Marquinhos Gabriel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marquinhos Gabriel
Informações pessoais
Nome completo Marcos Gabriel do Nascimento
Data de nasc. 21 de julho de 1990 (26 anos)
Local de nasc. Selbach (RS),  Brasil
Altura 1,74 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Brasil Corinthians
Número 31
Posição Meia-atacante
Clubes de juventude
2005
2006
2007
2007–2009
Brasil América (RS)
Brasil Juventude
Brasil Passo Fundo
Brasil Internacional
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2013
2011
2012
2014
2014–2016
2015
2016-
Brasil Internacional
Brasil Sport (emp.)
Brasil Bahia (emp.)
Brasil Palmeiras
Arábia Saudita Al-Nassr
Brasil Santos (emp.)
Brasil Corinthians
0022 0000(3)
0011 0000(4)
0012 0000(5)
0044 0000(4)
0019 0000(2)
0044 0000(9)
0023 0000(6)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 27 de agosto de 2016.

Marcos Gabriel do Nascimento, mais conhecido como Marquinhos Gabriel ou apenas Marquinhos (Selbach, 21 de julho de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como meia ou. atacante. Atualmente, joga pelo Corinthians.

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Desde cedo, na sua cidade natal, Marquinhos sempre gostou de futebol. No ano de 1997, depois de alguns incentivos de seu pai Osmar, Marquinhos iniciou em uma escolinha de futebol de salão de Selbach. Sua alta velocidade, habilidade e a boa qualidade na perna esquerda, impressionaram e despertou o interesse de outros clubes de futsal das redondezas.

Após passar pelos clubes Sercesa e Pinheiros, todos de Carazinho, Marquinhos teve seu primeiro contato com o futebol de campo. Foi em 2005 na disputa do Campeonato Estadual Juvenil pelo América de Tapera.

Embora tivesse feito sucesso no futsal e existissem convites para que continuasse no esporte, Marquinhos decidiu optar pelos gramados. Foi então que seguiu para realizar testes no Juventude em Caxias do Sul no ano de 2006. No Estádio Alfredo Jaconi, foi aprovado e deveria seguir no time juvenil do clube, mas, devido a distância de casa e por achar não estar preparado para o novo desafio, Marquinhos decidiu não ficar e voltar a Selbach.

Foi no ano de 2007 que a sorte voltou a sorrir para Marquinhos. Atuando pela sua antiga escolinha de Selbach, Marquinhos participou da Copa de Talentos realizada pelo Esporte Clube Passo Fundo, no estádio Vermelhão da Serra. O torneio era uma competição Sub-17, que contava com vários times da região norte do estado e tinha, por objetivo, a descoberta de novos talentos. O time de Marquinhos chegou a final mas foi derrotado. Apesar disso, o jogador foi o artilheiro e destaque da competição. Com tamanha repercussão, foi convidado a disputar o estadual juvenil pelo Passo Fundo.

Em maio de 2007, Marquinhos desembarca na cidade de Passo Fundo para passar a residir no alojamento do estádio Vermelhão. E a aposta não decepcionou, virou referência da equipe comandada pelo treinador Juarez Vilela no estadual.

Num jogo válido pela segunda fase do estadual juvenil no dia 20 de agosto de 2007, Marquinhos anotou dois gols na vitória do Passo Fundo por 4 a 0 sobre o Progresso de Pelotas. Após isso, o jogador passou a ser observado e recebeu propostas da grandes clubes, Grêmio, Santos e o Internacional.

Foi então que, no mês de novembro de 2007, o Internacional de Porto Alegre venceu a disputa e levou o futuro craque para o Beira-Rio. A transferência foi de euforia para o jovem atleta que, após passar pelas dificuldades do duro futebol do interior gaúcho, passou a vivenciar o dia-a-dia de um dos maiores clube de futebol do mundo.

Ganhou destaque nas categorias de base do Colorado, principalmente pelas atuações no Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2008 e na Copa São Paulo de Juniores de 2009. Neste período, junto com outra revelação, o atacante Léo, Marquinhos já vinha treinando com o grupo profissional do Inter.

Internacional[editar | editar código-fonte]

Tido como grande promessa do Internacional, em 30 de agosto de 2009, Marquinhos faz sua primeira partida como titular no time colorado com uma atuação fantástica, marcando gol, dando assistência e desmontando a defesa do Goiás. O jogo era válido pela terceira rodada do returno do Brasileirão.

Terminou a temporada 2009 em alta, chegando a ser intitulado como "O novo Pato" em referência a então recente descoberta do Internacional Alexandre Pato. Mas, logo em 2010, na pré-temporada, Marquinhos se lesionou e acabou perdendo muito espaço no time. Jogou algumas partidas no mesmo ano, mas não teve bom desempenho. Em 2011, começa jogando pelo Inter B que disputava o Gauchão, a fim de recuperar espaço no time principal, mas, o time B do Inter acabou sendo eliminado da disputa pelo título do primeiro turno do estadual nos pênaltis para o Cruzeiro-RS, após empate em 1 a 1 no tempo normal. Marquinhos desperdiçou uma das cobranças.

Avaí[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2011, Marquinhos é emprestado ao Avaí até o fim do ano com preferência de compra do clube catarinense ao fim do contrato. Foi apresentado oficialmente no dia 2 de março e recebeu a camisa de número 38. No clube catarinense virou Marquinhos Gabriel, pelo fato de ter o mesmo nome do ídolo do clube Marquinhos Santos.

Fez sua estreia pelo time num jogo válido pela 3ª rodada do estadual no dia 13 de março, jogo em que o Avaí empatou na Ressacada com o Criciúma em 2 a 2.

Seu primeiro gol saiu num jogo válido pela 5ª rodada do returno do Estadual, quando o Avaí venceu o Metropolitano na Ressacada por 3 a 1. Marquinhos anotou o segundo gol do jogo.

Teve participação destacada na classificação do Avaí para as semi finais da Copa do Brasil de 2011, ao marcar o terceiro gol do time aos 30 segundos do segundo tempo na histórica virada sobre o São Paulo na Ressacada no jogo de volta, após o time paulista inaugurar o marcador. Apesar disso, Marquinhos nunca conseguiu se firmar como titular do time e, no dia 25 de julho de 2011 após atuar em cinco partidas pelo Campeonato Brasileiro, o Inter pediu o retorno do atleta e o Avaí o liberou.

Sport[editar | editar código-fonte]

Em 2012, acertou com o Sport, após fazer uma boa Copa do Brasil pelo Avaí.

Bahia[editar | editar código-fonte]

Em 2013, acertou com o Bahia para a disputa do Brasileirão Série A de 2013.Adquiriu a camisa 10 e passou a ser chamado de Messi Por causa da sua canhota.

Coimbra[editar | editar código-fonte]

Após ver seu empréstimo com o Bahia encerrado em dezembro de 2013 e ficar sem vínculo com o Internacional, tendo encerrado seu contrato com o time gaúcho na mesma época, Marquinhos ficou livre para assinar com qualquer clube. Assim fechou por 3 anos com o Coimbra, utilizado pelo Banco BMG para registrar atletas.

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Em 2014, passou pelo Palmeiras, assinando por empréstimo até o fim do ano com opção de compra de 50% dos direitos econômicos ao final do contrato.[1] Fez sua estreia na goleada contra o Atlético Sorocaba pelo Paulista, dando passe para dois dos gols palmeirenses. Marcou seu primeiro gol pelo Verdão contra a Penapolense, seu gol garantiu a vitória por 1 a 0 e os 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista.[2]

Al-Nassr[editar | editar código-fonte]

Em 18 julho de 2014, acertou com Al-Nassr, da Arábia Saudita.[3] O Clube Global pagou R$ 5 milhões por três anos de contrato. O Palmeiras tinha prioridade mas desistiu de cobrir a proposta árabe devido aos valores elevados e recebeu a multa relativa ao empréstimo até o fim do ano.

Santos[editar | editar código-fonte]

Por falta de aproveitamento no time árabe foi emprestado ao Santos com contrato válido pra temporada de 2015.[4]

Retorno ao Al-Nassr[editar | editar código-fonte]

Ao fim do empréstimo ao Santos, Marquinhos Gabriel voltou para o Al-Nassr mesmo após ter negociado com o time da baixada paulista e com o Corinthians.[5]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de abril de 2016, Marquinhos Gabriel assinou um contrato de 4 anos com o Corinthians que pagou ao Al-Nassr U$3 milhões (cerca de R$ 11 milhões). [6]

Jogos pelo Corinthians[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pelo Corinthians.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 27 de agosto de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[7]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Internacional 2009 14 3 1 2 0 0 1 0 0 17 3 1
2010 12 0 0 2 0 0 14 0 0
2011 0 0 0 6 0 0 6 0 0
Total 26 3 1 0 0 0 2 0 0 9 0 0 37 3 1
Sport 2012 21 4 1 2 0 0 16 1 0 39 5 1
Total 21 4 1 2 0 0 0 0 0 16 1 0 39 5 1
Bahia 2013 31 4 4 2 0 0 2 0 0 10 0 0 45 4 4
Total 31 4 4 2 0 0 2 0 0 10 0 0 45 4 4
Palmeiras 2014 8 1 0 2 0 2 9 1 2 19 2 4
Total 8 1 0 2 0 2 0 0 0 9 1 2 19 2 4
Al-Nassr 2014–15 11 1 3 1 0 0 1 0 0 13 1 3
Total 11 1 3 1 0 0 0 0 0 1 0 0 13 1 3
Santos 2015 26 3 3 11 5 2 7 1 1 44 9 6
Total 26 3 3 11 5 2 0 0 0 7 1 1 44 9 6
Al-Nassr 2015–16 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 1 0
Total 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 1 0
Corinthians 2016 22 5 2 0 0 0 1 1 0 23 6 2
Total 22 5 2 0 0 0 1 1 0 23 6 2
Total na carreira 146 21 14 18 5 4 5 1 0 52 3 3 221 29 21

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Santos

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Marquinhos Gabriel vibra por acerto com Verdão e avisa: 'Vou para cima'». GloboEsporte.com. 9 de janeiro de 2014. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  2. «Insistente, Palmeiras vence Penapolense e segue 100%». GloboEsporte.com. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  3. «Marquinhos Gabriel é o novo reforço do Al Nassr». PalmeirasOnline.com. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  4. «Santos acerta com Marquinhos Gabriel por um ano de empréstimo». 16 de janeiro de 2015. Consultado em 20 de janeiro de 2015. 
  5. «Marquinhos Gabriel volta à Arábia, e Corinthians busca opções para meia». GloboEsporte.com. 10 de janeiro de 2016. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  6. «Entenda por que Marquinhos Gabriel escolheu o Corinthians e não o Santos». GloboEsporte.com. 16 de abril de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2016. 
  7. «Football : Marquinhos Gabriel» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.