Assunção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Assunção
Asunción
—  Cidade  —
Bandeira de Assunção
Bandeira
Brasão de armas de Assunção
Brasão de armas
apelido/alcunha(s) Mãe das Cidades
Assunção está localizado em: Paraguai
Assunção
Localização de Assunção no Paraguai
25° 16' 55" S 57° 38' 06" O
País Paraguai
Setor Autônomo Distrito Capital
Fundação 15 de Agosto de 1537
Fundador Juan de Salazar y Espinosa
Conurbação Grande Assunção
Distritos Distritos
Administração
 - Intendente Arnaldo Samaniego
Área
 - Total 117 km²
Altitude 43 m (141 pés)
População (Censo 2010)
 - Total 742 023
    • Densidade 6 342,1/km2 
' - Conurbação' 2 529 061
Gentílico: Assunceno (a)
Fuso horário UTC (UTC-4)
 - Horário de verão UTC (UTC-3)
Cód. Telefônico +595 21
IDH 0,837
Sítio Assunção

Nossa Senhora Santa Maria da Assunção ou simplesmente Assunção (em castelhano: Asunción) é a capital e maior cidade da República do Paraguai. É um município autônomo e Distrito Capital independente, isto quer dizer que não está integrado formalmente a nenhum departamento ou estado. Está localizada junto a Baía de Assunção, na margem esquerda do Rio Paraguai frente a confluência com o Rio Pilcomayo. Em 2010, segundo a Direção Geral de Estatísticas, Pesquisas e Censos (DGEEC), tinha uma população aproximada de 742 023 habitantes, o que a converte na maior e mais populosa aglomeração urbana do Paraguai. Sua área metropolitana, denominada Grande Assunção, inclui as cidades de San Lorenzo, Lambaré, Fernando de la Mora, Capiatá, Luque, Mariano Roque Alonso, Ñemby, Villa Elisa, Villa Hayes e San Antonio, a qual incrementa sua população periférica em mais de 2 529 061 habitantes. Sua superfície é de 117 km² na cidade, e 1000 km² na Grande Assunção, seus comércios e indústrias são muito fortes e seu PIB chega a 21000 milhões de dólares sendo umas das capitais e cidades mais importantes da América Latina, e Seu IDH é alto (0,837).[1]

A capital é a sede dos três poderes da Nação (Executivo, Legislativo, Judiciário), o principal porto fluvial (Direção General de Aduanas) e o centro cultural do país. Apesar de algumas variantes no decurso do tempo, desde sua fundação e até nossos dias, Assunção é o centro da atividade nacional. Da capital partem as principais resoluções e projetos dos poderes do Estado, e se centralizam o banco, as entidades econômicas, culturais, diplomáticas, sociais, gremiais e industriais do país.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Centro de Assunção em 1892
Monumento a Juan de Salazar y Espinosa, fundador da cidade de Assunção
Coluna que simboliza o "Primeiro Grito de Liberdade", este monumento se encontra no lugar onde se encontrava a casa de Bernardo de Velasco
A Casa da Independência, construída em 1772, foi a sede das reuniões secretas mantidas pelos próceres de maio

A Muito Nobre e Leal Cidade de Nossa Senhora Santa Maria da Assunção (nome oficial da cidade) é o estabelecimento permanente mais antigo na bacia do Rio da Prata fundado por Juan de Salazar y Espinosa de los Monteros, natural de dita vila na Espanha. A fundação do forte que daria vida à cidade de Assunção se levou a cabo no território dos carios, uma das tribos guaranis que ocupavam a região.[3] Durante a época colonial foi um importante centro de descanso e reaprovisionamento, para aqueles que chegavam ao Rio da Prata desde Europa, atraídos pelo ouro e a prata do Alto Peru.

Assunção é conhecida como a "Mãe das Cidades" porque, durante a conquista espanhola, partiram dela várias expedições com o objetivo de fundar outras cidades do cone sul-americano, entre elas Buenos Aires (na segunda vez, após a falida tentativa de 1536), Corrientes, Santa Fe, Concepción del Bermejo, Santa Cruz de la Sierra, Santiago de Jerez e Cidade Real.

O local onde hoje localiza-se a cidade, habitado em um princípio por índios carios, foi provavelmente visitada por Juan de Ayolas na expedição ordenada por Pedro de Mendoza a partir da primeira Buenos Aires, e é por esta razão que a Ayolas se atribuía antes sua fundação; mas logo se comprovou que o forte chamado "Nossa Senhora da Assunção" foi fundado em 15 de agosto de 1537 por Juan de Salazar y Espinosa de los Monteros, que justamente havia ido em busca de Ayolas. Esse forte se converteu na cidade com a criação do cabildo em 16 de setembro de 1541, posto que, até então, só existia um governo de caráter militar.

Durante a época colonial, em 1731, Assunção foi o foco principal de una rebelião sob o comando de José de Antequera y Castro. Foi uma das primeiras reações contra o domínio colonial espanhol. Essa revolta fracassada ficou conhecida como a Revolta Comuneira.

Em Assunção, os próceres da independência, na noite de 14 de maio e na madrugada de 15, estalaram o movimento revolucionário paraguaio dirigido pelo capitão Pedro Juan Caballero. Vicente Ignacio Itube, que foi um dos próceres, chegou até a residência de Bernardo de Velasco, mas este não aceitou a proposta de entregar a praça, todo o armamento e as chaves do cabildo. Então os próceres apontaram 8 canhões em frente à casa do governador e Iturbe levou uma nova intimação, impondo um prazo breve para a resposta.

Velasco compreendeu que era inútil resistir-se e se rendeu. Ao conhecer-se a rendição de Velasco, se dispararam 21 canhões e se criou uma bandeira, a qual representaria a nova nação.

O povo, ao dar-se conta do ocorrido, exteriorizou sua alegria na praça. Esta foi a única declaração de independência pacífica na América do século XIX. O certo é que os espanhóis se viram impossibilitados de atacar, já que as Províncias Unidas do Rio da Prata, que enfrentavam os espanhóis, impediam todo avanço destes para o Paraguai.[4]

Já na época independente, durante o governo de José Gaspar Rodríguez de Francia, a maior parte do centro foi demolida para refazer a planta urbana em forma de quadrícula. Logo após a Guerra da Tríplice Aliança (1865-1870), Assunção foi ocupada por tropas brasileiras e aliadas de janeiro de 1869 (feito conhecido como Saque de Assunção) até 1876. Ao terminar a Guerra da Tríplice Aliança, Assunção iniciou sua penosa reconstrução. A finais do século XIX, assim como a começos do século XX, começou a chegar um fluxo considerável de imigrantes procedentes da Europa e do Império otomano, o qual imprimiu à cidade uma importante alteração em seu panorama urbano; se construíram numerosas edificações e Assunção voltou a viver uma época de prosperidade que não conhecia desde antes da guerra.

Entre 1932 e 1935, o Paraguai atravessou a Guerra do Chaco e, nesse contexto, Assunção se converteu em um lugar de socorro e ajuda para os feridos da contenda.

A partir de sua fundação, a cidade começou a crescer e estender-se, chegando à atualidade a formar uma grande área metropolitana, conhecida como Grande Assunção, a qual possui mais de 2 000 000 de habitantes, sobre um total de uns 7 000 000 do país.[5]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Está localizada na margem esquerda (oriental) do rio Paraguai, quase em frente a confluência deste com o rio Pilcomayo, margeando a baía de Assunção. Ao nordeste limita com a cidade de Mariano Roque Alonso, ao leste com Luque e Fernando de la Mora, e ao sul com Lambaré e Villa Elisa.[2]

Orografia[editar | editar código-fonte]

A topografia da cidade se caracteriza por ser irregular representado pela localização de muitas colinas, dessas "sete colinas" pode-se divisar desde o rio ao chegar à cidade.

As 7 colinas de Assunção, são:

  • Loma Kavará, a área fundacional de Assunção.
  • Loma San Gerónimo: onde antigamente existia uma Ermida dedicada ao santo.
  • Loma Clavel: onde se encontra atualmente o quartel de Infantaria da Marinha.
  • Loma Cachinga: onde se encontra atualmente o Hospital de Clínicas.
  • Loma del Mangrullo: onde se encontra atualmente o Parque Carlos Antonio López.
  • Loma de la Encarnación: onde se encontra atualmente a Igreja da Encarnação.
  • Loma de las Piedras de Santa Catalina, onde se encontra atualmente a Escada de Antequera.
O Cabildo de Assunção.

O Centro Histórico se assenta sobre uma colina, em cujo ponto mais alto se encontra a Igreja da Encarnação e conserva o plano característico das populações da época colonial.[6]

Outra elevação importante foi o Cerro Tacumbú, mas na década dos anos 50 do século XX, começaram os trabalhos de exploração deste para a pavimentação das ruas de Assunção. Hoje em dia apenas restou uma laguna a consequência da impossibilidade de sucção das águas por parte das rocas que ali ficaram. A pedreira deixou de funcionar devido à urbanização da zona. Sua cota atual é de 90 m sobre o nível do mar.

O ponto mais elevado de Assunção é o Cerro Lambaré com seus 136 m, este cerro se encontra rodeado por uma pequena massa florestal.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O imponente rio Paraguai.

O rio Paraguai é o corpo de água mais importante da cidade, já que através deste desenvolveu o comércio fluvial, e também é um grande atrativo turístico.

A baía de Assunção está separada do grande rio Paraguai pelo Banco San Miguel, uma estreita península de terras baixas que se localiza no limite de duas distintas regiões geográficas e ecológicas, do Paraguai: o Chaco Úmido e o Bosque Atlântico do Alto Paraná.

Outros corpos de água importantes são: os arroios Pozo Colorado, De los Patos, Ycuá Sati e Jaén. Todos estes correm escondidos sob o pavimento de Assunção e desembocam no rio.[7]

Biogeografia[editar | editar código-fonte]

Panorâmica diurna de Assunção, na qual se pode observar sua exuberante vegetação

As áreas biogeográficas de Assunção estão separadas em duas, as quais são a zona da baía e a zona interior.

A zona interior estava coberta de frondosos bosques que formavam parte do Bosque Atlântico do Alto Paraná, estes superavam facilmente os 40 m de altura, entre as espécies florestais comuns encontramos ao Helecho arborescente ou Chachï (Alsophyla atrovirens), ao Lapacho rosado (Tabebuia heptaphylla), ao Yvyra pytä (Peltophorum dubium), ao guatambú ou yvyra ñeti (Balfourodendron riedelianum), o cedro ou ygary (Cedrela fissilis), etc. Enquanto que entre os animais de grande porte que viviam no área que atualmente é Assunção encontravam-se o jaguar (Panthera onca), o tapir (Tapirus terrestris), a águia-harpia (Harpia harpyja), o mono-capuchino (Cebus apella), etc. Os últimos remanescentes deste grande ecossistema se podem apreciar no Jardim Botânico e Zoológico de Assunção e nos arredores do Cerro Lambare, nestes lugares ainda se podem encontrar animais de médio e pequeno porte como o Tucano toco (Ramphastos toco), o Teyu Guasu (Tupinambis teguixin), a zarigüeya (Didelphis albiventris), a Urraca (Cyanocorax chrysops), o Masakaragua'i ou Cucucucha (Troglodytes aedon), etc. Enquanto que algumas aves de pequeno porte como o cardeal (Paroaria coronata), a tortóla (Zenaida meloda), o Chingolo ou Cachilito (Zonotrichia capensis), o Jilguero Dourado (Sicalis flaveola), Sajyvy ou Celestino comum (Thraupis sayaca), etc, convivem na zonas densamente povoadas, como os Pombo-comum, a qual é uma espécie invasora que se esta reproduzindo a um ritmo acelerado, causando estragos as fachadas dos edifícios e em alguns casos substituindo a avifauna local. [8]

A Baía de Assunção, um sítio de grande beleza paisagística.

Por outro lado, a zona da baía tem uma superfície aproximada de 375 ha. e se localiza a apenas 2 km. do centro de Assunção. É um dos sítios mais importantes de parada durante o percurso das aves migratórias neárticas e austrais. A Baía de Assunção conta com uma amplia variedade de hábitats, ainda que a disponibilidade dos mesmos altere ao longo do ano como resultado das grandes flutuações estacionais no nível das águas do rio Paraguai, a profundidade e extensão da inundação da baía varia consideravelmente. Durante o inverno austral, quando as águas estão abundantemente altas, a baía está em grande parte sob a água, mas para o final da estação quando o nível da água cai, aparecem as praias arenosas e argilosas (marismas). Si as águas continuam retrocedendo, a maioria de as marismas se secam e se tornam em pradariaes alguns dos quais se mantém úmidos. Um total de 258 espécies de aves tem sido registradas, incluindo 7 espécies em perigo de extinção a nível mundial e 28 espécies que nidificam na América do Norte e migram hasta o Sul da América do Sul. Mais de 3% da população global de uma delas, o Playerito Canela (Tryngites subruficollis), passam pela baía durante sua migração para o Sul, convertendo a Baía de Assunção em uma Área Importante para as Aves (IBA).[9]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Assunção é subtropical, os verões são calorosos e no inverno podem acontecer geadas. A temperatura média anual é de 23 °C. A média anual de precipitações é de 1333 mm. As chuvas e tormentas elétricas são frequentes durante grande parte do ano, devido a isto a umidade relativa média é de 71%.[10]

A cidade de Assunção é a capital ibero-americana mais calorosa em termos absolutos, devido a sua posição geográfica e a grande quantidade de construções registrando temperaturas altas quase todo o ano. A sensação térmica supera facilmente os 45 °C nos meses de verão.[11]

Dados climatológicos para Assunção, Paraguai
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 34 33 32 28 25 23 23 25 26 29 31 32 28
Temperatura mínima média (°C) 23 22 21 19 16 14 13 14 16 19 20 22 18
Precipitação (mm) 147 129 118 166 113 82 39 73 88 131 164 150 1 401
Fonte: The Weather Network[12] 12 - 2012

Demografia[editar | editar código-fonte]

Centro Histórico da cidade à noite

Em 2010, segundo a Direção Geral de Estadísticas, Pesquisas e Censos (DGEEC), a cidade tem uma população aproximada de 742.023 habitantes e uma média de 4.444 hab./km². As cidades periféricas pertencentes a Grande Assunção tem absorvido a maior parte da população devido ao baixo custo da terra e o fácil acesso a capital. Somadas, ultrapassam os 2.500.000 milhões de habitantes.

Está dividida em 148 bairros, sendo os mais populosos San Pablo, Roberto L. Pettit e Obrero.

Entre 1962 e 2002 a capital do país registrou um incremento de quase o triplo de habitantes, e é atualmente a única cidade do Paraguai em contar com mais de 700.000 habitantes, ultrapassando a outros grandes centros urbanos como Ciudad del Este, Encarnación e San Lorenzo. Mas atualmente a taxa de crescimento demográfico esta descendendo detido a que a maioria dos imigrantes se estabelecem nas cidades periféricas. Anualmente a população aumente 0.74%[13]

Na cidade predomina a população feminina, como é característico em áreas urbanas, que se constituem em pólos de atração pelas melhores oportunidades de emprego que se brindam as mulheres. A estrutura demográfica por trechos de idade revela que mais da metade da população da capital pertence ao grupo dos menores de 30 anos.[13]
[2]

Apenas 2% dos habitantes de Assunção não tem registro de nascimento, enquanto que os que não possuem Cédula de Identidade superam os 10%. Por outra parte, 212 indígenas residem nesta metrópole.[14] Cabe destacar que Assunção é considerada multicultural.

População por sexo e idades segundo o Censo 2002.[14]
Idade Quantidade (censo 2002) Homens Mulheres
0-4 anos 45.382 23.058 22.374
5 a 9 anos 46.120 23.330 22.324
10 a 14 anos 46.272 22.985 23.287
15 a 29 anos 155.675 71.885 83.790
30 a 59 anos 164.367 75.871 88.496
60 anos à mais 54.296 21.686 32.610
Total 742.023 338.815 273.297
Evolução demográfica da cidade de Assunção.[15]


Principais indicadores sócio - demográficos:[14]

  • Porcentagem da população Menor a 15 anos 26,9%
  • Porcentagem da população de 15 a 29 anos 30,4%
  • Porcentagem da população de 30 a 59 anos 32%
  • Porcentagem da população de 60 à mais anos 10,6%
  • Média de filhos por mulher 2
  • Porcentagem de analfabetos no distrito 2,1%
  • Porcentagem de moradias que contam com serviço elétrico 99,5%
  • Porcentagem de moradias que conta com serviço de água corrente 96,4%
  • Porcentagem de moradias com banheiro, poço e/ou rede sanitária94,7%
  • Porcentagem de moradias com recolhimento de lixo 88%
  • Porcentagem da população com Nascimento Registrado 97,8%

Idioma[editar | editar código-fonte]

O idioma mais falado em Assunção é o Castelhano (60,9%), seguido do Jopará (27,4%) e do Guaraní (10,1). Outras línguas registram uma presença de 1,5% na população.[13]

Divisão política[editar | editar código-fonte]

Assunção esta organizada territorialmente em distritos e estes agrupam por sua vez aos diferentes bairros. Os 6 distritos que formam a cidade de Assunção são:

Distritos de Assunção

Os bairros de Assunção são as unidades territoriais nas que está dividida legalmente a cidade de Assunção.

Economia[editar | editar código-fonte]

O Shopping do Sol foi construído no bairro Manorá o qual era unicamente residencial.
O Passeio Carmelitas também foi construído em um bairro residencial.

Assunção é o centro econômico do Paraguai, seguida por Ciudad del Este e Encarnación. Nesta cidade, as mais importantes empresas, comércios e grupos inversores têm escritórios.

A distribuição da população economicamente ativa varia segundo os sectores econômicos e indica que esta população participa fundamentalmente no sector terciário (comércio e serviços), ocupando a 8 de cada 10 indivíduos. O setor secundário (indústria e construção) concentra 16% dos economicamente ativos, enquanto que a participação no setor primário (agricultura e pecuária) é praticamente nula, já que Assunção é uma área estritamente urbana.

A respeito ao comércio, cabe ressaltar que este rubro se tem desenvolvido consideravelmente nos últimos anos, mudando do centro histórico par os bairros residenciais, onde se estendem shoppings, centros de compras e passeios comerciais. Esta tendência vem crescendo.[2]

Importantes bancos internacionais tem suas sedes do país, aqui na capital, entre eles encontramos o Citibank, o Banco Itaú, o HSBC, o BBVA, etc. Enquanto que entre os bancos da capital paraguaia encontramos o Banco Nacional de Fomento, o Banco Familiar, o Banco Amambay, o Banco Regional, ao Visión Banco, etc.[17]

Por vez, o Banco Central do Paraguai tem também sua sede nesta cidade. Sua missão é preservar e velar pela estabilidade do valor da moeda, promover a eficácia e estabilidade do sistema financeiro e cumprir com seu rol de banco de bancos e agentes financeiros do Estado. Para ele dispõe de diversas atribuições em matérias monetárias, financeiras, créditos e de câmbios internacionales.[18]

Os gastos municipais pressupostos e executados em Assunção acendiam os $544.441 milhões no ano de 2008. Desta soma foram executados $408.364 milhões o saldo de $136.077 milhões foi transferido ao seguinte ano pressuposto.[19]

Tem-se realizado sondas por 144 cidades do planeta para averiguar qual é a mais barata para o pessoal estrangeiro. A sonda revelou que Assunção é a mais barata e sustenta o título por quinto ano consecutivo.[20] [21]

Principais indicadores econômicos:[16] [19]

Edificíos comerciais e/ou financeiros de Assunção
Citi Asunción.jpg Calle palma asuncion.jpg Banco Central del Paraguay by Felipe Méndez.jpg
Edificio del ABN Amro Bank 1.jpg BBVA Paraguay.jpg Sudameris Bank Asuncion Paraguay.jpg

Cultura[editar | editar código-fonte]

Centro Cultural Paraguaio Japonês

Assunção é a cidade com maior atividade cultural do Paraguai. Nela se encontram vários teatros como o Teatro Municipal Ignacio A. Pane o qual é o centro das atividades culturais, teatrais e artísticas. Foi construído em 1843 sob o mandato de Carlos Antonio López e a última concerto foi em 1997.
A cidade também conta com numerosas bibliotecas, entre as quais estão a Biblioteca Publica Municipal "Augusto Roa Bastos", a Biblioteca Nacional e a Biblioteca Agrícola Nacional.

Museus[editar | editar código-fonte]

Os museus de Assunção e seus aos redores são, em geral, pequenos. Em compensação, a ampla variedade de seu patrimônio permitiu a criação de uma grande quantidade de pequenas salas que brindam ao visitante à oportunidade de conhecer a história do país através das expressões artísticas nelas contidas.[22]

Alguns Museus de Assunção:[22] [23] [24]

O museu Juan Sinforiano Bogarín, rico em coleções de talhas jesuíticas e franciscanas.



Periódicos[editar | editar código-fonte]

Os jornais de maior circulação em Assunção são: ABC Color, Ultima Hora, La Nación e Popular. O ABC Color e o Popular são os de melhor reputação.

Capital Americana da Cultura 2009[editar | editar código-fonte]

A cidade de Assunção foi designada pelo Bureau Internacional de Capitais Culturais como Capital Americana da Cultura de 2009. O anúncio foi dado em 28 de outubro de 2009 por Xavier Tudela, presidente do Bureau, que tem sua sede em Barcelona, na Espanha. Deste modo, Assunção relevou como referente cultural das Américas a Brasília, capital do Brasil, a partir de 1 de janeiro de 2009.[28]

Na apresentação do Programa Assunção 2009, a ex-intendenta Evanhy de Gallegos, expressou o seguinte:

Por fim vamos a iniciar esta grande Capital Americana da Cultura 2009. Estamos trabalhando para que a cultura assuncena e paraguaia seja conhecida em todo o mundo.

Para vez, na apresentação do programa da cidade capital cultural foi anunciado a grande Gala que se levou a cabo domingo, 22 de março, na Praça da Democracia, a partir das 20:00. Em dita gala se apresentaram o Balé Clássico e Moderno Municipal, a Orquestra Sinfônica da cidade de Assunção, o Grupo Ñamandu e a Banda Folclórica Municipal. A gala teve uma grande assistência, a qual foi assistida também pelo Presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais, Xavier Tudela.

A Capital Americana da Cultura Assunção 2009, teve aproximadamente quatro mil atividades culturais, entre elas podemos citar concertos, festivais, encontros internacionais, feiras, etc.[29]

Os 7 tesouros do Patrimônio Cultural Material de Assunção[editar | editar código-fonte]

A eleição dos 7 tesouros do Patrimônio cultural Material de Assunção tem-se desenvolvido durante os meses de abril e maio de 2009. Promovida pela Organização da Capital Americana da Cultura, com a colaboração das autoridades paraguaias que participaram na eleição, se tem levado a cabo com a vontade de divulgar o patrimônio cultural material de Assunção de uma maneira didática, pedagógica, lúdica e, a vez, motivar a visita dos lugares propostos e eleitos e estabelecer uma nova rota turística que permita aos próprios paraguaios e aos visitantes conhecer de maneira sintética a riqueza patrimonial da Capital Americana da Cultura 2009.

Um total de 45 candidaturas tem optado a converter-se em um dos tesouros do Patrimônio Cultural Material de Assunção. El resultado da votação, no qual teve participação de 12.417 pessoas, é o seguinte:

Os 7 tesouros de Assunção
Gran Palacio Nacional de Paraguay.jpg Gran Panteón de Asunción by Felipe Méndez.jpg Congreso Nacional Paraguay.jpg
Palacio de los López Panteão Nacional dos Heróis Cabildo
Catedral de Asunción Paraguay.jpg ASUNCION HOTEL GUARANI ESPLENDOR.jpg Teatro Municipal Ignacio A. Pane.jpg
Catedral Metropolitana de Assunção Hotel Guaraní Teatro Municipal Ignacio A. Pane
Catedral de la Santísima Trinidad by Felipe Méndez.jpg
Igreja da Santísima Trindade

Educação[editar | editar código-fonte]

A taxa de alfabetização na cidade é de cerca de 95%, a mais alta no país. O número de escolas duplicou na cidade desde 1982; já o número de estudantes duplicou desde 1962.

Escolas[editar | editar código-fonte]

Uma das muitas escolas da cidade.

Assunção tem uma vasta gama de escolas públicas e privadas. Seus maiores colégios são o Colégio Técnico Nacional de Assunção (O de maior nível acadêmico entre colégios públicos do Mercosul), Escola Nacional de Comércio, Presidente Dr. Manuel Franco, Colégio Nacional da Capital (uma das escolas mais antigas da cidade, fundada depois da Guerra do Paraguai em 1877)e o Colégio Nacional Assunção Escalada (Públicos). As instituições privadas de maior prestígio são: O Colégio e Escola Técnica Sagrado Coração de Jesus - "Salesiano", O Colégio Experimental Paraguai Brasil (subvencionado pela a UNA) também conhecido como C.E.P.B., o Santa Clara, o Internacional, o Goethe (escola alemã), o Colégio Alemão Concordia, o Americano e o Pan American International School, o Cristo Rei (escola jesuíta), o São José (escola católica), As Teresas, São Inácio de Loyola, Imaculado Coração de Maria, Gutenberg, o Colégio Dante Alighieri (escola italiana) e o Colegio Chiang Kai Shek (escola chinesa)..

Universidades[editar | editar código-fonte]

Universidade Americana

As principais universidades são a Universidade Nacional de Assunção tem seu principal campus próximo do centro da cidade de San Lorenzo, além de outras universidades privadas como a Universidade Columbia do Paraguai, a Universidade del Pacifico Privada, a Universidade Autônoma de Assunção, a Universidade Americana e a Universidade Católica Nossa Senhora da Assunção, privada e dirigida pela Igreja Católica, localizada no centro da cidade, próximo da Catedral, e tem um campus próximo à cidade de Lambaré.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Assunção é sede dos grandes centros médicos de todo o país. Os lugares que brindam atenção primária da saúde são mais de 50 na atualidade. A Saúde Pública é dependente do Estado e totalmente gratuita. Mediante uma resolução promovida pelo Presidente Fernando Lugo em dezembro de 2009, a gratuidade rege para todo país. Isto tem possibilitado que mais pessoas pudessem ter o acesso aos diferentes serviços de saúde, que van desde consultas ambulatórias hasta intervenções de alta complexidade em hospitales públicos.[2] [30]

Importantes sanatórios privados e centros de alta complexidade oferecem seus serviços. Nesta capital funcionam o Centro de Emergências Médicas, o Hospital das Clínicas, o Hospital Militar, Instituto de Previsão Social, Hospital da Polícia Rigoberto Caballero, entre outros.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Pontos Turísticos de Assunção[27] [31] [32] [33] :

  • Centro Histórico da Cidade: a maior parte dos edifícios e casas históricas se encontra no Centro. Este se estende paralelo à baía, entre a Praça Uruguaia e o porto.
A construção da Igreja da Recoleta foi concluída em 1829
A Estação Central de Ferroviária "Carlos Antonio López" é uma joia arquitetônica de Assunção
O Palácio de Governo, com sua iluminação artística.
Casa Cueto, futura casa do Bicentenário do Paraguai
Vista de 180 graus da Calle Palma, a principal artéria comercial e turística de Assunção

Segurança e justiça[editar | editar código-fonte]

Assunção encabeça a lista das capitais mais seguras da América do Sul, segundo um estudo da consultora norte-americana Mercer, esta cidade ocupa lugares superiores a Montevidéu e Santiago e similares a Atlanta (Estados Unidos) em um ranking de 215 cidades.[35]

Assunção anteriormente não contava com Polícia própria. Por ser um município independente, a legislação paraguaia não estabelece a criação de corpos policiais por distritos. Toda a segurança pública era resguardada pela Polícia Nacional. Mas, em 23 de dezembro, a primeira lei promulgada pelo intendente municipal Arnaldo Samaniego criou a Polícia Municipal da Cidade de Assunção, tendo em conta que uma das prioridades de seu programa de governo é a segurança cidadã. Atualmente a Polícia Municipal de Assunção está formada por 52 efetivos policiais.[36]

A cidade conta com um Palácio de Justiça e tribunais independentes.

Esportes e espetáculos[editar | editar código-fonte]

O futebol é o deporte mais praticado no Paraguai, sendo Assunção o principal foco de difusão desta modalidade.

Os clubes esportivos mais importantes da capital são:

Outros clubes de Assunção: Anexo:Lista de clubes de futebol do Paraguai. O Estádio Defensores del Chaco, é o principal estádio do país, está localizado no Bairro Sajonia. Sua condição de estádio nacional e sua grande capacidade fazem que seja utilizado para numerosos eventos culturais e concertos. O mesmo abrigou as partidas da Copa América 1999, da edição de 1975, edição de 1979 e da edição de 1983. Também sediou o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-16 de 2004, o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-17 de 1991 e a edição de 1997, além do Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-19 de 1967, a edição de 1971, a edição de 1985 e a edição de 2007.

Tecnologia e Telecomunicações[editar | editar código-fonte]

Assunção é o núcleo tecnológico do país. Desde a capital se prevêem numerosos serviços básicos de telefonia básica, celular e internet, além de serviços agregados de televisão digital, modos de F.O. e serviços VoIP, que se distribuem a toda a república.

O acesso público a Internet é gratuito em certas praças e espaços recreativos.

Insfraestrutura e urbanismo[editar | editar código-fonte]

Paisagem urbana de Assunção

Assunção concentra a principal insfraestrutura política, econômica, social, recreativa e cultural do país. O desenvolvimento urbano começou a finais do século XIX, onde a importante presencia de europeus trajo consigo um remodelamento urbano e estético na cidade, com as construções de numerosos edifícios e casas, mantidos até hoje sob o amparo de una ordem municipal que impede grandes alterações ou demolições. La cidade apresenta atualmente um desenvolvimento urbano médio-alto, em comparação com a quantidade de habitantes e seu nível de vida. La cobertura de água potável e energia elétrica chegam quase a 100% da cidade.[14]

Projetos urbanísticos para Assunção 2010/2012[editar | editar código-fonte]

Atualmente a cidade capital do Paraguai esta atravessando por uma série de transformações que estão implementando o governo do país em cooperação com a municipalidade do município e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), isto alterará para sempre o urbanismo desta capital. Todos estes projetos foram criados para embelezar a cidade de Assunção, a qual será ponto de festejos do Bicentenário do Paraguai.[37]

As obras mais ressaltantes são:

A zona observada frente ao Palácio dos López, junto a áreas próximas se converteram no Parque Bicentenário
  • Avenida Costanera Norte: começará na Avenida General Santos r terminará na Rua Colón por onde margeará a baía homônima. Terá quase 4 quilômetros, 4 pistas e calcula-se um custo aproximado de 14 milhões de dólares. Em todo seu percurso está previsto construir um parque, uma ciclovia, miradores, caminhos pedonais, um pequeno porto para praticar esportes aquáticos, e pontes para cruzar a pé de um lado ao outro da nova avenida. A data de inauguração está prevista para dezembro de 2011.[38]
  • Bairros Sociais: nos projetos de construção da Avenida Costanera Norte e o Parque Bicentenário contempla-se habilitar um novo bairro com aproximadamente 400 moradias populares para reinstalar as famílias que seriam afetadas de forma direta pelos planos de melhoramento da instraestrutura da cidade de Assunção. O projeto contempla um componente social que custará ao redor de 4 milhões e 800 mil dólares, para levantar as casas e as infraestruturas do novo bairro e o pagamento das indenizações para as famílias que vão abandonar a zona.[38]
A Casa do Bicentenário, restaurada pela municipalidade e pelo Ministério de Obras Públicas.
  • Restauração do bairro San Jerónimo: as obras previstas incluem sistemas de esgoto e sistemas de drenagem das águas pluviais, o melhoramento da ribera, a revitalização de ruas e calçadas; a instalação de energia elétrica, serviços telefônicos e linhas de transmissão de dados; um centro comunitário e um mirante; a restauração das fachadas dos edifícios históricos, assim como postos de mercado permanentes na Praça Ferial. Também se prevê empreender obras de restauração no Parque Jaén, a Praça Rodríguez de Francia, e a Paço Isabel Católica, além da construção da Praça dos Imigrantes e o Parque da Solidariedade, somando um total de nove hectares de zonas verdes abertas ao uso público.[39]
  • Metrobus Py'ae Porã: consistirá em um sistema de transporte maciço integrado e eficiente na área metropolitana, dando prioridade ao trânsito de ônibus de grande capacidade em pistas exclusivos. O sistema será conhecido como Metrobus Pya’e Porã (que significa “bem rápido” na língua guarani). Será construído no corredor entre os centros desta cidade e de San Lorenzo, ao longo da Avenida Eusebio Ayala, a qual é a avenida com o maior volume de passageiros da Área Metropolitana. Este sistema será o primeiro corredor metropolitano de transporte público do Paraguai, o projeto também inclui a construção de 17 km. de pistas exclusivas e 100 km. de vias de acesso, duas garagens de ônibus, uma estação de transferência intermodal, e dois terminais (um em Assunção e outro em San Lorenzo,). O empréstimo do BID também financiará a construção de 27 estações no sistema principal e 100 paradeiros no sistema de alimentação, uma rede integrada de semáforos e a instalação de uma plataforma tecnológica no centro de controle e gestão. O projeto estará terminado a finais de 2012.[39]
Asunción, capital de la República del Paraguay.
Asunción, capital de la República del Paraguay.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Novos ônibus urbanos estão subtituindo as antigas frotas
Principais acessos viários

A infraestrutura viária se tem mantido durante vários períodos de tempo sem alterações significativas. As principais vias de acesso à cidade são avenidas e em menor medida autopistas e viadutos. A Av. Mariscal López conecta a capital com o município vizinho de Fernando de la Mora e atravessa por duas grandes zonas: o Bairro de Villa Morra e o Centro Histórico da Cidade; a Av. General Santos é uma importante via de acesso à capital, a utilizam majoritariamente os habitantes da vizinha Lambaré; em tanto a Av. Eusebio Ayala é utilizada fundamentalmente pelo transporte público (ônibus) em horas pico, devido a grande quantidade de pistas disponíveis. O viaduto Acesso Sul conecta com o Mercado de Abasto, importante centro de provisão e a Av. Madamme Lynch junto ao núcleo conformado pela Av. Aviadores del Chaco, no limite com Luque e o Aeroporto, em seu passo pelo distrito financeiro.

A cidade conta com um Terminal de Ônibus que se encarrega de recepcionar e interconectar aos ônibus de média distância provenientes de cidades do interior, ainda que sua principal função seja o embarque e desembarque de linhas internacionais.

Nele operam mais de 115 empresas de transporte público com aproximadamente 1350 saídas por dia. Este movimento faz que pelo Terminal passem diariamente umas 25.000 pessoas, incrementando-se este número durante os fins de semana para 30.000 pessoas e nos dias festivos, como Caacupé, Semana Santa e fim de ano, para a cifra de 55.000 pessoas por dia.[41]

O Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi é o aeroporto mais importante do país, com a maior atividade e quantidade conexões, se encontra próximo a Assunção, na cidade de Luque, a 10 minutos do centro da capital. Têm voos diários para as principais cidades de América do Sul.

Os acessos rodoviários para chegar a Assunção são a Rota 1, que vai em direção ao sul (Encarnación), a Rota 2, em direção ao Paraná (Coronel Oviedo), a Rota 3, em direção a Mato Grosso do Sul (Bella Vista Norte)e a Rota 9, também conhecida como Transchaco, em direção a Mariscal José Félix Estigarribia.

Distâncias a Assunção[editar | editar código-fonte]

Cidade País Referência Distância em km
Ciudad del Este Paraguai Capital do Departamento de Alto Paraná 327
Encarnación Paraguai Capital do Departamento de Itapúa 365
Coronel Oviedo Paraguai Capital do Departamento de Caaguazú 132
Caaguazú Paraguai Cidade do Departamento de Caaguazú 179
Villarrica Paraguai Capital do Departamento de Guairá 177
Pilar Paraguai Capital do Departamento de Ñeembucú 358
San Ignacio Paraguai Cidade do Departamento de Misiones 225
Ayolas Paraguai Cidade do Departamento de Misiones 310
San Estanislao Paraguai Cidade do Departamento de San Pedro 151
Pedro Juan Caballero Paraguai Capital do Departamento de Amambay 536
Mariscal Estigarribia Paraguai Cidade do Departamento de Boquerón 723
Buenos Aires  Argentina Capital de Argentina 1065
Posadas  Argentina Capital da Província de Misiones 371
San Miguel de Tucumán  Argentina Capital da Província de Tucumán 1062
Formosa  Argentina Capital da Província de Formosa 154
Resistencia  Argentina Capital da Província do Chaco 295
Corrientes  Argentina Capital da Província de Corrientes 307
Montevidéu Uruguai Capital do Uruguai 1.432
Punta del Este Uruguai Cidade do departamento de Maldonado 1540
Rivera Uruguai Capital do departamento homônimo 920
Salto Uruguai Capital do departamento de homónimo 930
Minas Uruguai Capital do departamento de Lavalleja 1520
Foz do Iguaçu  Brasil Cidade do Estado de Paraná 341
Curitiba  Brasil Capital do Estado de Paraná 954
São Paulo  Brasil Capital do Estado de São Paulo 1290
Santiago  Chile Capital do Chile 1866
Lima  Peru Capital do Peru 3654
Sucre  Bolívia Capital constitucional da Bolívia 1478
Berlim  Alemanha Capital de Alemanha 12 870
Madrid  Espanha Capital da Espanha 10 756
Nova Iorque  Estados Unidos Cidade doEstado de Nova York 9374
Sydney  Austrália Capital do estado de Nova Gales do Sul 16 478
Tóquio  Japão Capital do Japão 18 532

Cidades irmãs[editar | editar código-fonte]

Panorâmica noturna da capital do Paraguai

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Paraguai: IDH por Departamentos. PNUD.
  2. a b c d e Título não preenchido, favor adicionar.
  3. Título não preenchido, favor adicionar.
  4. Título não preenchido, favor adicionar.
  5. Título não preenchido, favor adicionar.
  6. Título não preenchido, favor adicionar.
  7. Título não preenchido, favor adicionar.
  8. Título não preenchido, favor adicionar.
  9. http://www.guyra.org.py/espanol/sitios-bahia-asuncion.php
  10. Título não preenchido, favor adicionar.
  11. Sensação térmica alcançou os 40 graus celsius em Assunção. La Nación.
  12. Informação Meteorológica de Assunção (em inglês).
  13. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas dgeec.gov.py
  14. a b c d Título não preenchido, favor adicionar.
  15. Título não preenchido, favor adicionar.
  16. a b Título não preenchido, favor adicionar.
  17. Título não preenchido, favor adicionar.
  18. Título não preenchido, favor adicionar.
  19. a b Título não preenchido, favor adicionar.
  20. Título não preenchido, favor adicionar (em inglês).
  21. Título não preenchido, favor adicionar.
  22. a b Título não preenchido, favor adicionar.
  23. Título não preenchido, favor adicionar.
  24. Título não preenchido, favor adicionar.
  25. Título não preenchido, favor adicionar.
  26. Título não preenchido, favor adicionar.
  27. a b Título não preenchido, favor adicionar.
  28. Título não preenchido, favor adicionar.
  29. Título não preenchido, favor adicionar.
  30. Saúde Gratuita no Paraguai. CNN Chile.
  31. Título não preenchido, favor adicionar.
  32. Título não preenchido, favor adicionar.
  33. Título não preenchido, favor adicionar.
  34. Título não preenchido, favor adicionar.
  35. Cidades mais seguras. El País.
  36. Título não preenchido, favor adicionar.
  37. Título não preenchido, favor adicionar.
  38. a b c Título não preenchido, favor adicionar.
  39. a b Título não preenchido, favor adicionar.
  40. Título não preenchido, favor adicionar.
  41. Informação da Terminal de Ônibus de Assunção. Municipalidade de Asunção.
  42. Cancillería. Secretaria de Relações Exteriores. Assuntos Federais e Eleitorais. Irmanamentos.
  43. http://www.buenosaires.gob.ar/sites/gcaba/files/asuncion.pdf
  44. Documento de declaração de irmanamento entre as capitais latinoamericanas (PDF). Municipalidade de Madrid, URL último (18 de novembro de 2007). Página visitada em el.
  45. http://mirror.undp.org/magnet/docs/dec/GLOBAL2.HTM
  46. Irmanamento da cidade de Assunção e Puebla de Zaragoza México Interparaguay. interparaguay.blogspot.com.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Assunção