Estádio Proletário Guilherme da Silveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Moça Bonita
Estádio Proletário
Guilherme da Silveira Filho
Nome Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho
Características
Local Rua Sul América, 950 (Bangu) - Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Gramado Grama natural (105 x 68 m)
Capacidade 9.024 espectadores[1]
Inauguração
Data 17 de novembro de 1947
Partida inaugural Bangu 4 x 2 Flamengo
Primeiro gol Brasil Joel Resende (Bangu)
Recordes
Público recorde 32.000 pessoas
Data recorde 14 de março de 1970
Partida com mais público Bangu 1 x 1 Seleção Brasileira
Proprietário Bangu Atlético Clube
Administrador Bangu Atlético Clube
Mandante Bangu Atlético Clube

O Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho ou Estádio de Moça Bonita é um estádio de futebol localizado no bairro de Bangu, Rio de Janeiro, pertencente ao Bangu Atlético Clube. Foi inaugurado no dia 17 de novembro de 1947, para substituir o antigo Campo da Rua Ferrer, fechado em 1943.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O Bangu deixou sua antiga casa da Rua Ferrer quando a fábrica que deu origem ao time vendeu o terreno. O espaço comprado para sediar o novo estádio ficava na antiga Fazenda da Viúva, local conhecido como Moça Bonita - apelido que acabou se estendendo para o estádio. Por quatro anos, o time peregrinou por estádios emprestados, já que o início das obras - e consequentemente sua conclusão - , prevista para 1944, atrasou cerca de um ano. As obras foram bancadas pela Fábrica Bangu. O projeto era mais grandioso do que o que acabou sendo realizado: capacidade era estimada em 60 mil pessoas.[3]

A primeira partida no Estádio Moça Bonita só ocorreu em 28 de março de 1948, na partida vencida pelo Bangu o sobre o Flamengo por 4 a 2. O primeiro gol no estádio foi de Joel Resende, do Bangu.[1]

O Estádio de Moça Bonita teve capacidade de 15.000 pessoas, já tendo recebido públicos maiores, como na partida Bangu 0 a 0 Fluminense, quando 16.136 pessoas pagaram pelos ingressos, em partida válida pelo Campeonato Carioca de 1977.[4] Após reformas, a capacidade de público oficial em 2017 é de 9.024 pessoas. Por questões de segurança dos torcedores o número de ingressos é reduzido para no máximo 8.000 pessoas.[5] Em 4 de fevereiro de 2017, o Nova Iguaçu F.C recebeu o Flamengo para partida válida pela terceira rodada do Campeonato Carioca, e a partida contou com um público pagante de 6.134 torcedores, 6.984 presentes e renda de R$ 212.375,00. O Flamengo venceu a partida pelo placar de 4 a 0.[6]

O recorde de público (não confirmado) é de 32.000 espectadores, na partida entre Bangu e a Seleção Brasileira, no dia 14 de março de 1970, que terminou empatada em 1 a 1.[7]

O estádio passou por reformas para o Campeonato Carioca de 2012 com instalação de cadeiras oriundas do Maracanã e reformas nos vestiários, banheiros, cabines de imprensa, sistema de iluminação e gramado.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.