Copa do Brasil de Futebol de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
XXIX Copa do Brasil de Futebol
Copa Continental Pneus do Brasil de 2017[1][2]
Copa do Brasil 2017.PNG
Logotipo oficial da competição
Dados
Participantes 91
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 8 de fevereiro27 de setembro
Gol(o)s 282
Partidas 120
Média 2,35 gol(o)s por partida
Campeão Minas Gerais Cruzeiro (5º título)
Vice-campeão Rio de Janeiro Flamengo
Melhor marcador 5 gols:

Brasil Léo Gamalho (Goiás)
Paraguai Lucas Barrios (Grêmio)
Brasil Rafael Sóbis (Cruzeiro)

Maior goleada
(diferença)
Cruzeiro Minas Gerais 6–0 Pará São Francisco
Estádio MineirãoBelo Horizonte
22 de fevereiro, 2ª fase
Público 562 764
Média 6 252,9 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador Brasil Diego Ribas (Flamengo) [3]
Melhor goleiro Paraguai Gatito Fernández (Botafogo)[4]
◄◄ Brasil 2016 Soccerball.svg 2018 Brasil ►►

A Copa do Brasil de 2017 (por questões de patrocínio, Copa Continental Pneus do Brasil de 2017) foi a 29ª edição dessa competição brasileira de futebol organizada pela Confederação Brasileira de Futebol, com início em 8 de fevereiro e término em 27 de setembro. A definição dos mandos de campo acontece através de sorteio organizado pela CBF.[5]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Copa do Brasil começou dia 8 de fevereiro e terminou no dia 27 de setembro, com 23 datas disponíveis. Foram oito fases: cinco no primeiro semestre e três no segundo. As duas primeiras fases foram em jogos únicos, utilizando-se quatro datas, duas por fase. O campeão se classificou para a Copa Libertadores da América de 2018.[6]

Os 8 times brasileiros que disputam a Copa Libertadores da América de 2017 entraram nas oitavas de final (que a partir deste ano foi a quinta fase), assim como os campeões da Série B, da Copa do Nordeste e da Copa Verde de 2016.[7]

Além disso, a classificação para a Copa Sul-Americana volta a ser definida através do Campeonato Brasileiro, do 7° ao 12° colocado, e não mais com as seis equipes mais bem posicionadas no torneio e eliminadas até a terceira fase da Copa do Brasil.[8][9][10] Assim, a partir desta edição, os times que disputam a Copa Sul-Americana puderam disputar a Copa do Brasil.[5]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Desde 1999, a Rede Globo e o SporTV detêm todos os direitos de mídia (exceto radiofônicos) em território nacional da Copa do Brasil. Ainda assim, a Globo faz questão de revender os direitos para as demais emissoras brasileiras. Na TV Aberta, somente a Globo irá transmitir.

Na TV por assinatura, depois de 8 edições, a ESPN Brasil deixará de transmitir a competição.[11] Por outro lado, SporTV e Fox Sports continuam, porém, cada uma terá direito a metade das partidas, ou seja, uma não irá transmitir o jogo da outra (exceto a final).[12][13]

Os direitos de propaganda nos estádios e de comercialização para o exterior pertencem à empresa Traffic.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Estaduais e seletivas[editar | editar código-fonte]

UF Clube Forma de classificação
Acre Acre Atlético Acreano Campeão do Estadual 2016
Rio Branco-AC Vice-campeão do Estadual 2016
Alagoas Alagoas CRB Campeão do Estadual 2016
CSA Vice-campeão do Estadual 2016
Murici 3º colocado do Estadual 2016
Amapá Amapá Santos-AP Campeão do Estadual 2016
Amazonas Amazonas Fast Clube Campeão do Estadual 2016
Princesa do Solimões Vice-campeão do Estadual 2016
Bahia Bahia Vitória Campeão do Estadual 2016
Bahia Vice-campeão do Estadual 2016
Vitória da Conquista Campeão da Copa Governador do Estado da Bahia de 2016
Ceará Ceará Fortaleza Campeão do Estadual 2016
Uniclinic Vice-campeão do Estadual 2016
Guarani de Juazeiro Campeão da Copa Fares Lopes de 2016
Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal Luziânia Campeão do Metropolitano 2016
Ceilândia Vice-campeão do Metropolitano 2016
Espírito Santo (estado) Espírito Santo Desportiva Ferroviária Campeão do Estadual 2016
Goiás Goiás Goiás Campeão do Estadual 2016
Anápolis Vice-campeão do Estadual 2016
Vila Nova 4º colocado do Estadual 2016
Maranhão Maranhão Moto Club Campeão do Estadual 2016
Sampaio Corrêa Vice-campeão do Estadual 2016
Mato Grosso Mato Grosso Luverdense Campeão do Estadual 2016
Sinop Vice-campeão do Estadual 2016
Cuiabá Campeão da Copa FMF de 2016
Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul Sete de Dourados Campeão do Estadual 2016
Comercial-MS Vice-campeão do Estadual 2016
Minas Gerais Minas Gerais América Mineiro Campeão do Estadual 2016
Cruzeiro 3º colocado do Estadual 2016
URT 4° colocado do Estadual 2016
Caldense 5° colocado do Estadual 2016
Pará Pará São Francisco Vice-campeão do Estadual 2016
São Raimundo-PA 3º colocado do Estadual 2016
Remo 4º colocado do Estadual 2016
Paraíba Paraíba Campinense Campeão do Estadual 2016
Botafogo-PB Vice-campeão do Estadual 2016
Paraná Paraná Coritiba Vice-campeão do Estadual 2016
Paraná 3º colocado do Estadual 2016
PSTC 4º colocado do Estadual 2016
Pernambuco Pernambuco Sport Vice-campeão do Estadual 2016
Náutico 3º colocado do Estadual 2016
Salgueiro 4º colocado do Estadual 2016
Piauí Piauí River-PI Campeão do Estadual 2016
Altos Vice-campeão do Estadual 2016
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Vasco da Gama Campeão do Estadual 2016
Fluminense 3º colocado do Estadual 2016
Volta Redonda 5º colocado do Estadual 2016[14]
Boavista 6º colocado do Estadual 2016
Friburguense Vice-campeão da Copa Rio 2016
Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte ABC Campeão do Estadual 2016
América de Natal Vice-campeão do Estadual 2016
Globo 3° colocado do Estadual 2016
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Internacional Campeão do Estadual 2016
Juventude Vice-campeão do Estadual 2016
São José-RS 4º colocado do Estadual 2016
Ypiranga de Erechim Vice-campeão da Super Copa Gaúcha 2016
Rondônia Rondônia Rondoniense Campeão do Estadual 2016
Roraima Roraima São Raimundo-RR Campeão do Estadual 2016
Santa Catarina Santa Catarina Joinville Vice-campeão do Estadual 2016
Criciúma 3º colocado do Estadual 2016
Figueirense 4º colocado do Estadual 2016
Brusque 5º colocado do Estadual 2016
São Paulo São Paulo Audax Vice-campeão do Estadual 2016
Corinthians 3º colocado do Estadual 2016
São Bento 5° colocado do Estadual 2016[15]
Santo André Campeão da Série A2 do Estadual 2016
Ferroviária Vice-campeão da Copa Paulista 2016
Sergipe Sergipe Sergipe Campeão do Estadual 2016
Itabaiana Vice-campeão do Estadual 2016
Tocantins Tocantins Gurupi Campeão do Estadual 2016

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Com a definição dos 70 representantes das federações estaduais e dos onze representantes classificados diretamente às oitavas de final, mais dez clubes foram apurados pelo Ranking da CBF.

Pos. Clube Pontos
São Paulo São Paulo 12 430
15º São Paulo Ponte Preta 9 076
23º Ceará Ceará 6 592
25º Santa Catarina Avaí 5 894
32º São Paulo Bragantino 5 020
39º São Paulo Portuguesa 3 887
41º Minas Gerais Boa Esporte 3 586
42º São Paulo Oeste 3 468
43º Alagoas ASA 3 370
45º Paraná Londrina 2 993

Classificados diretamente às oitavas de final[editar | editar código-fonte]

UF Clube Forma de classificação
Goiás Goiás Atlético Goianiense Campeão da Série B 2016[16]
Minas Gerais Minas Gerais Atlético Mineiro 4º colocado Campeonato Brasileiro de 2016
Pará Pará Paysandu Campeão da Copa Verde 2016[7]
Paraná Paraná Atlético Paranaense 6º colocado Campeonato Brasileiro de 2016
Pernambuco Pernambuco Santa Cruz Campeão da Copa do Nordeste 2016[7]
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Flamengo 3º colocado Campeonato Brasileiro de 2016
Botafogo 5º colocado Campeonato Brasileiro de 2016
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Grêmio Campeão da Copa do Brasil 2016
Santa Catarina Santa Catarina Chapecoense Campeão da Copa Sul-Americana de 2016[17][18][nota 1]
São Paulo São Paulo Palmeiras Campeão do Campeonato Brasileiro de 2016
Santos Vice-campeão do Campeonato Brasileiro de 2016
Notas
  • O Atlético Goianiense, que já havia se classificado por ter sido 3º colocado do Campeonato Goiano 2016, conquistou a Série B, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Atlético Mineiro, que já havia se classificado por ter sido vice-campeão do Campeonato Mineiro 2016, disputou a Copa Libertadores da América de 2017, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Paysandu, que já havia se classificado por ter sido campeão do Campeonato Paraense 2016, conquistou a Copa Verde 2016, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Atlético Paranaense, que já havia se classificado por ter sido campeão do Campeonato Paranaense 2016, disputou a Copa Libertadores da América de 2017, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Santa Cruz, que já havia se classificado por ter sido campeão do Campeonato Pernambucano 2016, conquistou a Copa do Nordeste 2016, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Flamengo, que já havia se classificado por ter sido o 4º colocado do Campeonato Carioca 2016, disputou a Copa Libertadores da América de 2017, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Botafogo, que já havia se classificado por ter sido vice-campeão do Campeonato Carioca 2016, disputou a Copa Libertadores da América de 2017, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Grêmio, que já havia se classificado por ter sido 3º colocado do Campeonato Gaúcho de 2016, conquistou a Copa do Brasil de 2016, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • A Chapecoense, que já havia se classificado por ter sido campeã do Campeonato Catarinense de 2016, conquistou a Copa Sul-Americana de 2016, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Palmeiras conquistou o Campeonato Brasileiro de 2016, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado.
  • O Santos, que já havia se classificado por ter sido o campeão do Campeonato Paulista 2016, disputou a Copa Libertadores da América de 2017, o que lhe garantiu participar diretamente às oitavas de final, abrindo uma vaga em seu Estado. A sua vaga conquistada pelo Campeonato Paulista 2016 foi repassada ao Palmeiras que repassou ao clube seguinte.

Fases iniciais[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Os 80 times classificados para a competição foram divididos em oito potes (A a H) com dez clubes cada, de acordo com Ranking da CBF. A partir daí, os cruzamentos entre os potes foram os seguintes: A x E; B x F; C x G e D x H. Na 1ª fase, os times do grupo 1 (potes de A a D) enfrentam os do grupo 2 (potes de E a H) em jogo único; o time do grupo 1 joga fora de casa e tem a vantagem do empate.[19]

Potes do sorteio[editar | editar código-fonte]

Entre parênteses, a classificação do clube no Ranking da CBF
Primeira fase
Pote A Pote B Pote C Pote D
Pote E Pote F Pote G Pote H

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

A primeira fase será disputada por 80 equipes, em partida única. As equipes mais bem sucedidas no ranking da CBF serão as visitantes e terão a vantagem do empate. Os confrontos desta fase foram definidos através de sorteio.[6]

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Resultado   Time 2
CSA Alagoas 1–4 Pernambuco Sport
Sete de Dourados Mato Grosso do Sul 1–0 Piauí River-PI
Boavista Rio de Janeiro 1–0 Ceará Ceará
Uniclinic Ceará 1–2 São Paulo Portuguesa
Rio Branco-AC Acre 1–0 Santa Catarina Figueirense
Gurupi Tocantins 2–1 Paraná Londrina
Comercial-MS Mato Grosso do Sul 0–1 Santa Catarina Joinville
São Raimundo-PA Pará 2–1 Ceará Fortaleza
Volta Redonda Rio de Janeiro 1–2 Minas Gerais Cruzeiro
São Francisco Pará 3–0 Paraíba Botafogo-PB
Atlético Acreano Acre 0–2 Minas Gerais América Mineiro
Murici Alagoas 3–1 Rio Grande do Sul Juventude
Globo Rio Grande do Norte 2–5 Rio de Janeiro Fluminense
Sinop Mato Grosso 1–0 Pernambuco Salgueiro
Santo André São Paulo 0–1 Santa Catarina Criciúma
Altos Piauí 2–0 Alagoas CRB
Princesa do Solimões Amazonas 0–2 Rio Grande do Sul Internacional
Friburguense Rio de Janeiro 0–1 São Paulo Oeste
Guarani de Juazeiro Ceará 1–0 Pernambuco Náutico
São José-RS Rio Grande do Sul 1–1 Maranhão Sampaio Corrêa
Caldense Minas Gerais 0–1 São Paulo Corinthians
Brusque Santa Catarina 2–1 Pará Remo
Desportiva Ferroviária Espírito Santo (estado) 1–2 Santa Catarina Avaí
URT Minas Gerais 1–2 Mato Grosso Luverdense
Campinense Paraíba 0–2 São Paulo Ponte Preta
Rondoniense Rondônia 0–2 Mato Grosso Cuiabá
Itabaiana Sergipe 2–4 Goiás Goiás
São Raimundo-RR Roraima 0–2 Minas Gerais Boa Esporte
Santos-AP Amapá 0–2 Rio de Janeiro Vasco da Gama
Fast Clube Amazonas 1–1 Goiás Vila Nova
Luziânia Distrito Federal (Brasil) 0–2 Bahia Vitória
Anápolis Goiás 0–0 São Paulo Bragantino
Vitória da Conquista Bahia 1–1 Paraná Coritiba
Ferroviária São Paulo 1–1 Alagoas ASA
Sergipe Sergipe 0–2 Bahia Bahia
São Bento São Paulo 1–1 Paraná Paraná
Moto Club Maranhão 0–1 São Paulo São Paulo
PSTC Paraná 2–1 Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim
Ceilândia Distrito Federal (Brasil) 1–1 Rio Grande do Norte ABC
Audax São Paulo 1–0 Rio Grande do Norte América de Natal

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

A segunda fase será disputada por 40 equipes vencedoras da fase anterior, em partida única. Em caso de empate a vaga será decidida na disputa por pênaltis. Os confrontos desta fase seguirão o chaveamento predeterminados da fase anterior.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Resultado   Time 2
Sport Pernambuco 3–0 Mato Grosso do Sul Sete de Dourados
Portuguesa São Paulo 0–2 Rio de Janeiro Boavista
Gurupi Tocantins 2–0 Acre Rio Branco-AC
Joinville Santa Catarina 1–0 Pará São Raimundo-PA
Cruzeiro Minas Gerais 6–0 Pará São Francisco
Murici Alagoas 0–0 (5–4 p) Minas Gerais América Mineiro
Sinop Mato Grosso 1–3 Rio de Janeiro Fluminense
Criciúma Santa Catarina 2–2 (4–3 p) Piauí Altos
Internacional Rio Grande do Sul 4–1 São Paulo Oeste
Sampaio Corrêa Maranhão 2–0 Ceará Guarani de Juazeiro
Brusque Santa Catarina 0–0 (4–5 p) São Paulo Corinthians
Avaí Santa Catarina 1–1 (2–3 p) Mato Grosso Luverdense
Ponte Preta São Paulo 1–1 (4–5 p) Mato Grosso Cuiabá
Boa Esporte Minas Gerais 0–0 (2–3 p) Goiás Goiás
Vila Nova Goiás 1–2 Rio de Janeiro Vasco da Gama
Vitória Bahia 3–2 São Paulo Bragantino
Coritiba Paraná 0–2 Alagoas ASA
Paraná Paraná 2–0 Bahia Bahia
PSTC Paraná 2–4 São Paulo São Paulo
ABC Rio Grande do Norte 1–1 (4–1 p) São Paulo Audax

Terceira fase[editar | editar código-fonte]

A terceira fase será disputada por 20 equipes vencedoras da fase anterior, em partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a regra do gol fora de casa será considerada e, persistindo a igualdade, a vaga será definida na disputa por pênaltis. Os confrontos desta fase seguirão o chaveamento predeterminados da fase anterior.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Boavista Rio de Janeiro 0–4 Pernambuco Sport 0–3 0–1
Joinville Santa Catarina 3–2 Tocantins Gurupi 3–1 0–1
Murici Alagoas 0–5 Minas Gerais Cruzeiro 0–2 0–3
Criciúma Santa Catarina 3–4 Rio de Janeiro Fluminense 1–1 2–3
Sampaio Corrêa Maranhão 1–7 Rio Grande do Sul Internacional 1–4 0–3
Luverdense Mato Grosso 1–3 São Paulo Corinthians 0–2 1–1
Goiás Goiás 5–1 Mato Grosso Cuiabá 4–0 1–1
Vasco da Gama Rio de Janeiro 1–2 Bahia Vitória 1–1 0–1
ASA Alagoas 0–0 (1–4 p) Paraná Paraná 0–0 0–0 (1–4 p)
São Paulo São Paulo 4–2 Rio Grande do Norte ABC 3–1 1–1

Quarta fase[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Para esta fase, em 17 de março foi realizado um novo sorteio, pela CBF, definindo os confrontos e sua ordem.[20]

Pote único
São Paulo Corinthians
Minas Gerais Cruzeiro
Rio de Janeiro Fluminense
Goiás Goiás
Rio Grande do Sul Internacional
Santa Catarina Joinville
Paraná Paraná
São Paulo São Paulo
Pernambuco Sport
Bahia Vitória

Confrontos[editar | editar código-fonte]

A quarta fase será disputada por 10 equipes vencedoras da fase anterior, em partidas eliminatórias de ida e volta. Em caso de empate no placar agregado, a regra do gol fora de casa será considerada e, persistindo a igualdade, a vaga será definida na disputa por pênaltis.

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Sport Pernambuco 3–3 (4–3 p) Santa Catarina Joinville 2–1 1–2
Vitória Bahia 0–2 Paraná Paraná 0–2 0–0
Goiás Goiás 2–4 Rio de Janeiro Fluminense 2–1 0–3
Internacional Rio Grande do Sul 2–2 (4–3 p) São Paulo Corinthians 1–1 1–1
São Paulo São Paulo 2–3 Minas Gerais Cruzeiro 0–2 2–1

Fase final[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Para esta fase será realizado um novo sorteio com as 5 associações provenientes da fase anterior e as 11 equipes previamente classificadas. O Pote 1 terá as oito equipes que disputarão a Libertadores e o Pote 2, as três classificadas antecipadamente que não disputaram a competição continental mais os cinco classificados da fase anterior.

Pote 1 Pote 2
Rio Grande do Sul Grêmio (1)
São Paulo Palmeiras (2)
São Paulo Santos (3)
Minas Gerais Atlético Mineiro (5)
Rio de Janeiro Flamengo (9)
Paraná Atlético Paranaense (11)
Rio de Janeiro Botafogo (12)
Santa Catarina Chapecoense (19)
Minas Gerais Cruzeiro (6)
Rio Grande do Sul Internacional (7)
Rio de Janeiro Fluminense (10)
Pernambuco Sport (17)
Pernambuco Santa Cruz (26)
Goiás Atlético Goianiense (27)
Pará Paysandu (30)
Paraná Paraná (33)

Entre parênteses, o Ranking da CBF

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.
Time 1   Total   Time 2   1º jogo   2º jogo
Paraná Paraná 3–4 Minas Gerais Atlético Mineiro 3–2 0–2
Botafogo Rio de Janeiro 3–2 Pernambuco Sport 2–1 1–1
Flamengo Rio de Janeiro 2–1 Goiás Atlético Goianiense 0–0 2–1
Santos São Paulo 5–1 Pará Paysandu 2–0 3–1
Grêmio Rio Grande do Sul 5–1 Rio de Janeiro Fluminense 3–1 2–0
Santa Cruz Pernambuco 0–2 Paraná Atlético Paranaense 0–0 0–2
Palmeiras São Paulo 2–2 (gf) Rio Grande do Sul Internacional 1–0 1–2
Cruzeiro Minas Gerais 1–0 Santa Catarina Chapecoense 1–0 0–0

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Para esta fase, foi realizado um novo sorteio, pela CBF, no dia 5 de junho às 11h (UTC–3) no auditório da entidade. Todos os oito clubes classificados estavam em um pote único, sem restrições de cruzamentos.[21]

Pote único
Minas Gerais Atlético Mineiro
Paraná Atlético Paranaense
Rio de Janeiro Botafogo
Minas Gerais Cruzeiro
Rio de Janeiro Flamengo
Rio Grande do Sul Grêmio
São Paulo Palmeiras
São Paulo Santos

Tabela até a final[editar | editar código-fonte]