Acácio (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Acácio
Informações pessoais
Nome completo Acácio Cordeiro Barreto
Data de nasc. 24 de janeiro de 1959 (58 anos)
Local de nasc. Campos dos Goytacazes (RJ), Brasil
Altura 1,88 m[1]
Informações profissionais
Equipa atual Americano
Posição Treinador
Ex-goleiro
Comentarista Esportivo
Clubes de juventude
Americano
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1978-1979
1980-1982
1982-1991
1991-1992
1992-1995
1995
Americano
Serrano
Vasco da Gama
Tirsense
Beira-Mar
Madureira
0000 00(0)
0000 00(0)
0162 00(0)
0033 00(0)
0084 00(0)[2]
0000 00(0)
Seleção nacional
1986–1990 Brasil 0006 00(0)
Times/Equipas que treinou
2009-2010
2010-2011
2011
2012
2012-2013
Ceará (assistente)
Vasco da Gama (assistente)
Americano
Olaria
Americano

Acácio Cordeiro Barreto, mais conhecido como Acácio (Campos dos Goytacazes, 24 de janeiro de 1959), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como goleiro. Destacou-se jogando pelo Club de Regatas Vasco da Gama, onde tornou-se ídolo. Defendeu a Seleção Brasileira, dentre outras oportunidades, na Copa América de 1989. Em 2014, após comandar o Americano de Campos, foi contratado pela Bradesco Esportes FM para atuar como comentarista, principalmente em partidas do Vasco. Também atua como comentarista do programa Os Donos da Bola na Rede Bandeirantes do Rio de Janeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Em sua carreira profissional (1978–1996) jogou pelo Americano Futebol Clube, Serrano Foot Ball Club, Club de Regatas Vasco da Gama, Madureira Esporte Clube e, em Portugal, pelo SC Beira-Mar. Pelo Vasco conquistou três campeonatos fluminenses (1982, 1987, 1988) e um título brasileiro (1989). Pela seleção brasileira, jogou sete partidas em 1989, mas, após uma goleada para a Dinamarca, perdeu espaço para Cláudio Taffarel na seleção Brasileira. Fez parte da equipe que foi campeã da Copa América de 1989 e foi convocado para a Copa do Mundo de 1990 como reserva imediato de Taffarel.

879 minutos[editar | editar código-fonte]

O ano de 1988 foi especialmente marcante para Acácio, que permaneceu 879 minutos sem sofrer gol pelo Vasco.[3] Tal marca é o quarto maior tempo que um goleiro ficou sem levar gol no Campeonato Brasileiro.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Acácio ainda hoje vive no mundo do futebol: foi treinador de goleiros do Botafogo de Futebol e Regatas de 2002 a 2007. Nessa empreitada, inicou com destaque, tendo o goleiro Jefferson se destacado. Contudo, a partir de 2006, a irregularidade dos três goleiros do Botafogo, Max, Lopes e Júlio César, lhe renderam o cargo ao fim de Julho de 2007.[4] Foi auxiliar técnico de Paulo César Gusmão no Ceará e Vasco da Gama. Em 2011, começou a carreira de treinador de futebol no Americano[5], clube que o revelou como jogador. meses depois acertou para ser o comandante do Olaria[6] por onde ficou por pouco tempo. meses depois, retornou ao comando do Americano[7]. e no início de 2013, retornando pela terceira vez ao comando do Americano[8].

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vasco da Gama
Seleção Brasileira

Referências

  1. https://books.google.com.br/books?id=1wArC3RiHjkC&pg=PA33&dq=Jo%C3%A3o+Marcos+placar&hl=pt-BR&sa=X&ei=kCIfVaOuCeywsATJxoKQAg&redir_esc=y#v=onepage&q=Ac%C3%A1cio&f=false
  2. «national-football-teams.com». Consultado em 2 de janeiro de 2008 
  3. «Acácio (ex-goleiro do Vasco)». 29 de Maio de 2007. Consultado em 10 de Setembro de 2007. Arquivado do original em 28 de setembro de 2007 
  4. «Preparador de goleiros é demitido do Bota». 30 de Julho de 2007. Consultado em 29 de Agosto de 2007 
  5. O Globo (16 de março de 2011). «Ex-goleiro Acácio é o novo técnico do Americano». Consultado em 24 de março de 2011 
  6. globoesporte.com. «Acácio assume o Olaria, onde reencontrará 'família cruz-maltina'». Consultado em 7 de novembro de 2011 
  7. NF10 (7 de março de 2012). «Americano troca de técnico mais uma vez: Acácio chega». 9h42. Consultado em 11 de março de 2012 
  8. Grande Área - Futebol Interior (13 de janeiro de 2013). «Ex-goleiro da Seleção assume o Americano para a Segundona do Rio de Janeiro». Consultado em 14 de janeiro de 2013 


Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.