Neilton Mestzk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Neilton
Neilton
Neilton sendo apresentado pelo São Paulo em 2017
Informações pessoais
Nome completo Neilton Meira Mestzk Pinto
Data de nasc. 17 de fevereiro de 1994 (28 anos)
Local de nasc. Nanuque (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,66 m
Destro
Informações profissionais
Período em atividade 2013 - Presente
Clube atual Guarani
Número 7
Posição ponta-esquerda
Clubes de juventude
2000–2008
2008–2013
Água Santa
Santos
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2013–2014
2014–2017
2015–2016
2017
2017–2020
2019
2020
2020–2022
2021
2023–
Santos
Cruzeiro
Botafogo (emp.)
São Paulo (emp.)
Vitória
Internacional (emp.)
Hatta Club (emp.)
Coritiba
Sport (emp.)
Guarani
0020 0000(4)
0010 0000(1)
0072 000(18)
0011 0000(0)
0086 000(28)
0028 0000(1)
0007 0000(1)
0030 0000(1)
0019 0000(2)
0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 24 de junho de 2022.

Neilton Meira Mestzk, mais conhecido Neilton, (Nanuque, 17 de fevereiro de 1994), é um futebolista brasileiro que atua como ponta-esquerda. Atualmente está no Guarani.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Neilton chegou nas categorias de base do Santos com quatorze anos, após passagem pelo Esporte Clube Água Santa.[carece de fontes?]

Santos[editar | editar código-fonte]

Teve grande destaque nas categorias de base do Santos. Em 2012, foi campeão do Paulista Sub-20, e em 2013 se destacou principalmente pela Copa São Paulo, pelas semifinais da competição contra o Palmeiras. O Santos venceu o jogo por 3–2, e Neilton marcou os três gols do jogo.[1] Marcou um dos gols na final da competição contra o Goiás, jogo que terminou 3–1 e consagrou o Santos que não ganhava a Copa São Paulo Jr desde 1984.

Ascendeu ao time profissional e foi relacionado pela primeira vez no dia 21 de março de 2013, em um jogo contra o Mirassol, válido pelo Campeonato Paulista. Marcou seu primeiro gol com a camisa do Santos na derrota por 3–1 contra o Criciúma.[2]

No dia 13 de julho de 2013, em uma partida válida pelo Campeonato Brasileiro, Neilton fez dois gols na vitória por 4–1 contra a Portuguesa. Na partida seguinte contra o Coritiba, fez mais outro gol, decretando o empate por 2–2 na Vila Belmiro.

Seu vínculo com o Santos expirou em maio de 2014 e não houve acordo para renovação.[3]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 5 de junho de 2014, foi contratado pelo Cruzeiro.[4]

Sem uma condição física ideal e se recuperando de uma lesão no tornozelo direito, o jogador passou por um planejamento de reforço muscular antes de ficar à disposição do técnico Marcelo Oliveira.[5]

No dia 22 de junho de 2014, durante a inter temporada do Cruzeiro nos Estados Unidos, o jogador chegou a atuar na partida amistosa contra a equipe do Miami Dade. Conquistou no mesmo ano o maior de titulo até então de sua carreira, o Campeonato Brasileiro, porém sendo reserva durante toda a campanha e com poucas atuações.

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Sem oportunidades sob o comando de Vanderlei Luxemburgo no Cruzeiro, Neilton foi emprestado ao Botafogo no final de julho de 2015 até o final do ano, com o qual conquistou o título da Série B do Campeonato Brasileiro, garantindo a volta da equipe à Série A no ano seguinte.[6]

Após o término de 2015 surgiram algumas especulações na mídia futebolística de que o Cruzeiro não iria renovar o empréstimo do jogador ao Botafogo, porém Neilton expressando publicamente a sua vontade em permanecer no clube carioca, houve uma consideração do Cruzeiro e possibilitou uma reviravolta no caso. No final de 2015, Neilton renovou seu empréstimo com o clube alvinegro estendendo até o final de 2016.[carece de fontes?]

No dia 2 de dezembro de 2016, sem ter chegado a nenhum acordo com o Botafogo, Neilton foi liberado para voltar ao Cruzeiro (que exigia R$ 6 milhões pelo passe do jogador).[7]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Em 22 de dezembro de 2016, acertou com o São Paulo, em troca envolvendo o jogador Hudson com o Cruzeiro, ambos por empréstimo.[8]Em 13 de maio de 2017, foi devolvido ao Cruzeiro, após fracas atuações.[9]Com a camisa do São Paulo, fez 11 jogos e não marcou gols.[10]

Vitória[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 2017, foi contratado em definitivo pelo Vitória, assinando contrato até 2020.[11]Fez sua estreia em 3 de junho, contra o Fluminense, entrando no segundo tempo e dando uma assistência para o gol de Kieza, na derrota por 2 a 1.[12]

Internacional[editar | editar código-fonte]

Em 29 de dezembro de 2018, assinou por empréstimo de uma temporada com o Internacional.[13]

Hatta Club[editar | editar código-fonte]

Após retornar de empréstimo do Internacional e não ser aproveitado no Vitória por conta do alto salário, assinou um novo contrato de empréstimo por seis meses com o Hatta Club, dos Emirados Árabes.[14]

Coritiba[editar | editar código-fonte]

Após indefinição sobre a permanência,[15] rescindiu seu contrato com o Vitória e acertou com o Coritiba por dois anos e meio.[16] Marcou seu único gol pelo clube (em 24 partidas) contra o Botafogo, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 2020.

Sport[editar | editar código-fonte]

Em 15 de março de 2021, acertou sua saída do Coritiba por empréstimo ao Sport.[17] Fez sua estreia contra o Bahia, pela Copa do Nordeste de 2021, em jogo que o Sport foi derrotado por 4x0 no Estádio do Pituaçu. Marcou seu primeiro gol no dia 24 de abril de 2021, contra o Retrô de Camaragibe, pelo Campeonato Pernambucano do ano, em jogo que terminou 1x0 para o visitante, o Sport, na Arena de Pernambuco, que também marcou a estreia do recém-chegado técnico Umberto Louzer.

Deixou o Leão com 19 partidas, dois gols e uma assistência.

Guarani[editar | editar código-fonte]

O Guarani acertou a contratação de Neilton em 6 de janeiro de 2023.[18]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Seu sobrenome ´Mestzk´ é pelo fato do jogador ser descendente de alemães.[19]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 24 de junho de 2022.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[20]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Santos 2013 14 4 1 3 0 1 2 0 0 20 4 2
Total 14 4 1 3 0 1 3 0 0 19 4 2
Cruzeiro 2014 1 0 0 3 0 0 4 0 0
2015 1 0 0 5 1 0 6 1 0
Total 2 0 0 3 0 0 4 1 0 9 1 0
Botafogo 2015 18 6 3 18 6 3
2016 35 8 2 6 3 0 13 1 0 54 12 2
Total 53 14 5 6 3 0 13 1 0 72 18 5
São Paulo 2017 2 0 0 1 0 0 8 0 1 11 0 1
Total 2 0 0 1 0 0 8 0 1 11 0 1
Vitória 2017 30 7 6 30 7 6
2018 32 7 3 7 4 0 17 10 8 56 21 11
Total 62 14 9 7 4 0 0 0 0 17 10 4 86 28 15
Internacional 2019 16 1 0 0 0 0 0 0 0 12 0 3 28 1 3
Total 16 1 0 0 0 0 0 0 0 12 0 3 28 1 3
Hatta Club 2020 7 1 0 7 1 0
Total 7 1 0 7 1 0
Coritiba 2020–21 24 1 4 24 1 4
2022 4 0 0 2 0 0 6 0 0
Total 28 1 4 2 0 0 30 1 4
Sport 2021 6 0 0 13 2 1 19 2 1
Total 6 0 0 13 2 1 19 2 1
Guarani 2023 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total na carreira 188 35 19 19 7 1 1 0 0 87 14 13 281 55 32

Títulos[editar | editar código-fonte]

Coritiba
São Paulo
Botafogo
Cruzeiro
Santos

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Vitória

Referências

  1. «À la Neymar, Neilton marca três e coloca o Santos na final da Copinha». GloboEsporte. 22 de janeiro de 2013 
  2. «Inspirado, Criciúma vence Santos sem dificuldades no Heriberto Hülse». GloboEsporte. 5 de junho de 2013 
  3. «Santos desiste de Neilton e já confirma saída: "está deixando o clube"». UOL. 24 de março de 2014 
  4. «Cruzeiro anuncia a chegada de mais dois reforços para o segundo semestre». Sítio oficial Cruzeiro EC. 5 de maio de 2014 
  5. ANDRADE, Gustavo. «À espera de estreia, Neilton diz que Cruzeiro cumpre planejamento feito quando o contratou». Superesportes 
  6. «Cruzeiro confirma empréstimo de Neilton ao Botafogo até o final do ano». Consultado em 2 de agosto de 2015 
  7. «Sem negociação, atacante Neilton já é liberado e retorna ao Cruzeiro em 2017». Consultado em 15 de dezembro de 2016 
  8. «Neilton é Tricolor». Consultado em 22 de dezembro de 2016 
  9. «Neilton está fora do São Paulo; Botafogo e Bahia brigam pelo atacante». Consultado em 13 de maio de 2017 
  10. «Fora do São Paulo, Neilton fica perto de retornar ao Botafogo». Lance. 13 de maio de 2017 
  11. «AO ATAQUE!». ecvitoria.com.br. 25 de maio de 2017 
  12. «Fluminense aproveita falhas e bate o Vitória com gols de Richarlison e Henrique Dourado». GloboEsporte. 3 de junho de 2017 
  13. «Inter contrata atacante Neilton». internacional.com.br. 29 de dezembro de 2018 
  14. «Fora dos planos do Vitória, Neilton assina contrato com o Hatta Club, dos Emirados Árabes». globoesporte.com. 21 de janeiro de 2020 
  15. «Com fim do empréstimo ao Hatta Club, Neilton aguarda definição de futuro no Vitória». globoesporte.com. 22 de junho de 2020 
  16. «Neilton acerta rescisão de contrato com o Vitória e fecha com o Coritiba». globoesporte.com. 24 de julho de 2020 
  17. «Neilton reforça o ataque do Sport – Sport Club do Recife». Consultado em 26 de abril de 2021 
  18. «Guarani acerta contratação do atacante Neilton». GE. Consultado em 13 de janeiro de 2023 
  19. «Cheio de estilo, sucessor de Neymar é 'homenageado' por um bom homem patrocinador». GloboEsporte. 8 de julho de 2013 
  20. «Football : Neilton» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 6 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]