Mecânica de Routhian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Na mecânica analítica, um ramo da física teórica, a mecânica de Routhian é uma formulação híbrida da mecânica lagrangiana e da mecânica hamiltoniana[1] desenvolvida por Edward John Routh[2]. Correspondentemente, o Routhian é a função que substitui as funções Lagrangeana e Hamiltoniana[3].

A abordagem de Routhian tem o melhor de ambas as abordagens, porque as coordenadas cíclicas podem ser divididas nas equações hamiltonianas e eliminadas, deixando para trás as coordenadas não cíclicas a serem resolvidas das equações de Lagrange[4]. Em geral, menos equações precisam ser resolvidas em comparação com a abordagem Lagrangiana[5]. Tal como acontece com o resto da mecânica analítica, a mecânica de Routhian é completamente equivalente à mecânica newtoniana, a todas as outras formulações da mecânica clássica e não introduz novas fisicas. Oferece uma maneira alternativa de resolver problemas mecânicos.


Referências

  1. Library, World. «Routhian mechanics | World Library - eBooks | Read eBooks online». www.worldlibrary.org. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  2. «Routh, Edward John». Oxford Dictionary of National Biography online ed. Oxford University Press. doi:10.1093/ref:odnb/35850  (Requer Subscrição ou ser sócio da biblioteca pública do Reino Unido.)
  3. «Beyond Hamiltonian and Lagrangian mechanics». physics.stackexchange.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  4. LÜTZEN, JESPER. «Cyclic coordinates - Oxford Scholarship» (em inglês). doi:10.1093/acprof:oso/9780198567370.001.0001/acprof-9780198567370-chapter-18 
  5. Lecture Notes on Classical Mechanics for Physics 106ab por Sunil Golwala (2006)
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.