Marcelo Moreno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcelo Moreno
Marcelo Moreno
Marcelo Moreno atuando pelo Shakhtar Donetsk
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Martins Moreno[1]
Data de nasc. 18 de junho de 1987 (28 anos)
Local de nasc. Santa Cruz de la Sierra, Bolívia
Nacionalidade Bolívia boliviana  brasileira
Altura 1,87 m[2]
Ambidestro[3]
Apelido El Diablo, Flechero, M&M,
Triple M, Tanque, MM9
Informações profissionais
Período em atividade 2003–presente
Clube atual República Popular da China Changchun Yatai
Número 9
Posição Atacante
Site oficial marcelomoreno9.com
Clubes de juventude
2003–2004
2004–2005
Bolívia Oriente Petrolero
Brasil Vitória
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005–2007
2007–2008
2008–2011
2009
2010
2012–2015
2013
2014
2015–
Brasil Vitória
Brasil Cruzeiro
Ucrânia Shakhtar Donetsk
Alemanha Werder Bremen (emp.)
Inglaterra Wigan Athletic (emp.)
Brasil Grêmio
Brasil Flamengo (emp.)
Brasil Cruzeiro (emp.)
República Popular da China Changchun Yatai
0036 000(24)
0037 000(21)
0046 000(11)
0013 0000(3)
0012 0000(0)
0060 000(25)
0021 0000(5)
0052 000(26)
0020 0000(8)
Seleção nacional3
2005
2006
2007–
Brasil Brasil Sub-18
Brasil Brasil Sub-20
Flag of Bolivia.svg Bolívia
0008 0000(6)
0007 0000(5)
0054 000(14)[4]


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de agosto de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 25 de junho de 2015.

Marcelo Martins Moreno[1] [2] [5] (Santa Cruz de la Sierra, 18 de junho de 1987) é um futebolista boliviano com nacionalidade brasileira que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Changchun Yatai, da China.

Na terra natal, é mais conhecido pelo sobrenome Martins, herdado de seu pai, um brasileiro radicado na Bolívia. Por ter nascido e sido registrado lá, o sobrenome paterno foi colocado antes do materno, como comum em países de cultura hispânica (por isso, seu sobrenome completo é Martins Moreno e não Moreno Martins, que já seria a ordem comum em países de cultura lusitana). No Brasil, prevaleceu seu prenome e o sobrenome de sua boliviana mãe, ficando conhecido como Marcelo Moreno. Um de seus apelidos faz justamente referência às suas iniciais: é conhecido como Triple M.[1] .

Devido à sua dupla nacionalidade, poderia escolher a seleção que defenderia como profissional. Tornou-se o quarto atleta estrangeiro a vestir a camisa da Seleção Brasileira, onde jogou pelo sub-18 e sub-20, sendo também o primeiro estrangeiro a participar das categorias de base da Seleção,[5] Após sair das categorias de base, Moreno optou pela Seleção Boliviana, onde recebeu sua primeira convocação num amistoso contra o Peru, no dia 12 de setembro de 2007 e desde então, é o principal atleta da seleção. Enfrentou pela primeira vez o Brasil no dia 10 de setembro de 2008, em partida válida pelas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010. O jogo aconteceu no estádio Estádio Olímpico João Havelange (o Engenhão), no Rio de Janeiro, e terminou em 0x0. Destacou-se no Vitória (onde foi revelado) e Cruzeiro. Logo depois, atuou por equipes da Europa antes de firmar contrato com o Grêmio. Em 8 de dezembro de 2012, no dia em que o clube inaugurou a Arena do Grêmio, marcou o gol que definiu a primeira vitória do novo estádio.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira no Oriente Petrolero, da Bolívia, onde não chegou a atuar pelo time profissional. Em 2004, aos 17 anos, foi contratado pelo Vitória, onde profissionalizou-se e chamou a atenção das seleções de base do Brasil. Antes de completar 18 anos, foi convocado pela primeira vez à Seleção Brasileira sub-18 e, aos 19, chegou ao sub-20, optando parar por aí, pois se chegasse a Sub-21, não poderia jogar pelo seu país natal. No tempo em que ficou no Vitória, tornou-se campeão estadual em 2005 e 2007, respectivamente.

No começo de 2007, foi vendido ao Cruzeiro, sendo um dos dois artilheiros da Copa Libertadores da América.

Na Europa[editar | editar código-fonte]

No dia 27 de maio de 2008, a venda de Marcelo Moreno para o Shakhtar Donetsk foi oficialmente anunciada. A equipe ucraniana concordou em pagar 9 milhões de euros pelo jogador. O Cruzeiro tinha 50% dos direitos financeiros, um grupo de empresários tinha 40% e o jogador tinha 10%.

No dia 30 de maio de 2009, praticamente um ano depois da sua venda ao Shakhtar Donetsk, Moreno foi emprestado por um ano ao [[Ficheiro:Marcelo_Moreno_Martins_-_SV_Werder_Bremen_(2).jpg|right|thumb|250x250px|Marcelo Moreno nos tempos de Werder Bremen. Werder Bremen, da Alemanha, por uma quantia de 2 milhões de euros (5,6 milhões de reais). Em 1 de fevereiro de 2010, foi novamente emprestado, dessa vez ao Wigan, da Inglaterra. Retornou ao Shakhtar Donetsk em julho de 2010, onde permaneceu durante a temporada 2010-11.

Grêmio[editar | editar código-fonte]

2012[editar | editar código-fonte]

Em 14 de dezembro de 2011, junto de seu empresário e dirigentes do Grêmio, Marcelo Moreno assinou um pré-contrato com o clube. Os valores estipulados estão na casa dos seis milhões de euros e um contrato de quatro anos com o jogador. Além disso, Douglas Costa, meia revelado pelo clube gaúcho e atualmente no Shakhtar Donetsk, foi envolvido na negociação, sendo liberado para os ucranianos 15% dos direitos federativos. Restou ao Grêmio apenas 5%.[6] [7] [8] No Campeonato Brasileiro, foi o principal artilheiro durante a campanha gremista. Porém, no dia 17 de outubro protagonizou uma cena que ofuscou seu bom desempenho. Numa partida contra o Fluminense, então líder do campeonato e que disputava o título com o Grêmio, Moreno foi expulso após apenas 43 segundos em campo, por uma cotovelada em Rafael Sóbis. Em entrevista a beira do campo e revoltado com a expulsão, insinuou que havia um complô a favor do time carioca:

Cquote1.svg Assim fica fácil. O Fluminense vai ser campeão fácil assim. Cquote2.svg
Em entrevista após sua polêmica expulsão.[9]

2013[editar | editar código-fonte]

Apesar do bom desempenho com a camisa gremista em 2012, Moreno teve um início de 2013 conturbado no clube. Em fevereiro, chegou a ser incluído como parte de pagamento da negociação que levaria o argentino Barcos ao clube porto-alegrense. Contudo, em parte pelas ofensas de seu pai, Mauro Martins, a Palmeiras, chamando o clube de "fracassado",[10] o boliviano acabou permanecendo no Rio Grande do Sul, como reserva do próprio recém-contratado.

Em abril, fora dos planos de Vanderlei Luxemburgo para a disputa da segunda fase da Copa Libertadores, Moreno acabou oficialmente afastado do Grêmio. Por ser um atleta caro, os gaúchos passaram a vê-lo como uma boa opção de empréstimo para o Campeonato Brasileiro. [11]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

[[Ficheiro:MarceloMorenoFlamengo.jpg|right|thumb|180x180px|Marcelo Moreno comemorando gol pelo Flamengo.]] Em 29 de abril, acertou com o Flamengo por empréstimo até o final do ano. A partir de outubro, o Rubro-negro teve a opção de compra do atacante.[12] [13] Em 1 de junho de 2013, marcou seu primeiro gol com a camisa do Flamengo contra o Atlético Paranaense que resultou num empate de 2 a 2, partida válida pelo Campeonato Brasileiro.[14] Em um amistoso disputado contra o São Paulo, após receber um passe de uma bela jogada de Paulinho fez o gol da vitória por 1 a 0. [15] No dia 6 de julho de 2013 marcou seu terceiro gol contra o Coritiba em uma partida válida pelo Campeonato Brasileiro de Futebol de 2013.[16] Porém, com poucas chances no clube principalmente depois de se machucar, Marcelo Moreno foi devolvido ao Grêmio, tendo marcado apenas 5 gols.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 10 de janeiro de 2014 foi oficializado seu empréstimo ao Cruzeiro Esporte Clube.[17] No primeiro semestre participou da campanha que levou o time mineiro á conquista do Campeonato Mineiro, de forma invicta.

No dia 9 de novembro, em partida contra o Criciúma, válida pelo Campeonato Brasileiro, o jogador alcançou a marca de 44 gols com a camisa celeste, igualando-se ao espanhol Fernando Carazo como o maior artilheiro estrangeiro da história do clube mineiro.[18] No dia 23, sagrou-se campeão brasileiro após a vitória do Cruzeiro sobre o Goiás por 2 a 1, com duas rodadas de antecedência.[19]

Changchun Yatai[editar | editar código-fonte]

Em 18 de Abril de 2015 Marcelo Moreno enfim pôde comemorar no Campeonato Chinês. O atacante marcou seu primeiro gol na competição neste sábado e ajudou o Changchun Yatai a conquistar sua primeira vitória. E foi em grande estilo. O boliviano acertou um voleio para fazer o segundo gol da goleada por 4 a 1 sobre o Shanghai Shenxin, fora de casa

Cquote1.svg Fico feliz de ter conseguido ajudar o nosso time a conquistar os três pontos. É tudo muito novo aqui e estou me adaptando a este modo de vida. Graças a Deus, consegui marcar meu primeiro gol e contribuir para o resultado positivo. Acredito que essa vitória vai nos dar mais tranquilidade para trabalhar e manter o foco para que melhoremos nossa condição na tabela. Eu quero deixar meu nome gravado neste clube e o gol de hoje foi um bom começo para isso Cquote2.svg
Afirmou Moreno

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 6 de abril de 2014.[20]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato

nacional

Copa

nacional[a]

Competições

continentais[b]

Outros

torneios[c]

Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Vitória 2005 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
2006 30 12 0 0 0 0 0 0 30 12
2007 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 30 12 0 0 0 0 0 0 0 0
Cruzeiro 2007 13 6 0 0 1 0 0 0 14 6
2008 1 1 0 0 10 8 8 6 19 15
Total 14 7 0 0 11 8 8 6 33 21
Shakhtar Donetsk 2008–09 14 2 0 0 6 0 0 0 20 2
Total 14 2 0 0 6 0 0 0 20 2
Werder Bremen 2009–10 5 0 0 0 1 1 0 0 6 1
Total 5 0 0 0 1 1 0 0 6 1
Wigan Athletic 2009–10 12 0 0 0 0 0 0 0 12 0
Total 12 0 0 0 0 0 0 0 12 0
Shakhtar Donetsk 2010–11 18 5 2 2 3 0 0 0 23 7
2011–12 0 0 1 1 1 0 0 0 2 1
Total 18 5 3 3 4 0 0 0 25 8
Grêmio 2012 28 10 8 3 5 1 16 9 57 23
2013 0 0 0 0 2 0 3 0 5 0
2015 0 0 0 0 0 0 4 1
Total 28 10 8 3 7 1 23 10 62 23
Flamengo 2013 16 2 4 2 0 0 1 1 21 5
Total 16 2 4 2 0 0 1 1 21 5
Cruzeiro 2014 32 15 5 4 4 0 9 4 50 23
Total 32 15 5 4 4 0 9 4 50 23
Changchun Yatai 2015 10 4
Total 10 4
Total na carreira 179 57 20 12 33 10 41 21 272 136

Seleção Boliviana[21] [editar | editar código-fonte]

Seleção principal[editar | editar código-fonte]

Ano
Jogos Gols
2007 4 2
2008 8 3
2009 6 2
2010 1 1
2011 12 2
2012 6 0
2013 9 2
2014 3 0
2015 5 2
Total 54 14

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória
Cruzeiro
Shakhtar Donetsk
Werder Bremen
Flamengo
Seleção Brasileira

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro

Referências

  1. a b c La clave ofensiva (julho de 2011). El Gráfico - Guía de la Copa América. Revistas Deportivas, p. 13
  2. a b Marcelo Moreno Grêmio.
  3. O segredo de Marcelo Moreno clicrbs.com.br (8 de agosto de 2012).
  4. Marcelo Moreno Martins (em inglês) National Football Teams. Visitado em 17 de janeiro de 2013.
  5. a b Marcelo Moreno UOL Esporte.
  6. Marcelo Moreno assina com o Grêmio GloboEsporte.com Globo.com (14 de dezembro de 2011).
  7. Enfim, juntos: Marcelo Moreno e Kleber se encontram no Grêmio GloboEsporte.com Globo.com (15 de dezembro de 2011).
  8. Grêmio inclui 15% de Douglas Costa em contratação de Marcelo Moreno.
  9. Expulso, Marcelo Moreno insinua: 'Flu vai ser campeão fácil assim' sportv.globo.com (18 de outubro de 2012).
  10. Pai de Marcelo Moreno, sobre o Palmeiras: 'É uma equipe fracassada' Lancenet (8 de fevereiro de 2013).
  11. FONSECA, Vicente (25 de abril de 2013). Marcelo Moreno é oficialmente afastado do grupo do Grêmio Gazeta Esportiva.
  12. Grêmio acerta o empréstimo de Marcelo Moreno ao Flamengo ZeroHora.com.br (29 de abril de 2013). Visitado em 29 de abril de 2013.
  13. MOTA, Cahê e JUNIOR, Jani (29 de abril de 2013). Fla acerta com Moreno e aguarda assinatura para fazer anúncio GloboEsporte.com Globo.com. Visitado em 29 de abril de 2013.
  14. Fla reage, empata com Atlético-PR e mantém jejum de vitórias para ambos (01 de junho de 2013). Visitado em 01 de junho de 2013.
  15. Com gol de Moreno, Flamengo vence São Paulo na estreia de Mano (29 de junho de 2013). Visitado em 29 de junho de 2013.
  16. Na estreia de Mano, Fla sai na frente, mas Coxa se recupera e segue líder (06 de julho de 2013). Visitado em 06 de julho de 2013.
  17. Cruzeiro acerta o retorno do atacante boliviano Marcelo Moreno Sítio oficial Cruzeiro EC (10 de janeiro de de 2014).
  18. Maior artilheiro estrangeiro do clube, Moreno revela conversas para ficar no Cruzeiro Jornal Hoje em Dia (10 de novembro de 2014).
  19. Cruzeiro vence e conquista Brasileirão 2014 com duas rodadas de antecedência Portal EBC (23 de novembro de 2014).
  20. Football : Marcelo Moreno (em inglês) FootballDatabase.eu. Visitado em 26 de abril de 2013.
  21. Player - Marcelo Moreno (em inglês) National Football Teams. Visitado em 26 de abril de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]