Vivinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vivinho
Informações pessoais
Nome completo Welves Dias Marcelino
Data de nasc. 10 de março de 1961
Local de nasc. Uberlândia (MG),  Brasil
Falecido em 13 de setembro de 2015 (54 anos)
Local da morte Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Altura 1,80 m
Informações profissionais
Posição ponta-direita
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1982-1986
1986-1990
1990-1992
1993
1993
1995
1996
1997
Brasil Uberlândia
Brasil Vasco da Gama
Brasil Botafogo
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Goiás
Brasil Fortaleza
Brasil Uberlândia
Brasil Cabofriense

0179 000(41)
Seleção nacional
1989 Brasil Brasil 0004 0000(1)

Welves Dias Marcelino, mais conhecido como Vivinho (Uberlândia, 10 de março de 1961 - Rio de Janeiro, 13 de setembro de 2015), foi um futebolista brasileiro que atuou como ponta-direita.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vivinho iniciou a sua carreira um pouco tarde, em 1982, aos 21 anos de idade. Ele foi fazer um teste no Uberlândia, passou e foi contratado. Mas foi em 1984 que começou a despontar no cenário nacional, defendendo o Uberlândia no Campeonato Brasileiro. Em meados de 1986 ele foi contratado pelo Vasco da Gama. Foi no time de São Januário que Vivinho teve suas maiores glórias no futebol, sendo campeão carioca em 1988 e campeão brasileiro em 1989.

Um dos fatos que marcaram a história do jogador no clube aconteceu no jogo contra a Portuguesa, pelo Campeonato Brasileiro de 1988, em 11 de setembro, quando recebeu uma bola na área do adversário deu três "lençóis" no volante Capitão e completou para o gol. O lance rendeu até placa no estádio de São Januário.[1] Também foi durante sua passagem pelo Vasco que Vivinho chegou à Seleção Brasileira, em 1989, que defendeu em quatro partidas, marcando um gol.

Após sua passagem pelo clube cruz-maltino, Vivinho ainda atuou no Botafogo, Atlético Paranaense, Goiás, voltou ao Uberlândia, jogou no Fortaleza e encerrou a carreira na Cabofriense em 1997, ajudando o time de Cabo Frio a subir da terceira para a segunda divisão do campeonato estadual do Rio.

Vivinho faleceu na manhã do dia 13 de setembro de 2015, na cidade do Rio de Janeiro. Ele desmaiou em casa, foi levado para o hospital e acabou não resistindo. A causa da morte ainda não foi confirmada, mas era possível que tenha a ver com um trauma na face que teve há duas semanas, em um torneio master no Pará. Na ocasião, ele se chocou com o goleiro adversário e teve afundamento da face e fratura no nariz.[2].

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.