Clássico Mineiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Clássico Mineiro
Atlético x Cruzeiro
Clássico Mineiro no Estádio do Atlético.

Clássico Mineiro no Estádio do Atlético.
editar

O Clássico Mineiro é o clássico de futebol mais importante do Estado de Minas Gerais, que envolve o Clube Atlético Mineiro e Cruzeiro Esporte Clube, maiores clubes da cidade de Belo Horizonte.[2]

História

Foi apenas a partir da década de 1950 que a rivalidade entre Atlético e Cruzeiro começou a se destacar, sendo reforçada pela divisão da taça do Campeonato Mineiro de 1956.[2]

Até a inauguração do Mineirão, em 1965, o Atlético levava vantagem no clássico. Dos 57 confrontos no Estádio Independência até então, 29 vitórias foram atleticanas, contra 17 celestes.[3]

Era Mineirão

O surgimento do Mineirão, inaugurado em setembro de 1965, marcou a virada e o domínio da equipe de azul, que passou a contar com atletas talentosos como Raul, Piazza, Dirceu Lopes, Natal e Tostão. A Raposa conquistou cinco títulos consecutivos de 1965 a 1969 e teve o Galo como vice-campeão em todos eles.[2]

O primeiro confronto entre as duas equipes realizado no Mineirão aconteceu em 24 de outubro de 1965, e o Cruzeiro venceu o Atlético por 1 a 0.[4] Durante 45 anos (entre 1965 e 2010), foram 214 confrontos, com vantagem cruzeirense: 76 vitórias, contra 69 do Alvinegro.[5]

Torcida única

Em 2010, o estádio Mineirão foi fechado para as reformas necessárias para a Copa do Mundo. Durante este período, as equipes mandaram seus jogos em estádios no interior do estado e passaram a contar com torcida única.[6] As duas torcidas só voltaram a se encontrar em 3 de fevereiro de 2013, no jogo de reinauguração do estádio. A partida entre as duas equipes, válida pela primeira rodada do Campeonato Mineiro, terminou com a vitória do Cruzeiro por 2 a 1.[7] O público presente na partida foi de 59.968 e o público pagante, aproximadamente 53 mil pessoas.[8]

Final da Copa do Brasil

No dia 5 de novembro de 2014, as equipes mineiras se classificaram para a final da Copa do Brasil. Nas semifinais, os atleticanos impuseram uma virada sobre o Flamengo por 4 a 1 no Mineirão, após perderem por 2 a 0 no primeiro jogo. Já o Cruzeiro, empatou com o Santos na Vila Belmiro, após ter vencido por 1 a 0 em casa e havia acabado de ser Tetracampeão Brasileiro.[9] Pela primeira vez na história, as duas equipes mineiras decidiram um título nacional.[10]

Na primeira partida, realizada no Independência, vitória do Atlético por 2 a 0.[11] No jogo de volta, no Mineirão, outra vitória do Atlético, dessa vez por 1 a 0, o que lhe garantiu o título inédito da Copa do Brasil de 2014.

A "Capital do Futebol"

Após a reforma e reinauguração do Mineirão, em 2013, as equipes mineiras voltaram a destacar-se nacional e internacionalmente. Ainda em 2013 o Atlético conquistou o título inédito da Taça Libertadores, o Cruzeiro ganhou pela terceira vez o Campeonato Brasileiro, maior título nacional.[10] Em 2014, além de decidirem o título da Copa do Brasil 2014, vencido pelo Atlético, as duas equipes foram protagonistas em outros campeonatos. O Atlético conquistou também o título de campeão da Recopa Sul-Americana,[12][13] enquanto o Cruzeiro conquistou o Campeonato Brasileiro de 2014,[9] o tetracampeonato de sua história e bicampeonato seguido. Estas conquistas e destaques fizeram com que o New York Times dedicasse uma reportagem à dupla mineira, dando a Belo Horizonte o título de "Capital do Futebol".[14][15]

Estatísticas

O maior placar do confronto foi Atlético 9x2 Palestra Itália em confronto válido pelo campeonato Mineiro (1927).

O lateral Paulo Roberto foi o jogador que mais atuou no clássico mineiro em campeonatos brasileiros, com 12 partidas vestindo a camisa do Atlético.[16]

Números

O jogo mais recente aconteceu em 1 de abril de 2017, com vitória do Cruzeiro por 2 a 1.[17] Este jogo decretou uma sequência de invencibilidade do Cruzeiro sobre o Atlético de 07 jogos (05 vitórias e 02 empates), iniciado no dia 06/06/2015.[18] O aproveitamento do time celeste no período é de 85,18%.

Estatísticas (versão atleticana)
Número de partidas 500
Vitórias de Atlético 201
Vitórias de Cruzeiro 166
Empates 133
Gols do Atlético 711
Gols do Cruzeiro 635
Fonte: Galodigital
Estatísticas (versão cruzeirense)
Número de partidas 481
Vitórias de Atlético 183
Vitórias de Cruzeiro 165
Empates 132
Gols do Atlético 663
Gols do Cruzeiro 618
Fonte: Cruzeiropédia
Data Partida Evento Estádio
27 de novembro de 1927 Atlético 9 x 2 Palestra Itália[19][20][21][22] Campeonato Mineiro de 1927 Campo do América

Gols:

Atlético:

Said Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11' Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19' Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Jairo Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66' Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71' Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76'
Mário de Castro Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57' Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61'
Getúlio Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82'

Palestra Itália:

Ninão Gol marcado aos 22 minutos de jogo 22' Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'

Fonte: Palestra Itália-MG 2 x 9 Atlético (GaloDigital)
Data Partida Evento Estádio
4 de dezembro de 2011 Cruzeiro 6 x 1 Atlético[23][24] Campeonato Brasileiro de 2011 Arena do Jacaré

Gols:

Cruzeiro:

Roger (08 minutos do 1º tempo)

Leandro Guerreiro (28 minutos do 1º tempo);

Anselmo Ramon (33 minutos do 1º tempo);

Fabrício (45 minutos do 1º tempo);

Wellington Paulista (11 minutos do 2º tempo);

Everton (45 minutos do 2º tempo);

Atlético:

Réver (15 minutos do 2º tempo);

Fonte: Cruzeiro 6 x 1 Atlético (CruzeiroPédia)

Maiores Invencibilidades:

Abaixo temos as 05 maiores invencibilidades do confronto entre os dois times:[25]

Posição Invicto Período Número de Jogos Resultados Aproveitamento (%)
1 Atlético-MG 1985 a 1987 13 Cinco vitórias e oito empates 58,97
2 Cruzeiro 2007 a 2009[26][27] 12 Dez vitórias e dois empates 88,88
3 Atlético-MG 2013 a 2015[28] 11 Seis vitórias e cinco empates 69,69
4 Atlético-MG 1947 a 1948 10 Nove vitórias e um empate 93,33
5 Atlético-MG 1937 a 1939 10 Oito vitórias e dois empates 86,66

Torcidas

  • Cruzeiro: 4,0% ou 8,3 milhões de torcedores.
  • Atlético: 2,8% ou 5,7 milhões de torcedores.
Fonte: Paraná Pesquisas 2016 (margem de erro: 1,0%)
  • Cruzeiro: 3,8% ou 7,6 milhões de torcedores.
  • Atlético: 2,6% ou 5,2 milhões de torcedores.
Fonte: Pluri Pesquisas Esportivas 2013 (margem de erro: 0,68%)

As duas pesquisas destacadas atendem ao critério de serem recentes e terem baixa margem de erro, cuja conclusão é a de que as duas torcidas seguem um crescimento proporcional e constante, com maior número de torcedores cruzeirenses, considerando as margens de erro citadas. Outras pesquisas podem ser consultadas na Lista das maiores torcidas de futebol do Brasil.

Maiores públicos

O recorde de público pagante da história do clássico foi registrado em 4 de maio de 1969, com 123.351 pagantes, em partida realizada no Mineirão, válida pelo Campeonato Mineiro.[29]

Veja os vinte maiores públicos do confronto:

Data Partida Evento Estádio Público
4 de maio de 1969 Cruzeiro 1-0 Atlético Campeonato Mineiro Mineirão 123.351[29]
9 de outubro de 1977 Cruzeiro 3-1 Atlético Campeonato Mineiro Mineirão 122.534
8 de novembro de 1980 Atlético 1-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 115.983[29]
2 de junho de 1968 Atlético 1-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 110.432
15 de dezembro de 1974 Atlético 1-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 109.363
5 de dezembro de 1982 Atlético 2-1 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 108.935
2 de agosto de 1970 Atlético 2-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 106.155
3 de abril de 1977 Atlético 2-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 103.725
9 de dezembro de 1984 Atlético 1-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 99.174
27 de março de 1977 Atlético 2-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 99.044
29 de janeiro de 1978 Atlético 2-1 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 98.778
18 de setembro de 1966 Atlético 0-2 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 97.965
28 de setembro de 1969 Atlético 1-2 Cruzeiro Torneio Roberto Gomes Pedrosa Mineirão 97.928
8 de fevereiro de 1987 Atlético 0-0 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 94.381
10 de setembro de 1967 Atlético 0-0 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 93.577
7 de agosto de 1977 Atlético 0-0 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 91.696
5 de março de 1967 Atlético 0-4 Cruzeiro Torneio Roberto Gomes Pedrosa Mineirão 91.042
18 de fevereiro de 1979 Atlético 2-1 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 90.894
26 de novembro de 1967 Atlético 3-3 Cruzeiro Campeonato Mineiro Mineirão 90.838
11 de fevereiro de 1987 Atlético 1-1 Cruzeiro Campeonato Brasileiro Mineirão 90.190

Títulos

Flag of the United Nations.svg Competições Internacionais Atlético Cruzeiro
Copa Libertadores da América 1 2
Supercopa Libertadores 0 2
Copa Conmebol 2 0
Recopa Sul-Americana 1 1
Copa Ouro Sul-Americana 0 1
Copa Master da Supercopa 0 1
Flag of Brazil.svg Competições Nacionais Atlético Cruzeiro
Campeonato Brasileiro 1 4**
Série B 1 0
Copa do Brasil 1 4
Copa dos Campeões Brasileiros[30] 1 0
Copa dos Campeões Estaduais[31] 1 0
Brazil State Map.svg Competições Interestaduais Atlético Cruzeiro
Copa Sul-Minas 0 2
Copa Centro-Oeste 0 1
Bandeira de Minas Gerais.svg Competições Estaduais Atlético Cruzeiro
Campeonato Mineiro[32] 44 36
Taça Minas Gerais[33] *** 5 5
Taça Belo Horizonte[34] 3 0
Copa dos Campeões Mineiros[35] 1 2
Torneio Incentivo Mineiro - FMF[36] 1 0
Torneio Início[37] 8 10
Bandeira de Belo Horizonte.png Competições Municipais Atlético Cruzeiro
Copa Belo Horizonte 1 1
Taça Bueno Brandão[38] 1 0
Total de títulos 73 72

** Inclui a Taça Brasil de 1966, unificada ao Campeonato Brasileiro pela CBF em dezembro de 2010.[39]
*** Inclui turnos de campeonatos.

Bibliografia

Livro: O Mineirão é azul: 40 jogos memoráveis do Cruzeiro contra o Atlético, por Leonardo Silvestre (2013).[40]

Livro: Clássicos do Futebol Brasileiro, por José Renato Sátiro Santiago Jr. e Marcelo Unt (2014).

Ver também

Referências

  1. "Palestra Itália 3x0 Atlético", CruzeiroPédia, 27/7/2014
  2. a b c «O clássico: Atlético x Cruzeiro». FIFA. Consultado em 25 de janeiro de 2014 
  3. RIBEIRO, Henrique (23 de agosto de 2012). «Independência demorou a cair no gosto dos rivais». Hoje em Dia. Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  4. «Cruzeiro amplia vantagem sobre o rival Atlético na Era Mineirão». UOL Esporte. 16 de setembro de 2007 
  5. RIBEIRO, Henrique (1 de dezembro de 2012). «Mineirão: a casa do clássico entre Cruzeiro e Atlético». Hoje em Dia 
  6. «Por segurança, Cruzeiro e Atlético-MG farão clássicos com torcida única». UOL Esporte. 8 de julho de 2010 
  7. DAGOBERTO DECIDE, E CRUZEIRO VENCE O GALO NA REINAUGURAÇÃO DO MINERÃO
  8. Mandante, Cruzeiro se dá bem com recorde de renda da história de Minas
  9. a b «Mesmo derrotado, Cruzeiro faz festa com a torcida pelo tetra do Brasileiro». ESPN 
  10. a b «Clubes de Minas decidem título nacional pela primeira vez na história». UOL Esporte. 5 de novembro de 2014 
  11. «Galo faz 2 a 0 no primeiro dos maiores clássicos da história de MG». Globo Esporte. 12 de novembro de 2014 
  12. «Atlético-MG é campeão da Recopa Sul-Americana ao vencer o Lanús no Mineirão». O Globo. 24 de julho de 2014 
  13. «O campeão da Recopa». Clube Atlético Mineiro. 24 de dezembro de 2014 
  14. MacKENNA, EWAN. «City Tarnished by Defeat Gets to Bask in Victory - NYTimes.com». Consultado em 29 de março de 2017 
  15. «"Capital do futebol": The New York Times publica reportagem exaltando clubes de Belo Horizonte - Superesportes». www.mg.superesportes.com.br. Consultado em 29 de março de 2017 
  16. GRACIANO, Wallace (22 de setembro de 2012). «História do clássico em Brasileiros: Cruzeiro leva vantagem». Hoje em Dia. Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  17. «Thiago Neves marca, Fred é expulso, Cruzeiro bate Atlético e aumenta tabu no clássico». ESPN 
  18. «Classificado e sem chance de alcançar Atlético, Cruzeiro defende tabu no clássico deste sábado». Hoje em dia. Consultado em 29 de março de 2017 
  19. «Goleadas à Mineira». Placar (1158). Abril. Dezembro de 1999. p. 24 – via Google Books 
  20. «Galo x Raposa». Placar (859). Abril. 10 de novembro de 1986. p. 5 – via Google Books 
  21. Freati, Claudio; Dias, Vítor (2 de março de 2014). «Minas Gerais 1927». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation (em inglês) 
  22. RIBEIRO, Henrique - Almanaque do Cruzeiro 1921-2013, página 15 (Ed. 2014)
  23. «Ficha Técnica: Cruzeiro 6 x 1 Atlético-MG | VEJA.com». VEJA.com. 4 de dezembro de 2011 
  24. «Cruzeiro goleia Atlético e escapa de rebaixamento inédito em grande estilo - Superesportes». www.superesportes.com.br. Consultado em 29 de março de 2017 
  25. «Atlético-MG mira atingir a segunda maior invencibilidade em clássicos». globoesporte.com 
  26. «Globoesporte.com > Futebol - CONFRONTO - Cruzeiro X Atlético-MG 12/07/2009». globoesporte.globo.com. Consultado em 29 de março de 2017 
  27. «Pois na realidade é um grande (BI)campeão!!!». globoesporte.globo.com. Consultado em 29 de março de 2017 
  28. «Não há mais tabu! Cruzeiro vence o Atlético-MG em pleno Independência - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  29. a b c DRUMMOND, Ivan (16 de dezembro de 2012). «Entre a glória e o drama». Superesportes. Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  30. RSSS Brasil. «Copa dos Campeões da Copa Brasil». Consultado em 2 de junho de 2012 
  31. RSSS Brasil. «Copa dos Campeões Estaduais». Consultado em 2 de junho de 2012 
  32. RSSS Brasil. «Campeonato Mineiro». Consultado em 2 de junho de 2012 
  33. RSSS Brasil. «Taça Minas Gerais». Consultado em 2 de junho de 2012 
  34. RSSS Brasil. «Taça Belo Horizonte». Consultado em 2 de junho de 2012 
  35. RSSS Brasil. «Copa dos Campeões Mineiros». Consultado em 2 de junho de 2012 
  36. RSSS Brasil. «Torneio Incentivo Mineiro - FMF». Consultado em 2 de junho de 2012 
  37. RSSS Brasil. «Torneio Início de Minas Gerais». Consultado em 2 de junho de 2012 
  38. RSSS Brasil. «Taça Bueno Brandão». Consultado em 2 de junho de 2012 
  39. «CBF anuncia oficialmente a unificação dos títulos de campeão brasileiro». Jornal O Globo. 22 de dezembro de 2010 
  40. «Livro resgata 40 vitórias memoráveis do Cruzeiro sobre o Atlético-MG». Site oficial do Cruzeiro. 15 de março de 2013 

Ligações externas

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.