Frederico Chaves Guedes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fred
Fred
Fred na Final da Copa das Confederações FIFA de 2013 – Tânia Rêgo/ABr
Informações pessoais
Nome completo Frederico Chaves Guedes
Data de nasc. 3 de outubro de 1983 (30 anos)
Local de nasc. Teófilo Otoni (MG), Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Altura 1,85 m
Destro
Apelido Fred, Fredgol, Freddy Krueger
O Predestinado, Don Fredon,
Rei das Laranjeiras
Informações profissionais
Clube atual Brasil Fluminense
Número 9
Posição Atacante
Site oficial http://www.fredgol.com/
Clubes de juventude

2001–2003
Brasil América de Teófilo Otoni
Brasil América Mineiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2003–2004
2004–2005
2005–2009
2009–
Brasil América Mineiro
Brasil Cruzeiro
França Lyon
Brasil Fluminense
0051 000(45)
0071 000(53)
0119 000(41)
0191 00(118)
Seleção nacional3
2005– Brasil Brasil 0032 000(16)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 10 de abril de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 5 de março de 2014.

Frederico Chaves Guedes[1] [2] , mais conhecido como Fred (Teófilo Otoni, 3 de outubro de 1983), é um futebolista brasileiro, que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Fluminense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

América Mineiro[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira no América Mineiro, em 2003, após passar pelas categorias de base. Ainda neste mesmo ano, Fred, ainda pouco conhecido, chamou a atenção do país ao marcar o gol mais rápido da história do futebol brasileiro, num chute do meio-de-campo, aos três segundos da partida entre América e o Vila Nova, de Goiânia, pela Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Era o gol mais rápido da história do futebol mundial até 7 de novembro de 2009, quando o árabe Nawaf al Abed marcou aos dois segundos do jogo contra o Al-Shoalah, pela Copa do Príncipe Faisal bin Fahad Sub-23.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Notando o destaque de Fred num clube do mesmo estado, o Cruzeiro o contratou, em meados de 2004.

Com a camisa celeste, o atacante participou de 28 jogos e foi o principal goleador do time no Campeonato Brasileiro, com 14 gols. Marcou ainda 2 gols na Copa Sul-Americana.

No ano seguinte, foi artilheiro do Campeonato Mineiro com 14 gols e da Copa do Brasil com 15 gols, sendo o recordista do número de gols em uma única edição do torneio. No Campeonato Brasileiro marcou 12 gols, totalizando 57 gols em sua passagem pelo clube.

Com todo esse currículo, o artilheiro conquistou a admiração da torcida cruzeirense e se tornou um grande ídolo contemporâneo do clube. A recíproca também é verdadeira, o que pode ser atestado por uma declaração do atleta em 14 de fevereiro de 2009:

Cquote1.svg Tive uma história muito bonita no Cruzeiro e tenho muito carinho pelo clube e pela torcida celeste. Fico muito honrado de ser considerado um dos maiores ídolos de todos os tempos do time. Estar ao lado de jogadores como Tostão, Dirceu Lopes, Zé Carlos, Alex e tantos outros é algo muito gratificante e que fica marcado em minha vida.[3] Cquote2.svg

Olympique Lyonnais[editar | editar código-fonte]

Fred no Lyon em 2008.

Em 2005, suas boas partidas lhe renderam uma transferência de 15 milhões de euros para o Lyon, time da Ligue 1 francesa, onde atuaria ao lado dos brasileiros Juninho Pernambucano e Cris, que também viriam a ser convocados para a Copa do Mundo FIFA de 2006.

No Lyon, participou da campanha de três títulos da Ligue 1, que fizeram o clube tornar-se heptacampeão nacional de forma consecutiva. Não conseguiu se firmar como titular do time, primeiro alternando com John Carew, e depois perdendo definitivamente seu espaço para Karim Benzema, que foi promovido como uma das grandes promessas das categorias de base do clube.

Sem sucesso mesmo num país de menor expressão no futebol europeu e sem conseguir emprego em grandes clubes europeus, Fred saiu do Lyon de forma polêmica em 2009 e retornou ao Brasil.

Fluminense[editar | editar código-fonte]

2009[editar | editar código-fonte]

Neste mesmo ano, em 5 de março, Fred acertou sua transferência para o Fluminense.[4] Insatisfeito no antigo clube, o Lyon, declarou que queria sair do clube antes do término do contrato, em maio. O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, dificultou sua ida para o clube carioca. Mesmo assim, a vontade de Fred falou mais alto, e ele então assinou contrato com o clube por cinco anos.

Fred marcou dois gols logo em sua estreia pelo Fluminense, no dia 15 de março, na vitória por 3 a 1, sobre o Macaé. Em julho de 2009, o jogador sofreu uma grave lesão muscular na região da virilha, ficando quase três meses em recuperação.[5] [6] Ao retornar aos gramados, em outubro, o artilheiro comandou a equipe em uma série invicta de dez partidas pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa Sul-Americana (entre 10 de outubro e 15 de novembro), mantendo uma média de um gol por partida.[7]

O jogador foi considerado a peça principal no rendimento da equipe, ajudando esta a escapar do rebaixamento, que poucas rodadas antes parecia improvável, visto que o time tinha 98% de chances de ser rebaixado. A partir deste feito, o Fluminense foi apelidado pela torcida como o "Time de Guerreiros", tendo Fred como o principal líder da equipe.

Cquote1.svg Nunca vi torcida igual ou parecida. Nem no Brasil, nem em qualquer outro lugar do mundo. Cquote2.svg

2010[editar | editar código-fonte]

Em 2010, a equipe deu sequência ao ótimo momento vivido em 2009, e Fred iniciou o ano marcando sete gols em nove jogos pelo Campeonato Carioca e mais seis gols em cinco jogos pela Copa do Brasil, onde o Fluminense terminou eliminado pelo Grêmio na fase quartas-de-final. No segundo semestre, teve a oportunidade de escrever o seu nome na história do Fluminense.

Apesar de ter participado de apenas 14 das 38 partidas do Fluminense no campeonato, devido ao fato de ter sofrido novamente com seguidas lesões que lhe retiraram de vários jogos, em oposição ao maior nome daquele torneio, também do Fluminense, o argentino Darío Conca, que participou de todos os jogos do time, Fred pôde se firmar como um dos principais jogadores na campanha rumo ao título do Campeonato Brasileiro com o clube, que desde 1984 não conquistava o Brasileirão.

2011[editar | editar código-fonte]

No ano seguinte, Fred já iniciou a temporada com destaque, marcando um hat-trick contra o Duque de Caxias. Ao fim do Campeonato Carioca, se tornou artilheiro do torneio com 10 gols, mas viu o Fluminense perder o título para o seu grande arquirrival Flamengo. Novamente fez história na emocionante partida que garantiu a classificação do Fluminense às oitavas-de-finais da Copa Libertadores da América de 2011. Com apenas 8% de chances de classificação na última rodada, contra o Argentinos Juniors, Fred ajudou o Flu a vencer, marcando dois gols, numa partida que terminou com a vitória de 4-2 e garantiu a classificação para o Fluminense,[8] que necessitava vencer exatamente pelos dois gols de diferença, além de torcer por combinações de resultados de outras equipes do grupo. Porém, o clube acabou eliminado ainda nas oitavas, após derrota por 4-3 no placar agregado contra o Libertad, do Paraguai,[9] naquela noite que ficou conhecida como uma das piores para o futebol brasileiro na história do torneio continental, já que o Fluminense e mais três clubes do país (Cruzeiro, Grêmio e Internacional) foram eliminados simultaneamente da competição.[10]

No dia 13 de outubro do mesmo ano, marcou o gol de número 200 na carreira, de bicicleta, num jogo contra o Coritiba realizado no Estádio do Engenhão, válido pelo Campeonato Brasileiro.[11] Neste mesmo jogo, Fred foi o autor de um hat-trick na vitória do Fluminense por 3 a 1.[11]

Um mês depois, no dia 16 de novembro, em partida contra o Grêmio, na qual o Fluminense perdia em duas ocasiões do jogo, Fred fez quatro gols e o Fluminense venceu a partida por 5 a 4 em uma atuação de gala do atacante. Já no jogo seguinte, no dia 20 de novembro, Fred fez três dos quatro gols marcados na vitória do Fluminense por 4 a 0, no Estádio Orlando Scarpelli, o que garantiu a vaga antecipada ao Fluminense na Libertadores. Com os 22 gols marcados em 25 jogos do Campeonato Brasileiro de 2011 (média de 0,88 gol por partida), Fred tornou-se o maior artilheiro do Fluminense em uma única edição do Campeonato Brasileiro.[12] [13]

2012[editar | editar código-fonte]

Fez sua estreia no ano de 2012 contra o Volta Redonda em uma vitória do Fluminense por 3 a 0 fora de casa. Fez um gol decisivo contra o Internacional no Engenhão, uma vitória de virada por 2 a 1 pela Libertadores, levando o time às quartas-de-final.[14] [15]

Em 19 de julho, entrou novamente para a história do Fluminense ao tornar-se também o maior artilheiro do clube em Campeonatos Brasileiros desde que a competição foi fundada, em 1959.[16] Ao marcar dois gols na goleada por 4 a 0 sobre o Bahia, em jogo realizado no Engenhão, o atacante chegou aos 44 gols pelo Flu em quatro edições do Brasileirão disputadas pelo clube, superando a marca de Magno Alves.[17] [18] Fez um gol após bela arrancada de Wellington Nem da defesa do Fluminense que tocou para Fred fazer 1 a 0 no Internacional em 9 de setembro, no Beira-Rio.[19] [20]

Em 30 de setembro de 2012, Fred fez um golaço de voleio contra o Flamengo, no Engenhão, vencido pelo Fluminense por 1 a 0 com o gol no primeiro tempo,[21] [22] [23] , tendo sido este gol eleito o mais bonito gol de Fred pelo Fluminense até março de 2014.[23]

Em 21 de outubro, Fred marcou seu 100º gol com a camisa do Fluminense e o 55º em Campeonatos Brasileiros, contra o Atlético Mineiro. Seu time acabou perdendo o jogo por 3 a 2.[24]

Em 4 de novembro, Fred completou 150 jogos pelo Fluminense e marcou um gol no empate contra o São Paulo, em 1 a 1, no Morumbi, em que Samuel roubou a bola de Rafael Tolói e tocou para Fred marcar o gol de empate do Fluminense.[25] [26] [27] [28] [29] [30] Fred fez dois gols no dia 11 de novembro,[31] [32] e dois gols que deram o título do Campeonato Brasileiro de 2012. Seu primeiro gol foi uma sobra de bola que Wellington Nem chutou e o goleiro Bruno defendeu, e Fred marcou o gol aos 45 minutos do primeiro tempo. O Fluminense chegou ao segundo gol quando Fred cruzou a bola para área e Maurício Ramos mandou contra o próprio gol fazendo 2 a 0 para o Fluminense aos 8 do segundo tempo.[33] [34] Mas o Palmeiras chegou ao empate com Hernán Barcos e Patrick Vieira, fazendo aos 15 e aos 19.[35] Aos 42 do segundo tempo Jean cruzou para Fred que, de primeira, fez 3 a 2 para o Fluminense e decretou o título.[36] [37] Fez o seu 104º pelo Fluminense em 25 de novembro de 2012, contra o Sport, em Recife, em que seu time empatou em um placar por 1 a 1.[38] [39]

2013[editar | editar código-fonte]

Em 17 de janeiro, a italiana Juventus estava interessada no atacante, depois de tentar Fernando Llorente e Didier Drogba. Porém, acabou fechando com Llorente.[40] [41] Estreou pelo Fluminense no ano de 2013 contra o Friburguense em 30 de janeiro, no Engenhão.[42] [43] Marcou seu primeiro gol pelo Fluminense em 2013 contra o Quissamã em 2 de fevereiro, convertendo um pênalti e fazendo 3 a 0 para o Flu.[44] Em 2 de fevereiro, diante do mesmo Quissamã, Fred participou dos três gols da vitória do Tricolor sobre o adversário. Um, de pênalti, contudo, foi elogiado pelo treinador Abel Braga, já que o camisa 9 não desperdiça uma cobrança do tipo desde 2011, tendo convertido as dez que bateu desde então.[45] [46] Fez um gol contra o Vasco da Gama em 9 de fevereiro, que deu o empate ao seu time por 1 a 1, aos 42 minutos do segundo tempo.[47] [48] [49] Marcou seu primeiro gol na Libertadores de 2013 contra o Caracas, da Venezuela, fora de casa, com gol aos 31 minutos do primeiro tempo.[50] [51] Marcou o primeiro gol do Fluminense no empate com o Huachipato por 1 a 1 no Engenhão, no dia 6 de março.[52] Fred sentiu uma dor no joelho direito após um salto em 6 de abril, partida válida pelo campeonato carioca contra o Resende.[53] Fred foi submetido a um exame no mesmo dia e teve de tomar o gelo anti-inflamatório. Depois do diagnóstico, Fred ficou fora do Fluminense por três semanas.[54] Em seu retorno marcou o primeiro gol na classificação com outro gol de Carlinhos marcado aos 40 minutos do segundo tempo sobre o Emelec.[55]

Em 30 de maio de 2013, um dia após a eliminação do Fluminense na Libertadores diante do Olimpia, do Paraguai, Fred foi acusado de soberba pelos adversários. Segundo Salustiano Candia, atleta de La O, o brasileiro teria dito a seu colega, Hernán Pérez, "que era fácil jogar futebol, pois ganhava um milhão."

Dessa maneira, ainda para Candia, os defensores paraguaios se revezaram para bater no camisa 9 tricolor. O auxiliar-técnico do clube de Assunção, inclusive, afirmou que seus zagueiros "esta semana não foram à manicure. Deixaram as unhas bem grandes para esperar por Fred."[56]

Em 21 de julho de 2013, durante o jogo válido pela 8ª rodada do Brasileirão 2013, contra o Vasco da Gama, aos 24 minutos do primeiro tempo, foi expulso ao agredir um zagueiro do time vascaíno. O caso foi denunciado para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva e o jogador poderia ficar várias partidas sem jogar.[57]

No dia 2 de agosto de 2013, o STDJ, após votação na tarde deste dia, decidiu que o jogador ficaria quatro partidas sem jogar. Desfalcou o Fluminense contra Grêmio (28 de julho), Ponte Preta (4 de agosto), Vitória (7 de agosto) e Flamengo (11 de agosto). Além disso, como participaria de um jogo amistoso no dia 14 de agosto, pela Seleção Brasileira contra a Suíça, só voltaria a jogar pelo clube no dia 18 (também não atuando contra o Corinthians), contra o Náutico. Além disso, ele chegou a falar que pensou em deixar o Brasil.[58]

Em 8 de dezembro, em função de sua contusão, que o impediria de atuar pelo Tricolor até o final do Brasileirão, Fred chorou na vitória carioca sobre o Bahia por 2 a 1, na Arena Fonte Nova. A razão de tal foi que, apesar do resultado positivo, o Fluminense, disputaria a série B em 2014, porém após um erro de escalação da Portuguesa, esse time perdeu 4 pontos e o seu clube se manteve na primeira divisão, resultando em mais uma virada de mesa para o Fluminense.

2014[editar | editar código-fonte]

Ao marcar um gol na vitória do Fluminense sobre o Horizonte (CE) por 5 a 0 em 10 de abril de 2014, Fred alcançou Viola como o segundo maior artilheiro da História da Copa do Brasil, com uma média de gols bem maior (0,94 contra 0,66), sendo esta a maior média de gols entre os dez maiores artilheiros desta competição.[59]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Fred tem 36 partidas com a Seleção Brasileira de Futebol. Entre as mais marcantes, estão os amistosos contra a Guatemala, em 27 de abril de 2005, e contra os Emirados Árabes, em 12 de novembro de 2005. Neste jogo contra os Emirados Árabes, Fred marcou dois gols depois de entrar na etapa final da partida. Contra a Rússia, marcou um gol, mas foi anulado. Dos quinze jogos, cinco foram na Copa do Mundo de 2006, 4 pela Copa América 2011 e outros 6 jogos através de amistosos.

Copa do Mundo de 2006[editar | editar código-fonte]

Mesmo com pouco tempo na Seleção, em 15 de maio de 2006, Fred foi um dos 23 jogadores convocados pelo técnico Carlos Alberto Parreira para jogarem a Copa do Mundo de 2006. Foi reserva da dupla Adriano e Ronaldo, juntamente com Robinho.

Fred marcou o seu primeiro gol em Copas do Mundo na vitória do Brasil por 2 a 0 sobre a Austrália, no dia 18 de junho de 2006, quando entrou aos 41 minutos do segundo tempo e aos 43, dois minutos após entrar em campo, marcando o segundo gol brasileiro.

Pós-Copa[editar | editar código-fonte]

Depois da Copa, foi convocado pelo técnico Dunga para integrar o time da Copa América de 2007, onde o Brasil foi campeão. Após este torneio, porém, não foi mais convocado pelo treinador.

A volta à Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Fred em um amistoso contra a Holanda.

Em 19 de maio de 2011, devido a suas boas atuações pelo Fluminense, retornou à Seleção Brasileira após quase quatro anos, agora sob o comando de Mano Menezes, para dois amistosos visando montar o grupo para a Copa América de 2011, que aconteceria no mês seguinte.[60] No segundo jogo da seleção no torneio, contra o Paraguai, Fred entrou no segundo tempo da partida, substituindo Neymar. O Brasil perdia por 2 a 1 até os 44 minutos do segundo tempo, quando ele marcou o gol de empate, salvando o Brasil de um vexame.[61] O Brasil terminou eliminado nas quartas-de-final, exatamente contra o Paraguai, após desperdiçar todas as cobranças na disputa por pênaltis, inclusive a de Fred.[62] O Paraguai venceu nos pênaltis por 2 a 0. Fez mais um gol pela seleção contra a Argentina em que seu time perdeu por 2 a 1, mais foi para as penalidades máximas devido a seleção ter vencido por 2 a 1 em Goiânia. Fred converteu o seu e o Brasil venceu por 4 a 3 nos pênaltis.[63] [64]

No entanto, depois de receber poucas oportunidades de Mano Menezes pós-Copa América, Fred festejou a confirmação no comando técnico da Seleção Brasileira de Luiz Felipe Scolari, que substituiu o ex-corintiano na função. Segundo o atacante, é possível voltar a ser convocado mais vezes pois, ao contrário do treinador demissionário, que optava por times mais leves, sem centroavantes, Felipão aposta em homens de referência, fator que teoricamente beneficiaria o artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2012 com 20 gols.[65]

Foi convocado mais uma vez em 22 de janeiro de 2013, para o amistoso contra a Inglaterra, em Wembley, em 6 de fevereiro.[66] [67] E marcou o gol no amistoso empatando o jogo para o Brasil em 1 a 1.[68] [69] [70]

Em março de 2013 confirmou a boa fase pela Seleção ao marcar o primeiro gol do time no amistoso diante da Itália, amistoso este disputado na Suíça e que terminaria empatado por 2 a 2.[71] [72] Fez o gol do empate do Brasil contra a Rússia ao 45 minutos do segundo tempo em 25 de março de 2013, no último amistoso antes da Copa das Confederações.[73]

No dia 14 de maio de 2013, o jogador foi convocado para a disputa da Copa das Confederações que será sediada no Brasil.[74]

Na partida amistosa contra a Seleção Inglesa de Futebol, na reinauguração oficial do Maracanã após reformas em 2 de junho de 2013, Fred foi o autor do primeiro gol oficial, no empate por 2 a 2.[75] [76]

Copa das Confederações FIFA 2013[editar | editar código-fonte]

Fred (esquerda), Júlio César e Thiago Silva minutos antes da partida contra o Japão.

A Copa das Confederações pode ter sido um marco na carreira do jogador, apesar de ter passado os dois primeiros jogos (contra o Japão e o México) em branco e vendo seu substituto direto entrar e marcar gols importantes, o jogador não se abateu e a partir do jogo contra a Itália, ainda na fase de grupos, voltou a balançar as redes.

Fred tornou-se, juntamente com Fernando Torres (atacante da Espanha), o artilheiro da competição, tendo marcado 5 gols (2 contra a Itália, 1 contra o Uruguai e novamente mais dois contra a Espanha na final).[77]

Além de ter sido um dos protagonistas na conquista do tetracampeonato da seleção brasileira, Fred ainda ganhou a chuteira de prata por sua artilharia (Por critérios de desempate, o jogador espanhol levou a chuteira de ouro por ter feito 5 gols e menos minutos jogados em comparação a Fred).

Após a competição houve especulação de que o Manchester City e o Real Madrid teriam interesse no jogador.[78] Mas ao que parece, o jogador não sente vontade de sair do atual clube.

Ainda fechou o patrocínio com a Adidas, marca que o patrocinou em 2006 e 2009.[79]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 10 de abril de 2014.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa nacional Copa da Liga Competições
continentais¹
Campeonato
estadual
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
América Mineiro 2003 19 7 10 18 29 25
2004 7 2 3 2 12 16 22 20
Total 26 9 3 2 22 34 51 45
Cruzeiro 2004 24 14 1 1 25 15
2005 19 10 9 14 1 0 17 14 46 38
Total 43 24 9 14 1 0 18 15 71 53
Lyon 2005–06 32 14 1 0 9 2 42 16
2006–07 20 11 2 0 5 2 27 13
2007–08 21 7 4 1 2 0 3 0 30 8
2008–09 15 2 0 0 1 0 4 2 20 4
Total 88 34 4 1 6 0 21 6 119 41
Fluminense 2009 20 12 6 2 6 5 4 3 36 22
2010 14 5 5 6 9 7 29² 18
2011 25 22 5 2 13 10 43 34
2012 28 20 7 3 10 7 45 30
2013 9 3 2 0 7 3 7 2 25 8
2014 0 0 2 1 0 0 11 5 13 6
Total 96 62 15 9 25 13 54 33 191 118
Total na Carreira 253 129 31 26 6 0 47 19 95 83 432 257

¹Em competições continentais, incluindo a Copa Libertadores da América, Copa Sul-Americana e a UEFA Champions League.
²Inclui um jogo amistoso desse ano.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Ano
Jogos Gols
2005 2 2
2006 6 2
2007 2 0
2011 9 2
2012 1 1
2013 11 9
2014 1 0
Total 32 16

Títulos[editar | editar código-fonte]

Olympique Lyonnais
Fluminense
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fred. Página visitada em 10 de outubro de 2013.
  2. Fred - Jogos / Gols - CB - Ogol.com. Página visitada em 14 de maio de 2013.
  3. Fifa destaca Fred como um dos maiores ídolos do Cruzeiro. GloboEsporte.com (12 de março de 2009).
  4. Globoesporte.com (7 de março de 2014). 'Rei', Fred celebra cinco anos de Flu: 'São tantas emoções'.
  5. Estadão (27 de julho de 2009). Lesão de Fred assusta médico do Fluminense.
  6. Terceiro Tempo (30 de outubro de 2009). Fred afirma que lesão poderia ter encurtado sua carreira.
  7. Abril.com (15 de novembro de 2009). Em fase "maravilhosa", Fred já pensa nas próximas batalhas.
  8. Argentinos Juniors x Fluminense. GloboEsporte.com (20 de abril de 2011).
  9. Libertad x Fluminense. GloboEsporte.com (4 de maio de 2011).
  10. Noite infeliz elimina quatro clubes brasileiros da Libertadores. GloboEsporte.com (5 de maio de 2011).
  11. a b Fred chega aos 200 gols na carreira e confessa: 'Estou morto de cansado'. UOL Esporte.
  12. Palmeiras 2 x 3 Fluminense - LANCENET. Página visitada em 14 de novembro de 2012.
  13. Fred comanda Fluminense ao quarto título Brasileiro contra o Palmeiras. Página visitada em 15 de novembro de 2012.
  14. Flu faz dois de cabeça, vira para cima do Inter e vai às quartas de final. Página visitada em 10 de maio de 2012.
  15. Fluminense 2 x 1 Internacional - Ogol.com. Página visitada em 12 de maio de 2012.
  16. Fluminense vence clássico contra o Flamengo e abre seis pontos na liderança. Página visitada em 30 de setembro de 2012.
  17. Fluminense x Bahia. GloboEsporte.com (19 de julho de 2012).
  18. Fluminense goleia o Bahia e Fred bate recorde de gols no Brasileiro. gazetaesportiva.net (19 de julho de 2012).
  19. No gatilho certeiro de Fred, Flu bate Inter no sul e mantém a liderança. Página visitada em 9 de setembro de 2012.
  20. Fluminense vs Internacional - Confronto Direto. Página visitada em 11 de setembro de 2012.
  21. DOMINGO TRICOLOR: FLU VENCE, DISPARA NA PONTA E FREIA O FLAMENGO. Página visitada em 30 de setembro de 2012.
  22. Fluminense vence o Flamengo por 1 a 0 com gol de voleio de Fred e abre seis pontos de vantagem à frente do Brasileirão. Página visitada em 2 de outubro de 2012.
  23. a b Flamengo 0 x 1 Fluminense - CAMPEONATO BRASILEIRO 2012. Página visitada em 18 de outubro de 2012.
  24. Atlético-MG 3 x 2 Fluminense - Campeonato Brasileiro 2012. GloboEsporte.com. Página visitada em 21 de outubro de 2012.
  25. Zagueiros falham, artilheiros brilham e dupla tricolor empata no Morumbi. Página visitada em 4 de novembro de 2012.
  26. São Paulo 1 x 1 Fluminense - CAMPEONATO BRASILEIRO 2012. Página visitada em 5 de novembro de 2012.
  27. São Paulo 1 x 1 Fluminense. LANCENET.com. Página visitada em 6 de novembro de 2012.
  28. Em duelo de artilheiros, São Paulo e Fluminense ficam no empate. Página visitada em 11 de novembro de 2012.
  29. São Paulo e Fluminense empatam em 1 a 1 com gols de artilheiros. Página visitada em 8 de novembro de 2012.
  30. NETFLU.com - Fred completa 150 jogos com a camisa do Fluminense. Página visitada em 24 de outubro de 2012.
  31. CRÔNICA: Sem sorte não se faz história. Fluminense campeão Brasileiro.. Página visitada em 11 de novembro de 2012.
  32. A euforia e o drama: Flu vence, é tetra e desespera o Palmeiras. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  33. Exames e avaliações físicas marcam reapresentação do Fluminense. Página visitada em 3 de janeiro de 2013.
  34. No primeiro dia de trabalho após férias, Fred brinca: 'Empolgadão'. Página visitada em 4 de janeiro de 2013.
  35. Fred decide, Fluminense afunda o Palmeiras e é tetracampeão brasileiro. Página visitada em 9 de novembro de 2012.
  36. NETFLU.com - FLUZAO É TETRA CAMPEAO DE 2012. Página visitada em 10 de novembro de 2012.
  37. Fluminense vence com gols de Fred, vira tetra brasileiro e deixa Palmeiras a um jogo da queda. Página visitada em 13 de novembro de 2012.
  38. Fluminense e Sport empatam na Ilha, e Leão fica perto da queda. Página visitada em 25 de novembro de 2012.
  39. Retrospectiva Fluminense - Setembro a Dezembro. Página visitada em 1 de janeiro de 2013.
  40. Fred é a bola da vez na Juve. Página visitada em 17 de janeiro de 2013.
  41. Site português noticia interesse da Juventus em Fred. Página visitada em 16 de janeiro de 2013.
  42. Fred deve jogar pelo Flu antes de servir à seleção. Página visitada em 24 de janeiro de 2013.
  43. Fred é relacionado e deve enfrentar o Friburguense. Página visitada em 30 de janeiro de 2013.
  44. Quissamã x Fluminense - TEMPO REAL. Página visitada em 2 de fevereiro de 2013.
  45. Fred converte o 10º pênalti seguido e ganha elogios de Abel: 'Espetacular'
  46. Fred destaca paciência para o Fluminense vencer o Quissamã
  47. Fluminense 1 x 1 Vasco. GloboEsporte.com. Página visitada em 9 de fevereiro de 2013.
  48. Fred marca no fim e Fluminense empata com o Vasco. Página visitada em 10 de fevereiro de 2013.
  49. Na raça, Flu arranca empate de 1 a 1 com o Vasco. Página visitada em 11 de fevereiro de 2013.
  50. Caracas x Fluminense - TEMPO REAL. GloboEsporte.com. Página visitada em 13 de fevereiro de 2013.
  51. Fred volta a ser decisivo e diz que o Fluminense está 'focado'. Página visitada em 14 de fevereiro de 2013.
  52. Fluminense 1 x 1 Huachipato-CHI - TEMPO REAL. GloboEsporte.com. Página visitada em 6 de março de 2013.
  53. Médico confirma que situação de Fred é a mais preocupante. Página visitada em 6 de abril de 2013.
  54. Fred desfalca o Fluminense por três semanas. Página visitada em 8 de abril de 2013.
  55. Fred retorna com gol, Flu vence o Emelec e avança às quartas de final. Página visitada em 8 de maio de 2013.
  56. Fred teria dito a zagueiro do Olimpia: 'É fácil jogar futebol, ganho 1 milhão'. GloboEsporte.com. Página visitada em 11 de outubro de 2013.
  57. Procurador do STJD diz que deve denunciar Fred e Jomar esta semana. Página visitada em 21 de julho de 2013.
  58. Fred é punido no STJD com quatro partidas e fala até em deixar o Brasil. Página visitada em 2 de agosto de 2013.
  59. Fred é o segundo maior artilheiro da história da Copa do Brasil. Página visitada em 12 de abril de 2014.
  60. Fred, Thiago Neves e Fábio são as novidades de Mano na Seleção. GloboEsporte.com (19 de maio de 2011).
  61. Fred marca aos 44 do segundo tempo e evita derrota contra o Paraguai. GloboEsporte.com (9 de julho de 2011).
  62. Brasil é eliminado pelo Paraguai após perder todas as cobranças de penalidades. GloboEsporte.com (14 de julho de 2011).
  63. Seleção: Mano, enfim, convoca Fred, Cavalieri e Jean. Página visitada em 18 de novembro de 2012.
  64. Argentina x Brasil. GloboEsporte.com. Página visitada em 21 de novembro de 2012.
  65. Fred festeja adesão de Felipão ao esquema tático com centroavante
  66. Fred é convocado para a seleção brasileira. Página visitada em 22 de janeiro de 2013.
  67. Fred x Luís Fabiano: Quem deve ser o centroavante de Felipão contra a Inglaterra?. Página visitada em 31 de janeiro de 2013.
  68. Gerrard quer vitória para provar que Inglaterra é capaz de vencer os melhores. Página visitada em 6 de fevereiro de 2013.
  69. Brasil x Inglaterra: clima quente para o clássico em Wembley. Página visitada em 7 de fevereiro de 2013.
  70. Inglaterra x Brasil - TEMPO REAL. Página visitada em 8 de fevereiro de 2013.
  71. [1]
  72. Itália arranca empate no segundo tempo e Brasil segue sem vencer grandes. Página visitada em 21 de março de 2013.
  73. Brasil escapa da derrota com gol de Fred aos 44 do segundo tempo. Página visitada em 25 de março de 2013.
  74. Pronto para ser o centroavante da seleção, Fred diz que é um peso bom. Página visitada em 14 de maio de 2013.
  75. Gerrard, Lampard e Rooney são convocados para amistoso da Inglaterra contra o Brasil em Wembley. Página visitada em 3 de fevereiro de 2013.
  76. Atento a Wayne Rooney, Ramires afirma: "Não é apenas um amistoso". Página visitada em 5 de fevereiro de 2013.
  77. Título não preenchido, favor adicionar. GloboEsporte.com. Página visitada em 10 de outubro de 2013.
  78. http://esportes.terra.com.br/futebol/rodrigo-caetano-nega-proposta-do-manchester-city-por-fred,8d78beee69b9f310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html
  79. Nova patrocinadora de Fred, Adidas coloca atacante entre os tops
  80. http://globoesporte.globo.com/rj/futebol/campeonato-carioca/noticia/2013/05/botafogo-recebe-taca-e-domina-selecao-do-campeonato-carioca.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Frederico Chaves Guedes