Carlos Guinle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carlos Guinle
Nascimento 20 de abril de 1883
Rio de Janeiro, RJ
Morte 7 de fevereiro de 1969 (85 anos)
Cidadania Brasil
Progenitores
Filho(s) Jorginho Guinle
Ocupação compositor

Carlos Guinle (Rio de Janeiro, 20 de abril de 18837 de fevereiro de 1969) foi um colecionador de obras de arte, mecenas e compositor brasileiro, membro da família Guinle.

Terceiro filho de Eduardo Palassin Guinle, Carlos Guinle casou-se com Gilda de Oliveira Rocha (filha do português Manuel Jorge de Oliveira Rocha, que fundou em 1894 o jornal carioca A Notícia, vespertino que deixou de circular em 1998),[1][2] com quem teve dois filhos, Jorge Guinle e Carlos Filho.

Um dos herdeiros do ramo central da tradicional e abastada família carioca Guinle, fundadora do Copacabana Palace, do Parque Guinle, do Palácio Laranjeiras, no Rio de Janeiro e da Ilha de Brocoió na Baía de Guanabara, além do Fluminense Football Club, clube que presidiu 2 vezes, de 8 de janeiro de 1912 a 23 de dezembro de 1912 e de 26 de dezembro de 1913 a 16 de abril de 1914.

Na década de 1930 criou a Granja Comary em Teresópolis que em 1968 deu origem ao Clube Comary e em 1986 ao Centro de treinamento Heleno Nunes, atual concentração da seleção brasileira de futebol, o restante foi dividido em glebas e transformou-se num dos mais belos condomínios da região serrana.

Dedicando-se aos negócios de sua família e sempre se considerando um compositor amador, nunca deixou, contudo, de comparecer aos shows musicais mantidos, especialmente, no Hotel Copacabana Palace, a partir das duas boates do famoso hotel, o Golden Room e o Midnight.

Era pai do playboy e crítico de jazz Jorge Guinle, o qual sempre participou, desde o começo dos anos 1950, das jam sessions cariocas tendo sido amigo de muitos compositores e intelectuais brasileiros.

Seu filho caçula, Carlos Oliveira Rocha Guinle, teve sua primeira composição lançada em 1950, o samba-canção "Você não sabe amar", em parceria com Dorival Caymmi e Hugo Lima, gravado por Francisco Carlos na RCA Victor. Em 1953, o samba-canção "Tão só", em parceria com Dorival Caymmi, foi gravado por Dorival Caymmi na Odeon.[3]

Destacou-se por ser mecenas de Heitor Villa-Lobos em sua viagem a França.

Referências

  1. «Parentesco :: BUSCA». www.parentesco.com.br. Consultado em 30 de abril de 2022 
  2. «Compostura, lá no passado». Observatório da Imprensa. 22 de agosto de 2011. Consultado em 30 de abril de 2022 
  3. Dicionário Cravo Albim da Música Popular Brasileira

Precedido por
Antônio Cavalcanti de Albuquerque
Presidente do Fluminense
8 de janeiro — 23 de dezembro de 1912
Sucedido por
Guilherme Guinle
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.