Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Melão
Estádio Dilzon Melo
Boa Ec Melão.jpg
Visão interna do Melão.
Sisbrace: Soccerball shade.svg Soccerball shade.svg Soccerball shade.svg[1]
Nomes
Nome Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo
Apelido Melão, Gigante do Sion
Características
Local Varginha, MG, Brasil
Gramado Grama natural (105 x 68 m[2])
Capacidade 15.471 espectadores[3]
Construção
Data 1988
Inauguração
Data 7 de outubro de 1988
Recordes
Público recorde 19.900 pessoas
Data recorde 23 de Abril de 1989
Partida com mais público Flamengo-MG 1 x 0 Cruzeiro
Outras informações
Remodelado 2003
Proprietário Prefeitura Municipal
Mandante Boa EC
Varginha EC (VEC)
Varginha Rugby

O Estádio Municipal Prefeito Dilzon Luiz de Melo, popularmente conhecido como Melão (em decorrência do sobrenome Melo), é um estádio de futebol brasileiro, localizado na cidade de Varginha, no sul do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

O estádio foi construído, às pressas, em 1988.[2]

O Melão foi palco do primeiro jogo que a seleção brasileira realizou se preparando para a Copa de 1994, uma vitória sobre a Iugoslávia por 3x1 em 30 de outubro de 1991.[4] A campanha vitoriosa a partir deste jogo (era a reestreia do técnico Carlos Alberto Parreira) culminou com a conquista do Tetracampeonato Mundial de Futebol.

Em 2012, a equipe do Cruzeiro mandou alguns de seus jogos pelo Campeonato Brasileiro no estádio. Penalizado por conta de incidentes no clássico contra o Atlético Mineiro, no ano anterior, a equipe perdeu o mando de campo em Belo Horizonte para os dois primeiros jogos da competição. O primeiro jogo foi em Uberlândia, porém, devido ao pequeno número de torcedores presentes no primeiro jogo (contra o Atlético Goianiense), a diretoria solicitou a mudança da segunda partida (contra o Sport) para Varginha.[5] Em setembro, o clube foi punido novamente, dessa vez com a perda de seis mandos de campo, por causa de objetos arremessados no gramado do estádio Independência, também durante jogo contra o Atlético Mineiro.[6]

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

O Estádio foi construído durante a gestão do Prefeito Dilzon Luiz de Melo, de 1983 a 1988, e em sua homenagem ostenta o seu nome. Este, desde 1991 ocupa o cargo de deputado estadual em Minas Gerais, sendo o atual primeiro secretário da Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

Capacidade[editar | editar código-fonte]

Foi construído com um projeto inicial que chegaria a 45.000 lugares, mas após terminado sua capacidade ficou registrada com 20.000 lugares. Pelas atuais normas de segurança sua capacidade é de 15.471 torcedores,[3] e com o Mineirão fechado para reformas ele fica na 7ª posição entre os maiores estádios de Minas Gerais, estando atrás apenas dos estádios Parque do Sabiá em Uberlândia com 50.000 lugares,[3] do Helenão em Juiz de Fora com 31.863 lugares, da Arena Independencia em Belo Horizonte com 23.018 lugares, da Arena do Jacaré em Sete Lagoas com 19.834 lugares,[3] e do Mandusão em Pouso Alegre, com 17.000 lugares, e do Lamegão em Ipatinga com 16.000 lugares.[3]

Clubes mandantes[editar | editar código-fonte]

Os seguintes clubes mandam seus jogos no Melão, atualmente:

Futebol[editar | editar código-fonte]

Rugby[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ministério do Esporte: Sistema Brasileiro de Classificação de Estádios» (PDF). 28 de janeiro de 2016. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  2. a b «FMF oficializa clássico em Varginha». Superesportes. 17 de março de 2011. Consultado em 20 de novembro de 2012 
  3. a b c d e «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (Rev. 3)» (PDF). CBF. 13 de janeiro de 2012. p. 59. Consultado em 13 de outubro de 2012 
  4. «Seleção Brasileira (Brazilian National Team) 1990-1991» (em português brasileiro e inglês). RSSSF - The Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. 4 de junho de 2011. Consultado em 20 de novembro de 2012 
  5. «Cruzeiro pede, e jogo contra o Sport vai ser no Melão, em Varginha». GloboEsporte.com. 24 de maio de 2012. Consultado em 20 de novembro de 2012 
  6. «Punido, Cruzeiro mandará três jogos em Varginha». Portal Terra. 10 de setembro de 2012. Consultado em 20 de novembro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.