Lucas Barrios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lucas Barrios
Lucas Barrios
Informações pessoais
Nome completo Lucas Ramón Barrios Cáceres
Data de nasc. 13 de novembro de 1984 (33 anos)
Local de nasc. San Fernando, Argentina
Nacionalidade argentino
paraguaio
Altura 1,87 m
Destro
Apelido La Pantera
Informações profissionais
Clube atual Grêmio
Número 18
Posição Atacante
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2003–2004
2004
2005
2006
2006–2007
2007
2008–2009
2009–2012
2012–2013
2013–2015
2014–2015
2015–2017
2017–
Argentinos Juniors
Tigre (emp.)
Temuco
Tiro Federal
Cobreloa
Atlas
Colo-Colo
Borussia Dortmund
Guangzhou Evergrande
Spartak Moscow
Montpellier (emp.)
Palmeiras
Grêmio
0017 0000(5)
0016 0000(0)
0028 000(12)
0012 0000(1)
0039 000(26)
0019 0000(2)
0059 000(52)
0101 000(49)
0031 000(13)
0020 0000(2)
0033 000(11)
0044 000(13)
0039 000(18)
Seleção nacional3
2010– Paraguai 0034 0000(10)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 25 de outubro de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 6 de outubro de 2016.

Lucas Ramón Barrios Cáceres (San Fernando, 13 de novembro de 1984) é um futebolista argentino naturalizado paraguaio que atua como atacante. Atualmente joga pelo Grêmio.

Em 2008, quando ainda jogava no Colo-Colo do Chile, Lucas Barrios ganhou o prêmio de maior artilheiro do mundo daquele ano pela IFFHS.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado no Argentinos Juniors, Barrios passou por diversos clubes argentinos e chilenos, tendo relativo sucesso na maioria, mas não o bastante para receber propostas de grandes clubes europeus. No Colo-Colo, durante suas duas temporadas defendendo o clube, viveu seus melhores momentos até então, sendo artilheiro do Apertura (19 gols) e Clausura (18 gols), e conquistando o título do Clausura, seu primeiro como profissional.

Tendo grande destaque na equipe chilena, despertou atenção de outros clubes, tendo recebido propostas de diversos clubes, incluindo do francês Nancy,[1] do espanhol Espanyol[2] e do grego Panathinaikos (ambas superiores ao do Borussia) e, em 25 de julho de 2009, Barrios foi contratado pelo Borussia Dortmund, da Alemanha, por quatro milhões e meio de euros.[3] Sua estreia pelos Die Schwarzgelben ocorreu em 8 de agosto, na vitória sobre o Colônia, por 1 a 0.[4] No clube, teve uma ótima temporada de estreia, marcando vinte e três vezes durante o período, sendo quatro desses gols, na Copa da Alemanha, onde terminou como artilheiro.

Filho de mãe paraguaia, Barrios iniciou o processo de dupla cidadania em 16 de março de 2010 com a esperança de ter chances de estar na Copa do Mundo de 2010. Com apoio da própria associação paraguaia, que agiu para finalizar o processo antes do torneio, sua cidadania foi concedida em 8 de abril do mesmo ano.[5][6]

Pouco tempo após se naturalizar, Barrios foi incluído na pré-lista de convocados da seleção paraguaia para a Copa do Mundo de 2010, mesmo não tendo disputado nenhuma partida.[7] Logo depois, foi confirmado entre os vinte e três convocados para a disputa do torneio na África do Sul.[8] Tendo iniciado como titular, Barrios estreou no amistoso preparatório para a Copa contra a Irlanda, marcando o tento de honra na derrota por 2 a 1.[9] Em seguida, disputou mais duas partidas contra Costa do Marfim (2 a 2) e Grécia (2 a 1), respectivamente, tendo entrado no decorrer do segundo tempo de ambas e anotado um gol em cada.[10][11]

Após terminar a temporada 2010/11 como campeão alemão pelo Borussia, tendo participação importante com seus dezesseis gols em 32 partidas, Barrios foi convocado para disputar a Copa América de 2011.[12] Na competição, onde o Paraguai chegou à final tendo empatado todos os cinco primeiros jogos, Barrios marcou uma vez no empate em 3 x 3 contra a Venezuela, tendo sido também eleito o melhor em campo na partida.[13] Nas semifinais marcou novamente contra a Venezuela, porém na disputa por pênaltis.[14] Na final, iniciou a partida no banco de reservas, entrando apenas aos 76 minutos de partida, quando sua seleção já perdia por 2 x 0 (terminou 3 x 0) para o Uruguai.[15] Ainda na final, Barrios sofreu uma lesão após poucos minutos em campo, deixando o Paraguai com apenas dez jogadores em campo.[16]

Foi anunciado em 2 de maio de 2012 que Barrios deixaria o Borussia após o término da temporada 2011/12, e passaria a defender o Guangzhou Evergrande.[17] O clube chinês pagou oito milhões e meio por Barrios, que assinou um contrato de quatro anos.[18]

Em agosto de 2013, deixou o Guangzhou e acertou com o Spartak Moscou, da Rússia, retornando á Europa depois de 1 ano no futebol chinês.[19] esteve emprestado ao Montpellier, da França.

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Em 18 de Junho de 2015, o jogador anunciou em seu twitter, durante a disputa da Copa América, no Chile; que acertou com o Palmeiras.[20] Lucas Barrios foi apresentado no dia 16 de julho com a camisa 10, usada anteriormente por Valdivia.[21] No dia 19 de julho, Barrios estreou com a camisa alviverde no clássico contra o Santos no Allianz Parque, entrando no segundo tempo no lugar de Leandro Pereira.

No dia 26 de Agosto de 2015, em uma partida contra o Cruzeiro, válida pela Copa do Brasil, Barrios marcou seu primeiro gol com a camisa alviverde. Em acordo com o jogador Cleiton Xavier, cedeu a camisa 10 em troca da 8, que o consagrou em outros clubes.

No dia 16 de Setembro de 2015, em uma partida contra o Fluminense, válida pelo Campeonato Brasileiro, Barrios marcou um hat-trick com a camisa alviverde, saindo do banco de reservas aos 15 minutos do segundo tempo e fazendo o primeiro, o terceiro e o quarto gol da vitória do verdão por 4 a 1.

Fez o gol que resultou no empate contra o Cruzeiro em 1x1 de cabeça.

No dia 28 de outubro de 2015 fez os dois gols que deram a vitória ao Palmeiras sobre o Fluminense por 2x1, levando o time à disputa de pênaltis, na semi-final da Copa do Brasil, o que valeu a classificação do Palmeiras à final. Repetiu ótima atuação contra o Santos ,especialmente no segundo jogo da final, quando fez a jogada do primeiro gol do Palmeiras e se tornou campeão da Copa do Brasil 2015 e conseguindo vaga para disputar a Libertadores de 2016 pelo time alviverde.

Em 2015 foi o principal destaque da Seleção Paraguaia durante a Copa América disputada no Chile. Apesar de ser reserva, sempre entrava como substituto no segundo tempo de jogo, e foi o artilheiro de sua seleção, com quatro gols marcados. Barrios marcou logo na estreia contra a Argentina, sendo o principal destaque paraguaio no empate por 2 a 2. Contra o Uruguai, marcou o gol salvador que garantiu o empate por 1 a 1, que classificou o Paraguai para as quartas de final. Nas quartas ajudou o Paraguai a eliminar o Brasil nos pênaltis pela segunda edição consecutiva de Copa América. Na semifinal marcou mais um gol contra a Argentina, mas não conseguiu evitar a derrota frustante por 6 a 1.

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Em 25 de fevereiro de 2017, após rescindir seu contrato com o Palmeiras, assinou por uma temporada com o Grêmio.[22] No dia 2 de Abril, Barrios fez seu primeiro gol pelo Grêmio contra o Veranópolis em partida valida pelas quartas-de-final do Campeonato Gaúcho onde o Grêmio ganhou por 2x0.

No dia 27 de abril, em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América, Barrios anotou seu primeiro hat-trick com a camisa do Grêmio, em jogo que terminou com o placar de 4 a 1 para o time de Porto Alegre contra o Club Guarani, do Paraguai. Com o avanço da equipe na competição continental, Barrios foi se tornando cada vez mais importante na mecânica do jogo, com atuações decisivas nos dois embates contra a equipe argentina do Godoy Cruz e, sobretudo, anotando o gol da vitória contra o Botafogo na partida que decidiu o representante brasileiro nas semi-finais do torneio[23].

Títulos[editar | editar código-fonte]

Colo-Colo
Borussia Dortmund
Guangzhou Evergrande
Palmeiras

Prêmios e Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «"Nancy Fail To Acquire Colo Colo Star Barrios"». Consultado em 18 de abril de 2010 
  2. «"Colo-Colo reject Espanyol offer for Lucas Barrios"». Consultado em 18 de abril de 2010 
  3. «Borussia Dortmund se reforça com meia do Colo Colo». Consultado em 25 de julho de 2009 
  4. «Schalke 04 e Borussia estreiam com vitória; Werder perde no Alemão». Consultado em 8 de agosto de 2009 
  5. «"Lucas Barrios puede jugar el Mundial para Paraguay"». Consultado em 18 de abril de 2010 
  6. «Barrios se naturaliza paraguaio para substituir Cabañas». Consultado em 18 de abril de 2010 
  7. «Sem Cabañas, Paraguai põe Lucas Barrios na pré-lista». Consultado em 4 de maio de 2010 
  8. «Paraguai anuncia lista com Barrios no lugar de Cabañas». Consultado em 3 de junho de 2010 
  9. «"Paraguai perde amistoso para Irlanda"». Consultado em 3 de junho de 2010 
  10. «Com gol no fim, Paraguai empata com Costa do Marfim». Consultado em 3 de junho de 2010 
  11. «Paraguai vence Grécia por 2 a 0 em amistoso». Consultado em 3 de junho de 2010 
  12. «Argentina e Paraguai divulgam lista dos 23 que irão à Copa América». Consultado em 25 de julho de 2011 
  13. «Ficha del partido». Consultado em 25 de julho de 2011 
  14. «Ficha del partido». Consultado em 25 de julho de 2011 
  15. «Ficha del partido». Consultado em 25 de julho de 2011 
  16. «Lucas Barrios deverá ser desfalque entre três e quatro semanas». Consultado em 26 de julho de 2011 
  17. «Dortmund confirma acerto de Lucas Barrios com time chinês». Consultado em 2 de maio de 2012 
  18. «卢卡斯•巴里奥斯(Lucas Ramón Barrios)正式签约广州恒大足球俱乐部». Consultado em 2 de maio de 2012 
  19. «Lucas Barrios assina pelo Spartak Moscovo» 
  20. «Em rede social, Lucas Barrios anuncia acerto com o Palmeiras». Consultado em 16 de julho de 2015 
  21. «Barrios herda camisa 10 de Valdivia e se diz empolgado com o Palmeiras». Consultado em 16 de julho de 2015 
  22. «Lucas Barrios é o novo reforço do Grêmio». Futebol. Site oficial do Grêmio. 25 de fevereiro de 2017 
  23. «Grêmio x Botafogo - Taça Libertadores 2017-2017 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 23 de setembro de 2017 
  24. globoesporte.com. «Lucas Barrios recebe prêmio da IFFHS antes da partida contra o Palmeiras». Consultado em 24 de Abril de 2009 
Bandeira de ArgentinaSoccer icon Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.