Pouso Alegre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para o distrito baiano, veja Pouso Alegre (Maiquinique).
Pouso Alegre
  Município do Brasil  
Vista parcial da região central
Vista parcial da região central
Símbolos
Bandeira de Pouso Alegre
Bandeira
Brasão de armas de Pouso Alegre
Brasão de armas
Hino
Gentílico pouso-alegrense[1]
Localização
Localização de Pouso Alegre em Minas Gerais
Localização de Pouso Alegre em Minas Gerais
Mapa de Pouso Alegre
Coordenadas 22° 13' 49" S 45° 56' 56" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região intermediária[2] Pouso Alegre
Região imediata[2] Pouso Alegre
Municípios limítrofes Congonhal, São Sebastião da Bela Vista, Silvianópolis, Espírito Santo do Dourado, Borda da Mata, Estiva, Cachoeira de Minas e Santa Rita do Sapucaí
Distância até a capital 373 km
História
Fundação 19 de outubro de 1848 (173 anos)
Aniversário 19 de outubro
Administração
Distritos
Prefeito(a) Rafael Simões (DEM, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 542,797 km²
População total (Estimativa IBGE/2021[5]) 154 293 hab.
Densidade 284,3 hab./km²
Clima tropical de altitude
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 37549-000 a 37562-999[4]
Indicadores
 • Posição MG: 12°
PIB (IBGE/2019[6]) R$ 8 789 903,11 mil
PIB per capita (IBGE/2019[6]) R$ 58 312,84
Outras informações
Padroeiro(a) Senhor Bom Jesus[7]
Sítio www.pousoalegre.mg.gov.br/ (Prefeitura)
www.cmpa.mg.gov.br (Câmara)

Pouso Alegre é um município brasileiro no estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Localiza-se no sul mineiro e sua população estimada em julho de 2021 era de 154 293 habitantes.[1] Localiza-se a uma latitude 22º13'48" sul e a uma longitude 45º56'11" oeste, estando a uma altitude de 832 metros.

História[editar | editar código-fonte]

A vila de Pouso Alegre foi instalada em 7 de maio de 1832, desmembrada de Campanha, e elevada a cidade em 19 de outubro de 1848.[8]

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[9] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Pouso Alegre.[2] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Pouso Alegre, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Sul e Sudoeste de Minas.[10]

Pouso Alegre localiza-se às margens da Rodovia Fernão Dias, a 373 km de Belo Horizonte. A altitude máxima encontrada no município é de 1.347 metros (na Serra de Santo Antônio) e a altitude mínima é de 810 metros (na foz do Rio Cervo).[11] A área arborizada é abundante em certos bairros e a qualidade do ar é boa. Pouso Alegre possui um Parque Ecológico Municipal, com trilhas e local de prática de arborismo e esportes radicais.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Banham o município os rios Sapucaí, Sapucaí-Mirim, Cervo, Mandu e Itaim.

Clima[editar | editar código-fonte]

Pouso Alegre, por estar numa região serrana de Minas Gerais (altitude de 830 metros) possui um clima tropical de altitude, as chuvas de verão são muito mais abundantes do que as de inverno, e no inverno, as massas polares vindas do polo sul, pode provocar o fenômeno da geada.

  • Média anual: 17,8
  • Máxima já registrada: 40,0 °C
  • Mínima já registrada: -2 °C
  • Média máxima anual: 26,8 °C
  • Média mínima anual: 12,5 °C

Demografia[editar | editar código-fonte]

O município é o segundo mais populoso da região sul-mineira e o 17º maior do estado. Embora com grande população urbana, estima-se que aproximadamente 10 mil habitantes habitam a zona rural. A cidade concentra o segundo maior eleitorado do sul de Minas.[12]

Religião[editar | editar código-fonte]



Circle frame.svg

Religiões em Pouso Alegre(2010)[13]

  Protestantismo (20%)
  Sem religião (4%)
  Espírita (2%)
  Testemunhas de Jeová (1%)
  Outras religiões (1%)

Segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010, 72% dos habitantes do município eram católicos romanos, 20% eram evangélicos, 4% não tinham religião, 2% eram espíritas, 1% eram testemunhas de Jeová e 1% professavam outras religiões.[13]

Religião católica[editar | editar código-fonte]

A diocese de Pouso Alegre foi criada em 4 de agosto de 1900, desmembrada das dioceses de São Paulo e Mariana, e elevada a arquidiocese em 14 de abril de 1962.[14] A sé episcopal está na catedral metropolitana, erguida no local em que, em 1802, fora construída uma capela dedicada ao Senhor Bom Jesus.[15]

Protestantismo[editar | editar código-fonte]

Dentre as denominações protestantes em Pouso Alegre, a maioria são pentecostais, cerca de 12% da população do município. A Assembleia de Deus é o maior grupo pentecostal, com 6% da população, seguida pela Congregação Cristã no Brasil com 2% e pela Igreja do Evangelho Quadrangular, também com 2% da população do município.[13]

Economia[editar | editar código-fonte]

Destaque para a praça Senador José Bento e a Catedral Metropolitana, uma das maiores do estado.

Pouso Alegre possui o principal entroncamento rodoviário da região, cortado por cinco rodovias, sendo três estaduais e duas federais e a 110 km da Rodovia Dom Pedro (SP) que constituem ligações diretas com grandes centros consumidores, como Campinas, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Belo Horizonte e São Paulo, razão pela qual há mais 70 empresas de logística instaladas na cidade. Em Pouso Alegre há 16 agências bancárias e um posto avançado do BNDES. Ainda existem pequenos postos bancários na Justiça Federal, Ministério do Trabalho e na Univás.

A logística da cidade atraiu a instalação do centro de distribuição da Unilever.

Pouso Alegre possui o 18ª maior Produto Interno Bruto do estado e o 2º maior da região do Sul de Minas. A economia do município cresceu rapidamente nos últimos anos devido à chegada de diversas empresas e indústrias multinacionais. Os dados sobre o PIB remontam ao ano de 2011 e foi divulgado em dezembro de 2013. No período analisado, a soma de todas as riquezas produzidas no município alcançaram R$ 3,408 bilhões[16].

Comércio, saúde e prestação de serviços[editar | editar código-fonte]

A Av. Doutor Lisboa é o principal centro de comércio da cidade.
Marques Plaza Hotel em 2009. Conta com um heliponto privado para duas aeronaves. É o mais luxuoso do município.

Pouso Alegre é referência em saúde e comércio para as cidades vizinhas. Há inúmeras clínicas de saúde, centro de medicina nuclear e três hospitais, sendo o maior deles o Hospital das Clínicas Samuel Libânio, que conta com um centro oncológico, um hemocentro estadual, pertencente a Fundação Hemominas, que recebe cerca de 70 candidatos a doação por dia, atendendo a demanda de hemocomponentes de cerca de 52 municípios da região.

A cidade é um polo regional, voltada para a área comercial e industrial. Há mais de 4.500 pontos comerciais pelo município, segundo os dados da Associação de Comércio e Indústria de Pouso Alegre (ACIPA). Em 2011 foi iniciada a construção do Serra Sul Shopping[17], com localização estratégica no entroncamento rodoviário de duas das mais movimentadas rodovias da região BR-381 x BR-459.

Agricultura[editar | editar código-fonte]

Pouso Alegre se destaca no setor, o que justifica o fato de possuir a maior população rural do sul de Minas e uma das maiores de MG, ao todo são 10.984 habitantes no campo, de acordo com o censo do IBGE 2010.

A EPAMIG mantém no município o Núcleo Tecnológico EPAMIG (batata e morango) e uma Estação Experimental de Pouso Alegre (fazenda). Pouso Alegre é o segundo maior produtor de morango em Minas, com 17,7 mil toneladas segundo dados do IBGE e conta com uma unidade de conservação e comercialização do produto. Em 2011, a cidade reivindicou junto ao estado a criação do Polo de Excelência da Batata e do Morango.

A Produção de Batatas no Sul de Minas está localizada em um raio de 100 km de Pouso Alegre. O clima ameno faz com que esta região seja privilegiada, e possibilita o plantio e a colheita da batata durante todo o ano. Além disso, é indiscutível sua importância na movimentação da economia destas cidades, pois é responsável por mais de 100 mil empregos diretos.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2013 foi inaugurado o SerraSul Shopping[17], com 143 lojas e 35.260,94 m² de área construída. Ocupa um terreno de 145.000 m² próximo ao entroncamento das rodovias BR-381 e BR-459. Em janeiro de 2021 havia 33 lojas em funcionamento.[18]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Atrações[editar | editar código-fonte]

Parque Municipal de Pouso Alegre
Mercado Municipal
  • Capela Pântano dos Rosas
  • 14º GAC (Grupo de Artilharia de Campanha)
  • Antiga Estação Ferroviária (Hoje centro de Convivência do Idoso)
  • Capela Nossa Senhora Aparecida (Remonta)
  • Capela Nossa Senhora de Fátima
  • Capela Santa Doroteia
  • Capela Santa Teresinha (Fachada réplica da capela do Carmelo de Lisieux)
  • Capela São Benedito
  • Carmelo da Sagrada Família (Monjas Carmelitas Descalças)
  • Catedral Metropolitana de Pouso Alegre
  • Conservatório Estadual de Música
  • Cristo Redentor (A terceira maior réplica do Brasil, no Bairro São João)
  • Estádio Municipal Irmão Gino Maria Rossi, conhecido como "Manduzão" (referência ao principal rio do município), inaugurado em 1997, tem capacidade para 25.000 pessoas (um dos maiores do estado), tem formato circular.
  • Feira do Livro Espírita
  • Galeria Artigas
  • Mercado Municipal
  • Minas de Água mineral, destaque para o fontanário da Mina do Machado
  • Museu Histórico
  • Museu Municipal
  • Palácio Episcopal
  • Parque Natural Municipal de Pouso Alegre(Antigo Horto)
  • Pastéis de farinha de milho (tombado patrimônio histórico da cidade, pode ser encontrado facilmente nas principais ruas de Pouso Alegre)
  • Praça João Pinheiro
  • Primeira Fonte Luminosa do Brasil (instalada em 1935 - Projetada e executada por Antonio Correa Beraldo, e é localizada na Praça Senador José Bento)
  • Quarta na Praça (Evento realizado semanalmente na Praça João Pinheiro)
  • Santuário
  • SerraSul Shopping (143 lojas, multiplex com 4 salas e área de lazer)
  • Teatro Municipal (que é uma réplica do Teatro de Milão)
  • Estação Ferroviária Turística (atualmente desativada) [19]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Fachada do Theatro Municipal de Pouso Alegre.
Centro Cultural Cleonice Bonillo Fernandes.

Após um período de inatividade, os Jogos Florais foram reativados pela secretaria de cultura, esporte, lazer e turismo do município, com apoio da Prefeitura e da Academia Pousoalegrense de Letras que ampliou os Jogos Florais incluindo haicai, soneto, poesia livre, conto e crônica entre as modalidades do concurso.

Esses jogos voltaram a sofrer interrupção a partir de 2009.

Festival de Teatro[editar | editar código-fonte]

Ocorre no mês de Outubro a Mostra Lafayette Galvão de Teatro de Pouso Alegre, com oficinas e apresentações de peças locais e nacionais nas praças e no teatro municipal. A cidade possui ainda as seguintes companhias de teatro: Grupo Teatro Experimental de Pouso Alegre, um dos principais grupos de teatro da cidade, levando o nome da cidade a grandes festivais pelo país e a Em Palco Companhia de Teatro e Eventos Ltda que participa da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, campanhas educativas no trânsito e meio ambiente. Realiza projetos culturais nas escolas e trabalha com Marketing de Guerrilha no comércio da região e no interior de São Paulo.

Cinema[editar | editar código-fonte]

N.I.C. (Núcleo Independente de Cinema), formado em 2007, por profissionais técnicos e graduados em Cinema, o grupo possui 5 curtas metragens, 4 documentários e trabalha em seu primeiro longa metragem com estreia prevista para o começo de 2012. Seus trabalhos ja foram exibidos em festivais, mostras e na TV.

A cidade conta com cinco salas de cinema, sendo quatro no SerraSul Shopping e outra no Galeria P.A. Shopping.

Natal de Luzes[editar | editar código-fonte]

Iluminação de Natal na Catedral Metropolitana, 2018.

Inaugurado no dia 8 de dezembro de 2009, o Natal de Luzes de Pouso Alegre foi recebido com muita alegria. No dia da inauguração houve Cantata das Crianças, fogos de artifício, a iluminação de todos os prédios municipais (inclusive a Catedral Metropolitana) e a chegada do Papai Noel de rapel na torre direita da Catedral.

Em 2010, produzido pela ACIPA, foi inaugurado com a presença da orquestra sinfônica de Ribeirão Preto.

Em 2011, a Prefeitura Municipal em parceria com a ACOMCEPA (Associação do Mercado Municipal) inaugurou o Natal de Luzes com a presença da Meninas Cantoras de Petrópolis.

Em 2015, a Prefeitura Municipal não realizou o Natal de Luzes[20].

Cavalgada da Paz[editar | editar código-fonte]

Acontece sempre no mês de abril, em 2016 acontecerá sua 12ª edição, a Cavalgada da Paz sai do CEMA (Ceasa), onde os cavaleiros se reúnem, passam pelas ruas da cidade levando a imagem de Nossa Sra. do Desterro até a Zona Rural,no Bairro Cajuru onde recebem a bênção.

Evento cultural e religioso que já se tornou tradição na cidade, reunindo em média 120 cavaleiros e 40 charretes e carroças. Idealizado pela Comitiva de Cavaleiros.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Acessos rodoviários[editar | editar código-fonte]

Rodovia Fernão Dias em Pouso Alegre

No município estão localizadas várias empresas de transportes e logística e centros de distribuição, já que o mesmo é um importante entroncamento rodoviário, servido por cinco rodovias: MG-179, MG-173, MG-290, BR-381 e BR-459. Pouso Alegre é sede da Autopista Fernão Dias, concessionária do grupo OHL Brasil que administra a Rodovia Fernão Dias.

Acessos ferroviários[editar | editar código-fonte]

Pouso Alegre também esteve localizada às margens de uma importante e histórica ferrovia local, a Estrada de Ferro Sapucaí, que por muitos anos, realizou o transporte de cargas e passageiros da região e trouxe inúmeros benefícios ao seu desenvolvimento econômico. Após ser desativada em 1984, grande parte dos trilhos foram retirados da cidade em 1989. Porém, uma pequena parte destes foram reaproveitados pela Associação Sul Mineira de Preservação Ferroviária para o funcionamento de um trem turístico que operou entre os anos de 1999 e 2002 e que ligava a entrada do centro urbano com a zona rural do município. Com o fim das operações do trem turístico e o descaso da Prefeitura local, o pequeno trecho mantido da ferrovia se encontra desativado e abandonado.[21]

Aeroportos[editar | editar código-fonte]

O Aeroporto de Pouso Alegre atende o município e região, com pista balizada, pavimentada, recebe diariamente voos cargueiros e de passageiros do Voe Minas Gerais, Projeto de Integração Regional de Minas Gerais, para Belo Horizonte. O aeroporto se localiza a 7 km do centro da cidade e a 4 km da rodovia Fernão Dias.

Existe um projeto para a construção do Aeroporto Internacional de Cargas de Pouso Alegre - Aeroporto Internacional Senador José Bento Ferreira de Mello.[22][23] A obra, orçada em R$ 1 bilhão, vai permitir que o município se torne o primeiro do Sul de Minas a operar um aeroporto desse porte.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Pouso Alegre». Consultado em 28 de agosto de 2021 
  2. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (9 de setembro de 2013). «Pouso Alegre - Unidades territoriais do nível Distrito». Consultado em 1 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 1 de janeiro de 2019 
  4. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  5. IBGE, IBGE (27 de agosto de 2021). «Estimativas da população residente no Brasil e Unidades da Federação com data de referência em 1º de julho de 2021» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 28 de agosto de 2021 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2019. Consultado em 16 de dezembro de 2021 
  7. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 8. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «História». Consultado em 17 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2017 
  9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 1 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 1 de janeiro de 2019 
  10. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 1 de janeiro de 2019 
  11. «Pouso Alegre». Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Consultado em 3 de janeiro de 2014 
  12. [1]
  13. a b c «Censo 2010: Religião em Pouso Alegre». Consultado em 15 de outubro de 2017 
  14. NICIOLI, Andrey. «História da Arquidiocese de Pouso Alegre». Arquidiocese de Pouso Alegre. Consultado em 17 de outubro de 2017 
  15. «Paróquias». Arquidiocese de Pouso Alegre. Consultado em 17 de outubro de 2017 
  16. [2]
  17. a b http://serrasulshopping.com.br/shopping/shopping.aspx
  18. «Lojas». Serra Sul Shopping. Consultado em janeiro de 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  19. «Pouso Alegre-Turistica -- Estações Ferroviárias do Estado de Minas Gerais». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 7 de agosto de 2020 
  20. [3]
  21. «RMV - Ramal Sapucahy -- Estações Ferroviárias do Estado de Minas Gerais». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 19 de novembro de 2020 
  22. [4]
  23. [5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Pouso Alegre