Nelinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nelinho
Nelinho
Nelinho em 2014
Informações pessoais
Nome completo Manoel Rezende de Mattos Cabral
Data de nasc. 26 de julho de 1950 (68 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,80 m
Apelido Nelinho
Informações profissionais
Posição Lateral-direito
Clubes de juventude
1965
1965–1970
Olaria
América-RJ
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1970
1970–1971
1971
1972
1972
1973–1980
1980–1981
1981–1982
1982–1987
Total
América-RJ
Barreirense
Deportivo Anzoátegui
Bonsucesso
Remo
Cruzeiro
Grêmio
Cruzeiro
Atlético Mineiro

006 00(0)


010 00(0)
410 0(101)
002 00(1)
017 00(4)
274 0(52)
755 (168)
Seleção nacional
1974–1980 Brasil 021 00(6)
Times/Equipas que treinou
1993
1994
Atlético Mineiro
Cruzeiro

Manoel Rezende de Mattos Cabral, mais conhecido como Nelinho (Rio de Janeiro, 26 de julho de 1950), é um ex-futebolista brasileiro. Os pais são imigrantes de Ovar, Portugal no Brasil

Começou no América, passando pelo FC Barreirense de Portugal (em 1970-71) e por Bonsucesso, Remo, e logo foi transferido para o Cruzeiro na década de 1970, clube pelo qual ganhou a Taça Libertadores da América em 1976, seu título mais importante. Seu chute potente e com efeito o tornou o melhor lateral direito do mundo na sua época, e um dos melhores cobradores de falta da história do futebol do país.

Defendeu a Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo, sendo protagonista de um dos mais belos gols desse torneio, na decisão do terceiro lugar, disputada contra a Itália na Copa do Mundo de 1978: aos 19 minutos do segundo tempo, pela direita, chutou de três dedos, com a parte externa do pé direito; a bola, que parecia ir para fora, fez uma curva acentuada para a direita, indo parar no canto oposto do gol de Dino Zoff.

Jogou pelo Atlético Mineiro, sendo um dos heróis do Hexacampeonato Mineiro conquistado pela equipe entre 1978 e 1983.

Em 1979, Nelinho foi desafiado numa reportagem da TV Globo a chutar a bola para fora do Mineirão. Aceitou o desafio e conseguiu.

Precedido por
Palhinha
Técnico do Cruzeiro
1994
Sucedido por
Ênio Andrade
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.