Basseterre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a capital de Guadeloupe, veja Basse-Terre.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Vista panorâmica sobre a cidade.

Basseterre (pronunciado em inglês[bæsˈtɛər]; pronunciado no original francês[bɑstɛʁ]) é a capital de São Cristóvão e Nevis, com aproximadamente 14 000 habitantes (est. 2018).[1] A cidade encontra-se situada na ilha de São Cristóvão, no mar do Caribe (ou Caraíbas), e representa um dos principais portos comerciais das ilhas de Ilhas de Sotavento caribenhas.

Etimologia da palavra[editar | editar código-fonte]

Basseterre vem do francês e significa terra baixa.

História[editar | editar código-fonte]

Basseterre foi fundada pelos franceses em 1627. Durante o governo de De Poincy, entre 1639 e 1660, a cidade estava localizada em um ponto estratégico que permitiu desenvolver uma importante atividade portuária. A ilha de São Cristóvão e consequentemente a cidade de Basseterre, sofreram a fúria da natureza em varias ocasiões, furacões e terremotos são constantes. A história diz que o ano de 1876 foi o mais catastrófico, e que a cidade foi devastada não só pelos fenômenos anteriormente citados, mas também por um incêndio que levou a cidade o pó. Por essa razão muitos dos edifícios franceses desapareceram do mapa da cidade, existindo apenas poucos vestígios, como a Casa Georgiana, localizada na Praça da Independência, que hoje tornou-se um bar/restaurante.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A cidade de Basseterre se encontra ao sul da ilha de São Cristóvão, no Mar do Caribe (Caraíbas). Graças à sua localização tropical, a cidade goza de um clima agradável para o turismo, e também para o desenvolvimento e reprodução da flora típica da região. A cidade conta com uma vegetação exuberante, montanhas vulcânicas, selvas tropicais e campos de cana-de-açúcar, uma das maiores fontes de emprego das Antilhas.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Igreja Anglicana de São Jorge

Entre os lugares emblemáticos da cidade se encontram:

  • Praça da Independência;
  • Igreja Anglicana de São Jorge;
  • Forte Brimstone Hill, construído em 1690, totalmente em pedras negras;
  • Praça Ortogonal Circus;
  • Mercados da Cidade e Feiras Artesanais.

Economia[editar | editar código-fonte]

A refinaria de açúcar foi a principal indústria da cidade até que em 2005 foi posta em segundo plano, já que foi compensada pela indústria turística, a indústria eletrônica ganha grande espaço e percentual no PIB do país .

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «CIA World Factbook – Saint Kitts and Nevis». CIA World Factbook. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre São Cristóvão e Nevis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Basseterre