Juan Carlos Arce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juan Carlos Arce
Juan Carlos Arce.jpg
Informações pessoais
Nome completo Juan Carlos Arce Justiniano
Data de nasc. 10 de abril de 1985 (32 anos)
Local de nasc. Santa Cruz de la Sierra,  Bolívia
Nacionalidade Bolívia Boliviano
Altura 1,73 m
Destro
Apelido El Conejo, Speed Arce
Informações profissionais
Clube atual Bolívia Bolívar
Número 17
Posição Atacante
Clubes de juventude
2002–2003
2003
Bolívia Tahuichi
Bolívia Oriente Petrolero
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2003–2005
2006–2007
2007
2007–2008
2008–2009
2009–2010
2010–2011
2011–2012
2012–
Bolívia Oriente Petrolero
Brasil Portuguesa
Brasil Corinthians
Catar Al-Arabi Doha
Coreia do Sul Seongnam
Brasil Sport
Rússia Terek Grozny
Bolívia Oriente Petrolero
Bolívia Bolívar
0147 00000(39)
0008 000000(4)
0034 000000(5)
0014 000000(5)
0010 000000(2)
0018 000000(7)
0020 000000(5)
0031 00000(12)
0101 00000(40)
Seleção nacional3
2004– Flag of Bolivia.svg Bolívia 0039 000000(9)



3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 28 de maio de 2010.

Juan Carlos Arce Justiniano[1] (Santa Cruz de la Sierra, 10 de abril de 1985[2]) é um futebolista boliviano que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Bolívar.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bolívia: Oriente Petrolero[editar | editar código-fonte]

Conhecido na Bolívia como El Conejo ("O Coelho", em castelhano) devido à sua grande rapidez e agilidade, Arce foi revelado pela equipe do clube boliviano Tahuichi e ficou conhecido na equipe do Oriente Petrolero do mesmo país. Ainda muito jovem foi convocado para a Seleção principal da Bolívia para participar da Copa América de 2004 que foi disputada no Peru. Em 2006, o atleta foi eleito em uma votação realizada entre jornalistas esportivos bolivianos organizado pelo jornal El Deber, como o melhor jogador boliviano da temporada.[3]

Brasil: Corinthians[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pela equipe brasileira do Sport Club Corinthians Paulista. Arce fez sua estreia no Corinthians em 24 de janeiro de 2007 em uma partida do Campeonato Paulista contra a equipe do Juventus. O Corinthians venceu por 4 a 1, sendo que Arce marcou o quarto gol pegando de primeira um cruzamento vindo da esquerda. Arce vai entrando no decorrer dos jogos e, até agora, causando boa impressão. Em 4 de fevereiro de 2007, inicia pela primeira vez uma partida como titular e marca o segundo gol na vitória, de "virada", do Corinthians sobre o Guaratinguetá, na casa deste, por 3x2. Em 24 de fevereiro de 2007, volta a marcar e é considerado o melhor jogador da partida no empate em 1x1 do Corinthians contra a equipe do Rio Branco. Desde essa partida vem atuando como titular da equipe. Suas atuações pelo Corinthians lhe valeram uma convocação para a Seleção principal da Bolívia para enfrentar, em um amistoso, a Seleção da África do Sul do técnico brasileiro Carlos Alberto Parreira. Porém, machucou-se e não pôde participar da partida (vencida pela Bolívia por 1x0). Retornou ao gramados em 18 de abril, no empate do Corinthians contra o Náutico em jogo válido pela Copa do Brasil. Com a saída do técnico Emerson Leão e a chegada de Paulo César Carpegiani, Arce perdeu a condição de titular. Mas, ainda assim, foi convocado pelo técnico Erwin Sánchez para defender a Bolívia na Copa América de 2007, disputada na Venezuela. No jogo de estreia contra a equipe anfitriã, a Venezuela, Arce marcou um gol no empate de 2x2 entre os donos da casa e a Bolívia. Porém, a seleção boliviana perde em seguida para o Uruguai e empata seu último jogo com o Peru e acaba desclassificada do torneio. Em 22 de julho, Arce é novamente escalado como titular da equipe desde o início em, novamente também, um jogo contra o Náutico pelo Campeonato Brasileiro. Volta novamente para a reserva e, no dia 15 de agosto, tem uma nova oportunidade de jogar desde o início como titular no jogo contra o Botafogo, no qual marca um gol na vitória do Corinthians sobre a equipe carioca por 3x2. Em 2 de setembro, Arce marcou um importante gol contra o Santos na vitória do Corinthians contra a equipe santista por 2x0. Em 21 de novembro marcou um gol na derrota da Bolívia para a Seleção da Venezuela por 5x3. Apesar de seus esforços, não conseguiu evitar a queda do Corinthians para a Série B do Campeonato Brasileiro. Em 12 de dezembro de 2007 foi dispensado pelo clube. Arce foi dispensado graças à contratação de mais 3 estrangeiros no clube.Com isso, não haveria mais espaço no Corinthians, já que só é permitido pela CBF, 3 jogadores estrangeiros em campo. Retornou ao Oriente Petrolero e, segundo o site oficial do clube, chegou a receber uma proposta do futebol de Israel, porém preferiu esperar uma de um país com mais tradição futebolística [1].

Brasil: Sport[editar | editar código-fonte]

No dia 8 de julho de 2009, Arce foi apresentado como nova contratação do Sport. O atacante falou: "Venho com a humildade de trabalhar e fazer sucesso com a equipe, chego com a intenção de realizar um grande campeonato".[4] Seu primeiro gol pelo clube de Pernambuco foi contra o Atlético Mineiro, no Mineirão.[5]

Rússia: FC Terek Grozny[editar | editar código-fonte]

Em 2010, após o término do seu contrato com o Sport, acerta sua ida para o FC Terek Grozny, da Rússia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Bolívia Oriente Petrolero
Bolívia Bolívar

Referências

  1. «Juan Carlos Arce Justiniano». Meusport.com 
  2. «Dados pessoais do atleta». Ogol.com.br 
  3. br (16 de janeiro de 2007). «Corintiano é eleito melhor boliviano de 2006». Esportes.terra.com.br 
  4. br (4 de julho de 2009). «Sport fecha contratação do atacante Arce». Esportes.terra.com.br 
  5. «Arce fala de seu primeiro gol no Sport». Espbr.com. 31 de agosto de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Juan Carlos Arce
Bandeira de BolíviaSoccer icon Este artigo sobre futebolistas bolivianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.