Copa Libertadores da América Sub-20 de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Copa Libertadores da América Sub-20 de 2016
Libertadores Sub-20 de 2016
Logo-copa-libertadores-sub20-300px 1.png
Estadio Defensores del Chaco en 2019.jpg
Panorâmica do Defensores del Chaco, estádio que sediou a decisão do torneio.
Dados
Participantes 12
Organização Confederação Sul-Americana de Futebol
Anfitrião Paraguai
Período 30 de janeiro de 201614 de fevereiro de 2016
Gol(o)s 76
Partidas 22
Média 3,45 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo (1.º título)
Vice-campeão Liverpool
3.º colocado Cortuluá
4.º colocado Lanús
Melhor marcador Brasil Luiz Araújo (São Paulo) – 5 gols
Maior goleada
(diferença)
Bolívar 0–12 Liverpool
Feliciano CáceresLuque
5 de fevereiro
Fair play Cortuluá
◄◄ 2012 Soccerball.svg 2018 ►►

A Copa Libertadores da América Sub-20 de 2016 foi a terceira edição desta competição futebolística de categoria de base organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol. Ela foi disputada por doze equipes entre os dias 30 de janeiro e 14 de fevereiro de 2016.

O evento marcou o retorno da competição, que não era realizada desde 2012. Com uma quantidade menor de participantes, o torneio teve uma fase a menos em relação aos anteriores, mas manteve o regulamento semelhante, no qual as equipes foram divididas inicialmente em grupos e os classificados, mais tarde, disputaram jogos eliminatórios.

Cortuluá, Lanús, Liverpool e São Paulo foram os quatro representantes qualificados da fase de grupos. Os dois últimos venceram seus adversários nas semifinais e prosseguiram na competição. O São Paulo conquistou o título após vencer a decisão contra o Liverpool pelo placar mínimo.

Participantes e regulamento[editar | editar código-fonte]

O torneio foi disputado por doze equipes: Lanús e River Plate foram os representantes argentinos, assim como os paraguaios Cerro Porteño e Libertad. O evento foi completado com as presenças de Bolívar (Bolívia), Cortuluá (Colômbia), Deportivo La Guaira (Venezuela), Huachipato (Chile), Independiente del Valle (Equador), Liverpool (URU), Melgar (Peru) e São Paulo (Brasil).[1]

Por fim, o regulamento divulgado foi semelhante aos da edições anteriores, com o torneio dividido em três fases. Na inicial, os doze participantes foram divididos em três grupos, sendo que os classificados prosseguiram em um sistema eliminatório.[1]

País Equipe
 Argentina River Plate
Lanús
 Bolívia Bolívar
 Brasil São Paulo
 Chile Huachipato
 Colômbia Cortuluá
Equador Independiente del Valle
 Paraguai Cerro Porteño
Libertad
 Peru Melgar
Uruguai Liverpool
 Venezuela Deportivo La Guaira

Resumo[editar | editar código-fonte]

Bolívar e Lanús foram os dois clubes responsáveis pela estreia da competição em 30 de janeiro. Na ocasião, os argentinos venceram os bolivianos pelo placar de 2–0. Poucas horas depois, Liverpool venceu o Cerro Porteño.[2] No dia seguinte, os confrontos do segundo grupo foram realizados e os dois terminaram empatados por 1–1.[3][4] Por fim, a primeira rodada foi finalizada já em fevereiro com as vitórias de Huachipato e River Plate.[5]

Na segunda rodada, o Lanús somou mais três pontos após derrotar o Liverpool. Pelo mesmo grupo, o Cerro Porteño se recuperou e venceu o Bolívar.[6] O São Paulo, por sua vez, assumiu a liderança do segundo grupo depois de golear o Independiente del Valle.[7] O clube brasileiro ficou em vantagem nos critérios de desempates contra o Libertad, que também conquistou um triunfo.[8] Encerrando a rodada, Cortuluá e River Plate venceram no terceiro grupo.[9]

A terceira e última rodada foi responsável por definir os classificados. No primeiro grupo, o líder Lanús foi derrotado pelo Cerro Porteño enquanto o Liverpool goleou o Bolívar. Com esses resultados, as três equipes empataram no número de pontos, mas a goleada aplicada pelo Liverpool foi determinante para que o clube uruguaio assumisse a liderança.[10] O Lanús, por sua vez, assegurou a qualificação como o melhor segundo colocado.[11] No segundo grupo, o São Paulo venceu o Melgar.[12] A classificação são-paulina foi confirmada algumas horas depois, com a derrota do Libertad.[13] No dia 7 de fevereiro, o último classificado foi conhecido, a equipe colombiana do Cortuluá, que ficou na liderança do terceiro grupo.[14]

Em 11 de fevereiro, Cortuluá e Liverpool protagonizaram a primeira semifinal do torneio. Na oportunidade, os clubes não tiveram êxito ofensivo e o tempo regulamentar terminou sem gols. Os uruguaios, contudo, venceram a disputa por pênaltis.[15] Na outra partida, o Lanús enfrentou o São Paulo. Os argentinos marcaram primeiro com Cristian e Gabriel Ramirez. O São Paulo, no entanto, empatou a partida em nove minutos: com gols de Luiz Araújo e David Neres. O clube brasileiro não tardou a virar o placar através de Pedro Bortoluzo.[16]

Jogadores do São Paulo comemoram o título.

Os últimos jogos foram realizados no dia 14 de fevereiro, ambos no estádio Defensores del Chaco. No penúltimo embate, Cortuluá e Lanús disputaram a terceira colocação, que foi conquistada pela equipe colombiana após uma vitória simples.[17] Já a decisão entre Liverpool e São Paulo começou com os uruguaios procurando o ataque e quase conseguiram o gol aos 21 minutos, em uma falha do goleiro Lucas Perri.[18] Apesar disso, a ofensividade do Liverpool foi anulada pelo controle de bola do São Paulo. Os brasileiros, contudo, falhavam nas finalizações enquanto os uruguaios procuravam os contra-ataques. O único gol da partida foi marcado aos 39 minutos, quando Luiz Araújo passou pelos adversários e cruzou para David Neres que rolou a bola para trás, Lucas Fernandes rematou travado pela marcação, entretanto a bola sobrou para o mesmo que girou e arrematou novamente.[19] Logo após o tento, uma confusão generalizada entre os jogadores resultou nas expulsões de David Neres e Lautaro De Amores.[20][21] Com o resultado, o São Paulo se sagrou campeão deste torneio pela primeia vez, tornando também o primeiro brasileiro a conquistar o título.[22]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Equipe classificada para a fase final
Equipes classificadas para o índice técnico
Equipes eliminadas
Pos Equipe P J V E D GP GC SG
1.º Uruguai Liverpool 6 3 2 0 1 14 4 +10
2.º Argentina Lanús 6 3 2 0 1 6 3 +3
3.º Paraguai Cerro Porteño 6 3 2 0 1 7 5 +2
4.º Bolívia Bolívar 0 3 0 0 3 2 17 -15
  • Cerro Porteño, Lanús e Liverpool empataram no número de pontos. O posicionamento final das equipes foi decidido pelos critérios de desempates, o saldo de gols.

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe P J V E D GP GC SG
1.º Brasil São Paulo 7 3 2 1 0 12 1 +11
2.º Paraguai Libertad 4 3 1 1 1 5 4 +1
3.º Equador Independiente del Valle 4 3 1 1 1 3 10 –7
4.º Peru Melgar 1 3 0 1 2 2 7 –5
  • Libertad e Independiente del Valle empataram no número de pontos. O clube paraguaio, no entanto, ficou em vantagem nos critérios de desempates, o saldo de gols.

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe P J V E D GP GC SG
1.º Colômbia Cortuluá 6 3 2 0 1 9 5 +4
2.º Chile Huachipato 6 3 2 0 1 5 4 +1
3.º Argentina River Plate 6 3 2 0 1 4 3 +1
4.º Venezuela Deportivo La Guaira 0 2 0 0 2 0 6 –6
  • Cortuluá, Huachipato e River Plate empataram no número de pontos. O posicionamento final das equipes foi decidido pelos critérios de desempates, o saldo de gols.

Índice técnico[editar | editar código-fonte]

Equipe classificada para a fase final
Equipes eliminadas
Equipe P J V E D GP GC SG
Argentina Lanús 6 3 2 0 1 6 3 +3
Chile Huachipato 6 3 2 0 1 5 4 +1
Paraguai Libertad 4 3 1 1 1 5 4 +1

Fase final[editar | editar código-fonte]

  Semifinais Final
11 de fevereiro – Assunção
  Uruguai Liverpool (pen)  0 (7)  
  Colômbia Cortuluá  0 (6)  
 
14 de fevereiro – Assunção
      Uruguai Liverpool  0
    Brasil São Paulo  1
Terceiro lugar
11 de fevereiro – Assunção 14 de fevereiro – Assunção
  Brasil São Paulo  3   Colômbia Cortuluá  1
  Argentina Lanús  2     Argentina Lanús  0

Referências

  1. a b «Copa Libertadores Sub 20: soñando con la Libertadores "grande" doce clubes van en busca de la gloria» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. 29 de janeiro de 2016. Consultado em 8 de janeiro de 2018. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2016 
  2. «Lanús y Liverpool debutan con victorias en la Copa Libertadores Sub-20» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  3. «FBC Melgar igualó 1-1 en su debut en la Copa Libertadores Sub-20» (em espanhol). Latina.pe. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  4. «São Paulo tem técnico e dois expulsos em empate na Libertadores sub-20». GloboEsporte.com. 31 de janeiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Cópia arquivada em 18 de março de 2016 
  5. «Libertadores Sub-20: Huachipato começa com pé direito; River vence». Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  6. «Libertadores Sub-20: Lanús fue contundente; Cerro Porteño sufre y gana» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  7. «São Paulo goleia Independiente Del Valle pela Libertadores sub-20: 8 a 0». GloboEsporte.com. 3 de fevereiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Cópia arquivada em 16 de março de 2016 
  8. «Libertadores Sub-20: São Paulo derrota com autoridade; Libertad se faz valer como local». Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 9 de janeiro de 2018 
  9. «Libertadores Sub-20: Cortuluá em seu primeiro triunfo; River defende o título». Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  10. «Liverpool primer clasificado a las Seminales de la Libertadores Sub-20» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 1 de julho de 2017 
  11. «Equipe sub-20 do São Paulo pega o Lanús pela semifinal da Libertadores». GloboEsporte.com. 11 de fevereiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Cópia arquivada em 21 de março de 2016 
  12. «São Paulo vence Melgar e está na semifinal da Libertadores sub-20». ESPN. 6 de fevereiro de 2016. Consultado em 7 de junho de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  13. «Sao Paulo se inscribe en las Semifinales de la Libertadores Sub-20» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. 6 de fevereiro de 2016. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  14. «Libertadores Sub-20: Cortuluá con el pase a las Semifinales bajo el brazo» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 8 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2016 
  15. «Liverpool y Sao Paulo los grandes finalistas de la Copa Libertadores Sub-20» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. Consultado em 12 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2016 
  16. «São Paulo vira diante do Lanús e vai à final da Libertadores Sub-20». GloboEsporte.com. 12 de fevereiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Cópia arquivada em 18 de março de 2016 
  17. «¡Sao Paulo campeón de la Copa Libertadores Sub-20!» (em espanhol). Website oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol. 14 de fevereiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Arquivado do original em 23 de fevereiro de 2016 
  18. «São Paulo marca no fim e conquista o título da Libertadores Sub-20». Portal Terra. 14 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2016 
  19. «São Paulo vence Liverpool e é o primeiro brasileiro campeão da Libertadores Sub-20». Fox Sports. Consultado em 15 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2016 
  20. «É campeão! São Paulo bate Liverpool e conquista a Libertadores Sub-20». GloboEsporte.com. 14 de fevereiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Cópia arquivada em 26 de abril de 2016 
  21. «Liverpool arañó el oro». Ovación (em espanhol). 14 de fevereiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2016 
  22. «Após derrota em clássico, São Paulo é campeão da Libertadores Sub-20». Folha de S. Paulo. 14 de fevereiro de 2016. Consultado em 30 de abril de 2021. Cópia arquivada em 17 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]