Confrontos entre Fluminense e Palmeiras no futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fluminense versus Palmeiras
Torcidas de Fluminense e Palmeiras.
Fluminense 33 vitória(s), 151 gol(s)
Palmeiras 58 vitória(s), 187 gol(s)
Empates 16
Total de jogos 107
Total de gols 338
editar
Taças das Copas Rio de 1951 e 1952.

Fluminense e Palmeiras são dois clubes que disputam um dos maiores clássicos interestaduais (Rio de Janeiro versus São Paulo) do futebol brasileiro.[2]

Introdução[editar | editar código-fonte]

Os dois clubes são os representantes da colônia italiana em seus estados,[3][4] encontrando-se em momentos que definiram títulos a favor de um dos dois clubes desde 1933, tendo sido realizados confrontos entre Fluminense e Palmeiras válidos por todas as principais competições de futebol do Brasil e também pela Copa Libertadores da América.

História[editar | editar código-fonte]

Na primeira partida, em 30 de maio de 1926, esteve em disputa a Taça Fiat, com vitória palmeirense em São Paulo por 3 a 2, tendo o troféu sido oferecido pelas Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo.[5]

No clássico entre Fluminense e Palmeiras, duas partidas deram títulos importantes para o Tricolor, nas conquistas do Torneio Rio-São Paulo de 1960 e do Campeonato Brasileiro de 2012, assim como foi em um confronto contra o Flu que o Alviverde venceu o seu primeiro Torneio Rio-São Paulo, ainda no ano de 1933.

O Verdão conquistou o Torneio Rio-São Paulo de 1933 ao vencer o Flu por 2 a 1 no Palestra Itália, perante 25.000 torcedores. O Diário Carioca, de 12 de dezembro de 1933, deu como manchete: "O Palestra é campeão brasileiro de 1933."[6]

No dia 2 de março, partida válida pelo Torneio Rio-São Paulo de 1952, antes do jogo contra o Fluminense, o Palmeiras deu a volta olímpica com uma faixa agradecendo a torcida carioca pelo apoio recebido na Copa Rio de 1951, sendo ovacionado pelos 31.990 torcedores (25.444 pagantes), além do presidente do Palmeiras ter entregue uma placa de bronze ao prefeito do Rio, João Carlos Vital, para ser fixada no Maracanã. Ali estavam presentes o campeão da Copa Rio de 1951 e o futuro campeão da Copa Rio de 1952, em um encontro marcado pelas homenagens recíprocas. Um jogo com este espírito teve no resultado de 2 a 2 o reflexo dos sentimentos de fraternidade e esportividade que foram registrados antes da partida, entre os clubes das colônias italianas do Rio de Janeiro e de São Paulo.[7][8]

Na partida válida pelo Torneio Quadrangular Interestadual do Rio de Janeiro de 1954, a vitória tricolor por 2 a 1 lhe garantiu o vice campeonato, na competição que teve ainda o Internacional-RS e do Botafogo-RJ, que terminou como campeão.[9]

O Fluminense sagrou-se bicampeão do Torneio Rio-São Paulo em 1960 ao vencer o Palmeiras por 1 a 0 no Maracanã, perante 53.738 pagantes, com gol de Waldo, o maior artilheiro da história do clube.[10] Até essa partida o Palmeiras disputava o título diretamente com o Fluminense, tendo ainda dois jogos para realizar, sendo este o último do Flu. Após a derrota para o Fluminense, perderia os dois jogos restantes e terminaria apenas na sexta colocação.[11]

A dramática disputa nas semifinais do Campeonato Brasileiro de 1960 também foi um momento muito importante na história deste clássico, com empate por 0 a 0 no primeiro jogo por uma competição nacional, no Pacaembu, e vitória palmeirense por 1 a 0 no Maracanã, com o gol da vitória sendo marcado aos 44 minutos e trinta segundos do segundo tempo em um chute de longe de Humberto, com público semelhante ao da partida anterior no mesmo estádio, em competição que viria dar ao Palmeiras o seu primeiro título brasileiro.[12][13]

O Palmeiras conquistou a segunda edição do Torneio do IV Centenário do Rio de Janeiro de 1965, ao vencer a disputa de pênaltis contra o Peñarol após empate por 0 a 0 na final. O Fluminense terminou em terceiro ao vencer a Seleção Paraguaia por 3 a 2, com todas as partidas tendo sido disputadas no Maracanã.[14]

Em 1970, o Fluminense venceu a partida válida pelo Quadrangular Final do Campeonato Brasileiro, disputado também contra Atlético Mineiro e Cruzeiro. O gol de Mickey selou a vitória tricolor no Maracanã por 1 a 0 e deixou o Fluminense em vantagem na disputa pela Taça de Prata, competição da qual o Flu se sagraria campeão e o Palmeiras, vice.[15]

Na Copa Libertadores da América de 1971, Palmeiras e Fluminense se encontraram pelo Grupo 3 da competição, com uma vitória tricolor por 2 a 0 no Pacaembu, e outra palmeirense por 3 a 1 no Maracanã. O Palmeiras somou 10 pontos no grupo e o Fluminense 8, com o Palmeiras tendo se classificado para as semifinais e terminado em terceiro, com o Fluminense eliminado ainda nessa fase de grupos, que previa a classificação de apenas uma equipe, terminando em sétimo lugar.[16]

No Torneio dos Campeões de 1982, Fluminense e Palmeiras ficaram no mesmo grupo, que reunia ainda Corinthians, Portuguesa e Santa Cruz, com Fluminense e Portuguesa classificando-se para a fase seguinte.[17]

Na Copa dos Campeões de 2002, a vitória por 1 a 0 nas quartas valeu a classificação do Verdão para a fase seguinte.[18]

Um público de 66.884 torcedores viu a vitória do Fluminense por 1 a 0 no Campeonato Brasileiro de 2009, no Maracanã, com gol de Fred, uma das vitórias já nas últimas rodadas que manteve o Flu na Série A após uma arrancada histórica.[19]

No Campeonato Brasileiro de 2010, a vitória tricolor por 2 a 1 em São Paulo pela penúltima rodada deixou o Fluminense a um passo do título, título este que seria confirmado na rodada seguinte, quando o tricolor venceu o Guarani por 1 a 0.[20]

Ao vencer o Palmeiras em Presidente Prudente por 3 a 2, com dois gols de seu artilheiro Fred, o Fluminense conquistou o Campeonato Brasileiro de 2012.[21]

Fluminense e Palmeiras se enfrentaram pela primeira vez na Copa do Brasil, em confronto válido pelas semifinais da Copa do Brasil de 2015, com vitória tricolor no primeiro jogo disputado no Maracanã por 2 a 1[22] e palmeirense pelo mesmo placar no segundo, com o Palmeiras classificando-se após disputa por pênaltis no Allianz Parque.[23]

Ídolos em comum[editar | editar código-fonte]

Romeu
Romeu Pellicciari jogou no então Palestra Itália, de 1930 a 1935, transferindo-se ainda em 1935 para o Flu, onde jogou até 1942, retornando ao Palmeiras neste mesmo ano a tempo de se sagrar campeão paulista pela quarta vez, além de ter conquistado o Torneio Rio-São Paulo de 1933 pelo Verdão.
No Fluminense foi campeão carioca em 5 ocasiões (1936, 1937, 1938, 1940 e 1941), do Torneio Municipal em 1938, do Torneio Extra de 1941 e do Torneio Início do Campeonato Carioca em 1940 e 1941, tendo também brilhado na Seleção Brasileira, notadamente na Copa do Mundo de 1938, quando a seleção Canarinho terminou em terceiro lugar — sua melhor colocação até então.[24]
Rodrigues
Rodrigues Tatu jogou pelo Fluminense entre 1945 e 1950, marcando 94 gols em 199 jogos, tendo sido convocado para a Copa do Mundo de 1950 como jogador do Flu, transferindo-se para o Palmeiras posteriormente e fazendo a sua estreia em 23 de julho de 1950, na vitória de 5 a 3 sobre o Paulista de Araraquara[25], vindo a marcar pelo clube paulista 125 gols em 221 partidas. Campeão carioca de 1946 e do Torneio Municipal de 1948 pelo Fluminense[26], seria ainda campeão paulista de 1950, do Torneio Rio-São Paulo de 1951 e da Copa Rio de 1951 pelo Verdão.[27]

Jogos decisivos[editar | editar código-fonte]

Jogos importantes
Em 1933 o Palmeiras venceu o Fluminense e conquistou o Torneio Rio-São Paulo.
Em 1960 0 Fluminense venceu o Palmeiras e conquistou o Torneio Rio-São Paulo.
Em 1970 o Fluminense venceu o Palmeiras pelo quadrangular final e conquistaria o Torneio Roberto Gomes Pedrosa.
Em 2012 o Fluminense venceu o Palmeiras e conquistou o Campeonato Brasileiro.
Mata-matas em competições da CBF
Em 1960 o Palmeiras eliminou o Fluminense na semifinal do Taça Brasil.
Em 2002 o Palmeiras eliminou o Fluminense nas quartas de final da Copa dos Campeões.
Em 2015 o Palmeiras eliminou o Fluminense na semifinal do Copa do Brasil.

Outras estatísticas[editar | editar código-fonte]

Cidades e estados
Ao todo, 53 jogos foram realizados no Rio de Janeiro e 51 em São Paulo, com 3 jogos tendo sido realizados em outros estados: 1 no Paraná com mando do Palmeiras, na cidade de Londrina, onde os clubes paulistas detêm as maiores torcidas,[28] o segundo em Teresina, no Piauí, com mando de campo neutro e o terceiro em Brasília com o mando do Fluminense, em 11 cidades diferentes no total dos jogos.[29]
Principais estádios
38 partidas foram realizadas no Maracanã, com 16 vitórias do Fluminense, 16 do Palmeiras e 6 empates, com 54 gols tricolores e 49 palmeirenses, tendo 25 partidas ocorridas no antigo Palestra Itália, estádios que receberam o maior número de jogos. No Palestra Itália foram 20 vitórias do Palmeiras, 3 do Fluminense e 2 empates, com 54 gols palmeirenses e 31 tricolores. Apenas 1 jogo foi realizado no Morumbi, maior estádio do Estado de São Paulo e 17 no Pacaembu, a segunda opção histórica dos grandes clubes paulistas para jogos de maior apelo de público.[30]
Competições
Fluminense e Palmeiras disputaram jogos em todas as principais competições do futebol brasileiro: Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, sem contar disputas nos torneios dos campeões e pelo antigo Torneio Rio-São Paulo, além da principal competição continental, a Copa Libertadores da América.
Campeonato Brasileiro
Pelo Campeonato Brasileiro desde 1960 já foram disputados 55 jogos, com 29 vitórias do Palmeiras, 17 do Fluminense e 9 empates, 84 gols a favor do Palmeiras e 66 a favor do Fluminense.[31]
Nas suas quatro conquistas de campeonatos nacionais o Fluminense só não enfrentou o Palmeiras na de 1984, por conta do clube paulista ter começado esta competição em grupo diferente e não ter chegado aos cruzamentos previstos pela fórmula de disputa daquela edição do Campeonato Brasileiro.
Já o Palmeiras, nas conquistas de seus nove títulos nacionais só não enfrentou o Fluminense na Taça Brasil (antigo formato do atual Campeonato Brasileiro) de 1967, da qual o Tricolor não participou, e em 1973, quando o Fluminense participou de um grupo diferente na Primeira Fase e não chegou aos cruzamentos finais daquela competição.
Conmebol
Fluminense e Palmeiras se enfrentaram pela primeira fase da Copa Libertadores da América de 1971, com uma vitória para cada lado e o Palmeiras se classificando para a fase seguinte.

Recordes[editar | editar código-fonte]

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

Os maiores artilheiros deste confronto são do Fluminense, Fred com 8 gols, Waldo e Flávio com 6, tendo Orlando Pingo de Ouro e Roni marcado 5.[32] Pelo Verdão os artilheiros são Echevarrieta, Euller, Rinaldo, Rodrigues Tatu e Servílio, com 5 gols.[33]
Rodrigues Tatu marcou ainda um gol pelo Fluminense contra o Palmeiras, de falta, aos 11'/2ºT, na vitória tricolor por 5 a 2 em 30 de julho de 1947, partida esta disputada no Pacaembu.[34]

Goleadas[editar | editar código-fonte]

Maior vitória do Fluminense atuando em casa
4 de maio de 1957 Rio de Janeiro Fluminense 5–1 Palmeiras São Paulo Maracanã

Waldo Gol marcado Gol marcado
Telê Gol marcado
Jair Francisco Gol marcado
Escurinho Gol marcado
Mazzola Gol marcado Público: 14 336 (11 299 pags)
Renda: CR$ 339.335,00
Árbitro: São PauloSP Telêmaco Pompeu
Maior vitória do Fluminense atuando fora de casa
7 de novembro de 2001 São Paulo Palmeiras 2–6 Fluminense Rio de Janeiro Palestra Itália
16:00
Marcão Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2' (g.c.)
Pedrinho Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Roger Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16' Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Sidney Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18'
Magno Alves Gol marcado aos 20 minutos de jogo 20' Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73'
Roni Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29'
Público: 6 289 pags
Renda: R$ 62.490,00
Árbitro: ParanáPR Héber Roberto Lopes
Maior vitória do Palmeiras atuando em casa
30 de janeiro de 2000 São Paulo Palmeiras 6–2 Fluminense Rio de Janeiro Palestra Itália

Faustino Asprilla Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Euller Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47' (pen.) Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50' Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79' (pen.) Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Basílio Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Magno Alves Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31'
Roni Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35'
Público: Dados indisponíveis
Renda: Dados indisponíveis
Árbitro: Rio de JaneiroRJ Wagner Tardelli
Maior vitória do Palmeiras atuando fora de casa
5 de setembro de 1996 Rio de Janeiro Fluminense 1–5 Palmeiras São Paulo Estádio do Café

Altemir Pessali Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86' Djalminha Gol marcado aos 20 minutos de jogo 20' Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28' Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Cafu Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31'
Freddy Rincón Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Público: 22 200 pags
Renda: R$ 206.000,00
Árbitro: ParanáPR José Carlos Marcondes

Partidas com mais gols[editar | editar código-fonte]

Em três ocasiões ocorreram 8 gols em confrontos envolvendo Fluminense e Palmeiras: em 24 de julho de 1940 (Fluminense 5 a 3), em 3 de janeiro de 2000 (Palmeiras 6 a 2) e em 7 de novembro de 2001 (Fluminense 6 a 2).[35]

Séries[editar | editar código-fonte]

A maior série invicta é palmeirense, doze jogos entre 2002 e 2008. Já a favor do Flu, nove jogos, entre 2009 e 2014.[36]
A maior série de vitórias é tricolor, sete jogos entre 2010 e 2014. A alviverde é de seis jogos, entre 1992 e 1994.

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Aonde não consta informações sobre públicos pagantes e presentes, a referência é aos pagantes, acima de 30.000.[37][38]
  1. Fluminense 1–0 Palmeiras, Maracanã, 66.684, 8 de novembro de 2009, Campeonato Brasileiro (64.194 pagantes).
  2. Fluminense 4–2 Palmeiras, Maracanã, 58.073, 3 de dezembro de 1975, Campeonato Brasileiro.
  3. Fluminense 1–0 Palmeiras, Maracanã, 53.738, 17 de abril de 1960, Torneio Rio-São Paulo.
  4. Fluminense 1–0 Palmeiras, Maracanã, 50.421, 13 de dezembro de 1970, Torneio Roberto Gomes Pedrosa.
  5. Fluminense 0–1 Palmeiras, Maracanã, 50.000, 16 de novembro de 1960, Taça Brasil.
  6. Fluminense 1–3 Palmeiras, Maracanã, 42.705, 10 de março de 1971, Copa Libertadores.
  7. Palmeiras 3–1 Fluminense, Pacaembu, 41.541, 24 de agosto de 1975, Campeonato Brasileiro.
  8. Palmeiras 2–1 Fluminense, Allianz Parque, 38.562, 28 de outubro de 2015, Copa do Brasil (38.562 pagantes).[39]
  9. Fluminense 1–3 Palmeiras, Maracanã, 36.599, 16 de maio de 1965, Torneio Rio-São Paulo.
  10. Fluminense 0–0 Palmeiras, Maracanã, 35.407, 9 de março de 1980, Campeonato Brasileiro.
  11. Fluminense 2–1 Palmeiras, Maracanã, 34.895, 21 de outubro de 2015, Copa do Brasil (31.881 pagantes).
  12. Fluminense 3–0 Palmeiras, Maracanã, 34.032, 25 de outubro de 2008, Campeonato Brasileiro (31.973 pagantes).
  13. Palmeiras 3–1 Fluminense, Allianz Parque, 33.066, 10 de junho de 2017, Campeonato Brasileiro
  14. Fluminense 2–2 Palmeiras, Maracanã, 31.990, 2 de março de 1952, Torneio Rio-São Paulo (25.444 pagantes).
Obs.: Pelo menos os jogos disputados no Pacaembu com públicos presentes desconhecidos de 21 de março de 1942 (28.904 pags.), 10 de abril de 1965 (27.954 pags.) e 29 de janeiro de 1971 (26.867 pags.) poderiam fazer parte desta lista.
Por décadas
1951/1960: 3.
1961/1970: 2
1971/1980: 4.
2001/2010: 2.
2011/2020: 3.
Maiores públicos no Estádio Palestra Itália
Acima de 20.000.[40]
  1. Palmeiras 1–0 Fluminense, 28.042, 4 de setembro de 1971, Campeonato Brasileiro (26.976 pags.).
  2. Palmeiras 3–2 Fluminense, 26.996, 4 de dezembro de 2005, Campeonato Brasileiro.
  3. Palmeiras 2–1 Fluminense, 25.000, 10 de dezembro de 1933, Torneio Rio-São Paulo.
  4. Palmeiras 1–0 Fluminense, 24.693, 14 de novembro de 2007, Campeonato Brasileiro.
  5. Palmeiras 1–0 Fluminense, 22.243, 27 de agosto de 1994, Campeonato Brasileiro.

Todos os confrontos[editar | editar código-fonte]

     Verificar nota de rodapé, partida não incluída nas estatísticas deste artigo.[41]
Lista de Jogos
Time mandante Placar Time visitante Estádio Competição Data
Palestra Itália 3–2 Fluminense Parque da Antarctica Paulista Taça Fiat[nota 1] 30 de maio de 1926
Fluminense 3–2 Palestra Itália Laranjeiras Jogo amistoso 15 de março de 1931
Fluminense 1–4 Palestra Itália Laranjeiras Torneio Rio-São Paulo 6 de agosto de 1933
Palestra Itália 2–1 Fluminense Parque da Antarctica Paulista Torneio Rio-São Paulo 10 de dezembro de 1933
Fluminense 3–4 Palestra Itália Laranjeiras Torneio Rio-São Paulo 19 de julho de 1934
Fluminense 2–2 Palestra Itália Laranjeiras Jogo amistoso 11 de junho de 1938
Palestra Itália 0–2 Fluminense Parque Antarctica Jogo amistoso 14 de setembro de 1938
Palestra Itália 3–2 Fluminense Parque Antarctica Jogo amistoso 23 de agosto de 1939
Palestra Itália 3–2 Fluminense Parque Antarctica Jogo amistoso 25 de outubro de 1939
Fluminense 5–3 Palestra Itália Laranjeiras Torneio Rio-São Paulo 24 de julho de 1940
Palestra Itália 5–2 Fluminense Pacaembu Torneio Quinela de Ouro 21 de março de 1942
Palmeiras 2–1 Fluminense Pacaembu Jogo amistoso 26 de abril de 1946
Fluminense 4–1 Palmeiras Laranjeiras Jogo amistoso 4 de julho de 1946
Palmeiras 2–2 Fluminense Pacaembu Jogo amistoso 10 de julho de 1946
Palmeiras 2–5 Fluminense Pacaembu Jogo amistoso 30 de julho de 1947
Palmeiras 3–0 Fluminense Pacaembu Jogo amistoso 5 de novembro de 1947
Palmeiras 3–0 Fluminense Pacaembu Torneio Pentagonal R. Monteiro[nota 2] 2 de fevereiro de 1949
Palmeiras 3–1 Fluminense Pacaembu Torneio Rio-São Paulo 6 de fevereiro de 1950
Fluminense 2–2 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 2 de março de 1952
Palmeiras 2–1 Fluminense Pacaembu Torneio Rio-São Paulo 30 de maio de 1953
Fluminense 2–1 Palmeiras Laranjeiras Torneio Quadrangular Interestadual[nota 3] 28 de abril de 1954
Fluminense 2–0 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 4 de julho de 1954
Fluminense 2–5 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 12 de maio de 1955
Fluminense 5–1 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 4 de maio de 1957
Palmeiras 2–1 Fluminense Pacaembu Torneio Rio-São Paulo 26 de fevereiro de 1958
Palmeiras 2–0 Fluminense Pacaembu Jogo amistoso 26 de março de 1959
Fluminense 0–0 Palmeiras Laranjeiras Jogo amistoso 29 de março de 1959
Fluminense 2–0 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 17 de maio de 1959
Fluminense 2–1 Palmeiras Clube dos Func. da CSN [nota 4] Jogo amistoso (restritivo) 10 de abril de 1960
Fluminense 1–0 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 17 de abril de 1960
Palmeiras 0–0 Fluminense Pacaembu Taça Brasil 9 de novembro de 1960
Fluminense 0–1 Palmeiras Maracanã Taça Brasil 16 de novembro de 1960
Fluminense 1–2 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 12 de março de 1961
Fluminense 2–1 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 18 de março de 1963
Fluminense 2–2 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 26 de abril de 1964
Palmeiras 3–2 Fluminense Pacaembu Torneio Rio-São Paulo 10 de abril de 1965
Fluminense 1–3 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 16 de maio de 1965
Fluminense 0–1 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 16 de março de 1966
Fluminense 2–4 Palmeiras Maracanã Torneio Roberto Gomes Pedrosa 5 de março de 1967
Palmeiras 1–1 Fluminense Parque Antarctica Jogo amistoso 4 de agosto de 1968
Palmeiras 2–0 Fluminense Pacaembu Torneio Roberto Gomes Pedrosa 26 de setembro de 1968
Fluminense 2–0 Palmeiras Maracanã Torneio Roberto Gomes Pedrosa 18 de outubro de 1969
Palmeiras 0–3 Fluminense Morumbi Torneio Roberto Gomes Pedrosa 7 de novembro de 1970
Fluminense 1–0 Palmeiras Maracanã Torneio Roberto Gomes Pedrosa 13 de dezembro de 1970
Palmeiras 0–2 Fluminense Pacaembu Taça Libertadores 29 de janeiro de 1971
Fluminense 1–3 Palmeiras Maracanã Taça Libertadores 10 de março de 1971
Palmeiras 1–0 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 4 de setembro de 1971
Fluminense 0–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 12 de outubro de 1972
Palmeiras 3–1 Fluminense Pacaembu Campeonato Brasileiro 24 de agosto de 1975
Fluminense 4–2 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 3 de dezembro de 1975
Fluminense 0–0 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 9 de março de 1980
Palmeiras 1–0 Fluminense Parque Antarctica Torneio dos Campeões 24 de abril de 1982
Fluminense 1–0 Palmeiras Maracanã Torneio dos Campeões 20 de maio de 1982
Fluminense 2–0 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 23 de setembro de 1987
Palmeiras (pen.) 0 (3)(1) 0 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 18 de dezembro de 1988
Fluminense 0–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 22 de outubro de 1989
Palmeiras (pen.) 1 (4)(2) 1 Fluminense Pacaembu Torneio Vicente Matheus [nota 5] 4 de junho de 1990
Fluminense 0–1 Palmeiras Eduardo Guinle Campeonato Brasileiro 28 de outubro de 1990
Fluminense 4–2 Palmeiras Laranjeiras Campeonato Brasileiro 3 de fevereiro de 1991
Palmeiras 3–0 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 8 de fevereiro de 1992
Fluminense 0–3 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 11 de julho de 1993
Palmeiras 2–0 Fluminense Parque da Antarctica Paulista Torneio Rio-São Paulo 29 de julho de 1993
Fluminense 2–4 Palmeiras Laranjeiras Campeonato Brasileiro 3 de outubro de 1993
Palmeiras 2–1 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 14 de novembro de 1993
Palmeiras 1–0 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 27 de agosto de 1994
Fluminense 1–1 Palmeiras Caio Martins Campeonato Brasileiro 3 de setembro de 1994
Fluminense 4–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 5 de novembro de 1994
Palmeiras 1–1 Fluminense José Lancha Filho Campeonato Brasileiro 28 de outubro de 1995
Fluminense 1–5 Palmeiras Café Campeonato Brasileiro 5 de setembro de 1996
Palmeiras 4–1 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 5 de julho de 1997
Fluminense 4–0 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 30 de janeiro de 1999
Palmeiras 2–1 Fluminense Parque da Antarctica Paulista Torneio Rio-São Paulo 6 de fevereiro de 1999
Palmeiras 6–2 Fluminense Parque da Antarctica Paulista Torneio Rio-São Paulo 30 de janeiro de 2000
Fluminense 0–2 Palmeiras Maracanã Torneio Rio-São Paulo 13 de fevereiro de 2000
Fluminense 0–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 24 de setembro de 2000
Palmeiras 1–3 Fluminense Parque da Antarctica Paulista Torneio Rio-São Paulo 18 de janeiro de 2001
Palmeiras 2–6 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 7 de novembro de 2001
Palmeiras 3–2 Fluminense Parque da Antarctica Paulista Torneio Rio-São Paulo 3 de março de 2002
Palmeiras 1–0 Fluminense Albertão Copa dos Campeões 21 de julho de 2002
Fluminense 0–3 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 6 de novembro de 2002
Palmeiras 3–2 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 12 de agosto de 2004
Fluminense 1–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 19 de dezembro de 2004
Fluminense 2–2 Palmeiras Raulino de Oliveira Campeonato Brasileiro 21 de agosto de 2005
Palmeiras 3–2 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 4 de dezembro de 2005
Palmeiras 3–0 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 23 de agosto de 2006
Fluminense 1–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 3 de dezembro de 2006
Fluminense 0–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 5 de agosto de 2007
Palmeiras 1–0 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 14 de novembro de 2007
Palmeiras 3–1 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 16 de julho de 2008
Fluminense 3–0 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 25 de outubro de 2008
Palmeiras 1–0 Fluminense Palestra Itália Campeonato Brasileiro 29 de julho de 2009
Fluminense 1–0 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 8 de novembro de 2009
Fluminense 1–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 1 de setembro de 2010
Palmeiras 1–2 Fluminense Arena Barueri Campeonato Brasileiro 28 de novembro de 2010
Fluminense 1–0 Palmeiras Raulino de Oliveira Campeonato Brasileiro 24 de julho de 2011
Palmeiras 1–2 Fluminense Canindé Campeonato Brasileiro 16 de outubro de 2011
Fluminense 1–0 Palmeiras Engenhão Campeonato Brasileiro 12 de agosto de 2012
Palmeiras 2–3 Fluminense Prudentão Campeonato Brasileiro 11 de novembro de 2012
Palmeiras 0–1 Fluminense Pacaembu Campeonato Brasileiro 26 de abril de 2014
Fluminense 3–0 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 13 de setembro de 2014
Palmeiras 2–1 Fluminense Allianz Parque Campeonato Brasileiro 14 de junho de 2015
Fluminense 1–4 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 16 de setembro de 2015
Fluminense 2–1 Palmeiras Maracanã Copa do Brasil 21 de outubro de 2015
Palmeiras (pen.) 2 (4)(1) 1 Fluminense Allianz Parque Copa do Brasil 28 de outubro de 2015
Palmeiras 2–0 Fluminense Allianz Parque Campeonato Brasileiro 25 de maio de 2016
Fluminense 0–2 Palmeiras Mané Garrincha Campeonato Brasileiro 28 de agosto de 2016
Palmeiras 3–1 Fluminense Allianz Parque Campeonato Brasileiro 10 de junho de 2017
Fluminense 0–1 Palmeiras Maracanã Campeonato Brasileiro 24 de setembro de 2017

Notas

  1. Taça amistosa
  2. Torneio amistoso
  3. Torneio amistoso
  4. Jogo realizado na cidade de Volta Redonda, Rio de Janeiro, com os clubes sem seus times principais.
  5. Disputa por terceiro lugar.

Enlace externo[editar | editar código-fonte]

Palmeiras tem vantagem de 9 jogos sobre o Fluminense na História do Brasileiro - ASSAF, Roberto - Estatísticas do clássico desde 1960, página editada em 30 de agosto de 2016 e disponível em 11 de setembro de 2016

Referências

  1. FINELLI, Fábio (31 de agosto de 2010). «Confira o histórico dos confrontos entre Palmeiras x Fluminense». Palmeiras.com. Consultado em 28 de setembro de 2013 
  2. BATISTA, Daniel Akstein (17 de julho de 2008). «Palmeiras vence Fluminense e volta ao G4». Jornal O Estado de S. Paulo. Consultado em 13 de novembro de 2013 
  3. MALAFAIA, Marcos e CARVALHO, Milton Costa (21 de março de 1993). «Vasco, Flu e a guerra das colônias». Jornal O Globo, pág. 49. Consultado em 13 de novembro de 2013 
  4. MENDES, Samantha (9 de junho de 2014). «Em clima amistoso, torcida dá show a parte na partida entre Fluminense e Itália». Sportv. Consultado em 13 de junho de 2014 
  5. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio. «Taça Fiat». Porcopédia. Consultado em 30 de dezembro de 2013 
  6. BERWANGER, Alexandre Magno Barreto (9 de março de 2011). «Fichas técnicas de jogos que decidiram o Torneio Rio-São Paulo». RSSSF Brasil. Consultado em 12 de janeiro de 2014 
  7. [titulo=Fluminense x Palmeiras |publicado=Blog do Marcão |autor=BERWANGER, Alexandre Magno Barreto |data= |acessodata=5 de outubro de 2013]
  8. VIROLLI, Felipe. «O futebol no Brasil - De 1950 a 1969 - 2 de março de 1952». Site Ranking de Clubes. Consultado em 7 de dezembro de 2013 
  9. DIOGO, Julio Bovi e MOREIRA, Marcos Galves (22 de outubro de 2008). «Torneio Quadrangular Interestadual 1954». RSSSF Brasil. Consultado em 20 de novembro de 2013 
  10. BERWANGER, Alexandre Magno Barreto (9 de março de 2011). «Fichas técnicas de jogos que decidriam o Torneio Rio-São Paulo». RSSSF Brasil. Consultado em 12 de janeiro de 2014 
  11. Site BOLA NA ÁREA - Torneio Rio-São Paulo de 1960, página disponível em 11 de março de 2017.
  12. PARANÁ ESPORTIVO, capa e página 6, 17 de novembro de 1960.
  13. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio. «Fichas Taça Brasil 1960». Porcopédia. Consultado em 10 de novembro de 2013 
  14. BOVI, Julio Diogo (24 de janeiro de 2013). «V Centenario Tournaments (Rio de Janeiro) 1965» (em inglês). RSSSF. Consultado em 19 de julho de 2014 
  15. BERWANGER, Alexandre Magno Barreto (9 de dezembro de 2012). «Fichas técnicas do Fluminense na Taça de Prata (Campeonato Brasileiro) de 1970». RSSSF Brasil. Consultado em 10 de novembro de 2013 
  16. BOLA NA ÁREA, Equipe do site. «Copa Libertadores 1971». Site Bola na Área. Consultado em 13 de dezembro de 2013 
  17. BOLA NA ÁREA, Equipe do site. «Torneio dos Campeões 1982». Site Bola na Área. Consultado em 14 de novembro de 2013 
  18. BOLA NA ÁREA, Equipe do site. «Copa dos Campeões 2002». Site Bola na Área. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  19. GLOBOESPORTE, Equipe do site (8 de novembro de 2009). «Fluminense derrota o Palmeiras, e o sonho de ficar na elite continua vivo». Site Globoesporte. Consultado em 10 de novembro de 2013 
  20. RSSSF Brasil (26 de junho de 2011). «Brazil 2010 Championship - First Level (Série A)». RSSSFBrasil. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  21. GLOBOESPORTE, Equipe do site (11 de novembro de 2012). «A euforia e o drama: Flu vence, é tetra e desespera o Palmeiras». Site Globoesporte. Consultado em 12 de janeiro de 2014 
  22. GLOBOESPORTE, Equipe do site (22 de outubro de 2015). «Fluminense vence, mas gol fora de casa mantém Palmeiras confiante». Site Globoesporte. Consultado em 22 de outubro de 2015 
  23. GLOBOESPORTE, Equipe do site (29 de outubro de 2015). «Nos pênaltis, Palmeiras vence o Fluminense e fará a decisão contra o Santos». Site Globoesporte. Consultado em 29 de outubro de 2015 
  24. MÁXIMO, João e DE CASTRO, Marcos: Livro Gigantes do Futebol Brasileiro
  25. PALMEIRAS, Site oficial do - Rodrigues, página disponível em 16 de setembro de 2015
  26. BERWANGER, Alexandre Magno Barreto - RSSSF Brasil - Fichas técnicas de jogos que deram títulos ao Fluminense, página editada em 3 de janeiro de 2013 e disponível em 16 de setembro de 2015
  27. SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, Site oficial - Rodrigues, página disponível em 16 de setembro de 2015
  28. PAIVA, Vinicius (14 de janeiro de 2012). «A Pesquisa da Vez: Londrina/PR». Site Globoesporte.com. Consultado em 9 de outubro de 2013 
  29. LIMA, Ricardo de Freitas. «Adversários - Palmeiras». Fluzão.info. Consultado em 5 de outubro de 2013 
  30. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Adversários em estádio - Palmeiras - Maracanã / Morumbi / Pacaembu / Palestra Itália». Fluzão.info. Consultado em 8 de novembro de 2014 
  31. FUTPÉDIA, Equipe do site. «Fluminense x Palmeiras - Brasileiro Unificado». Futpédia. Consultado em 6 de outubro de 2014 
  32. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Artilheiros contra adversário - Palmeiras». Fluzão.info. Consultado em 13 de novembro de 2013 
  33. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio. «Fluminense». Porcopédia. Consultado em 10 de novembro de 2013 
  34. LIMA, Ricardo de Freitas. «Jogos - 30/07/1947». Fluzão.info. Consultado em 14 de setembro de 2014 
  35. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Todos os jogos contra adversário - Palmeiras». Fluzão.info. Consultado em 11 de março de 2017 
  36. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio. «Fluminense». Porcopédia. Consultado em 14 de junho de 2015 
  37. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Maiores Públicos contra Adversários - Palmeiras». Site Estatísticas do Fluminense. Consultado em 5 de outubro de 2013 
  38. BLOG DO MARCÃO |titulo=Fluminense x Palmeiras |publicado=Blog do Marcão |autor=BERWANGER, Alexandre Magno Barreto |data= |acessodata=12 de janeiro de 2014
  39. CBF, Site oficial, Boletim financeiro Palmeiras x Fluminense - 28/10/2015, página disponível em 8 de novembro de 2015
  40. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Todos os jogos contra adversário - Palmeiras (clicar nas partidas)». Fluzão.info. Consultado em 14 de março de 2017 
  41. VERDAZZO.COM, Equipe do site. «Palmeiras x Fluminense - História do Confronto». Verdazzo.com. Consultado em 25 de março de 2016