Confrontos entre Bangu e Fluminense no futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bangu versus Fluminense
Torcidas de Bangu e Fluminense.
Bangu Atletico Clube.svg Bangu 59 vitória(s), 317 gol(s)
Fluminense FC escudo.png Fluminense 159 vitória(s), 584 gol(s)
Empates 47
Total de jogos 265
Total de gols 901
editar

Bangu versus Fluminense é o confronto que envolve as equipes dos clubes cariocas Bangu Atlético Clube e Fluminense Football Club.

Introdução[editar | editar código-fonte]

A principal característica deste confronto está na origem diferente dos clubes, pois enquanto o Fluminense foi fundado e representava integrantes da elite, o Bangu, apesar de fundado por britânicos, era ligado a Fábrica Bangu e logo passou a ser representado e a representar o seu operariado, daí receber denominações como "grêmio operário" ou "clube proletário" em sua trajetória.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O confronto entre Bangu e Fluminense acontece desde 14 de maio de 1905,[2] quando ocorreu o primeiro jogo, um amistoso disputado entre a equipe principal do Bangu[3] e a equipe de segundo quadro do Fluminense,[4] no qual o Bangu venceu por 5 a 3 no Jardim da Fábrica Bangu, primeiro campo do Bangu, o clube alvirrubro, nas proximidades do atual Estádio Moça Bonita. Nesse jogo, o Bangu foi o primeiro clube brasileiro a escalar um atleta negro, Francisco Carregal.[5]

Em 28 de maio deste ano de 1905, em outro jogo com oficialidade contestada por alguns pesquisadores, a primeira vitória tricolor, por 3 a 0, em amistoso realizado no Campo da Rua Guanabara, que ficava no mesmo local do Estádio de Laranjeiras, que seria inaugurado em 1919, com o campo em posição diferente.[6][7]

A primeira partida oficial entre tricolores e alvirrubros aconteceu em 10 de junho de 1906 e terminou com a vitória do Flu por 4 a 0 no Campo da Rua Ferrer, em partida pelo primeiro Campeonato Carioca, com dois gols de Horácio da Costa Santos, um de Edwin Cox e um de Félix Frias.[8]

Em 9 de dezembro de 1917 o Fluminense aplicou a maior goleada deste confronto ao golear o Bangu por 11 a 1, goleada que seria repetida em 1946, exceto pelo detalhe de que em 1917 o tempo regulamentar era de apenas 80 minutos, 10 a menos do que já seria em 1946. Para mostrar como este jogo foi movimentado, além dos doze gols, houve outro tento anulado e o Bangu desperdiçou dois pênaltis, um defendido por Marcos Carneiro de Mendonça e outro chutado para fora. Henry Welfare marcou seis gols nesta partida.[9]

A estreia do goleador tricolor Preguinho no time principal deu-se justamente contra o Bangu, em 26 de abril de 1925, partida disputada em Laranjeiras e válida pela primeira rodada do Campeonato Carioca, que acabou empatada por 1 a 1, ponto que fez muita falta ao Fluminense, já que o campeão deste ano acabou sendo o Flamengo, time para o qual o Flu não perderia (uma vitória e um empate), com um ponto de vantagem sobre o Tricolor.[10]

Momento emocionante deu-se antes da partida, quando o Bangu ofereceu a Preguinho um retrato de seu irmão, o também jogador de futebol, Mano, que falecera em 1922 após hemorragia interna decorrente de pancada no estômago acontecida enquanto jogava pelo time tricolor contra o São Cristóvão. O time no qual Preguinho mais fez gols acabaria sendo justamente o Bangu, contra o qual ele marcou dezessete gols.[11]

A primeira decisão de Campeonato Carioca envolvendo estes dois clubes foi em 12 de novembro de 1933, quando o Bangu goleou por 4 a 0 sagrando-se campeão carioca daquele ano, com três gols de Tião e um de Plácido Monsores.[12] Essa partida marcou a primeira vez no Brasil, pelo menos, que um grande foguetório anunciou a entrada de um time em campo, nesse caso o Bangu, cuja torcida se deslocou até a Zona Sul do Rio de Janeiro para acompanhar a partida decisiva.[13][14]

O Bangu inaugurou o Estádio Moça Bonita em 1948, e já em 17 de abril aconteceu a primeira partida contra o Flu em seu novo campo, com o Tricolor vindo a vencer partida de caráter amistoso, por 3 a 2. Em 7 de novembro foi realizada a primeira partida válida pelo Campeonato Carioca em Moça Bonita, mais uma vitória apertada do Fluminense, agora por 2 a 1.[15] O crescimento patrimonial banguense, viria acompanhado de duas décadas de grandes campanhas nos gramados.

Na primeira partida disputada no Maracanã, vitória banguense por 5 a 1 e na segunda outra goleada do Bangu, 5 a 0, ambas as partidas válidas pelo Campeonato Carioca de 1950.[16]

Ainda no início da era Maracanã o Bangu evitou que o Fluminense fosse campeão antecipado no Campeonato Carioca de 1951, já em 6 de janeiro de 1952, ao ganhar do Tricolor por 1 a 0 com gol de Vermelho na última rodada e tendo estes clubes terminado o campeonato empatados com 31 pontos em 20 jogos, fizeram uma melhor de três pontos (nessa época a vitória valia dois pontos) para decidirem o título, tendo o Flu ganhado as duas, por 1 a 0 e 2 a 0, com gols de Orlando Pingo de Ouro no primeiro jogo e com dois de Telê Santana no segundo, sagrando-se campeão carioca de 1951.[17]

Por sugestão de seu chefe de gravura, Carlos Nicolaievsky, o jornal Última Hora publicou em sua primeira página uma foto colorida do time campeão carioca de 1951, o que foi apontado como tendo sido a primeira vez na história da imprensa esportiva que uma foto colorida de time de futebol saísse na primeira página de um jornal.[18]

Na edição seguinte do Campeonato Carioca o Fluminense terminaria em segundo, empatado em pontos com o Flamengo, com o Vasco da Gama campeão e o Bangu terminando em quarto e fazendo os artilheiros do campeonato, Zizinho e Menezes. Em 11 de outubro o Fluminense venceu o Bangu por 3 a 1 perante 38.176 torcedores, e já em 4 de janeiro de 1953 o Bangu conseguiu virar um jogo que perdia por 2 a 0, com o resultado final apontando 3 a 2 a favor dos alvirrubros e os 30.740 presentes ao Maracanã assistindo uma eletrizante partida de futebol.[19]

Ao vencer o Fluminense, que não tinha mais chances de sagrar-se campeão, por 2 a 1 no Estádio de Laranjeiras, o Bangu conquistou o Torneio Quadrangular do Rio de Janeiro de 1957, também conhecido como Taça A. J. Renner, que teve ainda as participações do Vasco da Gama e do Renner-RS.[20]

O Campeonato Carioca de 1959 foi por pontos corridos, o Fluminense foi o campeão e o Bangu terminou o campeonato empatado na segunda colocação com o Botafogo. Na antepenúltima rodada Fluminense e Bangu empataram em 0 a 0, em jogo cercado de muita expectativa, pois uma combinação de resultados poderia dar o título antecipado ao Fluminense, que acabaria campeão na outra rodada contra o Madureira. A única derrota do Flu nesse campeonato foi justamente para o Bangu, no Primeiro Turno, por 1 a 0.[21]

No Campeonato Carioca de 1963, ao vencer o Botafogo por 2 a 1 os alvirrubros abriram seis pontos de vantagem para o segundo colocado, faltando apenas quatro rodadas para o encerramento do campeonato (lembrando que nesta época a vitória valia dois pontos). O Bangu veio então a perder para o Flamengo por 3 a 1, empatar com o America em 2 a 2 após estar vencendo por 2 a 0, perder para o Fluminense por 3 a 1 (perante 40.505 pagantes) e para o Vasco por 2 a 0. No final deste campeonato o Bangu terminou em terceiro e o Fluminense foi o vice-campeão.[22]

Tricolores e alvirrubros voltaram a se confrontar na final do Campeonato Carioca de 1964, em melhor de três partidas, mas como o Fluminense ganhou as duas primeiras por 1 a 0 e 3 a 1, não houve necessidade de uma terceira partida para definir o título. O técnico Tim foi considerado o grande personagem desta conquista do Fluminense.[23][24]

Pelo Campeonato Carioca de 1965 o Bangu perdeu para o Fluminense por 2 a 1 na última rodada, perdendo a oportunidade de disputar o título contra o Flamengo em jogo extra. O Fluminense terminou em terceiro.[25]

Parecia que o Fluminense sempre se colocava no caminho do Bangu no momento de conquistar o título de campeão carioca tão perseguido desde 1933. Finalmente em 1966 o Bangu conseguiu superar o Tricolor por duas vezes, no turno por 1 a 0 (perante 32.466 pagantes) e no returno, já pela penúltima rodada do campeonato, por 3 a 1 (com 22.628 pagantes), vencendo o Flamengo na final, enquanto o Fluminense foi o terceiro colocado.[26]

No Campeonato Carioca de 1967 novamente o Tricolor atrapalha o caminho do Bangu, pois os dois pontos perdidos na derrota para o Fluminense por 3 a 1 no turno fizeram falta no momento de decidir o título contra o Botafogo, quando o Bangu perdeu por 2 a 1, pois o Alvirrubro poderia ter jogado com a vantagem do empate neste jogo e se tivesse perdido, como perdeu, teria direito a um jogo extra para decidir o título, o que não aconteceu. No returno o Bangu ganhou por 2 a 1, terminando o campeonato como vice-campeão, enquanto o Fluminense foi o terceiro colocado novamente.[27]

Na Década de 1970 o Bangu atravessou uma fase difícil, sem o mesmo brilho anterior, começando a reagir em seu último ano, quando chegou em quarto no Campeonato Carioca de 1980, competição que acabou conquistada pelo Flu. Vitória tricolor por 2 a 1 no Primeiro Turno, em Moça Bonita, com o Bangu devolvendo o resultado no Segundo Turno.[28]

No ano seguinte o Bangu repetiu o quarto lugar na principal competição estadual, uma posição e dois pontos a frente do Tricolor, tendo os três jogos deste confronto definido a classificação final dos dois clubes, um empate por 3 a 3 no Primeiro Turno e vitórias banguenses por 1 a 0 no Segundo Turno e 3 a 0 no Terceiro.[29]

Em 1983, os dois clubes se classificaram para o triangular final do Campeonato Carioca, que tinha também a participação do Flamengo e acabaria dando o título ao Fluminense, tendo como resultado deste confronto o empate por 1 a 1.[30]

A última decisão carioca entre Fluminense e Bangu, foi em 1985, quando o Fluminense conquistou o tricampeonato carioca, vencendo por 2 a 1 com o gol da vitória sendo marcado pelo ponta esquerda Paulinho Carioca, de falta.[31] Neste mesmo ano o Bangu comprovaria a qualidade de seu time conquistando o vice campeonato brasileiro da primeira divisão, vindo a perder este título nos pênaltis, mas tendo realizado uma campanha irretocável.

Em 14 de agosto de 1989, Fluminense e Bangu fizeram uma decisão de torneio internacional, o Torneio de Kiev, na Ucrânia. Antes da decisão, o Fluminense venceu a Roma, da Itália, por 1 a 0 e o Bangu, o Dínamo de Kiev, time da casa, por 4 a 2. Na decisão 0 a 0 no tempo normal, com o Flu conquistando este torneio na decisão por pênaltis por 4 a 2.[32]

O último jogo decisivo entre estes clubes, foi a semifinal do Campeonato Carioca de 2002 que terminou com um empate de 0 a 0, classificando o Fluminense para a final em que seria campeão, jogando contra o Americano de Campos.[33]

A vitória tricolor por 1 a 0 em 20 de janeiro de 2011 marcou a 200ª partida entre Bangu e Flu pelo Campeonato Carioca.[34]

Outras estatísticas[editar | editar código-fonte]

Goleadas
Maiores goleadas do Flu: 11–1, em 9 de dezembro de 1917 e em 21 de setembro de 1946.[35]
Maior goleada do Bangu: 5–0, em 27 de novembro de 1951.
Artilheiros
Maior artilheiro do Fluminense: Henry Welfare, com 27 gols.[35]
Maiores artilheiros do Bangu: Moacir Bueno e Ladislau da Guia, ambos com 13 gols.[36]
Expulsões
Expulsões pelo Fluminense: 29.[37]
Expulsões pelo Bangu: 51.
Séries
O maior período de invencibilidade foi do Flu, 26 jogos sem derrota (23 V e 3 E) entre 10 de maio de 1969 e 21 de setembro de 1980, enquanto a do Bangu foi de 8 jogos (6 V e 2 E) entre 3 de julho de 1949 e 23 de junho de 1951.[38]
A maior sequência de vitórias foi do Flu, com 15 vitórias entre 13 de maio de 1945 e 18 de junho de 1949, a do Bangu foi de 6 jogos entre 3 de maio de 1950 e 23 de junho de 1951, enquanto a de empates foi de 4 jogos em 2 ocasiões, a última entre 29 de maio de 1999 e 8 de abril de 2001.[39]
Há uma grande série em aberto, pois o Bangu não vence o Fluminense desde 8 de abril de 1998. Desde então foram 21 partidas de invencibilidade do Fluminense, com 16 vitórias e 5 empates neste período, com o Flu somando atualmente uma sequência de 11 vitórias.[40]
Campeonato Brasileiro
Pelo Campeonato Brasileiro Unificado, foram 5 partidas, com 2 vitórias do Fluminense, 2 do Bangu e 1 empate:
  1. Bangu 1–0 Fluminense, 7 de maio de 1967, Maracanã.
  2. Bangu 1–0 Fluminense, 21 de novembro de 1968, Maracanã.
  3. Bangu 0–1 Fluminense, 16 de abril de 1978, Moça Bonita.
  4. Fluminense 1–0 Bangu, 31 de agosto de 1986, Maracanã.
  5. Bangu 0–0 Fluminense, 17 de novembro de 1988, Moça Bonita.
Principais competições
Além do Campeonato Brasileiro, foram disputadas 206 partidas pelo Campeonato Carioca, com 131 vitórias do Fluminense, 41 do Bangu e 34 empates, 480 gols para o Flu e 238 para o Bangu. Já pelo Torneio Rio-São Paulo foram 7 jogos, com 4 vitórias do Bangu e 3 do Fluminense, 11 gols para o Bangu e 6 para o Fluminense.[41]
Principais estádios
O Estádio do Maracanã foi o mais utilizado, com 99 partidas, 53 vitórias do Fluminense, 28 do Bangu e 18 empates, 158 gols a favor do Fluminense e 104 a favor do Bangu.[42]
No Estádio de Laranjeiras foram 61 partidas, com 38 vitórias do Fluminense, 12 do Bangu e 11 empates, 195 gols a favor do Fluminense e 85 a favor do Bangu.[43]
Já na Estádio de Moça Bonita foram 34 partidas, com 17 vitórias do Fluminense, 7 do Bangu e 10 empates, 41 gols a favor do Fluminense e 28 a favor do Bangu.[44]
No Campo da Rua Ferrer foram 32 partidas, com 23 vitórias do Fluminense, 7 do Bangu e 2 empates, com 109 gols a favor do Fluminense e 62 a favor do Bangu, sendo estes os estádios mais utilizados na história deste confronto.[45]
Cidades
Bangu versus Fluminense já foi disputado em 5 cidades: Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Mesquita, Niterói e Kiev (Ucrânia).[35]

Decisões[editar | editar código-fonte]

Campeonato Carioca de 1933: Bangu campeão.
Campeonato Carioca de 1951: Fluminense campeão.
Campeonato Carioca de 1964: Fluminense campeão.
Campeonato Carioca de 1985: Fluminense campeão.
Torneio de Kiev de 1989: Fluminense campeão.

Jogo importante[editar | editar código-fonte]

Taça A. J. Renner de 1957:

Bangu campeão em partida contra o Fluminense, que não poderia sair campeão neste jogo.

Campeonato Carioca de 1983:

Bangu, Flamengo e Fluminense, que acabaria campeão, compuseram a fase decisiva deste campeonato.

Outro grande momento[editar | editar código-fonte]

Além das oportunidades acima nas quais se confrontaram diretamente pelos títulos de campeões, um dos clubes foi campeão com o outro vice, numa única ocasião:
Fluminense campeão, Bangu vice
Campeonato Carioca de 1959.

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Aonde não constam informações sobre públicos pagante e presente, a referência é aos pagantes, acima de 40.000.[46]
  1. Fluminense 0–1 Bangu, 92.961 (81.166 pagantes), 6 de janeiro de 1952.
  2. Fluminense 2–1 Bangu, 88.162, 18 de dezembro de 1985.
  3. Fluminense 2–0 Bangu, 78.849 (68.820 pagantes), 20 de janeiro de 1952.
  4. Fluminense 3–1 Bangu, 75.106, 20 de dezembro de 1964.
  5. Fluminense 0–2 Bangu, 69.960, 27 de março de 1966 (rodada dupla).
  6. Fluminense 1–0 Bangu, 64.014, 16 de dezembro de 1964.
  7. Fluminense 1–0 Bangu, 60.196 (51.231 pagantes), 13 de janeiro de 1952.
  8. Fluminense 2–1 Bangu, 50.424, 15 de setembro de 1963.
  9. Fluminense 0–0 Bangu, 44.405, (39.207 pagantes), 6 de dezembro de 1959.
  10. Fluminense 3–1 Bangu, 40.505 8 de dezembro de 1963.
Pelo menos o jogo com o público presente desconhecido de 04/12/1983 (37.559 pags.), poderia fazer parte desta lista.

Por décadas

1960 (1961/1970): 5.
1950 (1951/1960): 4.
1980 (1981/1990): 1.
Maior público no século XXI
Fluminense 1–0 Bangu, 19.206 (15.454 pagantes), 20 de janeiro de 2011.
Maior público no Estádio do Engenhão
Fluminense 1–0 Bangu, 19.206 (15.454 pagantes), 20 de janeiro de 2011.
Maior público no Estádio de Moça Bonita
Bangu 0–0 Fluminense, 16.136, 1º de maio de 1977.
Maiores públicos antes da Era Maracanã (1905/1949)
Maior público no Estádio de São Januário: Fluminense 3–1 Bangu, 13.090, 21 de julho de 1946.
Maior público no Campo da Rua Ferrer: Bangu 5–3 Fluminense, 8.206, 22 de agosto de 1943.
Maior público no Estádio de Laranjeiras:
O maior público em confrontos envolvendo Fluminense e Bangu no Estádio de Laranjeiras pode ter sido a final do Campeonato Carioca de Futebol de 1933, em 12 de novembro, considerando as imagens dos jornais da época que mostravam o estádio lotado, mas este público é desconhecido nos dias atuais.
O Jornal dos Sports publicou em 14 de novembro de 1933: "A renda, proveniente dos prélios America x Vasco e Fluminense x Bangu, chegou a alcançar approximadamente 50:000$000, sendo que 38:000$000 na peleja Fluminense x Bangu e 12:000$000 na lucta entre America x Vasco, quantia apreciável, levando-se em conta a outra grande lucta da tarde."[47]
Dividindo-se a renda pelo ingresso médio de 4,2980 da partida Fluminense 6 a 2 Bangu, de 5 de abril de 1934 (renda de 23:407$000 e público de 5.446 pagantes),[48] o público pagante teria sido de 8.841, público que não inclui os associados do FFC, quiçá, cerca de 12.000 pessoas em Laranjeiras neste dia.
Sobre isto, escreveu o jornal O Paiz, de 14 de novembro de 1933, em sua página 6: "Decisivo como poderia ser - e como foi - este jogo, atraiu grande assistencia. Assim, o stadium tricolor encheu-se de uma multidão ruidosa e enthusiastica desejosa de ver o match no qual o Fluminense - o representante das tradições aristocráticas do sport - ia disputar ao Bangu - grêmio de proletários - a hegemonia do 1º ano de football profissional."[49]
O jornal O Globo, edição matutina de 13 de novembro de 1933 dedicou toda a sua primeira página para registrar a conquista banguense, nela aparecendo as melhores fotos do Estádio de Laranjeiras neste dia. Na página 2, descreve a assistência, conforme a correção gramatical daquela época: "....explicaremos perfeitamente o comparecimento de tão grande multidão ao stadium das Laranjeiras, lotando quasi completamente as suas dependencias e portando-se com invulgar entushiasmo, não regateando applausos aos players de ambos os quadros."[50]
No jornal A Noite, edição extraordinária de 13 de novembro de 1933, em sua página 2, foto com a panorâmica parcial do Estádio de Laranjeiras na decisão do Campeonato Carioca Profissional de 1933.[51]
Exceto a final do Campeonato Carioca de 1933, o maior público pagante conhecido em Laranjeiras é o seguinte:
Fluminense 2–2 Bangu, 9.351, 25 de setembro de 1949.[52]

Todos os confrontos[editar | editar código-fonte]

Legenda:[35]
     Jogos não contabilizados nas estatísticas desse artigo (restritivos).
StarIconGold.png Campeão em jogo válido por final de campeonato.
StarIconSilver.png Vice-campeão em jogo válido por final de campeonato.
Lista de Jogos
Data Time mandante Placar Time visitante Competição Estádio Local
14 de maio de 1905 Bangu 5–3 Fluminense Jogo amistoso (restritivo) [nota 2] Jardim da Fábrica Bangu[nota 3] Rio de Janeiro
28 de maio de 1905 Fluminense 3–0 Bangu Jogo amistoso (restritivo) [nota 4] Campo da Rua Guanabara[nota 5] Rio de Janeiro
10 de junho de 1906 Bangu 0–4 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
21 de outubro de 1906 Fluminense 2–0 Bangu Campeonato Carioca Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
23 de maio de 1909 Fluminense 9–0 Bangu Campeonato Carioca Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
21 de maio de 1911 Fluminense 8–1 Bangu Jogo amistoso Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
14 de julho de 1912 Bangu 2–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
18 de agosto de 1912 Fluminense 4–1 Bangu Campeonato Carioca Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
8 de junho de 1913 Fluminense 4–1 Bangu Campeonato Carioca Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
23 de maio de 1915 Bangu 3–5 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
5 de setembro de 1915 Fluminense 5–0 Bangu Campeonato Carioca Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
3 de setembro de 1916 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
19 de novembro de 1916 Bangu 4–1 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
10 de junho de 1917 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
9 de dezembro de 1917 Fluminense 11–1 Bangu Campeonato Carioca Campo da Rua Guanabara Rio de Janeiro
21 de abril de 1918 Bangu 3–9 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
21 de julho de 1918 Fluminense 4–2 Bangu Campeonato Carioca General Severiano Rio de Janeiro
17 de agosto de 1919 Fluminense 4–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
9 de novembro de 1919 Bangu 2–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
11 de abril de 1920 Bangu 2–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
14 de novembro de 1920 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
1 de maio de 1921 Bangu 4–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
17 de julho de 1921 Fluminense 4–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
16 de abril de 1922 Fluminense 5–3 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
9 de julho de 1922 Bangu 1–4 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
29 de abril de 1923 Bangu 1–5 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
5 de agosto de 1923 Fluminense 6–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
4 de maio de 1924 Bangu 5–6 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
3 de agosto de 1924 Fluminense 5–3 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
26 de abril de 1925 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
5 de julho de 1925 Bangu 1–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
16 de maio de 1926 Bangu 2–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
1 de agosto de 1926 Fluminense 4–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
22 de maio de 1927 Bangu 4–7 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
31 de julho de 1927 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
13 de maio de 1928 Fluminense 3–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
26 de agosto de 1928 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
14 de abril de 1929 Bangu 3–2 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
28 de julho de 1929 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
13 de abril de 1930 Fluminense 2–3 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
28 de setembro de 1930 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
1 de maio de 1931 Fluminense 3–0 Bangu Jogo amistoso Campos Sales Rio de Janeiro
24 de maio de 1931 Bangu 1–0 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
15 de novembro de 1931 Fluminense 2–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
24 de abril de 1932 Fluminense 2–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
24 de julho de 1932 Bangu 4–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
13 de maio de 1933 Fluminense 3–1 Bangu Campeonato Carioca de Amadores Laranjeiras Rio de Janeiro
14 de maio de 1933 Fluminense 0–2 Bangu Campeonato Carioca/Torneio Rio-São Paulo Laranjeiras Rio de Janeiro
8 de julho de 1933 Fluminense 8–1 Bangu Campeonato Carioca de Amadores Laranjeiras Rio de Janeiro
12 de novembro de 1933 Fluminense StarIconSilver.png 0–4 Bangu StarIconGold.png Campeonato Carioca/Torneio Rio-São Paulo Laranjeiras Rio de Janeiro
5 de abril de 1934 Fluminense 6–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
3 de junho de 1934 Bangu 3–1 Fluminense Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
7 de outubro de 1934 Bangu 2–2 Fluminense Torneio Extra Rua Ferrer Rio de Janeiro
29 de novembro de 1934 Fluminense 1–1 Bangu Torneio Extra Laranjeiras Rio de Janeiro
9 de dezembro de 1934 Bangu 3–4 Fluminense Torneio Extra Figueira de Melo Rio de Janeiro
7 de setembro de 1937 Bangu 1–5 Fluminense Jogo amistoso Rua Ferrer Rio de Janeiro
3 de novembro de 1937 Bangu 0–2 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
15 de dezembro de 1937 Fluminense 7–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
17 de abril de 1938 Fluminense 4–2 Bangu Torneio Municipal Laranjeiras Rio de Janeiro
19 de junho de 1938 Bangu 2–1 Fluminense Torneio Municipal Rua Ferrer Rio de Janeiro
4 de setembro de 1938 Bangu 1–6 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
13 de novembro de 1938 Fluminense 4–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
9 de abril de 1939 Bangu 1–1 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
2 de julho de 1939 Fluminense 3–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
30 de setembro de 1939 Bangu 2–3 Fluminense Campeonato Carioca Campos Sales Rio de Janeiro
28 de abril de 1940 Bangu 0–3 Fluminense Campeonato Carioca Gávea Rio de Janeiro
28 de julho de 1940 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
20 de outubro de 1940 Fluminense 2–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
8 de junho de 1941 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
10 de agosto de 1941 Fluminense 4–3 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
5 de outubro de 1941 Bangu 2–10 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
8 de novembro de 1941 Fluminense 7–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
12 de abril de 1942 Bangu 3–4 Fluminense Campeonato Carioca Conselheiro Galvão Rio de Janeiro
20 de junho de 1942 Fluminense 3–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
23 de agosto de 1942 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
18 de abril de 1943 Bangu 1–6 Fluminense Torneio Municipal Gávea Rio de Janeiro
17 de junho de 1943 Fluminense 6–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
22 de agosto de 1943 Bangu 5–3 Fluminense Campeonato Carioca Rua Ferrer Rio de Janeiro
4 de junho de 1944 Bangu 4–1 Fluminense Torneio Municipal General Severiano Rio de Janeiro
6 de agosto de 1944 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca General Severiano Rio de Janeiro
8 de outubro de 1944 Fluminense 2–3 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
13 de maio de 1945 Bangu 3–6 Fluminense Torneio Municipal Conselheiro Galvão Rio de Janeiro
12 de agosto de 1945 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Conselheiro Galvão Rio de Janeiro
20 de outubro de 1945 Fluminense 5–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
5 de maio de 1946 Bangu 2–5 Fluminense Torneio Municipal Gávea Rio de Janeiro
21 de julho de 1946 Bangu 1–3 Fluminense Campeonato Carioca São Januário Rio de Janeiro
21 de setembro de 1946 Fluminense 11–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
30 de abril de 1947 Bangu 0–3 Fluminense Torneio Municipal São Januário Rio de Janeiro
17 de agosto de 1947 Bangu 0–4 Fluminense Campeonato Carioca Conselheiro Galvão Rio de Janeiro
1 de novembro de 1947 Fluminense 5–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
17 de abril de 1948 Bangu 2–3 Fluminense Jogo amistoso Moça Bonita Rio de Janeiro
21 de abril de 1948 Fluminense 3–2 Bangu Jogo amistoso Laranjeiras Rio de Janeiro
11 de junho de 1948 Bangu 1–2 Fluminense Torneio Municipal General Severiano Rio de Janeiro
15 de agosto de 1948 Fluminense 5–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
7 de novembro de 1948 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
18 de junho de 1949 Bangu 2–5 Fluminense Jogo amistoso General Severiano Rio de Janeiro
3 de julho de 1949 Bangu 1–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
25 de setembro de 1949 Fluminense 2–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
3 de maio de 1950 Fluminense 5–6 Bangu Jogo amistoso Laranjeiras Rio de Janeiro
10 de maio de 1950 Fluminense 3–5 Bangu Jogo amistoso Laranjeiras Rio de Janeiro
10 de setembro de 1950 Fluminense 1–5 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
27 de janeiro de 1951 Bangu 5–0 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
23 de junho de 1951 Bangu 2–1 Fluminense Torneio Municipal General Severiano Rio de Janeiro
23 de setembro de 1951 Bangu 3–5 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
6 de janeiro de 1952 Fluminense 0–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
13 de janeiro de 1952 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
20 de janeiro de 1952 Fluminense StarIconGold.png 2–0 Bangu StarIconSilver.png Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
12 de março de 1952 Bangu 0–1 Fluminense Torneio Rio-São Paulo Maracanã Rio de Janeiro
12 de outubro de 1952 Fluminense 3–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
4 de janeiro de 1953 Bangu 3–2 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
21 de abril de 1953 Bangu 0–2 Fluminense Torneio Rio-São Paulo Maracanã Rio de Janeiro
12 de setembro de 1953 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
11 de outubro de 1953 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
6 de janeiro de 1954 Fluminense 1–3 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
2 de outubro de 1954 Bangu 2–2 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
8 de janeiro de 1955 Fluminense 1–4 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
10 de fevereiro de 1955 Fluminense 1–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
3 de junho de 1955 Bangu 0–2 Fluminense Torneio Pentagonal de Aspirantes General Severiano Rio de Janeiro
15 de outubro de 1955 Bangu 1–0 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
15 de janeiro de 1956 Fluminense 1–4 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
11 de março de 1956 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
9 de setembro de 1956 Fluminense 5–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
11 de novembro de 1956 Bangu 3–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
21 de abril de 1957 Fluminense 1–2 Bangu Taça A. J. Renner[nota 6] Laranjeiras Rio de Janeiro
15 de setembro de 1957 Fluminense 2–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
14 de dezembro de 1957 Fluminense 4–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
16 de setembro de 1958 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
8 de novembro de 1958 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
30 de agosto de 1959 Fluminense 0–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
6 de dezembro de 1959 Bangu 0–0 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
3 de setembro de 1960 Fluminense 3–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
9 de outubro de 1960 Bangu 0–2 Fluminense Campeonato Carioca São Januário Rio de Janeiro
15 de abril de 1961 Bangu 1–0 Fluminense Jogo amistoso Moça Bonita Rio de Janeiro
10 de agosto de 1961 Fluminense 1–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
18 de novembro de 1961 Bangu 1–0 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
21 de dezembro de 1961 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
1 de setembro de 1962 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
24 de novembro de 1962 Bangu 0–2 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
15 de setembro de 1963 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
8 de dezembro de 1963 Bangu 1–3 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
5 de maio de 1964 Bangu 2–1 Fluminense Torneio Rio-São Paulo Maracanã Rio de Janeiro
9 de agosto de 1964 Fluminense 0–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
25 de outubro de 1964 Bangu 2–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
16 de dezembro de 1964 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
20 de dezembro de 1964 Fluminense StarIconGold.png 3–1 Bangu StarIconSilver.png Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
1 de maio de 1965 Bangu 1–2 Fluminense Jogo amistoso Moça Bonita Rio de Janeiro
15 de agosto de 1965 Bangu 2–2 Fluminense Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
30 de outubro de 1965 Bangu 2–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
18 de dezembro de 1965 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
27 de março de 1966 Bangu 2–0 Fluminense Torneio Rio-São Paulo Maracanã Rio de Janeiro
21 de agosto de 1966 Bangu 1–1 Fluminense Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
9 de outubro de 1966 Bangu 1–0 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
11 de dezembro de 1966 Fluminense 1–3 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
7 de maio de 1967 Bangu 2–0 Fluminense Torneio Roberto Gomes Pedrosa Maracanã Rio de Janeiro
21 de julho de 1967 Bangu 2–0 Fluminense Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
12 de novembro de 1967 Bangu 1–3 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
14 de dezembro de 1967 Fluminense 1–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
7 de abril de 1968 Fluminense 0–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
1 de junho de 1968 Bangu 2–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
7 de setembro de 1968 Bangu 1–2 Fluminense Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
21 de novembro de 1968 Bangu 1–0 Fluminense Torneio Roberto Gomes Pedrosa Maracanã Rio de Janeiro
10 de maio de 1969 Fluminense 3–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
5 de junho de 1969 Bangu 0–3 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
28 de junho de 1969 Bangu 0–2 Fluminense Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
6 de março de 1970 Fluminense 2–1 Bangu Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
9 de maio de 1970 Fluminense 2–0 Bangu Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
5 de agosto de 1970 Fluminense 5–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
22 de abril de 1971 Fluminense 3–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
6 de junho de 1971 Bangu 0–0 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
10 de julho de 1971 Fluminense 3–3 Bangu Taça Guanabara Maracanã Rio de Janeiro
1 de abril de 1972 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
17 de março de 1973 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca São Januário Rio de Janeiro
19 de maio de 1973 Fluminense 5–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
4 de agosto de 1973 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
24 de agosto de 1974 Fluminense 4–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
9 de abril de 1975 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
21 de maio de 1975 Bangu 0–3 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
12 de julho de 1975 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
12 de maio de 1976 Fluminense 3–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
1 de maio de 1977 Bangu 0–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
20 de julho de 1977 Fluminense 4–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
16 de abril de 1978 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Brasileiro Moça Bonita Rio de Janeiro
4 de outubro de 1978 Fluminense 5–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
29 de novembro de 1978 Bangu 0–2 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
1 de julho de 1979 Bangu 0–4 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
6 de outubro de 1979 Fluminense 5–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
21 de setembro de 1980 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
12 de novembro de 1980 Bangu 2–1 Fluminense Campeonato Carioca Marechal Hermes Rio de Janeiro
7 de junho de 1981 Bangu 3–3 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
16 de agosto de 1981 Fluminense 0–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
25 de outubro de 1981 Bangu 3–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
25 de julho de 1982 Fluminense 0–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
3 de outubro de 1982 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
7 de agosto de 1983 Bangu 0–3 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
23 de outubro de 1983 Fluminense 0–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
4 de dezembro de 1983 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
22 de julho de 1984 Fluminense 0–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
21 de outubro de 1984 Bangu 1–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
7 de setembro de 1985 Fluminense 2–2 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
2 de novembro de 1985 Fluminense StarIconGold.png 1–2 Bangu StarIconSilver.png Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
18 de dezembro de 1985 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
30 de março de 1986 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
26 de julho de 1986 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
31 de agosto de 1986 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Brasileiro Maracanã Rio de Janeiro
22 de março de 1987 Fluminense 0–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
13 de maio de 1987 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
18 de julho de 1987 Bangu 1–1 Fluminense Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
2 de março de 1988 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
24 de abril de 1988 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
17 de novembro de 1988 Bangu 0 (4)(5) 0 Fluminense (pen.) Campeonato Brasileiro Moça Bonita Rio de Janeiro
25 de fevereiro de 1989 Bangu 0–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
6 de maio de 1989 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
14 de agosto de 1989 Bangu StarIconSilver.png 0–0 Fluminense StarIconGold.png Torneio Internacional de Kiev[nota 7] Olímpico Kiev, Ucrânia
3 de março de 1990 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
15 de abril de 1990 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
7 de julho de 1990 Fluminense 2–1 Bangu Jogo amistoso Laranjeiras Rio de Janeiro
1 de dezembro de 1990 Fluminense 0–1 Bangu Torneio Extra (Taça Adolpho Bloch) Laranjeiras Rio de Janeiro
15 de dezembro de 1990 Bangu 0–1 Fluminense Torneio Extra (Taça Adolpho Bloch) Moça Bonita Rio de Janeiro
14 de setembro de 1991 Bangu 0–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
25 de novembro de 1991 Fluminense 3–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
16 de setembro de 1992 Fluminense 1–2 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
9 de novembro de 1992 Bangu 0–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
31 de março de 1993 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
19 de maio de 1993 Bangu 2–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
16 de março de 1994 Fluminense 2–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
4 de novembro de 1994 Fluminense 0–0 Bangu Copa Rio Laranjeiras Rio de Janeiro
14 de novembro de 1994 Fluminense 2–1 Bangu Copa Rio Caio Martins Niterói
5 de fevereiro de 1995 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
6 de março de 1995 Fluminense 1–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
7 de maio de 1995 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
27 de maio de 1995 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
12 de outubro de 1995 Bangu 2–0 Fluminense Copa Rio Moça Bonita Rio de Janeiro
24 de novembro de 1995 Fluminense 0–2 Bangu Copa Rio Laranjeiras Rio de Janeiro
28 de janeiro de 1996 Fluminense 4–1 Bangu Taça Cidade Maravilhosa Laranjeiras Rio de Janeiro
7 de abril de 1996 Fluminense 0–3 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
6 de junho de 1996 Bangu 0–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
23 de março de 1997 Bangu 1–0 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
27 de abril de 1997 Bangu 0–2 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
11 de maio de 1997 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Caio Martins Niterói
8 de abril de 1998 Bangu 2–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
17 de maio de 1998 Fluminense 5–1 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
11 de abril de 1999 Bangu 2–4 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
29 de maio de 1999 Fluminense 0–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
12 de abril de 2000 Fluminense 0–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
11 de maio de 2000 Bangu 2–2 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
8 de abril de 2001 Bangu 1–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
4 de março de 2002 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
9 de março de 2002 Fluminense 2–1 Bangu Torneio Rio-São Paulo Caio Martins Niterói
11 de maio de 2002 Fluminense 1–0 Bangu Campeonato Carioca Laranjeiras Rio de Janeiro
16 de junho de 2002 Fluminense 0–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
29 de janeiro de 2003 Bangu 1–2 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
10 de março de 2004 Bangu 0–2 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
21 de março de 2009 Bangu 1–3 Fluminense Campeonato Carioca Engenhão Rio de Janeiro
20 de janeiro de 2010 Fluminense 3–0 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
20 de janeiro de 2011 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Engenhão Rio de Janeiro
18 de fevereiro de 2012 Fluminense 3–0 Bangu Campeonato Carioca São Januário Rio de Janeiro
21 de abril de 2013 Fluminense 2–0 Bangu Campeonato Carioca São Januário Rio de Janeiro
1 de fevereiro de 2014 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Moça Bonita Rio de Janeiro
8 de fevereiro de 2015 Fluminense 2–1 Bangu Campeonato Carioca Maracanã Rio de Janeiro
30 de março de 2016 Bangu 0–1 Fluminense Campeonato Carioca Giulite Coutinho Mesquita
12 de fevereiro de 2016 Fluminense 4–0 Bangu Campeonato Carioca Los Larios Duque de Caxias
Observação: Aconteceram ainda mais 11 confrontos de menor duração, válidos pelo Torneio Início do Campeonato Carioca, com 4 vitórias tricolores, 2 triunfos alvirrubros e 5 empates. Vale lembrar que estas partidas não estão contabilizadas nas estatísticas apresentadas nesse artigo. Segue a lista com os 11 jogos:
31 de março de 1918 — Fluminense 3–1 Bangu — General Severiano, Rio de Janeiro.
30 de março de 1919 — Fluminense 1–0 Bangu — Rua Paysandu, Rio de Janeiro.
29 de março de 1931 — Fluminense 0–0 Bangu (Flu venceu por 2–0, nos escanteios) — Laranjeiras, Rio de Janeiro.
27 de abril de 1941 — Fluminense 2–0 Bangu — General Severiano, Rio de Janeiro.
26 de junho de 1949 — Fluminense 0–0 Bangu (Bangu venceu por 1–2, nos pênaltis) — Laranjeiras, Rio de Janeiro.
31 de julho de 1955 — Fluminense 0–1 Bangu — Maracanã, Rio de Janeiro.
15 de julho de 1956 — Fluminense 0–0 Bangu (Flu venceu por 5–4, nos pênaltis) — Maracanã, Rio de Janeiro.
5 de julho de 1959 — Fluminense 0–1 Bangu — Maracanã, Rio de Janeiro.
24 de junho de 1962 — Fluminense 0–0 Bangu (Flu venceu por 1–0, nos pênaltis) — Maracanã, Rio de Janeiro.
23 de junho de 1963 — Fluminense 1–0 Bangu — Maracanã, Rio de Janeiro.
28 de junho de 1964 — Fluminense 0–0 Bangu (Bangu venceu por 2–3, nos pênaltis) — Maracanã, Rio de Janeiro.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Como o próprio nome sugere, o jardim da antiga Fábrica Bangu não era um campo de futebol. Era simplesmente uma área de lazer da fábrica destinada ao entretenimento da população nos fins de semana, bem como um "campo improvisado" para o então clube formado pelos funcionários da mesma.
  2. O Fluminense foi representado pelo seu segundo quadro.
  3. Como o próprio nome sugere, o jardim da antiga Fábrica Bangu não era um campo de futebol. Era simplesmente uma área de lazer da fábrica destinada ao entretenimento da população nos fins de semana, bem como um "campo improvisado" para o então clube formado pelos funcionários da mesma.
  4. O Fluminense foi representado pelo seu segundo quadro.
  5. Desde 11 de maio de 1919, Estádio de Laranjeiras.
  6. Taça amistosa.
  7. Torneio amistoso.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fla, Flu e Bangu: as cores de cada paixão (Editora Nova Terra, autoria de Carlos Molinari, Paulo Rocha e Sergio Du Bocage (2016).

Referências

  1. Livro Os perigos da paixão: visitando jovens torcidas cariocas, página 44, por TEIXEIRA, Rosana Câmara, Editora ANNABLUME (2003).
  2. «Grandes clássicos de futebol mais antigos do Brasil e do continente americano.». RSSSF. Consultado em 11 de junho de 2013 
  3. Almanaque do Bangu página 7
  4. Livro de Registro de Jogos do Fluminense
  5. Mário Filho (2003). O Negro no Futebol Brasileiro. [S.l.]: Editora Mauad. ISBN 857-4780960 
  6. Blog Jornalheiros História de Fluminense versus Bangu
  7. Site Estatísticas do Fluminense - Confrontos entre Fluminense e Bangu
  8. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1906
  9. Livro Fluminense, 110 jogos inesquecíveis - Guerreiros desde 1902, páginas 24 e 25, por Dhaniel Cohen, Carlos Santoro, Heitor D'Alincourt e João Bolthauser (2012)
  10. Livro Preguinho: Confissões de um Gigante, página 165, por Waldir Barbosa Jr.
  11. Livro Mano, editado em 1924, por Henrique Coelho Netto, disponível on line em 23 de dezembro de 2016.
  12. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1933
  13. ABI - Associação Brasileira de Imprensa - Há 75 anos, o primeiro título profissional, página editada em 7 de novembro de 2008 e disponível em 16 de julho de 2016
  14. Revista Placar número 1097, páginas 68 e 69 - 100 anos de futebol no Brasil
  15. Site Estatísticas do Fluminense - Especiais - Adversários - Todos os jogos contra adversário - Bangu
  16. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1950
  17. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1951
  18. Livro 1952: Fluminense campeão do mundo, página 68, por Eduardo Coelho
  19. Livro Eternamente Bangu, página 117, por José Rezende
  20. Site RSSSF Brasil Torneio Quadrangular do Rio de Janeiro de 1957
  21. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1959
  22. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1963
  23. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1964
  24. Livro História dos Campeonatos Cariocas de Futebol 1906/2010, página 355, por Clóvis Martins e Roberto Assaf
  25. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1965
  26. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1966
  27. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1967
  28. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1980
  29. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1981
  30. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1983
  31. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 1985
  32. «Torneio de Kiev 1989». fluminense.com.br. Consultado em 22 de abril de 2011 
  33. Site RSSSF Brasil Campeonato Carioca de 2002
  34. «Bangu versus Fluminense vão se enfrentar pela 200º vez em Campeonatos Cariocas». bangu.net. Consultado em 23 de abril de 2011 
  35. a b c d LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Todos os jogos contra adversário - Bangu». Fluzão.info. Consultado em 12 de março de 2017 
  36. FILHO, Paulo Cezar - Blog Jornalheiros - História de Fluminense versus Bangu. Página visitada em 21/04/2013
  37. MOLINARI, Carlos - Site BANGU.NET Estatísticas do confronto Bangu versus Fluminense, página editada em 9 de fevereiro de 2017 e disponível em 12 de fevereiro de 2017
  38. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Sequências - Sequências contra adversário - Bangu». Fluzão.info. Consultado em 16 de janeiro de 2015 
  39. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Sequências - Sequências contra adversário - Bangu». Fluzão.info. Consultado em 25 de janeiro de 2014 
  40. NETFLU, equipe do site (11 de fevereiro de 2017). «Flu não perde para o Bangu há quase duas décadas e venceu os dez últimos jogos». netflu.com. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  41. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Adversários em Campeonato - Bangu - Campeonato Carioca / Torneio Rio-São Paulo». Fluzão.info. Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  42. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Adversários em estádio - Bangu - Maracanã». Fluzão.info. Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  43. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Adversários em estádio - Bangu - Laranjeiras». Fluzão.info. Consultado em 11 de outubro de 2014 
  44. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Adversários em estádio - Bangu - Moça Bonita». Fluzão.info. Consultado em 11 de outubro de 2014 
  45. LIMA, Ricardo de Freitas. «Especiais - Adversários - Adversários em estádio - Bangu - Rua Ferrer». Fluzão.info. Consultado em 11 de outubro de 2014 
  46. LIMA, Ricardo de Freitas. «Estatísticas Fluminense >> Especiais >> Adversários >> Maiores Públicos contra Adversário >> Nacionais >> Bangu». Fluzão.info. Consultado em 2 de fevereiro de 2017 
  47. Jornal dos Sports, 13 de novembro de 1933, capa, edição on line 00823
  48. LIMA, Ricardo de Freitas. «Jogos - 12-11-1933». Fluzão.info. Consultado em 1 de novembro de 2014 
  49. Jornal O Paiz de 14 de novembro de 1933, edição on line 16823 de 1933
  50. O jornal O Globo, edição matutina de 13 de novembro de 1933, página 2
  51. Jornal A Noite de 13 de novembro de 1933 pág. 2, edição on line 07892 de 1933
  52. Site Estatísticas do Fluminense, públicos mencionados neste tópico