Diego Churín

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Diego Churín
Informações pessoais
Nome completo Diego Churín Puyo
Data de nasc. 1 de dezembro de 1989 (32 anos)
Local de nasc. Arroyo Dulce, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,85 m
Ambidestro
Apelido Churi Churín Fun Flais
Informações profissionais
Período em atividade 2006–presente
Clube atual Atlético Goianiense
Número 19
Posição Centroavante
Clubes de juventude
Juventud de Pergamino
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2007
2007–2012
2010
2010
2011
2013–2014
2014–2017
2016–2017
2017
2018–2020
2020–
2022–
Juventud de Pergamino
Independiente
Platense (emp.)
Los Andes (emp.)
Comunicaciones (emp.)
Curicó Unido
Universidad de Concepción
Unión Española (emp.)
Cerro Porteño (emp.)
Cerro Porteño
Grêmio
Atlético Goianiense (emp.)
0001 0000(0)
0010 0000(1)
0011 0000(0)
0014 0000(2)
0019 0000(1)
0057 000(17)
0068 000(10)
0050 000(29)
0017 000(11)
0111 000(42)
0047 0000(5)
0025 0000(4)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 17 de julho de 2022.

Diego Churín Puyo, mais conhecido como Diego Churín (Arroyo Dulce, 1 de dezembro de 1989) é um futebolista argentino que atua como centroavante. Atualmente, defende o Atlético Goianiense, emprestado pelo Grêmio.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Diego Churín começou jogando nos times amadores em sua cidade natal de Arroyo Dulce e chegou ao profissional com o Juventud de Pergamino e mais tarde, em 2007 no Independiente. O atacante chegou ao time titular sob a direção técnica de Américo Gallego, em 2008, e estreou no dia 10 de fevereiro do mesmo ano contra o Lanús. No entanto, durante sua primeira passagem até 2009, ele jogou apenas oito jogos, sem marcar gols.

Em 2010 foi emprestado ao Platense,[1] em meados do ano ao Los Andes[2] e em 2011 ao Comunicaciones, todos times da Primera B Metropolitana. Durante esse período, ele marcou apenas três gols em 44 jogos no total. Ele voltou ao Independiente para jogar o Apertura 2011, onde não teve um bom desempenho, apenas marcando um gol contra o Colegiales pela Copa da Argentina.[3][4] 2012 seria seu ano mais difícil, já que estava sem jogar nenhum minuto na Primeira Divisão, embora permanecesse ativo na reserva.

Curicó Unido[editar | editar código-fonte]

Churín decidiu rescindir o contrato com o Independiente, para partir com destino ao Curicó Unido do Chile, a pedido do técnico Pablo Abraham. Na temporada de 2013, o argentino teve um renascimento do futebol e foi uma das principais figuras da grande campanha da equipe na Segunda Divisão chilena de 2013, marcou 8 gols em 15 jogos disputados, resultando no artilheiro do torneio e levando o Curicó Unido à final do campeonato, onde eles enfrentaram e perderam para a Universidad de Concepción (ele marcou um gol no primeiro jogo na segunda mão contra o Magallanes, e um no segundo jogo). Além disso, marcou um gol pela Copa Chile de 2013-14, contra a Universidad Católica.[5] No total, com o Curicó Unido disputou 49 partidas e marcou 16 gols.

Universidad de Concepción[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2013, foi oficializada a transferência do jogador para a Universidad de Concepción para o Apertura da Primeira Divisão de 2014, após o término de sua participação com o Curicó Unido na Primera B 2013-2014, onde o atacante marcou 7 gols.[6][7][8] No Universidad de Concepción teve uma passagem irregular, com destaque para o título obtido na Copa Chile de 2014-15, onde Churín marcou 3 gols nessa copa.[9]

Unión Española[editar | editar código-fonte]

No início de 2016, foi emprestado à Unión Española.[10] No time, voltou a demonstrar uma grande qualidade de goleador, marcando um total de 25 gols no ano e meio em que pertenceu ao clube, entre os seus jogos pela competição local e pela Libertadores de 2017, onde marcou duas vezes.

Cerro Porteño[editar | editar código-fonte]

Devido ao seu grande histórico de gols na Unión Española, esteve muito perto de assinar com uma grande equipe do Chile, a Universidade de Chile, mas a transferência não prosperou. Ele também estava prestes a partir para o futebol do Catar, mas em 6 de julho de 2017, Churin assinou oficialmente pelo Cerro Porteño do Paraguai, com um contrato de 4 anos.[11][12][13][14]

Em torneios locais foi um dos os artilheiros do Clausura 2017 com 11 gols, o que permitiu ao Cerro Porteño ser campeão do torneio,[15][16] ele conseguiu repetir com a obtenção de um novo título, o Apertura 2020,[17][18] onde foi novamente artilheiro da equipe com 7 gols, com destaque para os dois que marcou na temporada contra o rival Olímpia e outro contra o River Plate de pênalti, na partida que selou o campeonato a favor de sua equipe.[19]

Devido ao seu ótimo desempenho, chegou até ser cotado a se naturalizar paraguaio para jogar na Seleção Paraguaia.[20]

Churin deixou o Cerro após ótima passagem com 128 jogos e marcou 53 gols, além do bicampeonato paraguaio, com o título do Clausura de 2017 (sendo o artilheiro da competição) e o Apertura de (2020).[21]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Em 26 de outubro de 2020, Diego Churín foi anunciado como reforço do Grêmio, assinando um contrato de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais um, até o final de 2023.[23]

Fez seu primeiro jogo pela camisa tricolor gaúcha em 2 de novembro, contra o Red Bull Bragantino, entrando como substituto.[25]

Marcou seu primeiro gol com a camisa do Grêmio em 14 de novembro, em uma vitória sobre o Ceará em casa por 4 a 2, marcando o último gol tricolor na partida.[26]

Ficou no Grêmio de outubro de 2020 até abril de 22, onde entrou em campo em 47 partidas, com cinco gols marcados e duas assistências. Em 2022, foram apenas oito jogos e nenhum gol anotado, assim foi encerrada sua história no tricolor gaúcho.[27]

Atlético Goianiense[editar | editar código-fonte]

O Atlético Goianiense acertou a contratação, por empréstimo, de Diego Churín em 7 de abril de 2022, empréstimo é válido até dezembro. Neste período, o salário do atleta será dividido entre os clubes.[28]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Universidad de Concepción
Cerro Porteño
Grêmio

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Firmó Diego Churín y es el primer refuerzo». PlatenseAloAncho (em espanhol). 30 de dezembro de 2009. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  2. «Dos más para Cachín». Club Los Andes (em espanhol). 13 de julho de 2010. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  3. «Independiente goleó 4 a 0 a Colegiales». TN (em espanhol). 23 de novembro de 2011. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  4. «En Salta, el Rojo vapuleó 4-0 al Tricolor, que terminó con diez hombres». TYC Sports (em espanhol). 22 de novembro de 2011. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  5. «LA UC RESCATÓ UN AGÓNICO EMPATE FRENTE A CURICÓ UNIDO». ANFP (em espanhol). 8 de setembro de 2013. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  6. «U. de Concepción oficializó fichajes de Diego Churín y José Huentelaf». Cooperativa (em espanhol). 16 de maio de 2014. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  7. «Diego Churín se une a U. de Concepción de cara al Apertura». Prensa Futbol (em espanhol). 19 de maio de 2014. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  8. «El goleador Diego Churín es el primer refuerzo de la Universidad de Concepción». Soy Chile (em espanhol). 16 de maio de 2014. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  9. «Un campeón inteligente: El Campanil derrotó a Palestino y se quedó con la Copa Chile». La Tercera (em espanhol). 28 de março de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  10. «Diego Churín es el primer refuerzo de Unión Española para 2016». Cooperativa (em espanhol). 14 de dezembro de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  11. «El vuelco que tomó el futuro de Diego Churín». Publimetro (em espanhol). 6 de julho de 2017. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  12. «Sigue en Sudamérica: Diego Churín fue presentado como nuevo refuerzo de Cerro Porteño». BioBioChile (em espanhol). 8 de julho de 2017. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  13. «Diego Churin parte a Cerro Porteño». La Tercera (em espanhol). 6 de julho de 2017. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  14. «Cerro presentó a sus nuevos refuerzos: Churín y Oviedo». D10 (em espanhol). 8 de julho de 2017. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  15. «Churín, el dueño del gol y gran protagonista para ser campeón». La Nación (em espanhol). 10 de dezembro de 2017. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  16. «Churín, el dueño del gol y gran protagonista para ser campeón». La Nación (em espanhol). 8 de julho de 2017. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  17. «El pueblo está de fiesta: Cerro Porteño, histórico y fantástico campeón». D10 (em espanhol). 26 de setembro de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  18. «El Cerro Porteño golea a River Plate y es campeón anticipado en Paraguay». InfoBae (em espanhol). 26 de setembro de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  19. «Diego Churín: el goleador del campeón». Tigo Sports (em espanhol). 28 de setembro de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  20. «El argentino que aceptaría jugar para Paraguay: "Sería un logro en mi carrera", reveló el delantero Diego Churín». TNT Sports (em espanhol). 12 de maio de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  21. «Grêmio anuncia a contratação do atacante argentino Diego Churín, ex-Cerro Porteño». Diario de Cuiabá. Consultado em 16 de agosto de 2022 
  22. «Emocionado, Diego Churín se despede do Cerro Porteño sendo homenageado». Consultado em 16 de agosto de 2022 
  23. «Grêmio oficializa a contratação do centroavante Diego Churín». Globo Esporte. 26 de outubro de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  24. «Grêmio apresenta reforço argentino para o ataque: Diego Churín». O Dia. Consultado em 16 de agosto de 2022 
  25. «Grêmio acorda no segundo tempo, faz dois gols em três minutos e vence o Bragantino». Globo Esporte. 2 de novembro de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  26. «Churín comemora primeiro gol pelo Grêmio e elogia atuação do time: "Jogo muito bom"». Globo Esporte. 14 de novembro de 2020. Consultado em 11 de novembro de 2020 
  27. «Atlético-GO oficializa contratação de Diego Churín». gauchazh. Consultado em 16 de agosto de 2022 
  28. «Diego Churín acerta com o Atlético-GO por empréstimo». tntsports. Consultado em 16 de agosto de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]