Eusebio Ayala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para a cidade paraguaia, veja Eusebio Ayala (Cordillera).
Eusebio Ayala
Nascimento 14 de agosto de 1875
Eusebio Ayala
Morte 4 de junho de 1942 (66 anos)
Buenos Aires
Cidadania Paraguai
Alma mater
Ocupação político, diplomata, Presidente, jornalista
Coat of arms of Paraguay (1842-1990) - obverse.svg

Eusebio Ayala (Barrero Grande, 14 de agosto de 1875Buenos Aires, 4 de junho de 1942) foi um advogado, jornalista e político paraguaio, presidente do país em duas ocasiões, de 7 de novembro de 1921 até 12 de abril de 1923 e de 15 de agosto de 1932 até 17 de fevereiro de 1936.[1]

Durante seu segundo mandato, ocorreu a Guerra do Chaco, contra a Bolívia. Foi derrubado por um golpe de estado, dado pelo Coronel Rafael Franco e mandado para Buenos Aires, junto com seu comandante-em-chefe, general José Félix Estigarribia.

Referências

  1. Nohlen, Dieter; Nohlen, Professor of Political Science Dieter (2005). Elections in the Americas: A Data Handbook (em inglês). 2. Oxford: OUP Oxford. pp. 439–440. ISBN 9780199283583 

Precedido por
Manuel Gondra
Presidente do Paraguai
Primeiro mandato

1921 - 1923
Sucedido por
Eligio Ayala
Precedido por
José Patricio Guggiari
Presidente do Paraguai
Segundo mandato

1932 - 1936
Sucedido por
Rafael Franco
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) político(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.