Paulo Roberto Curtis Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulo Roberto
Informações pessoais
Nome completo Paulo Roberto Curtis Costa
Data de nasc. 27 de janeiro de 1962 (56 anos)
Local de nasc. Viamão (RS),  Brasil
Informações profissionais
Posição ex-lateral-direito
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1981-1983
1984
1985
1986-1989
1989-1991
1992-1994
1994
1995
1995
1996
1996-1997
1998
2000
Brasil Grêmio
Brasil São Paulo
Brasil Santos
Brasil Vasco da Gama
Brasil Botafogo
Brasil Cruzeiro
Brasil Corinthians
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Cruzeiro
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Fluminense
Paraguai Cerro Porteño
Brasil Canoas-RS
Seleção nacional
1983-1989 Brasil Brasil 000006 000(0)
Times/Equipas que treinou

Paulo Roberto Curtis Costa (Viamão, 27 de janeiro de 1962) é um ex-futebolista brasileiro que jogava como lateral-direito. Atualmente, é empresário de futebol, em parceria com Matheus Costa (filho).

Carreira[editar | editar código-fonte]

Paulo Roberto foi revelado pelo Grêmio em 1981, em um pequeno clube de futebol amador de Viamão chamado Tamoio Futebol Clube. No tricolor gaúcho, foi campeão do Campeonato Brasileiro de 1981, e da Libertadores e da Copa Intercontinental em 1983.

Saiu do Rio Grande do Sul para ir para futebol paulista. Jogou em outro tricolor, o São Paulo, e depois no Santos. Paulo Roberto acertou em 1986 com o Vasco. Em sua passagem pelo futebol do Rio de Janeiro, o lateral foi campeão do estadual em 1987 e 1988 pelo clube da Cruz Pátea. Saindo do Vasco, foi para o Botafogo em 1989 para substituir Josimar que se transferiu para o Flamengo, onde novamente foi campeão carioca, em 1990.

Deixou o Botafogo ao final de 1991 para ir para o Cruzeiro. Paulo Roberto venceu a Supercopa Libertadores em 1992, a Copa do Brasil de 1993 e o Campeonato Mineiro de Futebol em 1992 e 1994.Em 1994 dosputou o Brasileirão pelo Corinthians sendo vice campeão. Em 1995, transferiu-se para o rival Atlético Mineiro e repetiu o feito vencendo o estadual pelo Atletico naquele ano.

Paulo Roberto defendeu ainda o Fluminense de 1996 a 1997, passou pelo Cerro Porteño do Paraguai em 1998 e encerrou sua carreira no Canoas Sport Club, do Rio Grande do Sul, no ano 2000.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Grêmio

Vasco

Botafogo

Cruzeiro Supercopalibert.gif CBF - Brazilian Championship.svg Bandeira de Minas Gerais.svg

Atlético-MG Bandeira de Minas Gerais.svg

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Brasileira de Futebol, Paulo Roberto atuou sete vezes.[1] Participou do vice-campeonato da Copa_América_1983, quando jogou contra a Argentina (24 ago.), o Paraguai (semifinal, 13 out.) e o Uruguai (final, 04 nov.).

Em junho de 1989, foi novamente convocado e participou de quatro amistosos na Europa: Suécia (dia 16), Dinamarca (dia 18), Suíça (dia 21) e AC Milan (dia 22).[2]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Paulo Roberto é o futebolista que atuou por mais clubes de massa no Brasil, com 9 times diferentes (Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Fluminense, Grêmio, Santos, São Paulo e Vasco)[3]Em 1993 conseguiu um feito Histórico ,chutou uma bola pra fora do Mineirão, apenas ele, Nelinho e o goleiro Victor, em 2015, fizeram tal feito.

Referências

  1. terceirotempo.bol.uol.com.br/ Que fim levou?
  2. [1] Site Sambafoot
  3. globoesporte.globo.com/ Mania de grandeza

Links Externos[editar | editar código-fonte]