Luís Henrique Farinhas Taffner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luís Henrique
Informações pessoais
Nome completo Luís Henrique Farinhas Taffner
Data de nasc. 17 de março de 1998 (21 anos)
Local de nasc. Vila Velha (ES), Brasil
Altura 1,82 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual HIFK
Posição Atacante
Clubes de juventude
2011–2013
2013–2015
Flamengo
Botafogo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2015–2016
2017
2017–2018
2018
2018
2019
2019–
Botafogo
Athletico Paranaense
Feirense
Nacional-SP
Grêmio (emp.)
Oeste (emp.)
HIFK
00039 0000(7)
00009 0000(0)
00006 0000(1)
00006 0000(1)
00000 0000(0)
00004 0000(0)
00010 0000(6)
Seleção nacional3
2015 Brasil Sub-17 00006 0000(2)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de setembro de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 2 de março de 2017.

Luís Henrique Farinhas Taffner (Vila Velha, 17 de março de 1998) é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo HIFK, da Finlândia.

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

Luís Henrique nasceu em Vila Velha e cresceu em Itarana, pequena cidade no Espírito Santo com cerca de 10 mil habitantes.[1] Em 2010, após a separação de seus pais, se mudou com a mãe para o Rio de Janeiro.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

O começo de Luís Henrique no futebol foi no CFZ, antes de passar pelo Flamengo, onde ficou três anos. Apesar do tempo, acabou dispensado pelo rubro-negro. Chegou a fazer uma semana de testes no Bahia, mas também não foi aprovado. Em 2013, assinou contrato com o Botafogo, onde foi treinado pelo técnico Felipe Conceição.[2]

Em 2015, o jovem se destacou na Copa do Brasil Sub-17 marcando 14 gols em 10 jogos, tornando-se o maior artilheiro da história do torneio.[3] Seus gols decisivos ajudaram a levar o Botafogo ao vice-campeonato, após perder a final para o Vitória nos pênaltis.[4] Pouco tempo depois, Luís Henrique foi integrado à equipe profissional pelo técnico René Simões.[5][6]

Início no Botafogo[editar | editar código-fonte]

A primeira partida como profissional aconteceu no dia 3 de julho de 2015 contra o Sampaio Corrêa, no Estádio Nilton Santos, em duelo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro.[7] O atacante marcou dois gols na goleada por 5–0, igualando a marca do ídolo alvinegro Jairzinho, que também balançou a rede duas vezes em sua estreia entre os profissionais.[8] Duas semanas depois, teve seu contrato alterado com um aumento salarial e a definição da multa rescisória em R$ 60 milhões. No entanto, a duração do vínculo permaneceu até maio de 2017.[9] No dia 11 de setembro, Luís Henrique atuou pela primeira vez no Espírito Santo, seu estado natal, em duelo contra o Mogi Mirim.[10] No final do confronto, o atacante sofreu pênalti e, na cobrança, marcou de cavadinha, fechando o placar em 3–0 a favor do Glorioso.[11]

Em 2016, Luís Henrique foi preterido no Campeonato Carioca em favor de Ribamar, outra revelação da base botafoguense. No Campeonato Brasileiro, continuou sem receber oportunidades, participando de apenas cinco partidas.[12] Em virtude disso, o Botafogo tentou negociá-lo por empréstimo com o Atlético Paranaense em setembro, mas as partes não chegaram a um entendimento.[13] No início de 2017, clube e jogador anunciaram a rescisão do contrato, cinco meses antes de seu término, em um acordo no qual o alvinegro permaneceu com 35% dos direitos econômicos do atacante.[14]

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Após deixar o Botafogo, Luís Henrique assinou por dois anos com o Atlético Paranaense.[15][16] Sua estreia aconteceu no dia 25 de janeiro, em amistoso contra o Peñarol, na Arena da Baixada.[17] No entanto, o atacante não foi muito utilizado pelo clube paranaense e, em junho, rescindiu o contrato.[18] Como ainda possuía parte de seus direitos econômicos atrelados ao Botafogo, Luís Henrique poderia retornar ao time carioca caso a prioridade de renovação fosse acionada, mas o alvinegro optou por liberar o atleta.[19]

Feirense[editar | editar código-fonte]

No segundo semestre de 2017, Luís Henrique acertou sua transferência para o futebol português para defender as cores do Feirense.[20] Sua primeira aparição pelo clube de Santa Maria da Feira foi na vitória por 2–1 diante do Paços de Ferreira, em confronto válido pelo Campeonato Português.[21] No dia 7 de outubro, em partida da Taça da Liga contra o Vitória de Guimarães, Luís Henrique fez sua estreia como titular e marcou seu primeiro gol pelo Feirense, garantindo o empate por 1–1. Na ocasião, o atacante pôs fim a um jejum de um ano e meio sem balançar as redes.[22] Em fevereiro de 2018, rescindiu contrato com o clube português de forma amigável.[23]

Nacional-SP e Grêmio[editar | editar código-fonte]

Após deixar Portugal, acertou com o Nacional-SP para disputar a Série A2 do Campeonato Paulista.[24] Estreou logo dois dias depois de confirmar sua transferência, começando do banco, em um clássico Juvenal.[25] No dia 7 de março, o atacante marcou seu primeiro e único gol com a camisa do Naça, fechando a goleada de 6–0 diante do Penapolense.[26] Logo após a eliminação do Nacional-SP no estadual, Luís Henrique assinou contrato de empréstimo por um ano com o Grêmio. O atacante foi contratado para o "time de transição" do clube gaúcho, a fim de disputar o Campeonato Brasileiro de Aspirantes.[27]

Oeste e futebol finlandês[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2019, transferiu-se para o Oeste para jogar o Campeonato Paulista.[28] Disputou somente quatro jogos pela equipe de Barueri e, após rescindir contrato, acertou com o IFK Helsingfors, time da primeira divisão finlandesa.[29]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Seleção sub-17[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2015, foi convocado pela Seleção sub-17 para disputar o Mundial da categoria, no Chile.[30] O atacante marcou um gol na competição, de pênalti, em jogo válido pelas oitavas de final contra a Nova Zelândia.[31]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 21 de julho de 2019.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional[a]
Copa
nacional[b]
Competições
continentais[c]
Outros
torneios[d]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Botafogo 2015 15 4 1 0 16 4
2016 5 0 6 1 12 2 23 3
Total 20 4 7 1 0 0 12 2 39 7
Atlético Paranaense 2017 0 0 0 0 1 0 8 0 9 0
Total 0 0 0 0 1 0 8 0 9 0
Feirense 2017–18 4 0 2 1 6 1
Total 4 0 2 1 6 1
Nacional-SP 2018 6 1 6 1
Total 6 1 6 1
Grêmio 2018 0 0 0 0
Total 0 0 0 0
Oeste 2019 0 0 4 0 4 0
Total 0 0 4 0 4 0
HIFK 2019–20 2 0 2 0
Total 2 0 2 0
Total na carreira 26 4 9 2 1 0 30 3 66 9

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Com 'artilheiro religioso', Botafogo enfrenta Flu na Copa do Brasil sub-17». ESPN. 21 de abril de 2015. Consultado em 31 de agosto de 2015 
  2. a b «Dispensado pelo Fla, Luís Henrique dá volta por cima e vira craque da Copa do Brasil Sub-17». GloboEsporte.com. 19 de maio de 2015. Consultado em 20 de julho de 2015 
  3. «"Dono dos gols" do Botafogo sub-17, joia chama a atenção de René Simões». GloboEsporte.com. 23 de abril de 2015. Consultado em 20 de julho de 2015 
  4. «Vitória é campeão da Copa do Brasil Sub-17». CBF. 19 de maio de 2015. Consultado em 20 de julho de 2015 
  5. «Luis Henrique, destaque do sub-17, será integrado ao profissional do Botafogo». O Dia. 19 de maio de 2015. Consultado em 20 de julho de 2015 
  6. «Artilheiro sub-17 se juntará aos profissionais do Botafogo após defender a Seleção». Notícias do Dia. 26 de maio de 2015. Consultado em 2 de julho de 2017 
  7. «Prazer, Luis Henrique! Joia brilha na estreia, e Botafogo atropela Sampaio Corrêa». GloboEsporte.com. 3 de julho de 2015. Consultado em 20 de julho de 2015 
  8. «Estreante aos 17, Luis Henrique iguala marca de Jairzinho, que dá conselhos». Terra Esportes. 3 de julho de 2015. Consultado em 2 de julho de 2017 
  9. «Luis Henrique ganha aumento no Bota, e multa passa a ser de R$ 60 milhões». GloboEsporte.com. 21 de julho de 2015. Consultado em 9 de janeiro de 2017 
  10. «Com caravana da família, xodó alvinegro celebra jogo "em casa"». GloboEsporte.com. 10 de setembro de 2015. Consultado em 12 de setembro de 2015 
  11. «Luís Henrique marca, dá camisa ao pai e revela pedido a Tomas para bater». GloboEsporte.com. 11 de setembro de 2015. Consultado em 12 de setembro de 2015 
  12. «Dos R$ 60 milhões aos 35%: o fim do ciclo do menino de ouro do Botafogo». GloboEsporte.com. 4 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de janeiro de 2017 
  13. «Botafogo recusa proposta do Atlético-PR por empréstimo de Luis Henrique». Lance!. 13 de setembro de 2016. Consultado em 9 de janeiro de 2017 
  14. «Botafogo não renovará com Luís Henrique; Furacão é o destino». GloboEsporte.com. 3 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de janeiro de 2017 
  15. «Botafogo confirma saída de Luís Henrique, que vai para o Atlético-PR». Lance!. 3 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de janeiro de 2017 
  16. «Atlético-PR confirma a contratação do atacante Luis Henrique, ex-Botafogo». Extra. 10 de janeiro de 2017. Consultado em 10 de janeiro de 2017 
  17. «Em jogo nada amistoso, Atlético-PR e Peñarol ficam no empate na Baixada». GloboEsporte.com. 25 de janeiro de 2017. Consultado em 1 de julho de 2017 
  18. «Luís Henrique rescinde com Furacão, e Botafogo vai definir futuro do atacante». GloboEsporte.com. 24 de junho de 2017. Consultado em 1 de julho de 2017 
  19. «Após acordo, Botafogo libera Luís Henrique para procurar novo clube». GloboEsporte.com. 26 de junho de 2017. Consultado em 1 de julho de 2017 
  20. «Luís Henrique é a joia que todos esperavam». Record. 30 de junho de 2017. Consultado em 2 de julho de 2017 
  21. «Feirense vence Paços de Ferreira de virada e segue invicto no Português». BOL. 21 de agosto de 2017. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  22. «Ex-Botafogo e Atlético-PR, Luís Henrique desencanta em Portugal e comemora 1º gol». GloboEsporte.com. 7 de outubro de 2017. Consultado em 8 de outubro de 2017 
  23. «Ex-Botafogo e Atlético-PR, atacante Luís Henrique rescinde com time português». GloboEsporte.com. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 28 de fevereiro de 2018 
  24. «Ex-Botafogo e Atlético-PR, Luís Henrique acerta com Nacional-SP para o estadual». GloboEsporte.com. 2 de março de 2018. Consultado em 3 de março de 2018 
  25. «Juventus 0 x 1 Nacional - Naça mantém tabu no JuveNal e segue colado no G4!». Futebol Interior. 4 de março de 2018. Consultado em 4 de março de 2018 
  26. «Nacional goleia, ultrapassa o Penapolense e sobe ao G-4 da A2». GloboEsporte.com. 7 de março de 2018. Consultado em 7 de março de 2018 
  27. «Grêmio contrata atacante Luís Henrique, ex-Botafogo e Atlético-PR». GloboEsporte.com. 28 de março de 2018. Consultado em 30 de março de 2018 
  28. «Oeste apresenta elenco para o Paulistão e oficializa reforços». ESPN. 7 de janeiro de 2019. Consultado em 12 de janeiro de 2019 
  29. «21-årig brasse HIFK:s nya anfallsvapen» (em finlandês). HBL. 17 de maio de 2019. Consultado em 19 de maio de 2019 
  30. «Luís Henrique é convocado para Seleção Sub-17 e pode desfalcar o Botafogo em até oito partidas». Esporte Interativo. 16 de setembro de 2015. Consultado em 22 de setembro de 2015 
  31. «Pênalti no último lance salva, Brasil vence Nova Zelândia e avança às quartas». GloboEsporte.com. 28 de outubro de 2015. Consultado em 1 de novembro de 2016