Henrique Pacheco Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Henrique
Henrique
Informações pessoais
Nome completo Henrique Pacheco Lima
Data de nasc. 16 de maio de 1985 (36 anos)
Local de nasc. Londrina, Paraná, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,80 m
destro
Apelido Guerreiro
Soldado
Capitão
Informações profissionais
Clube atual Cruzeiro
Número 8
Posição volante
Clubes de juventude
2004
2005
Londrina
Figueirense
Clubes profissionais
Anos Clubes
2004–2005
2005–2007
2007–2008
2008–2011
2011–2012
2013–
2020
Londrina
Figueirense
Júbilo Iwata
Cruzeiro
Santos
Cruzeiro
Fluminense (emp.)
Seleção nacional
2011–2017 Brasil

Henrique Pacheco Lima, mais conhecido apenas como Henrique (Londrina, 16 de maio de 1985), é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente joga no Cruzeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Figueirense[editar | editar código-fonte]

O volante chegou às categorias de base do Figueirense em 2005, mesmo ano em que estreou como profissional. Pela equipe, fez 89 jogos e marcou seis gols.

O atleta atingiu seu auge pelo time em 2007. Na equipe comandada pelo treinador Mário Sérgio, o jogador foi titular na campanha que levou o clube do Orlando Scarpelli à final da Copa do Brasil deste ano.

Cruzeiro (primeira passagem)[editar | editar código-fonte]

Chegou ao Cruzeiro em 2008, vindo do Júbilo Iwata, do Japão. Poucos acreditavam em seu potencial, mas Henrique apresentou um futebol vistoso.

Em 2009 foi importante para o clube na campanha do vice campeonato da Libertadores daquele ano; o volante fez um golaço pelas quartas de final contra o São Paulo, acertando um chutaço no ângulo direito do goleiro Dênis, levando assim o Cruzeiro às semifinais.

Santos[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2011, aos 26 anos, Henrique foi anunciado pelo Santos, que comprou 80% dos direitos do jogador junto ao BMG.[1]

Disputou 40 jogos pelo clube da Vila Belmiro, marcando apenas um gol.

Cruzeiro (segunda passagem)[editar | editar código-fonte]

Em 3 de janeiro de 2013 o Cruzeiro anunciou a volta do jogador, com a venda do meia Walter Montillo por 6 milhões de euros (cerca de 16,2 milhões de reais) mais Henrique em definitivo. Nesse momento Henrique começava a reescrever sua história de luta e paixão no gigante celeste de Minas Gerais.

Em 2013, foi campeão brasileiro pelo clube, embora tenha sido um dos principais jogadores naquele ano, ficou boa parte do tempo no banco, revezando posições com Nílton e Lucas Silva no time de Marcelo Oliveira.

Em 2014, foi campeão mineiro e bicampeão brasileiro e sendo importante para a sua equipe, com um futebol sério e aplicado foi um dos grandes responsáveis por ajudar o clube a chegar ao seu quarto titulo do brasileiro.

Na estreia do Cruzeiro na Libertadores de 2015, Henrique realizou sua 250ª partida pelo clube.

Foi o capitão celeste na conquista do bicampeonato da Copa do Brasil em 2017 e 2018. Era também o capitão no time do Cruzeiro que terminou o Brasileirão em 17º, no ano de 2019, e consecutivamente foi rebaixado pela primeira vez para a Série B.

Empréstimo ao Fluminense[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de janeiro de 2020, foi anunciado como novo reforço do Fluminense.[2] Pelo clube das Laranjeiras, Henrique disputou apenas oito jogos.

Retornou ao Cruzeiro no dia 24 de junho de 2020, após ter sido solicitado pela diretoria do clube e ter recebido o aval do técnico Enderson Moreira.[3]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Depois de boas atuações no Cruzeiro, Henrique foi convocado pela Seleção Brasileira no dia 27 de março de 2011, para um amistoso contra a Escócia.

Foi convocado novamente em 2017, para o amistoso contra a Colômbia que teve por objetivo homenagear os atletas mortos da Chapecoense, que iriam enfrentar a equipe do Nacional na final da Copa Sul-Americana de 2016, e sofreram um acidente antes de chegar à cidade colombiana.[4]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

O jogador tem perfil discreto, sendo avesso a holofotes.[5] É fã de Rock and roll e da banda estadunidense Pearl Jam.[5]

Em junho de 2020, o jogador envolveu-se num acidente de carro, o carro em que Henrique estava despencou de uma altura de 200 metros no Mirante do Jabotá, dentro do Parque Estadual do Rola Moça, localizado na região metropolitana de Belo Horizonte.[6][7] Apesar do acidente, não sofreu graves ferimentos como fraturas ou lesões neurológicas.[8] Após três dias internado o atleta recebeu alta hospitalar.[9][10]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Figueirense
Cruzeiro
Santos

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Adilson Barros (14 de julho de 2011). «Santos acerta a contratação de Henrique, do Cruzeiro». GloboEsporte.com. Consultado em 10 de junho de 2021 
  2. «Fluminense anuncia mais um reforço: o volante Henrique, ex-Cruzeiro». GloboEsporte.com. 23 de janeiro de 2020. Consultado em 10 de junho de 2021 
  3. «Cruzeiro solicita, e Fluminense libera Henrique para retornar ao clube mineiro». GloboEsporte.com. 24 de junho de 2020. Consultado em 10 de junho de 2021 
  4. «Com Robinho e Diego, Tite convoca Seleção para jogo contra a Colômbia». GloboEsporte.com. 19 de janeiro de 2017. Consultado em 10 de junho de 2021 
  5. a b Thiago Fernandes (1 de fevereiro de 2018). «Discreto, roqueiro Henrique conquista grupo e vira capitão do Cruzeiro». UOL. Consultado em 10 de junho de 2021 
  6. Mariana Spinelli (26 de junho de 2020). «Cruzeiro: Henrique sofre acidente de carro, cai em penhasco e é levado para hospital com ferimentos leves». ESPN.com.br. Consultado em 10 de junho de 2021 
  7. «Penhasco de acidente com Henrique, do Cruzeiro, tem 200 metros de altura; jogador estava "desorientado e confuso", diz B.O». GloboEsporte.com. 27 de junho de 2020. Consultado em 10 de junho de 2021 
  8. «Henrique, do Cruzeiro, apresenta evolução após acidente e tem alta prevista para esta segunda-feira». GloboEsporte.com. 28 de junho de 2020. Consultado em 10 de junho de 2021 
  9. «Henrique recebe alta e agora segue recuperação em casa antes de retomar treinos no Cruzeiro». GloboEsporte.com. 29 de junho de 2020. Consultado em 10 de junho de 2021 
  10. «Boa notícia! Volante Henrique, do Cruzeiro, recebe alta do hospital». Terra. 29 de junho de 2020. Consultado em 10 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]