Campeonato Boliviano de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Boliviano de Futebol
División Profesional
Primeira Divisão Boliviana de Futebol
Dados gerais
Organização FBF
Edições 109
Local de disputa  Bolívia
Número de equipes 14
Sistema Apertura e Clausura
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

O Campeonato Boliviano de Futebol, atualmente conhecido como División Profesional, é a principal competição de futebol profissional realizada na Bolívia. É por meio dela que são indicados os representantes boliviano para a Copa Libertadores da América. O sistema de competição é dividido em dois torneios por temporada: o Torneio Apertura (jogado no primeiro semestre do ano) e o Torneio Clausura (jogado no segundo semestre), desde a temporada de 2018 conta com catorze equipes na competição.

A fase profissional do Campeonato Boliviano de Futebol começou em 1950 com a liga da Associação de Futebol de La Paz (Asociación de Fútbol de La Paz – AFLP), em que participaram clubes de La Paz, Cochabamba e Oruro, as únicas cidades que tinham futebol profissional. A partir de então, a principal competição futebolística no país já recebeu outros nomes, tais como Copa Simón Bolívar (1960–1976) em que diferentes momentos participaram clubes de outras cidades, Liga del Fútbol Profesional Boliviano (1977–2017) e a partir de 2018, División de Fútbol Profesional, nomenclatura esta que é utilizada desde então.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Introdução ao futebol na Bolívia[editar | editar código-fonte]

O futebol foi introduzido na Bolívia no final do século 19 pelos técnicos ingleses da empresa ferroviária boliviana. A ferrovia uniu, em 1882, o porto de Antofagasta com a cidade de Oruro. Os trilhos trouxeram o teatro, as touradas, o cinema e o futebol. Conta a história de que um empreendedor ousado de Oruro, que morou no Chile por um tempo, voltou para a Bolívia carregando em sua bagagem uma bola e uma ideia, espalhar o futebol pelos Andes. O grupo de técnicos ingleses da Ferrovia boliviana ficou encarregado de distribuir os uniformes e serem os pioneiros do futebol no pais jogando a primeira partida.[2]

O primeiro clube boliviano foi o Oruro Royal Foot Ball Club, cujo nome evidencia a influência permanente da língua inglesa nos nomes dos muitos clubes bolivianos, fundado em 26 de maio de 1896 pelos trabalhadores bolivianos da Companhia Ferroviária Boliviana. Em 1897, o Stormers Petrolero Club foi fundado em Potosi. Em 1901, o Bolivian Rangers foi fundado em La Paz. Por volta de 1905 em Cochabamba, o National Football Club foi fundado e em La Paz, o Thunders. Dois anos depois, em 8 de abril de 1908, o The Strongest é fundado.[2]

Amadorismo[editar | editar código-fonte]

A fase amadora de 1914 a 1949 é impossível fazer comparações e incluir com justiça um campeão nacional. As razões: cada cidade tinha seu próprio campeonato que começou em anos distintos. Torneios realizados antes desta data (1914) foram criados com a finalidade apenas de promover o futebol, a chamada fase pré-associação.[1] O futebol amador na Bolívia começou com a criação das Associações Departamentais e seus respectivos torneios locais. A primeira dessas associações nasceu no ano de 1914 em La Paz, a La Paz Football Asociation (atual Asociación de Fútbol de La Paz – AFLP), na sequência, veio as ligas de futebol de Chuquisaca (1911), Oruro (1921), Tarija (1922), Cochabamba (1924) e por fim, Potosí (1924).[2] Após o nascimento das associações locais de futebol amador (período 1914–1924), com exceção de Beni e Pando, a ideia de criação de uma Federação foi concretizada em 12 de setembro de 1925 com a fundação da Federação Boliviana de Futebol (Federación Boliviana de Fútbol – FBF), a entidade mais importante do futebol boliviano. Imediatamente, a FBF solicitou sua afiliação às duas entidades controladoras do futebol mundial e sul-americano.[3] Foi admitido pela primeira vez pela Federação Internacional de Futebol (FIFA) em 3 de maio de 1926 e pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) em 12 de outubro do mesmo ano.[3][4]

Profissionalismo[editar | editar código-fonte]

Até 1950, times de diferentes departamentos não jogavam uns contra os outros. Em 25 de maio de 1950, a Associação de Futebol de La Paz (AFLP) modificou seus estatutos e tornou-se uma associação mista, tanto profissional quanto amadora. A partir de 1950 os campeonatos de futebol da Primera A em La Paz tornaram-se profissional e não semiprofissional como muitos afirmam. Assim nasceu o profissionalismo na Bolívia com a participação de nove equipes em um campeonato que teve o Bolívar como o primeiro campeão nacional. O futebol profissional boliviano chegou a La Paz em 1950, a Oruro em 1954, a Cochabamba em 1955, a Santa Cruz em 1965, Chuquisaca em 1969, Potosí em 1970, Beni em 1976, Tarija em 1985 e Pando em 2014.[5]

O profissionalismo no futebol boliviano é dividido em 4 grandes períodos de tempo:

  • O primeiro, entre 1950–1959, em que participaram os clubes de La Paz, Cochabamba e Oruro. Não participaram clubes de outros departamentos, porque eles não tinham futebol profissional, apenas alguns deles tinham campeonatos locais amadores;
  • O segundo, entre 1960–1976, chamado no começo de Major League e depois de Copa Simón Bolívar com participação em diferentes momentos de clubes dos 9 departamentos do país;
  • O terceiro período, de 1977 até 2017, com a criação da Liga del Fútbol Profesional Boliviano (LFPB);
  • E por fim, o quarto período, que vai de 2018 até os dias de hoje com a criação da División de Fútbol Profesional.[carece de fontes?]

Torneio profissional AFLP[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 1950, a AFLP, hoje conhecida como FBF, modifica seus estatutos e divide o futebol entre profissional e amador para separar perfeitamente os clubes do futebol alugado dos outros que jogaram futebol amador. Os campeões profissionais de futebol de La Paz foram: Bolívar em 1950, Always Ready em 1951, The Strongest em 1952 e o Bolívar em 1953.

Torneio Integrado[editar | editar código-fonte]

A partir de 1954, equipes do interior do país se juntaram ao torneio profissional de La Paz. Em 1954, o Clube San José de Oruro foi incorporado e em 1955 os clubes de Cochabamba: Jorge Wilstermann e o Aurora. Os Torneios Integrados foram jogados em 1954, 1955 e 1956.

Torneio Nacional[editar | editar código-fonte]

Em 1958, o torneio nacional de futebol profissional foi retomado entre equipes de La Paz, Cochabamba e Oruro. No início de 1960, o Jorge Wilstermann como campeão do Torneio Nacional de 1959 é registrado pela Federação Boliviana de Futebol como o primeiro representante da Bolívia na Copa Libertadores de América em 1960.

Copa Simón Bolívar[editar | editar código-fonte]

No final de 1960, a Federação Boliviana de Futebol decidiu organizar um torneio nacional, principalmente com a intenção de coroar um campeão nacional representando a Bolívia na recém-criada Copa Libertadores de América.

Devido às dificuldades de deslocamento e comunicação do tempo, foi decidido que cada Associação Departamental jogaria seu torneio oficial de fevereiro a agosto e que apenas os campeões e vice-campeões disputariam o torneio nacional batizado de "Copa Simón Bolívar" de agosto a dezembro.

A disputa da Copa Simón Bolívar provocou maior interesse pelo público e deu origem ao nascimento de rivalidades entre equipes agora consideradas clássicas. No entanto, o fato de que o torneio nacional ser apenas disputado nos últimos 4 meses do ano causou que as equipes fossem reforçadas apenas por esse tempo, de modo que ainda havia um bom número de jogadores amadores, especialmente em equipes menores.

Liga de futebol profissional boliviana[editar | editar código-fonte]

A desastrosa participação da equipe de futebol nacional boliviana na rodada final em Cali, na Colômbia, na eliminatória para a Copa do Mundo da Argentina em 78, onde foi derrotada pelo Brasil (8-0) e pelo Peru (5-0), deu origem a uma idéia que havia amadurecido há alguns anos.

Dezesseis clubes de 7 departamentos da Bolívia se separaram de suas respectivas Associações de Futebol e decidiram criar unilateralmente a Liga de futebol profissional boliviana, subtraindo o poder da Federação Boliviana de Futebol, que organizou os torneios até 1976.

O primeiro torneio oficial da nova Liga foi disputada em 1977. Tarija e Pando não foram levados em consideração.

Divisão de futebol profissional[editar | editar código-fonte]

Em 2017; após a fusão da Liga de futebol profissional boliviana com a Associação Nacional de Futebol, o torneio será agora administrado pela Federação Boliviana de Futebol; O primeiro torneio desta nova etapa de profissionalismo será dado a partir de 2018.

Este torneio será dividido em 2 campeonatos oficiais: abertura e encerramento, ambos sob o sistema "Todos contra todos". Os clubes participantes também aumentaram de 12 para 14, a primeira vez em 25 anos que a Primeira Divisão terá mais de 12 equipes.

Sistemas de disputas[editar | editar código-fonte]

O formato do campeonato da Primeira Divisão da Bolívia mudou ao longo dos anos.

Entre 1950 e 1959, os torneios estavam sob o sistema de todos contra todos.

De 1960 a 1976, a Copa Simón Bolívar consistiu em duas fases, a primeira fase em grupos que se jogaram um contra o outro, se classificavam os melhores dos grupos e essas equipes se enfrentavam em matas-matas.

Em 1977, a Liga de futebol profissional boliviana teve 16 equipas separadas em dois grupos, que jogaram de fevereiro a dezembro. A partir de 1991, isso mudou e uma liga foi organizada com 12 equipes jogando dois torneios por ano (Abertura e Clausura). A partir da temporada de 2003 os vencedores dos torneios Apertura e Clausura são considerados Campeões Nacionais. Em 2005, foi introduzida outra mudança, quando as equipes decidiram adotar o calendário oficial da FIFA que joga a temporada de agosto a junho em vez de fevereiro a dezembro. No entanto, essa mudança durou apenas uma temporada (2005/06) e, em 2007, voltou ao formato de fevereiro a dezembro até a temporada de 2010.

Novamente em 2011, a Liga foi adaptada ao calendário da FIFA e esse formato foi mantido até a temporada 2015/16. A partir da temporada 2016-17 e após o consenso entre o LFPB e a ANF (Segunda Divisão), decidiu retornar ao formato do ano civil, devido às reformas da CONMEBOL para jogar Copa Libertadores e Copa Sulamericana de janeiro a dezembro de cada ano iniciando de 2017.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

As equipas localizadas nos 8 melhores lugares na tabela geral após as pontuações acumuladas dos Torneios Abertura e Clausura se classificam para os torneios internacionais no ano seguinte: 4 times na Copa Libertadores de América e 4 times na Copa Sul-americana.

Descida de Divisão[editar | editar código-fonte]

No final de cada temporada, a equipe com o ponto médio mais baixo desce para o National B e é substituída pela equipe campeã do mesmo torneio. O penúltimo joga partidas de ida e volta contra o vice-campeão do National B, pelo direito de permanecer na Primeira Divisão.

Note-se que os únicos times que nunca caíram são: The Strongest, Real Potosí e Oriente Petrolero.

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Clubes da temporada de 2019.
Equipe Cidade Departamento
Club Always Ready Flag of La paz.svg La Paz Flag of La paz.svg La Paz
Club Aurora Flag of Cochabamba.svg Cochabamba Flag of Cochabamba.svg Cochabamba
Club Social, Cultural y Deportivo Blooming Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz de la Sierra Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz
Bolívar Administración e Inversiones y Servicios Asociados S.R.L. Flag of La paz.svg La Paz Flag of La paz.svg La Paz
Club Destroyers Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz de la Sierra Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz
Club Deportivo Guabirá Bandera de Montero.jpg Montero Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz
Club Deportivo Capitán Jorge Wilstermann Flag of Cochabamba.svg Cochabamba Flag of Cochabamba.svg Cochabamba
Club Atlético Nacional Potosí Flag of Potosí.svg Potosí Flag of Potosí.svg Potosí
Club Deportivo Oriente Petrolero Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz de la Sierra Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz
Consorcio Empresarial Administrador de Real Potosí S.R.L. Flag of Potosí.svg Potosí Flag of Potosí.svg Potosí
Royal Pari Fútbol Club Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz de la Sierra Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz
Club Deportivo San José Flag of Oruro.svg Oruro Flag of Oruro.svg Oruro
Sport Boys Warnes Flag of Ignacio Warnes Province.svg Warnes Flag of Santa Cruz.svg Santa Cruz
Club The Strongest Flag of La paz.svg La Paz Flag of La paz.svg La Paz

Campeões[editar | editar código-fonte]

A Primeira Divisão do Campeonato Boliviano conta com quatro períodos em sua história de futebol profissional. O primeiro deles controlado pela AFLP (Associação de Futebol de La Paz) entre 1950 e 1959, o segundo foi administrado pela FBF (Federação Boliviana de Futebol) entre 1960 e 1976, o terceiro foi conduzido pela Liga (Liga de Futebol Profissional Boliviano; LFPB) entre 1977 e 2017. O quarto e atual, novamente nas mãos da Federação Boliviana de Futebol, após a eliminação da Liga e criação da DPF (Divisão Profissional de Futebol).[6]

Ano Campeão Vice-campeão
Interdepartamental (AFLP)
1950 [nota 1] Bolívar (1) Litoral
1951 Always Ready (1) Bolívar
1952 The Strongest (1) Always Ready
1953 Bolívar (2) Always Ready
Torneio Integrado Interdepartamental (AFLP)
1954 Litoral (1) The Strongest
1955 San José (1) Chaco Petrolero
1956 Bolívar (3) Municipal
1957 I [nota 2] Always Ready (2) Municipal
Torneio Nacional Misto (AFC–AFO)
1957 II [nota 2] Jorge Wilstermann (1) Aurora
Torneio Integrado Interdepartamental (AFLP)
1958 Jorge Wilstermann (2) Municipal
1959 Jorge Wilstermann (3) Always Ready
Copa Simón Bolívar (FBF)
1960 [nota 3] Jorge Wilstermann (4) Aurora
1961 Municipal (1) Aurora
1962 Não houve disputa.
1963 [nota 4] Aurora (1) Municipal
1964 The Strongest (2) Aurora
1965 Municipal (2) Jorge Wilstermann
1966 Bolívar (4) 31 de Octubre
1967 Jorge Wilstermann (5) Always Ready
1968 Bolívar (4) Guabirá
1969 Desportivo Universitario (1) Bolívar
1970 Chaco Petrolero (1) The Strongest
1971 Oriente Petrolero (1) Chaco Petrolero
1972 Jorge Wilstermann (6) Oriente Petrolero
1973 Jorge Wilstermann (7) Municipal
1974 The Strongest (3) Jorge Wilstermann
1975 Guabirá (1) Bolívar
1976 Bolívar (5) Oriente Petrolero
Liga de Futebol Profissional Boliviano (LFPB)
1977 The Strongest (4) Oriente Petrolero
1978 Bolívar (7) Jorge Wilstermann
1979 Oriente Petrolero (2) The Strongest
1980 Jorge Wilstermann (8) The Strongest
1981 Jorge Wilstermann (9) The Strongest
1982 Bolívar (8) Blooming
1983 Bolívar (9) Blooming
1984 Blooming (1) Bolívar
1985 Bolívar (10) Real Santa Cruz
1986 The Strongest (5 Oriente Petrolero
1987 Bolívar (11) Oriente Petrolero
1988 Bolívar (12) The Strongest
1989 The Strongest (6) Oriente Petrolero
1990 Oriente Petrolero (3) Bolívar
1991 Bolívar (13) San José
1992 Bolívar (14) San José
1993 The Strongest (7) Bolívar
1994 Bolívar (15) Jorge Wilstermann
1995 San José (2) Guabirá
1996 Bolívar (16) Oriente Petrolero
1997 Bolívar (17) Oriente Petrolero
1998 Blooming (2) Jorge Wilstermann
1999 Blooming (3) The Strongest
2000 Jorge Wilstermann (10) Oriente Petrolero
2001 Oriente Petrolero (4) Bolívar
2002 Bolívar (18) Oriente Petrolero
2003 A The Strongest (8) Bolívar
2003 C The Strongest (9) Jorge Wilstermann
2004 A Bolívar (19) Aurora
2004 C The Strongest (10) Oriente Petrolero
2005 A Bolívar (20) The Strongest
2005–06 A Blooming (4) Bolívar
2005–06 C Bolívar (21) Real Potosí
2006 II Jorge Wilstermann (11) Real Potosí
2007 A Real Potosí (1) Bolívar
2007 C San José (3) La Paz
2008 A Universitario de Sucre (1) La Paz
2008 C Aurora (2) Blooming
2009 A Bolívar (22) Real Potosí
2009 C Blooming (5) Bolívar
2010 A Jorge Wilstermann (12) Oriente Petrolero
2010 C Oriente Petrolero (5) Bolívar
2011 AD Bolívar (23) Real Potosí
2011 A The Strongest (11) Universitario de Sucre
2012 C The Strongest (12) San José
2012 A The Strongest (13) San José
2013 C Bolívar (24) Oriente Petrolero
2013 A The Strongest (14) Bolívar
2014 C Universitario de Sucre (2) San José
2014 A Bolívar (25) Oriente Petrolero
2015 C Bolívar (26) The Strongest
2015 A Sport Boys (1) Bolívar
2016 C Jorge Wilstermann (13) The Strongest
2016 A The Strongest (15) Bolívar
2017 A Bolívar (27) The Strongest
2017 C Bolívar (28) The Strongest
Divisão de Futebol Profissional (FBF)
2018 A Jorge Wilstermann (14) The Strongest
2018 C San José (4) The Strongest
2019 A Bolívar (29) The Strongest

Legenda:

A: Torneo Apertura
C: Torneo Clausura
AD: Torneo de Adecuación

Títulos por clube[editar | editar código-fonte]

Clube Campeão Vice-Campeão Anos dos títulos
Bolívar
29
14
1956, 1966, 1968, 1976, 1978, 1982, 1983, 1985, 1987, 1988, 1991, 1992, 1994, 1996, 1997, 2002, 2004, 2005,2005-2006 C, 2009 A, 2011 A, 2013 C, 2014 A, 2015 C, 2017 A, 2017 C, 2019 A.
The Strongest
15
13
1952, 1964, 1974, 1977, 1986, 1989, 1993, 2003 A, 2003 C, 2004 C, 2011 A, 2012 C, 2012 A, 2013 A, 2016 A
Jorge Wilstermann
14
8
1957, 1958, 1959, 1960, 1967, 1972, 1973, 1980, 1981, 2000, 2006 C, 2010 A, 2016 C, 2018 A.
Oriente Petrolero
5
15
1971, 1979, 1990, 2001, 2010 C
Blooming
5
3
1984, 1998, 1999, 2005-2006 A, 2009 C
San José
4
5
1955, 1995, 2007 C, 2018 C
Aurora
2
5
1963, 2008 C
Municipal
2
5
1961, 1965
Chaco Petrolero
2
2
1962, 1970
Universitario de Sucre
2
1
2008 A, 2014 C
Real Potosí
1
4
2007 A
Always Ready
1
2
1957 I
Guabirá
1
2
1975
Sport Boys Warnes
1
2015 A
Litoral
1
1954
Deportivo Universitario
1
1969

Maiores artilheiros[editar | editar código-fonte]

A lista dos 15 maiores artilheiros de 15 de todos os tempos desde o campeonato boliviano .

# Nome País Período Gols
1. Víctor Hugo Antelo Bolívia 1983–2000 350
2. Renan López Echeverria Bolívia 1954-1969 275
3. Juan Carlos Sánchez Argentina Bolívia 1979–1992 263
4. José Alfredo Castillo Bolívia 2000–presente 218
5. Pablo Escobar Bolívia 2004–presente 205
6. Luis Fernando Salinas Bolívia 1980–1993 201
7. Jesús Reynaldo Bolívia 1977–1993 197
8. Carlos Enrique Saucedo Urgel Bolívia 2006–presente 185
9. Limberg Gutiérrez Bolívia 1997–2016 177
10. Raúl Horacio Baldessari Argentina Bolívia 1978–1988 167
11. Joaquín Botero Bolívia 1997–2015 160
12. Cristino Jara Paraguai 1998–2009 153
13. William Ferreira Uruguai 2009–2016 152
14. Augusto Andaveris Bolívia 1997–presente 151
15. Edú Monteiro Brasil 1995–2007 140

Notas e referências

Notas

  1. Nascimento do profissionalismo.[7]
  2. a b Neste ano foram disputados dois campeonatos, um em La Paz e outro em Cochabamba, e ambos os campeões foram validados.[7] Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "nota_2" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  3. O campeonato não foi concluído, a FBF designou como o Wilstermann como campeão.[7]
  4. O campeonato foi interrompido, a FBF designou o Aurora como campeão.[7]

Referências

  1. a b «Campeões da Bolivia - Primeira Divisão». campeoesdofutebol.com.br. Consultado em 22 de junho de 2019 
  2. a b c Administrador (26 de janeiro de 2011). «Historia de Nuestro Fútbol, Capítulo 1. Aquellos Magníficos Hombres del Amateurismo 1896 – 1924». Historia del Fútbol Boliviano (em espanhol). Consultado em 22 de junho de 2019 
  3. a b Administrador (11 de fevereiro de 2011). «Historia de Nuestro Fútbol, Capítulo 2. Nacen la FBF y la Selección 1925-1926». Historia del Fútbol Boliviano (em espanhol). Consultado em 22 de junho de 2019 
  4. «Historia». www.fbf.com.bo. Consultado em 23 de junho de 2019 
  5. Administrador (22 de maio de 2011). «Historia de Nuestro Fútbol, Capítulo 4. Comienza El Profesionalismo 1950-1959». Historia del Fútbol Boliviano (em espanhol). Consultado em 22 de junho de 2019 
  6. carlosdmesa (24 de junho de 2018). «División Profesional (DP) Campeonato Apertura 2018. Wilstermann, 14 Veces Campeón». Historia del Fútbol Boliviano (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2019 
  7. a b c d Administrador (13 de dezembro de 2011). «Todos los Campeones del Fútbol Profesional Boliviano I: La Lista». Historia del Fútbol Boliviano (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]