Presidentes do Fluminense Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Abaixo está uma lista com todos os presidentes da História do Fluminense Football Club.[1][2] O atual presidente, Mário Bittencourt, é o 39º presidente do clube, número de eleições que inclui retornos posteriores, ou o 35º, considerando apenas o número de pessoas eleitas.[3]

Lista de presidentes[editar | editar código-fonte]

Fila para eleição do presidente do Fluminense em 2016.
Fila para eleição do presidente do Fluminense em 2019.
Movimentação de cabos eleitorais em 2019.
Início do mandato Término do mandato Presidente
21 de julho de 1902 15 de dezembro de 1903 Brasil-Inglaterra Oscar Alfredo Sebastião Cox[nota 1]
15 de dezembro de 1903 13 de dezembro de 1908 Inglaterra Francis Henry Walter
13 de dezembro de 1908 19 de dezembro de 1910 Brasil Antônio Vaz de Carvalho Júnior
19 de dezembro de 1910 8 de janeiro de 1912 Brasil Antônio Cavalcanti de Albuquerque
8 de janeiro de 1912 23 de dezembro de 1912 Brasil Carlos Guinle
23 de dezembro de 1912 29 de julho de 1913 Brasil Guilherme Guinle
11 de setembro de 1913 26 de dezembro de 1913 Brasil Félix Ignácio Frias
26 de dezembro de 1913 16 de abril de 1914 Brasil Carlos Guinle
16 de abril de 1914 18 de abril de 1916 Brasil Joaquim da Cunha Freire Sobrinho
18 de abril de 1916 30 de abril de 1931 Brasil Arnaldo Guinle
30 de abril de 1931 7 de fevereiro de 1936 Brasil Oscar da Costa
30 de abril de 1936 29 de abril de 1940 Brasil Alaor Prata Soares
29 de abril de 1940 5 de maio de 1941 Brasil Mário Pollo
5 de maio de 1941 26 de agosto de 1943 Brasil Marcos Cláudio Philippe Carneiro de Mendonça
6 de dezembro de 1943 4 de fevereiro de 1946 Brasil Arnaldo Guinle
4 de fevereiro de 1946 14 de novembro de 1949 Brasil Manuel de Moraes Barros Netto
14 de janeiro de 1949 12 de janeiro de 1953 Brasil Fábio Carneiro de Mendonça
12 de janeiro de 1953 31 de janeiro de 1955 Brasil Antônio Leite[nota 2]
31 de janeiro de 1955 21 de janeiro de 1957 Brasil Jorge Amaro de Freitas
21 de janeiro de 1957 17 de janeiro de 1963 Brasil Jorge Frias de Paula
17 de janeiro de 1963 19 de janeiro de 1966 Brasil Nélson Vaz Moreira
19 de janeiro de 1966 28 de fevereiro de 1969 Brasil Luís Phelippe Saldanha da Gama Murgel
28 de fevereiro de 1969 23 de março de 1972 Brasil Francisco Leitão Cardoso Laport
23 de março de 1972 30 de janeiro de 1975 Brasil Jorge Frias de Paula
30 de janeiro de 1975 31 de janeiro de 1978 Brasil Francisco Luiz Cavalcanti da Cunha Horta
31 de janeiro de 1978 30 de janeiro de 1981 Brasil Sílvio da Silva Vasconcelos
30 de janeiro de 1981 26 de janeiro de 1984 Brasil Sylvio Kelly dos Santos
26 de janeiro de 1984 22 de janeiro de 1987 Brasil Manoel Schwartz
22 de janeiro de 1987 12 de fevereiro de 1990 Brasil Fábio José Egypto da Silva
12 de fevereiro de 1990 1 de fevereiro de 1993 Brasil Ângelo Luís Pereira Chaves
1 de fevereiro de 1993 2 de janeiro de 1996 Brasil Arnaldo Santhiago Lopes[nota 3]
2 de janeiro de 1996 14 de novembro de 1996 Brasil José Gil Carneiro de Mendonça[nota 4][nota 5]
10 de dezembro de 1996 4 de agosto de 1998 Brasil Álvaro Ferdinando Duarte Barcelos[nota 6]
20 de agosto de 1998 7 de janeiro de 1999 Brasil Manoel Schwartz[nota 7]
7 de janeiro de 1999 15 de dezembro de 2004 Brasil David Fischel
15 de dezembro de 2004 20 de dezembro de 2010 Brasil Roberto Horcades Figueira
20 de dezembro de 2010 21 de dezembro de 2016 Brasil Peter Eduardo Siemsen
21 de dezembro de 2016 8 de junho de 2019 Brasil Pedro Eduardo Silva Abad
10 de junho de 2019 Atualmente Brasil Mário Henrique Guimarães Bittencourt

Presidentes honorários[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Presidente fundador aos 22 anos.
  2. Antônio Leite, após ser reeleito em janeiro de 1955, renunciou ao cargo, Arnaldo Guinle assumiu a presidência interinamente até que fossem realizadas novas eleições.
  3. Não completou o mandato.
  4. Não completou o mandato.
  5. José Gil Carneiro de Mendonça renunciou ao cargo, José Pereira Antelo, presidente do Conselho Deliberativo, assumiu interinamente por um mês e organizou eleições para um mandato que completaria o anterior. Foi eleito Álvaro Ferdinando Duarte Barcelos.
  6. Álvaro Ferdinando Duarte Barcelos renunciou e novamente José Pereira Antelo assumiu por mais um mês. Novas eleições ocorreram para o mandato, vencendo Manoel Schwartz.
  7. Por motivos de saúde, Manoel Schwartz não pode assumir imediatamente sendo substituído interinamente por David Fischel, seu Vice Presidente Administrativo, para ficar à frente enquanto ele convalecia. Naquela época não existia o VP Geral e o Presidente indicava quais do VPs assumiria seu lugar em caso de vacância. Schwartz, apesar de ir ao clube algumas vezes, nunca voltou ao cargo oficialmente. David Fischel presidiu o clube até as novas eleições por ele vencidas.

Referências

  1. FERREIRA, Eduardo. «Lista de presidentes do Fluminense Football Club». Tiro/FLU. Consultado em 30 de junho de 2013 
  2. Site oficial do FLUMINENSE FOOTBALL CLUB. «História - Capítulo V: Os Presidentes». Fluminense.com. Consultado em 30 de junho de 2013 
  3. SIQUEIRA, Felipe (10 de junho de 2019). «Mário Bittencourt toma posse como presidente do Fluminense em cerimônia nas Laranjeiras». Globoesporte.com. Consultado em 11 de junho de 2019 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]