Rafael da Silva Francisco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde julho de 2016). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rafinha
Informações pessoais
Nome completo Rafael da Silva Francisco
Data de nasc. 4 de agosto de 1983 (34 anos)
Local de nasc. Guarulhos, Brasil
Altura 1,67 m[1]
Destro
Apelido Rafinha
Informações profissionais
Clube atual Cruzeiro
Número 70
Posição Meio-Campista
Clubes de juventude
2001–2002 Portuguesa
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2002–2003
2003–2010
2004–2006
2006
2007–2008
2009
2009
2010
2011–2013
2013–2016
2016–
Portuguesa
São Paulo
Santo André (emp.)
Grêmio (emp.)
São Caetano (emp.)
Goiás (emp.)
Paraná (emp.)
Coritiba (emp.)
Coritiba
Al-Shabab
Cruzeiro
0001 0000(0)
0000 0000(0)
0027 0000(7)
0022 0000(3)
0010 0000(2)
0004 0000(0)
0020 0000(6)
0057 000(18)
0078 000(20)
0095 000(19)
0076 0000(5)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 3 de dezembro de 2017.

Rafael da Silva Francisco, mais conhecido como Rafinha (Guarulhos, 4 de agosto de 1983), é um futebolista brasileiro que atua como meio-campo. Atualmente joga pelo Cruzeiro.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rafinha surgiu nas categorias de base da Portuguesa de Desportos, e em 2002 foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, subindo para os profissionais logo em seguida. Ainda jovem teve a grande oportunidade de atuar na equipe RUGER-PR, após um tempo perdeu sua vaga para Gerson e foi afastado. O jovem meio campo jogou bem na Lusa, e no início de 2004 se transferiu para o São Paulo Futebol Clube. Porém, foi pouco aproveitado no São Paulo, e no meio do ano foi emprestado ao Santo André, que acabara de ganhar a Copa do Brasil. Rafinha não foi muito bem em 2004, mas em 2005 permaneceu na equipe, e se tornou um dos principais jogadores do Santo André, que disputou inclusive a Copa Libertadores naquele ano. Em 2006, após a disputa do Campeonato Paulista, Rafinha deixou o Santo André, e pelo bom futebol apresentado, se transferiu para o Grêmio, onde continuou jogando muito bem, sendo titular da equipe gaúcha. Em 2007, Rafinha retornou ao São Paulo, mas novamente não foi muito aproveitado, e se transferiu para o São Caetano no meio do ano, permanecendo no clube até o fim de 2008.

Em 2009, Rafinha foi contratado pelo Goiás Esporte Clube, aonde mesmo na reserva, conquistou o seu primeiro título como profissional, o Campeonato Goiano. No mesmo ano, assinou também por empréstimo com o Paraná, permanecendo por lá até o final da temporada.

No começo do ano de 2010 foi anunciado como reforço do Coritiba, mais uma vez por empréstimo, até o fim do ano. No início de 2011, após rescindir com o São Paulo, assina um contrato de 3 anos com o Coritiba, contrato este que foi renovado em 2012, passando a valer até 2015.

Com o Coritiba, Rafinha foi campeão brasileiro da Série B em 2010, tetra-campeão paranaense e participou do recorde de 24 vitórias consecutivas (no qual, de acordo com o Guiness Book nunca existiu. Este erro aconteceu devido a uma falha.[3]), além das duas boas campanhas na Copa do Brasil em 2011 e 2012, que culminaram em dois vices-campeonatos. Com títulos conquistados, campanhas de destaque e boas atuações individuais na maioria dos jogos, Rafinha se tornou um dos grandes ídolos da história recente do clube paranaense.

No dia 4 de julho de 2013, após quase 4 anos no clube paranaense, assina com o Al-Shabab da Arábia Saudita.[4]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 3 de dezembro de 2017.

Clube Temporada Campeonato
Nacional[a]
Copa
Nacional[b]
Competições
Continentais[c]
Outros
torneios[d]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Coritiba 2010 34 10 4 1 19 7 57 18
2011 28 4 11 2 17 3 56 9
2012 23 4 5 0 1 0 17 4 46 8
2013 2 0 1 0 18 7 21 7
Total no Coritiba 87 18 21 3 1 0 71 21 180 42
Al Shabab 2013–2014 23 6 2 0 2 0 27 6
2014–2015 21 5 7 1 7 2 35 8
2015–2016 22 4 5 1 5 0 32 5
Total no Al Shabab 66 15 14 2 14 2 94 19
Cruzeiro 2016 16 2 5 0 21 2
2017 28 3 8 0 2 0 17 0 55 3
Total no Cruzeiro 44 5 13 0 2 0 17 0 76 5

Títulos[editar | editar código-fonte]

Goiás
Coritiba
Al Shabab
Cruzeiro

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Perfil de Rafael da Silva Francisco». Ogol. Consultado em 3 de outubro de 2012 
  2. «Cruzeiro contrata o meia-atacante Rafinha». Jornal Estado de Minas. Consultado em 6 de Julho de 2016 
  3. «Guiness retira recorde do Coritiba e Ajax é maior vitorioso do mundo» 
  4. «Rafinha anuncia fim da negociação com Al-Shabab e se despede do Coxa». Globoesporte. Consultado em 6 de julho de 2013 
  5. «Globo Esporte - Coritiba é o grande vencedor dos Melhores de 2011 do Paranaense». Globoesporte.globo.com. Consultado em 15 de maio de 2011 
  6. «Seleção do campeonato». Gazetadopovo.com.br. Consultado em 14 de maio de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.