Aruba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aruba
Bandeira de Aruba
Brasão de Aruba
Bandeira Brasão de armas
Hino nacional: Aruba Dushi Tera
Gentílico: Arubiano(a)/Arubianos(as)

Localização de Aruba

Capital Oranjestad
Cidade mais populosa Oranjestad
Língua oficial Neerlandês e Papiamento
Governo Monarquia constitucional
 - Monarca Willem Alexander
 - Governador Fredis Refunjol
 - Primeiro-ministro Mike Eman
Independência1 das Antilhas Neerlandesas 
 - Data 1 de Janeiro de 1986 
Área  
 - Total 193 km² (214.º)
 - Água (%) n/a
População  
 - Estimativa de Setembro de 2013 120,065 hab. (195.º)
 - Densidade 534 hab./km² (18.º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2007
 - Total US$ 2,4 bilhões (182.º)
 - Per capita US$ 23,831 (32.º)
Moeda Florim de Aruba (AWG)
Fuso horário AST (UTC-4)
Cód. Internet .aw
Cód. telef. +297

Mapa de Aruba

1Território autónomo, dependente dos Países Baixos

Aruba é um território autônomo neerlandês do Caribe, ao largo da costa da Venezuela. Além da Venezuela, os seus vizinhos mais próximos são Curaçao, São Martinho e a Península de La Guajira (Colômbia). Capital: Oranjestad.

É um país integrante do Reino dos Países Baixos[1] .

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: História de Aruba

Aruba foi descoberta e ocupada em 1499 por exploradores espanhóis e adquirida pelos Países Baixos em 1636. A ilha separou-se das Antilhas Neerlandesas a 1 de Janeiro de 1986 e tornou-se uma dependência autônoma do Reino dos Países Baixos.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Geografia de Aruba

Aruba localiza-se no litoral da Venezuela, a 31 km da península de Maracaibo e a 130 km (aprox.) da Península de La Guajira, a oeste. Tem um clima tropical temperado.

Política[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Política de Aruba

Como território dependente do Reino dos Países Baixos, Aruba pode considerar-se parte de uma monarquia constitucional, em que o monarca (o Rei Guilherme Alexandre dos Países Baixos) é representado na ilha por um Governador. No entanto, a ilha tem um governo próprio, dirigido por um Primeiro Ministro, nomeado de acordo com as eleições democráticas para o parlamento. As relações exteriores e a defesa estão a cargo do governo central neerlandês.

Economia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Economia de Aruba

A economia de Aruba é dominada pelo turismo. A refinaria de petróleo, aberta em 1924 foi parte importante para a economia até o seu fechamento em meados de 2011.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Centro de Oranjestad, capital de Aruba

Composição étnica: a maioria da população descende de europeus e indígenas caribenhos. Houve também imigração de países latino-americanos e norte-americanos. Deve ser incluído a ascendência africana dos povos de Aruba, com particularidade dos naturais de Cabo Verde na África Ocidental. Em algum tempo escravos da colónia portuguesa de Cabo Verde, que já falavam a sua língua o criolo foram levados para essas ilhas pelos piratas Hollandeses ou Espanhóis que invadiam regularmente a ex-colónia de Cabo Verde e roubavam bens e víveres das ilhas. Naquela altura quem produzia sal na costa de África era Cabo Verde que possuía e ainda possui salinas naturais onde os barcos que navegavam no atlântico em direção à África Ocidental, ao Brasil, às Antilhas e às Índias faziam o seu abastecimento antes de zarparem. Os piratas que não dispunham de dinheiro para comprarem os produtos, víveres, mantimentos, água doce, escravos para trabalharem durante a longa travessia, recorriam à ataques e roubavam tudo. Uma outra explicação para os descendentes de Cabo Verde terem chegado às antilhas Hollandesas tem a ver com as revoltas que produziam nas ilhas contra os portugueses que então vendiam e deportavam em grande quantidade os revoltosos.

Religião: católica, em sua maioria. Há uma minoria protestante e pequenos núcleos judeus, muçulmanos e hindus.

Idiomas: o neerlandês e o papiamento são as línguas oficiais. Mas a população costuma utilizar predominantemente o papiamento, que é uma língua derivada do português (que era falado pelos judeus e escravos vindos do nordeste brasileiro e das colônias portuguesas na África e que constitui sessenta por cento do seu léxico), com influência do castelhano, do inglês, do neerlandês e de línguas africanas. O papiamento é quase 100 % igual ao criolo de Cabo Verde, que é falado por mais de um milhão e meio de cabo-verdianos, residentes nas ilhas atlânticas e espalhados pelo mundo, salvo algumas expressões que ganhou da influência do Espanhol e do Hollandes. Frases criolo: bon dia, bo tarde, bo noite, passá bon dia, pur favor, mi, bo, nos, eje, anhos, tambem, aga, agu, sal,

Abaixo algumas palavras em papiamento e sua tradução para o inglês, português e nerlandês [2] ;

Papiamento English Nederlands Português
Bonbini Welcome Welkom Bem-vindo
Bon dia Good morning Goedemorgen Bom dia
Bon tardi Good afternoon Goedemiddag Boa tarde
Bon nochi Good evening Goedenacht Boa noite
Pasa bon dia! Have a nice day! Heb een mooie dag! Tenha um bom dia!
Por fabor Please Alsjeblieft Por favor
Ami I Ik Eu
Abo You Gij Tu

Principais cidades: Oranjestad (capital), Noord, São Nicolau.[carece de fontes?]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Cultura de Aruba

A cultura de Aruba foi muito influenciada pelos neerlandeses, mas os costumes dos indígenas que ali viviam continuam vivos, assim com os costumes e a língua forjados localmente no período do domínio neerlandês.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Aruba