Estádio Municipal Radialista Mario Helênio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mário Helênio
Entrada do estádio
Nomes
Nome Estádio Municipal Radialista Mário Helênio
Apelido Helenão
Antigos nomes Manchestão
Características
Local Juiz de Fora, MG, Brasil
Gramado Grama natural (105 x 68 m[1] )
Capacidade 31.863 pessoas[2]
Construção
Data 1988
Inauguração
Data 30 de Outubro de 1988
Partida inaugural Sport JF 2 x 0 Tupi
Primeiro gol Ronaldo do Sport JF
Recordes
Público recorde 53.458 pagantes (62.180 presentes)[3]
Data recorde 30 de Outubro de 1988
Partida com mais público Sport-JF 2x0 Tupi
Outras informações
Proprietário Prefeitura Municipal
Mandante Tupi Football Club

Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, também conhecido como Helenão ou Municipal de Juiz de Fora, é um estádio localizado em Juiz de Fora, Minas Gerais. Batizado originalmente de Estádio Regional, teve seu nome alterado em homenagem à Mário Helênio, que foi considerado o maior radialista esportivo da cidade[4] .

O estádio não foi construído na orientação norte-sul[5] , como recomenda a Fifa[6] . Desse modo, nos jogos realizados durante o dia, os jogadores ficam desprotegidos do ofuscamento produzido pelos raios solares.

História[editar | editar código-fonte]

Inaugurado em outubro de 1988, o Estádio Municipal Radialista Mário Helênio ocupa área de 90 mil metros quadrados no bairro Aeroporto, a quatro quilômetros do centro da cidade. Os jogadores dispõem de dois vestiários, duas quadras de aquecimento, além de completo departamento médico, inclusive com sala de ortopedia. As federações utilizam a sala de arrecadação e os árbitros têm um vestiário exclusivo. Há uma sala para policiamento e o trabalho de divulgação é feito através de dez cabines de rádio e televisão e da sala de imprensa.

A rodada dupla da inauguração, teve a vitória do Sport-JF sobre o Tupi-JF por 2 a 0 no primeiro jogo e a vitória do Flamengo sobre o Argentinos Juniors por 2 a 1 na segunda partida.[7]

O serviço de telefonia comporta a transmissão simultânea de até 100 emissoras de rádio. O estádio possui, ainda, serviço de informações por alto-falante.

Em 2 de dezembro de 1989, recebeu Flamengo e Fluminense na despedida de Zico, que marcou o primeiro gol da partida, de falta, na vitória do Flamengo por 5 a 0, em disputa válida pelo Campeonato Brasileiro daquele ano.

Recebeu o jogo da primeira final da copa da Primeira Liga 2016, entre Fluminense-RJ e Atlético-PR no dia 20 de abril de 2016, com carga limitada a 27.300 ingressos pela Polícia Militar local por questões de segurança[8] de 31.863 lugares da capacidade do estádio, então. Nessa ocasião o Fluminense Football Club sagrou-se campeão da Primeira Liga do Brasil ao vencer a equipe paranaense por 1 a 0 perante 23.985 torcedores[9] , e muitos lugares vazios no setor destinado ao Atlético-PR[10] .

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estádio Municipal Radialista Mario Helênio
Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.