Club Cerro Porteño

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cerro Porteño
LogoDeCerroPorteño.png
Nome Club Cerro Porteño
Alcunhas Ciclón de Barrio Obrero
El club del pueblo
La mitad más uno
Azulgrana
Fundação 1 de outubro de 1912 (102 anos)
Localização Assunção, Paraguai
Mando de jogo em General Pablo Rojas
Capacidade (mando) 32.910 pessoas
Presidente Paraguai Juan José Zapag
Treinador Paraguai Roberto Torres
Patrocinador Luxemburgo Tigo
Material esportivo Estados Unidos Nike
Competição Paraguai Campeonato Paraguaio (Apertura)
Paraguai Campeonato Paraguaio (Clausura)
Flags of the Union of South American Nations.gif Copa Sul-Americana
Paraguai 2014
Paraguai 2014
Flags of the Union of South American Nations.gif 2014
A disputar
A disputar
A disputar
Website cerro.com.py
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Club Cerro Porteño é uma agremiação de futebol paraguaia. O clube foi fundado no dia 1º de outubro de 1912, na cidade de Assunção e tem como grande rival o Olímpia. É um dos principais times do Paraguai, possuindo um grande número de torcedores.

História[editar | editar código-fonte]

O surgimento do clube, popularmente conhecido como "El Ciclón", se deu na casa de Dona Susana Nunes, mãe dos quatro jogadores de futebol que ali praticavam o esporte e sonhavam em fundar um time. À época, o Paraguai vivia uma fase de instabilidade política, mas as cores de dois partidos tradicionais do país, Colorado e Liberal, deram origem ao uniforme do Cerro. Com a homenagem, a agremiação ficou marcada por uma torcida que sempre lutou pela liberdade.

Ao todo, são 30 conquistas do Campeonato Paraguaio, sendo o Cerro o 2° clube mais vencedor do país. Apesar de tamanho sucesso no campeonato nacional, o clube nunca venceu um torneio internacional, apesar de já ter atingido às semifinais da Copa Libertadores.

Logo em 1913, o Cerro Porteño levantaria a taça inaugural de sua sala de troféus. Uma campanha perfeita levou o clube à conquista do Campeonato Paraguaio na era amadora. Antes da era profissional, o Cerro venceria a competição em mais três oportunidades: 1915, 1918 e 1919.

No ano de 1918, o time ganhou o apelido de Ciclón. Tudo isso por causa da final contra o Nacional. O Cerro empatou o primeiro jogo por 2 a 2 e o segundo por 1 a 1. No terceiro, a grande final, o clube azul-grená perdia a partida por 2 a 0, com apenas sete minutos restando para o fim. Porém, como um verdadeiro vendaval, a agremiação virou o jogo para 4 a 2 e levou o título. Após o triunfo, a equipe ficaria muito tempo afastada das competições nacionais, pois os campeonatos não estavam sendo realizados em virtude da Guerra do Chaco e da Revolução Liberal. A volta do maior torneio do Paraguai aconteceria somente em 1935, quando a liga passou a ser profissional. Assim como na fase amadora, o Cerro começou com tudo e, logo na primeira temporada de disputa, se tornou campeão. A maior seqüência de títulos do time começaria no ano de 1939. Naquela temporada, o clube iniciaria a conquista do tricampeonato paraguaio. O mesmo feito seria repetido na década de 70, com a conquista da competição em 1972, 1973 e 1974.

Em 17 de abril de 1983, na sua vitória por 2 a 1 frente ao Olimpia, foi batido o recorde de público em partidas de clubes no Paraguai, quando 49.095 torcedores estiveram presentes.[1]

De 1990 pra cá é o clube que mais conquistou títulos no Paraguai.

Cores[editar | editar código-fonte]

O Cerro Porteño usa como cores o vermelho e o azul: camisetas vermelhas com listras azuis, calções e meias brancas, inspiradas em dois tradicionais partidos do Paraguai.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Paraguai Campeonato Paraguaio 31 1913, 1915, 1918, 1919, 1935, 1939, 1940, 1941, 1944, 1950, 1954, 1961, 1963, 1966, 1970, 1972, 1973, 1974, 1977, 1987, 1990, 1992, 1994, 1996, 2001, 2004, 2005, 2009, 2012, 2013, 2015.
Paraguai Copa da República 6 1945, 1949, 1950, 1978, 1991 e 1995.
Torneios Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Paraguai Torneio Apertura 7 1994, 1997, 2001, 2004, 2005, 2012 e 2015.
Paraguai Torneio Clausura 8 1996, 1998, 1999, 2001, 2004, 2005, 2006, 2013.

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar]


Goleiros
Jogador
Paraguai Cristian Alvarez
Paraguai Rodolfo Rodríguez
Defensores
Jogador Pos.
Uruguai Diego Lugano Z
Paraguai César Benítez Z
Paraguai Bruno Valdez Z
Paraguai Victor Mareco Z
Paraguai Ángel Martínez Z
Paraguai Junior Mujica Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
Paraguai Carlos Bonet Capitão M
Argentina Jonathan Santana M
Paraguai Jonathan Fabbro M
Paraguai Aléxis González M
Paraguai Miguel Rejala M
Paraguai Juan Arregala M
Paraguai Fidencio Oviedo M
Atacantes
Jogador
Paraguai José Ortigoza
Paraguai Cecílio Dominguez
Paraguai Sergio Velázquez
Comissão técnica
Nome Pos.
Paraguai Roberto Torres T
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador lesionado/contundido
  • +: Jogador em fase final de recuperação
  • +: Jogador que volta de lesão/contusão
  • Suspenso.: Jogador suspenso

Comissão técnica[editar]

Comissão técnica
Nome Função
Paraguai Francisco Arce Treinador
Comissão técnica
Nome Função
Uruguai Juan Jacinto Rodriguez Assistente
Uruguai Sebastian Avelino Preparador físico



Treinadores[editar | editar código-fonte]

Esses são os principais treinadores:

Sedes e estádios[editar | editar código-fonte]

General Pablo Rojas[editar | editar código-fonte]

Estádio Coronel Pablo Rojas (conhecido por "La Olla") é a casa do Cerro Porteño.

Seu estádio é conhecido como a Olla azulgrana (a panela Azul-Grená).

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de ParaguaiSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol paraguaios é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Club Cerro Porteño