Arthur Caíke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arthur Caíke
Informações pessoais
Nome completo Arthur Caíke do Nascimento Cruz
Data de nasc. 15 de junho de 1992 (28 anos)
Local de nasc. Barbalha (CE), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,74 m
destro
Apelido Pato[1], Rei Arthur
Informações profissionais
Clube atual Cruzeiro
Número 7
Posição Ponta-direita
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2010–2011
2012
2012
2013
2013
2013–2017
2014
2015
2016
2017
2018
2018
2018–
2019–2020
2020–
Iraty
Londrina
Paraná (emp.)
Coritiba
Figueirense
Londrina
Flamengo (emp.)
Atlético Goianiense (emp.)
Santa Cruz (emp.)
Chapecoense (emp.)
Chapecoense
Pyramids
Al Shabab
Bahia (emp.)
Cruzeiro (emp.)
0022 0000(2)
0017 0000(4)
0033 0000(9)
0025 0000(4)
0008 0000(0)
0035 000(11)
0012 0000(0)
0035 000(12)
0056 000(10)
0063 000(12)
0023 0000(4)
0000 0000(0)
0015 0000(6)
0054 0000(9)
0006 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 19 de setembro de 2020.

Arthur Caíke do Nascimento Cruz, mais conhecido como Arthur Caíke (Barbalha, 15 de junho de 1992), é um futebolista brasileiro que atua como ponta-direita. Atualmente joga no Cruzeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Arthur começou sua carreiras nas categorias de base do Iraty, até subir ao time profissional em 2010. Permaneceu no clube até 2011, quando se transferiu para o Londrina e teve uma curta passagem. No mesmo ano foi para o Paraná, onde foi o artilheiro do time na Série B de 2012 com nove gols.

Coritiba e Figueirense[editar | editar código-fonte]

Todo esse destaque chamou a atenção do Coritiba, clube que o contratou em 2013.[2] Durante sua passagem pelo Coxa foi campeão do Campeonato Paranaense do mesmo ano, onde marcou três gols. Sem conseguir se firmar no Coritiba, Arthur acertou com o Figueirense para a disputa da Série B de 2013, mas não conseguiu marcar nenhum gol.[3]

Londrina[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2013 acertou seu retorno ao Londrina, e em 2014 foi destaque do time na conquista do Campeonato Paranaense marcando oito gols na competição, sendo três deles marcados contra o Atlético Paranaense na goleada por 4 a 1 na semifinal.[4]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Todo destaque lhe chamou atenção de clubes grandes como Flamengo e Grêmio; Arthur esteve perto de fechar com o tricolor gaúcho, mas acabou assinando com o rubro-negro um empréstimo até o fim de 2014.[5] Estreou pelo Flamengo diante de uma derrota por 2 a 0 para o Fluminense, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

Santa Cruz[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de dezembro de 2015 foi anunciado como novo reforço do Santa Cruz. No Taça Chico Science, torneio amistoso organizado pelo Santa Cruz, marcou um gol na partida contra o Flamengo na partida que terminou 3 a 1 para o tricolor. Após um longo jejum e sem se firmar na equipe, com a chegada do técnico Milton Mendes passou a ser titular. Marcou seus primeiros gols em partidas oficiais contra o Náutico, na semi-final do Campeonato Pernambucano de 2016, fazendo dois na partida que terminou 3 a 1 para o time coral.[6] No dia 1 de maio de 2016 conquistou a Copa do Nordeste, marcando o gol do título do clube pernambucano na partida que terminou 1 a 1 contra o Campinense (3 a 2 no agregado), faturando o título regional.

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Assinou com a Chapecoense por empréstimo no dia 7 de janeiro de 2017.[7]

Bahia[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado como reforço do Bahia no dia 6 de fevereiro de 2019, sendo emprestado Al Shabab, da Arábia Saudita.[8][9]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

No dia 10 de agosto de 2020 foi anunciado como reforço do Cruzeiro, recebendo a camisa 7 antes pertencente a Iván Angulo.[10]

Marcou seu primeiro gol pelo time celeste em seu segundo jogo, cobrando falta na derrota por 2 a 1 para o América-MG no clássico pela Série B.[11]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Coritiba
Londrina
Santa Cruz
Chapecoense
Bahia

Referências

  1. «Jogadores do Fla batizam reforço de "Pato" e rachão revela apelido». 3 de maio de 2014. Consultado em 3 de maio de 2014 
  2. «Arthur pode ser o primeiro reforço do Coritiba para o ataque em 2013». GloboEsporte.com. 3 de dezembro de 2012. Consultado em 3 de dezembro de 2012 
  3. «Figueirense contrata atacante que estava com o Coritiba na Série A». INfoesporte. 3 outubro de 2013. Consultado em 3 de outubro de 2013. Arquivado do original em 4 de maio de 2014 
  4. «Com Adriano em campo, Londrina faz 4 a 1 no Atlético-PR e chega na final». GloboEsporte.com. 2 de março de 2014. Consultado em 2 de março de 2014 
  5. Thales Soares (17 de abril de 2014). «Flamengo contrata primeiro reforço para o Brasileiro: Arthur, do Londrina». GloboEsporte.com. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  6. «Santa Cruz se impõe, passa fácil pelo Náutico e sai na frente na semifinal do Pernambucano». GloboEsporte.com. 20 de abril de 2016. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  7. Cahê Mota e Eduardo Florão (7 de janeiro de 2017). «Chape acerta com ex-atacante do Fla e encaminha zagueiro do Palmeiras». GloboEsporte.com. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  8. «Mais um na área: Bahia anuncia contratação do atacante Arthur Caíke até junho de 2020». GloboEsporte.com. 6 de fevereiro de 2019. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  9. Filipe Farias (6 de fevereiro de 2019). «Bahia anuncia contratação de ex-atacante do Santa Cruz». Jornal do Commercio. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  10. «Cruzeiro anuncia a contratação de Arthur Caike». Superesportes. 10 de agosto de 2020 
  11. «Arthur Caíke comemora belo gol, lamenta revés do Cruzeiro e pede paciência à torcida». Superesportes. 29 de agosto de 2020. Consultado em 9 de setembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]