Copa Libertadores da América de 1982

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Taça Libertadores da América de 1982
XXIII Copa Libertadores
Dados
Participantes 21
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 7 de março30 de novembro
Gol(o)s 163
Partidas 74
Média 2,2 gol(o)s por partida
Campeão Uruguai Peñarol (4º título)
Vice-campeão Chile Cobreloa
Melhor marcador UruguaiURU Fernando Morena (Peñarol) – 7 gols
Melhor ataque (fase inicial) Paraguai Olimpia – 12 gols
Melhor defesa (fase inicial) Argentina River Plate – 1 gol
Maior goleada
(diferença)
Olimpia Paraguai 4 – 0 Peru Melgar
Manuel FerreiraAssunção
25 de abril, Grupo 5
◄◄ Libertadores 1981 Soccerball.svg Libertadores 1983 ►►

A edição de 1982 da Taça Libertadores da América foi a 23ª disputada ao longo da história. O Club Atlético Peñarol, do Uruguai foi o grande campeão após passar pelo Cobreloa, do Chile, na final.

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Na primeira fase, vinte clubes foram divididos em cinco grupos, com o primeiro colocado se classificando para as semifinais. O Flamengo, do Brasil, campeão da Taça Libertadores da América de 1981, avançou direto para as semifinais.

No Grupo 1, o River Plate se classificou sem grandes dificuldades. A grande surpresa foi o desempenho do Boca Juniors, que não resistiu à altitude de La Paz e perdeu as duas partidas contra os bolivianos do The Strongest e Jorge Wilsterman, terminando em último lugar.

No Grupo 2, o Peñarol terminou em primeiro, ganhando todas as partidas em casa. Foi a primeira participação do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense no torneio.

No Grupo 3, Deportes Tolima e Atletico Nacional disputaram ponto a ponto até a última rodada, tendo o Tolima se classificado com apenas um ponto de diferença.

No Grupo 4, o Cobreloa - vice campeão da Libertadores de 1981 - se classificou ao derrotar o Colo-Colo, em Calama, por 2x0.

No Grupo 5, o Olimpia se classificou com facilidade, em um grupo que, além do Sol de America (também do Paraguai), contava com os peruanos do Melgar e do Municipal.

Semifinais[editar | editar código-fonte]

No Grupo A, apesar dos fortes adversários, o Peñarol venceu todas as quatro partidas, se classificando sem contestação. Já no Grupo B, o Cobreloa conquistou o direito de ir à final do torneio ao vencer o Olímpia, em Santiago, por 1x0.

Finais[editar | editar código-fonte]

Jogo de ida
26 de novembro de 1982 Peñarol Uruguai 0 - 0 Chile Cobreloa Estádio Centenário, Montevidéu

Público: 57 600 (44 690)
Árbitro: BrasilBRA Assis de Aragao
Jogo de volta
30 de novembro de 1982 Cobreloa Chile 0 - 1 Uruguai Peñarol Estádio Nacional de Chile, Santiago

Fernando Morena Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Público: 74 350
Árbitro: ArgentinaARG Jorge Romero


Libertadores 1982
Flag of Uruguay.svg
PEÑAROL
Campeão
(4º título)

Jogadores Notáveis:[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]