Copa Libertadores da América de Futebol Feminino de 2015

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Copa Libertadores da América
de Futebol Feminino de 2015
VII Copa Libertadores Femenina
Logotipo Oficial
Dados
Participantes 12
Organização CONMEBOL
Anfitrião  Colômbia (Medellín, Envigado e Girardota)
Período 28 de outubro8 de novembro
Gol(o)s 94
Partidas 22
Média 4,27 gol(o)s por partida
Campeã Brasil Ferroviária
Vice-campeã Chile Colo-Colo
Melhor marcadora Colômbia Catalina Usme (Formas Íntimas) – 8 gols
Melhor ataque (fase inicial) Colômbia Formas Íntimas – 20 gols
Melhor defesa (fase inicial) Brasil Ferroviária – 0 gols
Maior goleada
(diferença)
Formas Íntimas Colômbia 11–0 Peru Universitario
Estádio Atanasio GirardotMedellín
30 de outubro, Grupo C, 2ª Rodada
◄◄ 2014 Soccerball.svg 2016 ►►

A Copa Libertadores de Futebol Feminino de 2015 foi a sétima edição da competição organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL). Foi a primeira edição da Libertadores Feminina a ser disputada fora do Brasil, sendo realizada nas cidades de Medellín, Envigado e Girardota na Colômbia.[1][2]

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

O formato da competição foi mantido em relação aos anos anteriores, sendo disputada por doze equipes: o detentor do título, o clube campeão de cada uma das dez associações da CONMEBOL, e uma equipe adicional do país sede.

País Equipe Classificado por
 Argentina UAI Urquiza Campeã do Campeonato Argentino de 2014-15
 Bolívia San Martín de Porres Campeã do Campeonato Boliviano de 2015
 Brasil São José Campeã da Libertadores Feminina de 2014[3]
Ferroviária Campeã do Campeonato Brasileiro de 2014[4]
 Chile Colo-Colo Campeã do Campeonato Chileno de 2014
 Colômbia Formas Íntimas Campeã do Campeonato Colombiano de 2015
Real Pasión Vice-campeã do Campeonato Colombiano de 2015
Equador Espuce Campeã da 1ª fase do Campeonato Equatoriano de 2015
 Paraguai Cerro Porteño Campeã do Campeonato Paraguaio de 2014
 Peru Universitario Campeã do Campeonato Peruano de 2015
Uruguai Colón Campeã do Campeonato Uruguaio de 2014
 Venezuela Estudiantes de Guárico Campeã do Campeonato Venezuelano de 2015

Sedes[editar | editar código-fonte]

Medellín Medellín Envigado Girardota
Estádio Atanasio Girardot Estádio Cincuentenario Estádio Polideportivo Sur Estádio Municipal
Capacidade: 45 087 Capacidade: 2 500 Capacidade: 12 000 Capacidade: 4 000

Árbitras[editar | editar código-fonte]

A Comissão de Árbitros da CONMEBOL selecionou onze árbitras e onze assistentes para o torneio.[5]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

O sorteio foi realizado no dia 16 de outubro no Hyatt Hotel em Santiago, no Chile.[6] Os times foram divididos em quatro potes com três times cada, sendo que os times do mesmo pote não poderiam cair no mesmo grupo.

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4

Argentina UAI Urquiza
Brasil São José
Colômbia Formas Íntimas

Brasil Ferroviária
Chile Colo-Colo
Colômbia Real Pasión

Equador Espuce
Paraguai Cerro Porteño
Peru Universitario

Bolívia San Martín de Porres
Uruguai Colón
Venezuela Estudiantes de Guárico

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Equipes classificadas para a fase final
Melhor segundo colocado
Equipes eliminadas

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil São José 7 3 2 1 0 12 1 +11
Venezuela Estudiantes de Guárico 4 3 1 1 1 5 5 0
Paraguai Cerro Porteño 4 3 1 1 1 3 7 –4
Colômbia Real Pasión 1 3 0 1 2 1 8 –7
  SJO REP CER EST
São José 6–0 5–0 1–1
Real Pasión 0–6 0–0 1–2
Cerro Porteño 0–5 0–0 3–2
Estudiantes de Guárico 1–1 2–1 2–3

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Ferroviária 7 3 2 1 0 9 0 +9
Argentina UAI Urquiza 7 3 2 1 0 6 4 +2
Uruguai Colón 3 3 1 0 2 6 9 –3
Equador Espuce 0 3 0 0 3 2 10 –8
  URQ FER ESP COL
UAI Urquiza 0–0 2–1 4–3
Ferroviária 0–0 5–0 4–0
Espuce 1–2 0–5 1–3
Colón 3–4 0–4 3–1

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Chile Colo-Colo 9 3 3 0 0 11 1 +10
Colômbia Formas Íntimas 6 3 2 0 1 20 3 +17
Bolívia San Martín de Porres 3 3 1 0 2 8 16 –8
Peru Universitario 0 3 0 0 3 2 21 –19
  FOR COL UNI SMA
Formas Íntimas 0–2 11–0 9–1
Colo-Colo 2–0 4–0 5–1
Universitario 0–11 0–4 2–6
San Martín de Porres 1–9 1–5 6–2

Melhor segundo colocado[editar | editar código-fonte]

A equipe com melhor índice técnico entre as equipes segundo colocadas de todos os grupos avançou para as semifinais.

Equipe Pts J V E D GP GC SG Grupo
Argentina UAI Urquiza 7 3 2 1 0 6 4 +2 B
Colômbia Formas Íntimas 6 3 2 0 1 20 3 +17 C
Venezuela Estudiantes de Guárico 4 3 1 1 1 5 5 0 A

Fase final[editar | editar código-fonte]

A fase final teve a seguinte composição:

  Semifinais Final
5 de novembro - 10:00
 Brasil São José  0  
 Brasil Ferroviária  1  
 
8 de novembro - 12:00
     Brasil Ferroviária  3
   Chile Colo-Colo  1
Terceiro lugar
5 de novembro - 13:00 8 de novembro - 9:00
 Chile Colo-Colo  2  Brasil São José  1 (5)
 Argentina UAI Urquiza  0    Argentina UAI Urquiza (pen)  1 (6)

Semifinais[editar | editar código-fonte]

5 de novembro São José Brasil 0 – 1 Brasil Ferroviária Estádio Polideportivo Sur, Envigado
10:00
Relatório Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2' Adriane dos Santos Árbitro: VenezuelaVEN Eyerlitz Escalona

5 de novembro Colo-Colo Chile 2 – 0 Argentina UAI Urquiza Estádio Polideportivo Sur, Envigado
13:00
Camila Sáez Gol marcado aos 41 minutos de jogo 41'
Francisca Lara Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79'
Relatório Árbitro: UruguaiURU Claudia Umpierrez

Terceiro Lugar[editar | editar código-fonte]

8 de novembro São José Brasil 1 – 1 Argentina UAI Urquiza Estádio Atanasio Girardot, Medellín
9:00
Rita de Cassia Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' Florencia Bonsegundo Árbitro: ParaguaiPAR Zulma Quiñónez
    Penalidades  
5 – 6  

Final[editar | editar código-fonte]

8 de novembro Ferroviária Brasil 3 – 1 Chile Colo-Colo Estádio Atanasio Girardot, Medellín
12:00
Tabatha Santos Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18' Gol marcado aos 25 minutos de jogo 25'
Ana Maria Barrinha Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43'
Gol marcado aos 45+3 minutos de jogo 45+3' (pen) Gloria Villamayor Árbitro: ArgentinaARG María Laura Fortunato

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa Libertadores da América Feminina de 2015
Brasil
FERROVIÁRIA
Campeão
(1º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Medellín será sede de la Copa Libertadores Femenina» (em espanhol). Teleantioquia.co. 28 de outubro de 2014. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  2. «Medellín cuenta con el aval para realizar La Copa Libertadores Femenina» (em espanhol). Noticiasabc.com. 29 de outubro de 2014. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  3. «São José is three-time winner of the Women's Copa Libertadores!» (em inglês). Conmebol.com. 16 de novembro de 2014. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  4. «Futebol feminino: Ferroviária recebe título de campeã brasileira». Portal EBC. 30 de novembro de 2014. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  5. http://www.conmebol.com/es/14102015-1545/arbitras-convocadas-para-la-copa-libertadores-femenina
  6. «Se realizó el sorteo de grupos de la Copa Libertadores Femenina, Sudamericano Femenino Sub-20 y Sudamericano Masculino Sub-15» (em Spanish). CONMEBOL.com. 17 de outubro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]