Confrontos entre Palmeiras e Vasco da Gama no futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Palmeiras versus Vasco da Gama
Torcidas de Palmeiras e Vasco da Gama.
Palmeiras 56 vitória(s), 205 gol(s)
Vasco da Gama 31 vitória(s), 162 gol(s)
Empates 39
Total de jogos 126
Total de gols 367
editar

Palmeiras e Vasco da Gama fazem um importante clássico interestadual envolvendo grandes clubes dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo.[2]

Ao longo da história, Palmeiras e Vasco da Gama construíram uma amizade, já que em sua origem, o antigo Palestra Itália foi alvo de represálias dos outros clubes paulistas devido suas raízes italianas, em meados dos anos 40, quando a Segunda Guerra Mundial estava em andamento, e onde a Itália era um dos principais países em confronto, o capitão Adalberto Mendes, vascaíno, dado ao forte contato com membros do Palestra, tornou-se em um dos vice-presidentes do clube e, auxiliou no rebatismo do Palestra como Palmeiras.[2][3] Além disso, os dois clubes são historicamente ligados às maiores colônias estrangeiras em seus estados, a colônia italiana em São Paulo e a colônia portuguesa no Rio de Janeiro. E ambos os clubes, e seus torcedores, se intitulam o principal rival dos clubes de inquestionavelmente maior torcida em seus estados, o Corinthians em São Paulo e o Flamengo no Rio de Janeiro. A relação de cordialidade entre Palmeiras e Vasco da Gama desenvolveu-se, em função aparentemente destas razões, de tal maneira que não costuma haver brigas ou outros incidentes violentos em jogos entre as duas equipes, nem mesmo em partidas decisivas, razão pela qual o confronto já foi apelidado de "Clássico da Fraternidade".[4]

Já foram realizados confrontos entre Palmeiras e Vasco da Gama válidos por todas as principais competições de futebol do Brasil (exceto a Copa do Brasil) e também pela Copa Sul-Americana, Copa Mercosul, Copa Libertadores da América e Copa Rio, torneio este que foi criado para ser uma Copa do Mundo de Clubes. Esse confronto já protagonizou decisões de competições importantes como: Campeonato Brasileiro, Torneio Rio-São PauloCopa Mercosul.[2][3]

História[editar | editar código-fonte]

Na primeira partida, em 28 de setembro de 1924, esteve em disputa a Taça Vasco da Gama, com vitória palmeirense no Rio de Janeiro por 2 a 0.

Palmeiras e Vasco da Gama já se enfrentaram em três decisões de campeonatos: em 1997, após empatar os dois jogos da final do Campeonato Brasileiro em 0 a 0, o Vasco conquistou o título por ter feito a melhor campanha daquela edição. Em 2000, o Verdão conquistou o título do Torneio Rio-São Paulo ao vencer as duas partidas da decisão por 2 a 1, no Rio de Janeiro, e 4 a 0, em São Paulo. No mesmo ano, os clubes se reencontraram novamente em uma decisão, desta vez pela Copa Mercosul de 2000, naquele que viria a ser o jogo mais dramático da história do clássico e ficando conhecido como "A Virada do Século", onde Vasco saía em desvantagem por 3 a 0 ao fim do primeiro tempo e conseguiu sagrar-se campeão virando a partida para 4 a 3 no segundo tempo.[2][3]

Campeonato Brasileiro

No Campeonato Brasileiro, a primeira partida entre as equipes aconteceu em 12 de março de 1967, pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa (antigo formato do atual Campeonato Brasileiro), com vitória alviverde por 5 a 0.[5]

Ao longo do maior certame de futebol do Brasil o Palmeiras e o Vasco da Gama já disputaram 52 jogos, com 25 vitórias do Palmeiras, 12 do Vasco e 15 empates, 81 gols a favor do alviverde e 48 a favor do Vasco.[5]

Jogos decisivos[editar | editar código-fonte]

Decisões
  • Em 1997, o Vasco venceu o Palmeiras na final do Campeonato Brasileiro.
  • Em 2000, o Palmeiras venceu o Vasco na final do Torneio Rio-São Paulo.
  • Em 2000, o Vasco venceu o Palmeiras na final da Copa Mercosul.
Mata-matas em competições da CBD/CBF
  • Com acompanhamento e autorização da FIFA.
Em 1951, o Palmeiras eliminou o Vasco na semifinal da Copa Rio de 1951.
Em competições da Conmebol
  • Em 1999, o Palmeiras eliminou o Vasco nas oitavas de final da Copa Libertadores.
  • Em 2008, o Palmeiras eliminou o Vasco na segunda fase da Copa Sul-Americana.
  • Em 2011, o Vasco eliminou o Palmeiras na segunda fase da Copa Sul-Americana.

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

No Rio de Janeiro

Vasco 0-0 Palmeiras, 95.481, 21 de dezembro de 1997, C. Brasileiro, Estádio do Maracanã (89.200 pagantes).[6]

Em São Paulo

Palmeiras 0-0 Vasco, 76.965, 30 de abril de 1983, C.Brasileiro, Estádio do Morumbi (público pagante).[7]

Referências