Walter Olivera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Walter Olivera
Informações pessoais
Nome completo Walter Daniel Olivera Prada
Data de nasc. 16 de janeiro de 1953 (64 anos)
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Altura 1,84 m
Destro
Apelido Índio
Informações profissionais
Posição Zagueiro (Aposentado) e ex-treinador
Clubes de juventude
1966-1968
1968-1972
Uruguai La Palmita
Uruguai Peñarol
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1972-1983
1983-1985
Uruguai Peñarol
Brasil Atlético Mineiro
0
72000 (8)
Seleção nacional
1973-1985 Flag of Uruguay.svg Uruguai 000 0000
Times/Equipas que treinou
1985
Brasil Atlético Mineiro
21000 (9)

Walter Daniel Olivera Prada, mais conhecido simplesmente como Olivera (Montevidéu, 16 de janeiro de 1953) foi um futebolista que atuava como zagueiro e um ex-treinador uruguaio. Em toda a sua carreira, jogou em apenas duas equipes: o Peñarol e o Atlético Mineiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carreira no Uruguai[editar | editar código-fonte]

Olivera iniciou seu futebol no Peñarol em 1973.[1] Dono de um estilo xerife e um líder nato dentro de campo, vestiu a camisa aurinegra por 11 anos, sendo capitão por oito anos. Pelo time uruguaio, Oliveira conquistou oito títulos, sendo seis campeonatos uruguaios, uma Taça Libertadores e um Mundial Interclubes.[2]

Tal liderança o levou logo jovem para a seleção uruguaia. A primeira veio em 1973, com apenas 20 anos e conquistou a Copa América de 1983, num time repleto de craques, como Alzamendi, Francescoli, Aguilera, Fernando Morena e seu companheiro de Peñarol Mario Saralegui.

Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 1983, Olivera chegou no Clube Atlético Mineiro para formar dupla com Luisinho, com a confiança do presidente Elias Kalil e reforçando a boa aceitação dos uruguaios no time alvinegro, graças às excelentes passagens do lateral Cincunegui e do goleiro Mazurkiewicz nos anos 70 pelo Galo. Dono de um futebol determinado, Olivera foi muitas vezes interpretado como um jogador "duro". Líder em campo, Olivera logo conquistou a torcida alvinegra.

Devido a uma dor crônica lombar, Olivera encerrou carreira em 1985, no próprio Atlético, com apenas 32 anos de idade. Sua última partida foi no amistoso contra a Roma, que terminou 4 x 4. Regressou ao Uruguai e logo retornou ao Brasil, contratado pela Diretoria Atleticana como técnico do Galo. Curiosamente, na campanha do título estadual de 1985, teve participação como jogador e técnico[3].

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Peñarol
Atlético Mineiro
Seleção Uruguaia

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Atlético Mineiro

Referências

  1. a b Rodolpho meu ip Victor (16 de janeiro de 2009). «Jogadores uruguaios marcaram época na história do Atlético-MG». Consultado em 28 de setembro de 2013 
  2. «Walter Oliveira». Consultado em 28 de setembro de 2013  |arquivourl= é mal formado: timestamp (ajuda)
  3. Galo Digital (25 de setembro de 2013). «Biografia del Indio Olivera». Consultado em 25 de setembro  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)