Basquetebol da Sociedade Esportiva Palmeiras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palmeiras Basquete
Palmeiras Basquete logo
Nome completo Sociedade Esportiva Palmeiras
Alcunha Verdão
Alviverde
Palestra
Torcedores Palmeirense
Palestrinos
Mascote Periquito
Porco
Fundação 1923 (96 anos) (Seção de basquete)
Arena Ginásio Palestra Itália
Arena Capacidade 1.500 pessoas
Localização São Paulo, SP, Brasil
Cores Verde e Branco
         
Presidente Maurício Galiotte
Títulos 1 Campeonato Brasileiro
8 Campeonato Paulista
Material esportivo Puma
Website www.palmeiras.com.br/basquete

O Palmeiras Basquete é o departamento de basquete do Palmeiras, clube poliesportivo sediado na cidade de São Paulo, em São Paulo, e que disputa competições de basquete no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

O departamento de basquete do clube foi fundado em 1923. O Palmeiras, quando ainda chamado Palestra Itália, foi campeão do primeiro campeonato estadual realizado pela Federação Paulista de Basketball (entidade a qual foi um dos membros fundadores em 1924), em 1932.[1] Em 1934, a equipe adulta masculina do Palmeiras representou o Brasil no Campeonato Sul-Americano de seleções, disputado em Buenos Aires, na Argentina, no qual obteve o terceiro lugar. No ano seguinte, em 1935, o Verdão repetiu o feito e novamente representou a seleção no Sul-Americano, desta vez realizado no Rio de Janeiro.[2] Depois disso, conquistou o Campeonato Paulista mais sete vezes, totalizando oito títulos. O Palmeiras também venceu por 12 vezes o Paulista da Capital. Tanto no Campeonato Estadual, quanto no da Capital, o Alviverde é o terceiro clube que mais venceu os torneios.

A nível nacional, começou a ganhar uma projeção maior após o vice-campeonato da Taça Brasil de 1975. Em 1977, o Palmeiras venceu o único título de Campeonato Brasileiro que possui. Sob o comando de Claudio Mortari e contando com jogadores como Ubiratam, Carioquinha e Oscar Schmidt, o Verdão conquistou a Taça Brasil ao derrotar o Flamengo na final por 66 a 62.[1] Ainda no mesmo ano, ficou com o segundo lugar do Sul-Americano de Clubes Campeões, ao ser derrotado pelo Franca. No ano seguinte, voltou à decisão da Taça Brasil, mas foi derrotado pelo Sírio por 110 a 85.

Os anos seguintes foram de indas e vindas da equipe adulta nos principais campeonatos. Em 2009, fez uma parceria com o Araraquara que durou até 2010. Após a separação, disputou o Paulista de 2010.[1] No ano seguinte, jogou e foi campeão da Série A-2 do Campeonato Paulista.[1] Retornou ao cenário nacional disputando o Novo Basquete Brasil da temporada 2012-2013. Para chegar a tal feito, conquistou a Copa Brasil Sudeste de 2012,[3][1] após bater de virada o XV de Piracicaba, na decisão, por 2 a 1. O título classificou o Alviverde para a Supercopa Brasil de Basquete 2012, onde perdeu a decisão para o Mogi das Cruzes por 102 a 87, porém a segunda colocação garantiu o Palmeiras no NBB.[1]

Integrando pela primeira vez o NBB, o clube alviverde apostou em sua primeira temporada de retorno à elite do basquete brasileiro na mescla entre jovens jogadores formados no clube e alguns experientes, três deles norte-americanos. Para o comando da equipe, foi contratado o técnico espanhol Arturo Álvarez.[4]

Na temporada 2012-2013 do NBB, o Palmeiras terminou em 13º lugar, a uma posição de entrar nos playoffs, tendo uma campanha de 12 vitórias em 34 jogos, com destaque para a sequência de nove vitórias seguidas jogando em casa no segundo turno.[5]

A participação palmeirense no NBB durou apenas três edições, quando desisitiu de disputar a temporada de 2015-16. A partir de então, só disputa campeonatos de base, obtendo em sua maioria grandes resultados e revelando grandes talentos para o basquete brasileiro.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais
Competição Títulos Temporada
Latin America (orthographic projection).svg Copa Interamericana de Basquete 1 1977
Nacionais
Competição Títulos Temporada
Brasil Campeonato Brasileiro 1 1977
Estaduais
Competição Títulos Temporada
São Paulo Campeonato Paulista 8 1932, 1933, 1934, 1958, 1961, 1963, 1972 e 1974
São Paulo Campeonato Paulistano 12 1928, 1929, 1931, 1932, 1933, 1934 Cscr-featured.png, 1935, 1958 Cscr-featured.png, 1972, 1974 Cscr-featured.png, 1975, 1976
São Paulo Campeonato Paulista - A-2 1 2011

Cscr-featured.png Campeão Invicto

Basketball.svg Outros torneios[editar | editar código-fonte]

Torneio de Preparação da FPB: 10 vezes (1943, 1958, 1960, 1963, 1964, 1968, 1972, 1973, 1976, 1977).
Torneio Início do Campeonato Paulista: 5 vezes (1930, 1931, 1933, 1934, 1935).
Torneio Rio-São Paulo: 4 vezes (1933, 1958, 1959, 1962 (invicto)).
Campeonato Popular de Basquete da Gazeta Esportiva: 1935.
Torneio Jubileu de Prata de Londrina: 1958.
Torneio Eficiência Delfino Facchina: 1960.
Torneio Internacional Argentina-Uruguai: 1966.
Torneio Afonso Paulino: 1967.
Torneio de Aniversário da FPB: 1976.
Copa Brasil Sudeste: 2012.
Campeonato Paulista - Série Prata: 2012.

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Palmeiras (Basquete masculino)
Jogadores Comissão Técnica
Pos. # País Nome Altura Nascimento Último Clube
Técnico
Auxiliar Técnico
Outros Membros



Legenda
  • (C) Capitão
  • (S) Suspenso
  • (J) Juvenil
  • (INJ) Contundido


Últimas temporadas[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
Temporada Campeonato Brasileiro Liga das Américas Liga Sul-Americana Campeonato Paulista
Div. Pos. J V D Classificação Classificação Fase Máxima
2011/2012 SCB (2ª) 5 3 2 Final (Série A-2)
2012/2013 NBB (1ª) 13º 34 12 22 Primeira fase
2013/2014 NBB (1ª) 12º 37 17 20 Quartas de Final
2014/2015 NBB (1ª) 12º 35 15 20 Primeira fase


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Classificado à Liga das Américas
     Classificado à Liga Sul-Americana
     Rebaixado à divisão inferior.
     Promovido à divisão superior.


Principais nomes[6][editar | editar código-fonte]

Oscar Schmidt - o Palmeiras foi o primeiro clube do maior cestinha do basquete brasileiro

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]