Rapidez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.

Na cinemática, rapidez média, celeridade ou velocidade escalar média é uma grandeza escalar associada ao movimento definido como a razão entre o espaço percorrido (distância) e o tempo gasto para percorre-lo.

Ou seja:

onde é a velocidade escalar média, o espaço percorrido e o tempo necessário para percorrer esse espaço.

Não confundir com velocidade, que é uma grandeza vetorial.

Imaginemos um carro percorrendo uma estrada reta e sem declives. Mantendo-se um velocidade constante de 100 km/h o carro passa diante de um posto de gasolina, e a 3000 metros adiante, ele passa por outro posto. Tomemos o espaço entre os postos de gasolina como referência.

Neste exemplo, temos dois valores; a distância entre um posto e outro e a velocidade do carro. Com isso, podemos, a partir da fórmula saber o tempo que o carro levou para percorrer o espaço entre os dois postos de gasolina. Vejamos:

; = 3 km / 100 km/h = 0,03h

Nesse exemplo, partimos do princípio que o carro mantém sua velocidade instantânea inalterável, ou seja, durante o percurso, ele não aumentou ou diminuiu a velocidade. Com isso, a velocidade escalar média mantém-se igual à velocidade instantânea, que é a velocidade medida num determinado ponto dentro do percurso.

Se por acaso, o condutor do veículo altera essa velocidade, a e a deixam de ser iguais.

Movimentos com velocidade escalar variável[editar | editar código-fonte]

Os movimentos são denominados como movimentos uniformes, quando possuem velocidade escalar constante, e movimento variado quando a velocidade varia com o tempo.

Os movimentos com velocidade escalar variável são os mais frequentes. Exemplos como, uma pessoa andando, uma carro em movimento etc, tem velocidades escalares variáveis. No movimento uniforme, a velocidade escalar média calculada em qualquer intervalo de tempo é sempre a mesma e igual á velocidade escalar medida em qualquer instante. Esse caso não ocorre da mesma forma com o movimento variado.

Nos movimentos variados, diferenciam-se duas velocidades: a velocidade escalar média, definida em um determinado intervalo de tempo, e a velocidade escalar instantânea.[1]

Velocidade escalar média Velocidade escalar instantânea

Aceleração escalar[editar | editar código-fonte]

Em um movimento variado, sendo , a velocidade escalar do móvel no instante e a velocidade escalar no instante posterior .

Seja a variação da velocidade no intervalo de tempo , escrevemos:

A aceleração escalar média :

Observando que a aceleração escalar média é a grandeza que indica de quanto varia a velocidade escalar num dado intervalo de tempo.[1]

A aceleração escalar instantânea pode ser entendida como uma aceleração escalar média, considerando o intervalo de tempo próximo a Zero:

ou .

Nessa situação, o quociente assume um determinado valor limite.

A aceleração escalar instantânea média é o valor limite a que tende a aceleração escalar média quando se aproxima a zero. Escrevemos assim:

Se a variação da velocidade estiver em m/s (metros por segundo) e o intervalo de tempo estiver em s (segundos),

a aceleração será medida em (metros por segundo, por segundo) que se indica por (metros por segundo ao quadrado).[1]

De uma maneira em geral, a unidade de aceleração é o quociente da unidade de velocidade por unidade de tempo:

 ; etc.

A aceleração escalar poder ser expressa como negativa ou positiva, conforme seja positivo ou negativo , já que é positivo.

No movimento uniforme a velocidade escalar é constante e a aceleração escalar é nula.

Quando a aceleração escalar instantânea é a mesma em todos os instantes do tempo, ela se assemelha coma aceleração escalar média em qualquer intervalo de tempo.[1]

Referências

  1. a b c d Francisco Ramalho Júnior; Nicolau Gilberto Ferraro e Paulo Antônio de Toledo (2007). Os Fundamentos da Física 1. Mecânica 9ª ed. São Paulo: Moderna. p. 55. 490 páginas. ISBN 978-85-16-050655-1 Verifique |isbn= (ajuda)