraná Clube». GloboEsporte.com. 8 de julho de 2015. Consultado em 9 de julho de 2015 
  74. «Após três derrotas, Osmar Loss deixa Bragantino e volta à base do Timão». GloboEsporte.com. 9 de julho de 2015. Consultado em 9 de julho de 2015 
  75. «Wagner Lopes é anunciado como novo técnico do Braga para Série B». GloboEsporte.com. 9 de julho de 2015. Consultado em 9 de julho de 2015 
  76. «René Simões não resiste à eliminação da Copa do Brasil e deixa o Botafogo». GloboEsporte.com. 15 de julho de 2015. Consultado em 15 de julho de 2015 
  77. «Após quatro anos, Ricardo Gomes volta ao futebol e assume o Botafogo». GloboEsporte.com. 22 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2015 
  78. «Retrospecto em casa derruba Gilmar Dal Pozzo do comando do ABC». GloboEsporte.com. 15 de julho de 2015. Consultado em 15 de julho de 2015 
  79. «ABC acerta com técnico Toninho Cecílio para a sequência da Série B». Estadão. 16 de julho de 2015. Consultado em 17 de julho de 2015 
  80. «Na vice-lanterna, Atlético-GO demite técnico Jorginho». Futebol Interior. 21 de julho de 2015. Consultado em 21 de julho de 2015 
  81. a b «Com moral: Gilberto Pereira é efetivado como treinador rubro-negro, revela Adson». Portal 730. 1 de outubro de 2015. Consultado em 23 de outubro de 2015 
  82. «Moacir Júnior deixa o comando do Boa Esporte após 40 dias de trabalho». GloboEsporte.com. 26 de julho de 2015. Consultado em 26 de julho de 2015 
  83. «Ele voltou: Nedo Xavier é anunciado pela diretoria do Boa Esporte». GloboEsporte.com. 27 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  84. «Após derrota para o Bragantino, Geninho deixa comando do Ceará». GloboEsporte.com. 2 de agosto de 2015. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  85. a b «Marcelo Cabo deixa o Macaé para comandar o Ceará, lanterna da Série B». GloboEsporte.com. 3 de agosto de 2015. Consultado em 3 de agosto de 2015 
  86. «Reunião define: Josué Teixeira é o novo treinador do Macaé na Série B». GloboEsporte.com. 4 de agosto de 2015. Consultado em 7 de agosto de 2015 
  87. «Após seis jogos sem vitória, técnico Toninho Cecílio entrega cargo no ABC». GloboEsporte.com. 15 de agosto de 2015. Consultado em 15 de agosto de 2015 
  88. «Para fugir da degola, ABC-RN anuncia técnico Hélio dos Anjos». Terra Esportes. 18 de agosto de 2015. Consultado em 18 de agosto de 2015 
  89. «Após nova derrota na Série B, agora para o Ceará, Náutico demite Lisca». GloboEsporte.com. 8 de setembro de 2015. Consultado em 8 de setembro de 2015 
  90. «Náutico acerta contratação do técnico Gilmar Dal Pozzo, ex-ABC». GloboEsporte.com. 8 de setembro de 2015. Consultado em 8 de setembro de 2015 
  91. «EXCLUSIVO! Sérgio Guedes não é mais treinador do Mogi Mirim na Série B». Futebol Interior. 17 de setembro de 2015. Consultado em 17 de setembro de 2015 
  92. «Márcio Goiano retorna ao Mogi Mirim e vira o quinto técnico do time no ano». GloboEsporte.com. 22 de setembro de 2015. Consultado em 22 de setembro de 2015 
  93. «Após derrota em casa, Paraná anuncia a saída do técnico Fernando Diniz». GloboEsporte.com. 27 de setembro de 2015. Consultado em 1 de outubro de 2015 
  94. «Elenco do Paraná aprova manutenção de Fernando Miguel como treinador». GloboEsporte.com. 30 de setembro de 2015. Consultado em 1 de outubro de 2015 
  95. «Após nova derrota na Série B, Marcelo Cabo não é mais técnico do Ceará». GloboEsporte.com. 29 de setembro de 2015. Consultado em 1 de outubro de 2015 
  96. «Após saída de Marcelo Cabo, Lisca assume o comando do Ceará». GloboEsporte.com. 30 de setembro de 2015. Consultado em 1 de outubro de 2015 
  97. «Criciúma oficializa demissão de Pet, Ximenes e Marcos Moura Teixeira». GloboEsporte.com. 5 de outubro de 2015. Consultado em 5 de outubro de 2015 
  98. a b «Criciúma "rouba" Roberto Cavalo do Oeste na Série B». Futebol Interior. 10 de outubro de 2015. Consultado em 10 de outubro de 2015 
  99. «Após empate com o Paysandu, Bahia demite o treinador Sérgio Soares». GloboEsporte.com. 6 de outubro de 2015. Consultado em 7 de outubro de 2015 
  100. «Bahia adere a solução caseira e anuncia efetivação de Charles Fabian». GloboEsporte.com. 7 de outubro de 2015. Consultado em 7 de outubro de 2015 
  101. «Após 11 jogos sem vitórias, Hélio dos Anjos deixa comando do ABC». GloboEsporte.com. 9 de outubro de 2015. Consultado em 9 de outubro de 2015 
  102. «Ex-Salgueiro, Sérgio China é o novo técnico do ABC e se apresenta sábado». GloboEsporte.com. 9 de outubro de 2015. Consultado em 9 de outubro de 2015 
  103. «Goiano deixa Mogi Mirim à beira de rebaixamento e força uso de interino». GloboEsporte.com. 28 de outubro de 2015. Consultado em 30 de outubro de 2015 
  104. «De olho em 2016, Mogi fecha com sexto técnico no ano: Toninho Cecílio». GloboEsporte.com. 30 de outubro de 2015. Consultado em 30 de outubro de 2015 
  105. «Josué não resiste à entrada no Z-4 e é demitido do Macaé; Toninho é o eleito». GloboEsporte.com. 8 de novembro de 2015. Consultado em 8 de novembro de 2015 
  106. «Após rebaixamento, Nedo Xavier deixa o comando do Boa Esporte». GloboEsporte.com. 12 de novembro de 2015. Consultado em 27 de novembro de 2015 
  107. «Atlético Goianiense tira Gilberto Pereira do cargo de técnico e promove auxiliar». GloboEsporte.com. 16 de novembro de 2015. Consultado em 20 de novembro de 2015 
  108. «Vitória recebe Sampaio Corrêa para iniciar trajetória de volta à elite». ESPN. 8 de maio de 2015. Consultado em 2 de junho de 2015 
  109. «No primeiro teste após a queda de Claudinei, Vitória recebe Bragantino». ESPN. 22 de maio de 2015. Consultado em 5 de junho de 2015 
  110. «Wesley Carvalho elogia time do Vitória após derrota». Esporte Interativo. 30 de maio de 2015. Consultado em 5 de junho de 2015 
  111. «Com gols da dupla de zagueiros, Vitória bate o Criciúma e se aproxima do G-4». GloboEsporte.com. 2 de junho de 2015. Consultado em 5 de junho de 2015 
  112. a b «Duelo de técnicos interinos: Vitória e Atlético-GO se enfrentam no Barradão». GloboEsporte.com. 5 de junho de 2015. Consultado em 5 de junho de 2015 
  113. «Ademir Fesan revela ter estudado o Luverdense e prevê ABC mais forte». GloboEsporte.com. 21 de maio de 2015. Consultado em 25 de maio de 2015 
  114. «Sem inspiração, Santa Cruz e Boa Esporte não saem do zero no Arruda». GloboEsporte.com. 12 de junho de 2015. Consultado em 15 de junho de 2015 
  115. «Campeão na base, interino Duca assume o Criciúma». Terra Esportes. 10 de junho de 2015. Consultado em 13 de junho de 2015 
  116. «Ainda sem técnico definido, Ceará será comandado por Anderson Silva». GloboEsporte.com. 29 de junho de 2015. Consultado em 1 de julho de 2015 
  117. «Jair Ventura celebra vitória com crias da base: "Em casa, tinha de vencer"». GloboEsporte.com. 18 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2015 
  118. «Jair Ventura elogia jovens, mas admite gosto amargo: "Tivemos bola do jogo"». GloboEsporte.com. 25 de julho de 2015. Consultado em 26 de julho de 2015 
  119. «Botafogo e Criciúma empatam sem gols em jogo sonolento no Engenhão». GloboEsporte.com. 28 de julho de 2015. Consultado em 29 de julho de 2015 
  120. «Interino lamenta falta de tempo com o Mogi e critica arbitragem: "Prejudicou"». GloboEsporte.com. 21 de setembro de 2015. Consultado em 22 de setembro de 2015 
  121. «Após derrota, Luizinho Vieira pede tranquilidade para 'momento perigoso'». GloboEsporte.com. 6 de outubro de 2015. Consultado em 14 de outubro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Série B 2014
19 de abril29 de novembro
Série B 2015
8 de maio28 de novembro
Sucedido por
Série B 2016
14 de maio26 de novembro