Clima subtropical úmido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Clima subtropical úmido BR ou Clima subtropical húmido PT

O clima subtropical úmido (português brasileiro) ou clima subtropical húmido (português europeu) (AO 1990: clima sub-tropical úmido[1] ou clima sub-tropical húmido)[2] acontece, usualmente, no interior dos continentes ou nos litorais a leste de tais continentes, entre latitudes de 30° e 50°[3] [4] em ambos os hemisférios. Ao contrário dos climas mediterrânicos, uma zona com um subtropical úmido possui verões úmidos devido a massas tropicais instáveis. No leste asiático, invernos podem ser secos e mais frios do que em outros lugares com latitudes similares devido às altas pressões atmosféricas da Sibéria, e verões úmidos devido à influência das monções.

Na Classificação climática de Köppen-Geiger é classificado como tipo "Cfa" (precipitação abundante em todos os meses do ano) e "Cwa" (invernos secos).[5] [6]

Temperatura[editar | editar código-fonte]

Na classificação climática de Köppen-Geiger, a terceira letra indica o padrão de temperatura. Neste caso, para o clima subtropical úmido, a letra "a" indica o seguinte: A temperatura média no mês mais frio é abaixo de 18°C; mas a temperatura mínima média nos meses de inverno, é maior de -3°C. A temperatura média no mês mais quente é maior ou igual a 22°C.[5]

Os diferentes climas subtropicais úmidos[editar | editar código-fonte]

Quanto a Precipitação[editar | editar código-fonte]

Na classificação climática de Köppen-Geiger, a segunda letra indica o padrão de precipitação. Na classificação climática de Köppen-Geiger o subtropical húmido possui dois sub-tipos:

  • Cfa - precipitação abundante é bem distribuídas ao longo de todo o ano;[5]
  • Cwa - invernos secos (a média do mês mais seco menor que um décimo da precipitação média do mês de verão mais úmido, ou menos de 40 mm).[5]

Exemplos[editar | editar código-fonte]

  • Atlanta, Geórgia, EUA (Cfa - Precipitação uniforme ao longo do ano)
  • Adamantina, Brasil (Cwa - Inverno seco)
  • Blumenau, Brasil (Cfa - Verão mais húmido que o inverno, porém sem meses secos)
  • Buenos Aires, Argentina (Cwa - Verões mais húmidos que o inverno, com dias secos no verão)
  • Brisbane, Austrália (Cfa - Verão mais húmido que o inverno, porém sem meses secos)
  • Erechim, Brasil (Cfa - Verões quentes e invernos com grande precipitações e húmido)
  • Florianópolis, Brasil (Cfa - Primavera mais húmida que o verão e o inverno, porém sem meses secos)
  • Hong Kong, China (Cwa - Inverno seco)
  • Houston, Texas, EUA (Cfa - Precipitação uniforme ao longo do ano)
  • Macau, China (Cwa - Inverno seco)
  • Milão, Itália (Cfa - Precipitação uniforme ao longo do ano)
  • Osaka, Japão (Cfa - Verão mais húmido que o inverno, porém sem meses secos)
  • Piquete, Brasil (Cwa - Inverno seco)
  • Porto Alegre, Brasil (Cfa - Inverno extremamente mais húmido que o verão, porém sem meses secos, mas com precipitações constantes durante o ano todo, e com elevados índices de humidade relativa no ar sem intermitências, durante o ano todo)
  • Pretória, África do Sul (Cwa - Inverno seco)
  • Sydney, Austrália (Cfa - Verão mais húmido que o inverno, porém sem meses secos)
  • Taipé, Taiwan (Cfa - Verão mais húmido que o inverno, porém sem meses secos)
  • Tóquio, Japão (Cfa - Verão mais húmido que o inverno, porém sem meses secos)
  • Xangai, China (Cfa - Verão mais húmido que o inverno, porém sem meses secos)

Referências

  1. ILTEC. «úmido». Portal da Língua Portuguesa. Consultado em 11 de fevereiro de 2011. 
  2. ILTEC. «húmido». Portal da Língua Portuguesa. Consultado em 11 de fevereiro de 2011. 
  3. [1]
  4. [2]
  5. a b c d Kottek, Markus; Grieser, Jürgen; Beck, Christoph; Rudolf, Bruno; Rube, Franz (2006). «World Map of the Köppen-Geiger climate classification updated» (PDF). Meteorologische Zeitschrift [S.l.: s.n.] 15 (3): 259–263. doi:10.1127/0941-2948/2006/0130. Consultado em 2011-02-27.  Parâmetro desconhecido |month= ignorado (|data=) (Ajuda)
  6. Peel, M. C.; Finlayson, B. L.; McMahon, T. A. (2007). «Updated world map of the Köppen-Geiger climate classification» (PDF). Hydrology and Earth System Sciences [S.l.: s.n.] 4 (2): 439–473. doi:10.5194/hessd-4-439-2007. Consultado em 2011-02-27.